História Kaichou wa Maid sama - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Sugamon, Taegi, Yoonjin, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok
Exibições 191
Palavras 2.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie amores, não me matem e como estão?
Eu peço realmente mil desculpas por esse atraso gigantesco, mas eu tive algumas turbulências...
Lá vamos nós...
De início, eu achei que essa fic daria certo assim de primeiro que eu não teria que pensar tanto em escrever por ser uma adaptação, mas como eu disse no primeiro capítulo, seria apenas algumas partes iguais, o resto seria parte da minha imaginação, então eu fiquei com um bloqueio enorme, tipo, realmente imenso. E cheguei até mesmo pensar em excluir essa fic, mas isso não iria resolver os meus problemas e eu provavelmente iria me arrepender mais tarde...
Agora, o segundo problema foi, eu entrei em semana de provas no início de setembro, por isso não tinha tempo pra postar, embora eu não estudasse em casa, eu tinha dificuldade em me concentrar.
E o meu último problema que é o que eu to afundada agora, seria, que eu tenho muitas fics em aberto, e eu não to sabendo conciliar, mas, porém, entretanto, eu vou dar um jeito e vou postar as coisas o mais rápido possível...
Espero que compreendam e me desculpem...
Quando eu vi o número de favoritos eu sorri instantaneamente, eu realmente amo vocês<3
Foi mal pela demora, eu vou deixar vocês lerem<3
Amo comentários grandes e boa leitura<3

Capítulo 5 - Eu sei que você gosta de mim dá pra ver em seu rosto


 

Eu nunca fui de realmente pensar quando pediam para fazer algum desejo, mas cara, se eu pudesse, eu pedia para qualquer um, pessoa ou entidade, que Taehyung aprendesse a se teletransportar e saísse logo do ginásio da educação física, eu precisava urgentemente de sua ajuda. Nunca imaginei que ficaria tão dependente daquela criatura com coisas do conselho estudantil. 

Depois daquela noite turbulenta em minha casa, e claro, saber que todos haviam chegados bem em suas residências, nós ficamos ainda mais ligados nesse laço que eu realmente não sei o nome. Eu não entendia o que estava pensando, em alguns momentos eu me pegava pensando nos beijos que havia recebido do Jung e de Jeon. Ou nos carinhos que Jimin e Taehyung me davam quando estava distraído, até mesmo do sorriso que Jin hyung me direcionava.

As coisas que o conselho estudantil tinha que dirigir também estavam uma confusão, eu nunca havia chegado nesse ponto, nada estava realmente acumulado, mas eu me sentia pressionado em saber o que todas as salas iriam fazer no Bunkasai e mesmo faltando alguns meses, eu me sentia ainda pior pela formatura da turma do terceiro ano, era o meu primeiro ano como presidente, não queria deixar uma marca feia.

Por incrível que pareça, o meu emprego foi a coisa que menos mudou, embora eu tenha ganhado alguns guarda-costas - o que eu não reclamo em nada disso - as meninas do café estão dizendo que estou namorando, mas quando descobriram que eram cinco garotos diferente piraram, bem que eu vi a danada da Lisa querendo dar em cima do Jungkook, mas ele sequer deu bola. Nisso já ganhou alguns pontos comigo. 

Mordi a parte de cima da lapiseira mais uma vez para tentar conter a ansiedade, só faltava o que a minha turma e a turma do Jung iriam fazer. A ideia da maioria dos "ômegas" era fazer um café em conjunto. De início eu achei a ideia muito simples e deixei em aberto, mas se for pra ficar nessa dor de cabeça toda, que faça algo simples, mas que seja algo bem feito. 

- Me desculpe pelo atraso Yoongi - Tae entrou apressado na sala, todo desengonçado e quase deixando sua mochila cair no piso. - O pessoal, da minha turma acabou se atrapalhando na hora de usar o ginásio e eu não consegui te avisar. - Eu até poderia falar alguma coisa se eu não estivesse com o olhar preso em sua boca. Mas não do jeito que estão pensando, seus pervertidos! - O que foi Yoon? - Perguntou quando me aproximei. 

- Seu lábio - Disse vendo que o corte era recente, ainda estava sangrando. Tae arregalou os olhos quando percebeu do que se tratava e escondeu o machucado com a mão. - O que aconteceu Taehyung? - Eu realmente estava preocupado, não só por estar machucado, mas por ser ele a estar machucado. 

- Não aconteceu nada hyung, acho que machuquei quando eu estava brincando com a garrafa de ferro.- O olhei incrédulo, eu já havia me machucado com uma garrafa térmica quando jogava ela pra cima e acabou batendo na minha boca, e sangrou, então eu sei que isso é possível, mas Taehyung não seria tão besta quanto eu quando estou no tédio. 

