História Kakashi e Sakura - Um Amor que Venceu Barreiras - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Shizune, Temari, Tsunade Senju
Tags Comedia, Drama, Kakasaku, Romance, Sakukaka, Suspense
Exibições 95
Palavras 1.725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola pessoas do Brasil e do mundo :3 :3

olha eu de volta :3 :3 então como eu comentei eu estava sem wifi e o meu 3g acabava antes mesmo que eu tentasse postar a fic mas a dois dias atras concertaram o wifi e eu fui revisar neh oq eu havia escrito e achei o capitulo bem pequeno entao eu acabei editando e agora ele esta maior :3 :3 espero que gostem :3 :3

obrigada por todos os comentarios desde os mais simples aos mais elaborados, por todos os views, por todos os favoritos, de verdade, de coração muito obrigada, espero que continuem me alegrando sempre com comentarios :3 :3

Capítulo 39 - O Plano de Ino


Fanfic / Fanfiction Kakashi e Sakura - Um Amor que Venceu Barreiras - Capítulo 39 - O Plano de Ino

Chegando na casa dos Yamanaka, Hinata foi puxada pelos cômodos e escadas até o quarto de Ino, sem saber o porquê de tanta pressa de sua amiga, chegando no quarto Ino empurrou Hinata em direção a cama fazendo a quase cair em cima do criado mudo, Hinata se sentou na cama enquanto Ino revirava o quarto e atirava alguns cadernos, lápis, canetas e outros materiais escolares para cima da morena que estava usando o caderno que havia sido arremessado para ela como escudo, ainda sem entender o que a loira estava fazendo apenas continuou a observar até ela se sentar no chão e rapidamente começando a rabiscar algumas folhas enquanto parecia escrever algum tipo de lista em outra folha, ela não sabia o que era ao certo pois a loira parecia apressada em colocar o que havia pensado no papel, era como se a ideia fosse escapar se não anotasse rapidamente.
–Pare de me observar com cara de quem não está entendendo nada – puxou a perna de Hinata fazendo-a cair sentada no chão.
–Mas eu não estou entendendo nada do que você está fazendo – pegou um dos papéis onde havia algum tipo de decoração desenhada –Da próxima vez você podia pedir educadamente para eu me sentar ao invés de me empurrar ou puxar como fez a pouco.
–Desculpe, é que a idéia que eu tive foi brilhante, se eu não anotasse rapidamente eu poderia acabar esquecendo – continuou a escrever algumas coisas antes de voltar sua atenção para Hinata que apenas observava tudo atentamente –Pronto acho que agora é só questão de pensar nos pequenos detalhes que tudo ficará incrível – alinhou os papeis e o entregou para Hinata enquanto organizava os materiais e outros objetos que estavam espalhados pelo quarto.
–Ino, é impressão minha ou a sua ideia brilhante é fazer uma festa? – a loira sorriu radiante enquanto concordava com a cabeça –Mas o que há de tão incrível em uma festa? Tudo bem que festas são legais, mas qual é a sua idéia para deixar essa festa incrível?
–Nao é só uma festa – caminhou e sentou-se perto de Hinata –Vai ser um chá de bebê, só que vai ser sem a mãe e sem o bebê, vai ser tipo um chá de Pai, ou um chá sem bebê... – voltou seu olhar para a janela tentando pensar em como poderia chamar esse evento, Hinata apenas ria com as caretas que a jovem fazia enquanto balbuciava idéias absurdas de nomes para o evento –Enfim, você entendeu né Hina? Vai ser como um chá de bebê normal, porém quem terá que adivinhar os presentes será o Kakashi, nos só não poderemos escrever na barriga dele, o que é uma pena – mostrou uma cara triste para Hinata o que fez ela rir, pois não acreditava que Ino havia dito aquilo.
–Entendo, mas você irá organizar tudo? – perguntou mostrando a grande lista de quase cinco páginas que a loira havia feito.
–Na verdade nós duas iremos organizar sozinhas, porém talvez precisaremos de ajuda com alguma coisa ou outra, mas nada que não possamos pedir para a Tenten, o Iruka-sensei ou até mesmo para o Naruto – Ino riu zombando de Naruto fazendo Hinata dar um leve tapa na sua coxa o que deu início a uma pequena guerra com travesseiros, estojos e algumas bolas de papel amassado, bagunçando mais uma vez o quarto.
–CHEGA! – tomaram folego e se sentaram novamente –Mas então, você me contou sua idéia, mas não me disse até agora o que estava escrito no pergaminho... –Ino sorriu maliciosa –INO – repreendeu-a –Você leu coisas pessoais deles?! QUE HORROR! – levou as mãos ao rosto afim de amenizar a vergonha alheia que estava sentindo, fazendo Ino cair na gargalhada.
–Não foi nada disso que você imaginou – comentou enquanto ria com o fato de Hinata estar completamente corada –É uma carta do Kakashi pra Sakura, não tem nada de comprometedor aqui... – comentou enquanto lia o bilhete por completo –Tirando essa parte que estava dobrada e eu não havia visto antes, essa parte é um pouco comprometedora, embora seja bem leve comparado com o que Sakura já havia me contado, esperava mais de você Kakashi – balançou a cabeça em negação.
–INO – riu a loira novamente com a timidez da outra –Não era nem para você estar lendo isso...
–Mas se eu não tivesse lido eu não teria visto isto – indicou uma linha do bilhete para a morena que pegou-o e começou a ler –E não teria tido a minha brilhante ideia
–Mas será isso mesmo Ino? – questionou pensando que a loira podia ter se enganado com o bilhete.
–Eu até posso estar enganada, mas eu sei que não estou – sorriu confiante.
–Não acha melhor perguntarmos a Shizune ou a Tsunade? – perguntou um pouco desconfiada.
–Eu estou certa do que eu li, vai por mim é isso mesmo, mas já que você não acredita em mim podemos confirmar com a Shizune... Mas antes disso vamos escrever uma carta para Temari – retirou rapidamente uma folha de seu caderno e começou a escrever.
–Mas porque você está escrevendo uma carta para a Temari? Ela virá no chá de bebê aqui na vila?

