História Kaeri - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Drama, Exo, Kaisoo, Lemon, Romance, Yaoi
Exibições 23
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeira fic que eu escrevo na vida, relevem ;-;
Quero dar uma explicação rápida sobre o título antes de começar.
Kaeri, em japonês, significa "voltar para casa/ retornar". Vai fazer sentido com o tempo, eu juro.

Bom, eu tô escrevendo essa fic em homenagem a uma pessoa que é super especial pra mim, minha melhor amiga, parzinha, amor da vida, clone, alma gêmea e mais mil coisas. Eu fiz uma merda monstra com ela, meio q destruí a amizade e agora resolvi escrever isso como forma de me redimir. Se vai dar certo eu não sei, mas tô tentando, espero que ela me perdoe ;u; (desculpa mesmo, mozão, eu te amo, tá?)

Enfim, Boa leitura e perdoem os erros.

Capítulo 1 - Acho que já comecei me fodendo!


Fanfic / Fanfiction Kaeri - Capítulo 1 - Acho que já comecei me fodendo!

Já estamos quase no final do ano, faltam só três meses pra acabarem as aulas e eu tô fodido. Minhas notas estão descendo mais que minha autoestima, eu não me concentro mais nos trabalhos, não ouço mais o que os professores falam e tô cagando os ensaios da apresentação de final de ano. Tudo isso porque não paro de pensar naquele menino. Como pode um ser humano ser tão lindo? Byun Baekhyun é a minha destruição em pessoa, e olha que eu nem sequer falei com ele ainda!

Sim, eu, eu mesmo, euzinho, Park Chanyeol, sou apaixonado pelo pudim de nutella, mas ah gente, ele é um fofo vai, aquelas bochechinhas dele são lindas e a bunda... que bunda!

Ok, preciso parar com isso, eu tô quase reprovando e se isso acontecer minha mãe me mata. Até hoje eu nunca repeti ano nenhum, mas esse ano a nutellinha entrou na escola e tá me distraindo demais, mas para não admitir isso pra família eu só deixo eles porem toda a culpa nos meus jogos.

É segunda feira, 9:15 da manhã, tô na aula de física, pensando naquela santa bunda de Byun Baekhyun enquanto o professor explica a matéria. Eu sou uma desgraça mesmo. O menino tá lá na dele e eu aqui pensando no meu pau entrando nele com força e...

-Chanyeol? – Merda, O professor me chamou.

-Ahm? Oi? – Será que ele vai me perguntar alguma coisa? Fodeu, fodeu, fodeu, fodeu.

-Já é a terceira vez que eu chamo seu nome, para de viajar e presta atenção na aula, você quase levou falta. – Ele voltou os olhos pra folha de chamada.

-Ah, ok, desculpa. – Quando foi que ele começou a fazer a chamada? Meu deus eu preciso parar de pensar no pudim de nutella logo, senão eu me fodo mais.

Finalmente hora do intervalo! Amém.

Essa é a maravilhosa hora que eu posso olhar pra nutellinha até meus olhos caírem.

Ai. Meu. Deus. O KYUNG TA CONVERSANDO COM ELE, É A MINHA CHANCE.

Kyungsoo é um filho da puta, um cuzão e o meu melhor amigo, ele namora o Jongin, outro cuzão emo gótico depressivo, que está no mesmo ano que o baek, porém, em outra turma, o que é uma pena. Kyung está na mesma sala que eu, mas ultimamente tem sentado lá na frente por motivos que eu desconheço, enquanto eu fico lá no fundo da sala pra pensar na nutellinha. Enfim, a questão aqui é: meu melhor amigo está conversando com o amor da minha vida, ou seja, EU POSSO CHEGAR LA E FALAR COM ELES. EU DARIA UM BEIJO NO KYUNG AGORA.

-Oi Kyung, o que ce ta fazendo? – Tentei chegar parecendo normal, o que daria certo, se eu fosse normal.

- Oi Channy, tô dando pro Baekhyun umas coisas da feira cultural que o Kai pediu pra entregar. – Kyung podia dar isso pra qualquer um da turma do Jongin, ou qualquer outro da série dele, mas como sabe que eu gosto do baek, foi falar com ele. EU TE AMO KYUNGSOO.

-Não me chama assim, seu porra, parece que eu sou um bebê! – Eu odeio quando ele me chama de Channy, me sinto uma criança! -Kai ainda ta doente? Achei que ele fosse voltar hoje.

-Eu te chamo como eu quiser, e sim, ele ainda ta mal, ia voltar pra escola hoje, mas teve febre de novo ontem, então mandei ele ficar em casa. Vou pra lá depois da escola.