- Por favor Taehyung, pelo menos me dê uma desculpa descente. - Peguei em sua mão deixando todos os problemas do conselho estudantil. De fato ele não iria morrer por causa de um corte, mas vai que acaba pegando uma infeção, não sei. 

Eu ouvia alguns murmúrios quando passava pelos corredores. Algo como "O presidente do conselho estudantil não nega a sua natureza ômega" ou "Desde que começou a andar com o Jung e os três idiotas ele tem ficado mais feliz, deve estar dando muito". Apenas revirava os olhos, não me importando em confrontar ninguém, já estava acostumado, não me importava. 

Mas Taehyung parecia não partilhar da mesma opinião, querendo tirar satisfações com quem quer que foaaw, seja veterano ou novato. Eu apenas o puxava mais forte quando sentia que iria se soltar de minhas mãos. A única coisa que me irritou foi ouvi-los chamar, Taehyung, Jungkook e Jimin de três idiotas, apenas eu podia chamá-los assim. 

- Me diz o que aconteceu Tae... - Fiz o maior sentar em uma das camas da enfermaria. O mais novo abaixou a cabeça, fazendo de tudo para não me encarar. Respirei fundo, peguei uma das caixas de primeiro-socorros e a abri, a enfermeira não estava presente, devia ser o seu intervalo ou já devia ter ido embora. - Me responda Taehyung, ou eu vou ter que tomar uma medida drástica. - O vi arregalar os olhos, mais do que ninguém eu podia falar, por mais que Taehyung parecesse não se importar, ele odiava quando ficava sem falar comigo ou com algum de seus amigos. 

- Eu... Não quero te preocupar hyung... - Ele tinha a voz baixa, parecia com medo. Eu não entendia o porque de estar tão preocupado em me preocupar. Se algo acontece nessa escola eu preciso saber, e se fosse algo na sua vida pessoal, eu também queria saber, Ou ele não me considerava um amigo? 

Eu tinha medo de não ser realmente amigo de alguém. Quer dizer, desde pequeno eu era muito fechado, com exceção de Namjoon, eu tive uma grande amizade. E até agora eu apenas tinha o Kyung e o Mark, mesmo que o último mencionado estivesse numa pequena viajem para o exterior com os avôs. Eu não sabia se podia ser uma boa companhia ou se eles apenas me aturavam. 

- Tudo bem Taehyung, você não me deve satisfações... - Sai de perto de si, voltando a caixinha do seu lado, peguei um algodão e coloquei um pouco de oxigenada, pelo menos iria limpar seu machucado antes de voltar pra sala do conselho. - Tae formou um bico nos lábios, eu não estava chateado com ele, e sim comigo por não ser um bom amigo. Limpei seu machucado, vendo-o chiar algumas vezes. Passei uma pomada encima do corte e limpei tudo que usei. - Pronto, você está dispensado das tarefas de hoje, pode voltar pra casa. - Disse já tentando me retirar, porém senti o toque quente de sua mão em mim. - Eu preciso voltar Tae, se me der licença... - Novamente fui ignorado. 

- Não me trate assim hyung, é algo bobo. - Disse tentando me abraçar, e  em nenhum momento eu o repeli de chegar perto. Apenas afaguei suas costas, lhe dei um sorriso e um beijo na testa, mesmo que tivesse que ficar na ponta dos pés para tal. - Não fique bravo comigo, por favor Yoongi... 

- Eu não estou bravo com você Tae... Só quero que confie em mim... - Disse vendo-o assentir. Eu não insistiria mais no assunto. Quando ele estivesse pronto para me falar algo eu estaria ali pra ouvir. 

Depois dali, Taehyung não queria ir mesmo pra casa, e insistiu ainda mais para me ajudar naquelas benditas decisões que não resultaram em nada,  decidimos fazer o café com as turmas juntas, por mais que a criança não gostara nada da ideia de eu ficar mais próximo do Hoseok. E o que eu mais queria que não acontecesse, se tornou nosso tema, mordomos e empregadas. 

Sem comentários para a pessoa que inventou isso. 

- Hyung? - Ouvi Jungkook me chamar, eu não sabia há quanto tempo estava disperso, mas foi o suficiente para que ele ficasse me olhando impaciente, se bem que não precisava de muito para essa criança ficar irritada.

- O que foi criatura? - Perguntei, eu nem mesmo tinha notado que todos já estavam reunidos na entrada do colégio. Não sabia aonde realmente iria chegar estando tão avoado, ao mesmo tempo em que parecia que eu pensava em inúmeras coisas, parecia que eu não pensava em nada. Não chegava em resultado nenhum. 

- Você decidiu quem vai te levar hoje no Maid Latte? - Eu não sabia que eles estavam discutindo sobre isso. Hoje eu teria que ir direto para o Café. Eu estava empenhado na decisão de quitar as dívidas o mais rápido possível, então, eu convenci a minha gerente a aumentar a minha carga horária, mesmo que secretamente, já que ainda era um estudante e não poderia ficar muito sobrecarregado de acordo com a lei. 

- Nossa, eu tinha que já estar indo pra lá. Não sei o que estava esperando aqui... - Disse tentando calcular mentalmente o tempo que levaria para ir andando até o meu trabalho, acho que se eu correr em menos de vinte minutos eu chego, ainda bem que tem um chuveiro no estabelecimento, atender os clientes com cheiro de suor não seria nada agradável. - Não precisa ninguém me levar, eu sei me virar sozinho. Até amanhã meninos... - Me despedi com um aceno e comecei a correr para a minha tão corrida jornada. 

Caramba, esqueci que ainda tinha que pegar um trem...

Quando eu cheguei no café, a gerente disse que não precisava vir correndo, já que faria hora extra, mas eu não gostava de atrasos. E também, não queria ficar dependendo de ninguém pra fazer o meu trabalho. Eu precisava tirar um pouco os meninos da minha cabeça, quem sabe essa confusão some. 

Tomei um banho rápido, porém relaxante, eu não poderia atender os clientes com um semblante cansado. Eu teria que reforçar um pouco na maquiagem. Embora eu não entendesse desses assuntos, eu conseguia fazer o básico. Coloquei o vestido do uniforme que parecia estar um pouco mais curto, acho que engordei... Teria que fazer dieta, mesmo que não tivesse dinheiro para fazer uma dieta descente eu teria que resolver esse problema... 

Resolvi deixar isso de lado, coquei os apliques no cabelo e fiz a bendita da maquiagem. As minhas coxas também estavam maiores, as meias também estavam apertadas... Céus, o que estava acontecendo? Eu não sei quando tempo fiquei me olhando  no espelho do meu armário,  apenas senti um abraço por trás. De início  dei um pulo pelo susto, mas era apenas Seokjin com seu jeito carinhoso. 

- Você está tão lindo hoje Yoongi... Nem parece que a poucos minutos estava todo bagunçado... - Riu contra o meu pescoço apertando ainda mais seus braços em minha cintura. Neguei com a cabeça desacreditando em suas palavras. 

- Não estou bonito hyung, estou gordo... - Resmunguei tentando me soltar do abraço, era hora de começar a trabalhar.  

- Você não está gordo Yoongi, eu entendo o que está sentindo. A gerente e as meninas que na verdade apertaram as roupas de maid, e compraram meias novas. Mas não te avisaram, então não fique preocupado com isso. Pelo que eu te conheço, você ficaria todo encucado com isso e até mesmo pararia de comer, você já é magro criança, não se preocupe com essas coisas... - Me assegurou e eu sorri, ele queria me deixar bem. 

No trabalho ocorreu tudo normalmente, nem parecia mais que tinha aqueles rumores de sequestradores de empregadas, claro que havia um burburinho e era estranho já que nenhum dos meninos havia aparecido no café. Mas eu estava tentando levar, com tranquilidade e sem nenhuma perturbação. 

A não ser, pelo final do expediente... 

No final do dia, apenas sobrou eu pra fechar o café, novamente a gerente teve aquelas reuniões de último momento  e quando deu a hora, todas as meninas foram embora. Seokjin até quis me ajudar, mas quando deu o seu horário eu apenas disse que estava tudo bem, e mesmo relutante, ele havia ido embora... 

- Eu sinto falta da bagunça daqueles idiotas... - Disse a mim mesmo quando juntava os últimos pratos de uma mesa e colocava numa bandeja. Sorri quando percebi que realmente, eu sentia que depois de tanto tempo, e apesar de ser tão chato eu consegui fazer novos amigos. 

Eu odiava o silêncio e por uma questão maior, as luzes do café estavam apagadas, eu também não gostava do escuro. Não me diria como medroso, mas tinha umas dezenas de coisas que eu tinha medo, porém que ninguém sabia. Já estava noite e eu tinha que voltar logo pra casa, minha mãe e meu irmão deviam estar preocupados comigo... 

- Fique quietinho ou irá se machucar lindinho...- Senti minha boca sendo tampada e uma lâmina passear pela minha coxa. Arregalei os olhos e senti que iria chorar. Vi um sorriso maldoso no rosto do desconhecido, que apenas dava para ver parcialmente pela pouca luz. Ele apertou a minha coxa com força e não pude deixar de soltar um gemido de dor. - Olha que dessa vez... Eu achei uma mina de ouro... - Podia ouvir a maldade em seu tom, eu estava mais que apavorado. 

Por favor... Que alguém me ajude... 


Notas Finais


Esse final ficou um pouco dramático, mas eu quis pegar aquela ceno do próprio anime mas inverter, tipo bem invertido. Yoongi não sabe lutar nem se defender, quem será que vai salvar a nossa maid hein?
Bjs da Haru e logo reviso<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...