-Vai se foder, e fala pro Kai que eu desejo melhoras pra ele. Ah, Oi Baekhyun. – Eu consegui, eu dei oi pra ele AAAAAAAA

-Oi..ahm..Chanyeol, certo? – ELE. FALOU. MEU. NOME. Quase fiquei de pau duro. Calma parkinho, fica dormindo aí senão eu vou ter problemas.

-Certíssimo! – ele riu. Merda, acho que pareci animado demais.

-O que vocês vão fazer na feira cultural esse ano? Ouvi dizer que aqui é tradição o último ano fazer uma apresentação. – O. Baek. Ta. Falando. Comigo. Eu. Vou. Falecer

-Aah sim, vamos fazer, já estamos ensaiando, mas ainda falta melhoramos a sincronia.

-Sim, ainda temos muito o que melhorar, mas estamos indo bem ate! Gente agora eu vou lá comer, te encontro na aula, Channy. Qualquer dia nos falamos Baekhyun! – Ele me deixou a sós com o baek!!!! Kyungsoo...eu nunca te amei tanto na vida!

-Até Kyungsoo, obrigado pelos materiais e melhoras para o Jongin! – Ele sorriu. Que sorriso lindo, puta merda.

-Te vejo na aula, Kyung! – Kyung agradeceu ao baek e meteu o pé, agora tenho o pudim de nutella só pra mim.

-O que vocês vão fazer na apresentação desse ano? Eu quero muito ver! – Ele é tão lindo! Deus, me ajuda.

-É segredo, você só vai descobrir na hora! – Ficamos nessa de apresentação até dar a hora de voltar pra sala. Eu amei falar com ele, ele é ainda mais lindo de perto. Nós combinamos de nos falarmos mais depois. Por incrível que pareça a conversa fluiu bem entre a gente, mesmo que o assunto tenha sido só a apresentação.

Nos despedimos e eu voltei pra sala, Kyung ficou na frente como sempre e eu fui la pro final pra voltar a fantasiar com aquela maravilha chamada Byun Baekhyun. Quando o sinal da saída tocou eu fui junto com a multidão para a liberdade. Meu pudim de nutella estava parado na porta da escola. Será que ele estava esperando alguém? Tentei não ficar com cara de bunda, mas eu sou muito transparente. Merda!

Foi então que o inesperado aconteceu. Ele me viu e veio andando na minha direção. Ele vai falar comigo? MEU DEUS ELE TA SORRINDO PRA MIM, POR QUE ELE TA SORRINDO PRA MIM? EU MORRI E TO NO PARAÍSO? EU VOU DESMAIAR, CERTEZA.

-Oi Chanyeol, eu tava te esperando, você se importa de irmos pra casa juntos? Gostei de conversar com você e como sempre vejo você indo sozinho também, achei que seria legal uma companhia – P.U.T.A. M.E.R.D.A A.L.G.U.É.M. M.E. A.J.U.D.A.

-Ah, s-sim, claro, vamos – Porra merda gaguejei, sou um idiota, mas AAAAAAAAA EU QUERO SAIR PULANDO IGUAL UMA GAZELA MANCA POR AÍ DE TANTA FELICIDADE, EU VOU PRA CASA COM O PUDIM DE NUTELLA!!!! OBRIGADO MÃE, OBRIGADO KYUNGSOO, OBRIGADO JONGIN E OBRIGADO DEUS.

Voltamos para casa falando sobre coisas aleatórias, videogames, aniversários, comida e coisas nada a ver. Nós temos muito em comum, parecemos clones! Ele é um menino maravilhoso. Enfim, chegamos até a casa do baek, combinamos de ir juntos para a escola a partir de hoje, nos despedimos e eu fui andando para a terceira casa depois da casa do baek, que era a minha.

*Dois meses mais tarde*

O tempo passou rápido. Estamos em outubro agora, mês que vem tem meu aniversário, feira cultural, provas e férias!

Por ser meu último ano eu tô meio triste, já que não vou mais estudar com o Kyung. Nós ainda vamos sair, dormir um na casa do outro e continuar sendo melhores amigos, mas, de qualquer forma, vou sentir falta de estudar com ele.

Nesses dois meses a minha amizade com o Baek cresceu de uma forma surreal, pegamos intimidade muito rápido e agora sabemos praticamente tudo um do outro. Nós estamos indo e voltando juntos pra casa todos os dias, conversamos muito, vamos muito um na casa do outro pra jogar e também saímos bastante pra nos divertir juntos. Viramos melhores amigos e tá sendo maravilhoso, ele é um amor de pessoa e nós nos damos tão bem que parece que nos conhecemos há anos! O problema é que eu tô MESMO apaixonado por ele agora. Me fodi!

Continua...


Notas Finais


Chegamos ao final do primeiro cap, yay )o)
Se vcs gostarem eu posto o segundo semana que vem. <3

Obrigada por lerem essa tentativa de escrever uma fanfic decente <3
Bj na bunda, mores.
Bye~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...