–Não Hina, eu pensei de enquanto a gente faz um chá de bebê aqui, a Temari faz outro lá, com a Saky, os irmãos dela e algumas pessoas mais próximas – voltou-se em direção ao papel concentrada no que estava escrevendo.

–Sim é uma boa idéia, a Saky vai adorar – sorriu a morena toda feliz ao imaginar a reação da amiga.
–Pronto! Agora vamos pegar as coisas na Floricultura e entregar isso para a Tsunade e conversar com ela sobre a idéia. Hinata concordou e logo as duas chegaram a Floricultura, pegaram as coisas e foram até o local indicado e começaram a tarefa que já deviam ter terminado a algum tempo atrás.

–Agora que terminamos vamos avisar Tsunade e entregar os bilhetes – afirmou a loira enquanto juntava os materiais de jardinagem e se limpava antes de ambas irem à procura de Tsunade. Elas foram até a sala da Hokage, a sala de reuniões e outras salas que ela poderia estar mas não a encontraram e decidiram levar os bilhetes para serem entregues, elas se preocuparam em avisar que os bilhetes teriam que estar separados para que Sakura não lesse sobre o plano de Ino e Temari não lesse sem querer o bilhete de Kakashi.

Quando estavam voltando para casa de Ino para continuarem planejando a festa, encontraram Shizune que estava indo na direção da casa de Hinata, curiosas em saber o porque Shizune estava indo lá elas correram até a alcançarem.

–Shizune o que faz por aqui? – perguntou Hinata.

–Olá Hinata, Ino – sorriu dando um breve aceno –Eu vim ver se vocês estavam aqui porque eu fui procurar vocês perto do Hospital e não encontrei, e mais cedo eu passei na casa de Ino e também não encontrei ninguém, então resolvi vir procurar aqui.

–Nos desculpe a Ino me arrastou por todos os cantos da vila hoje – riu vendo a loira começando a se irritar.

–Foi por um bem maior – murmurou –Afinal agora eu tenho um plano – sorriu fazendo Shizune se interessar no assunto.

–Bom, já que estamos aqui vamos até a minha casa e lá nos aproveitamos e conversamos com a Shizune se ela não estiver ocupada claro – comentou Hinata guiando elas até sua casa.

–Sem problemas, até amanha eu estou livre, Tsunade cancelou alguns eventos, ela não esta passando muito bem, esta um pouco febril e resfriada, tive que a convencer de ficar na cama por hoje e amanhã – riu lembrando-se do quanto foi difícil manter Tsunade deitada na cama até que os remédios fizessem efeito e ela adormecesse.

–Mas então quem esta cuidando da vila? – perguntou Hinata curiosa.

–Bom, digamos que eu e Kakashi estamos dando um jeito, eu estou cuidando das papeladas de missões e Kakashi esta cuidando das outras coisas como quem fará cada coisa na reforma, quem deverá ficar de guarda, monitorando os portões entre outras coisas – suspirou aliviada por saber que não estava sozinha.

–Venham entrem – abriu a porta e indicou para que elas entrassem –É a terceira porta a direita, fiquem a vontade eu vou avisar que vocês estão aqui – comentou logo indo em direção a um corredor com uma porta no final. Shizune e Ino entraram no quarto e logo perceberam que era o quarto de Hinata, na parede branca haviam varias pétalas de flores pintadas em tons de rosa e lilás, na cômoda varias fotos dela e de Naruto junto de alguns presentes que havia ganhado do mesmo. Shizune entrou e se sentou no chão perto da janela enquanto Ino fuçava gavetas, portas, caixas e outras coisas que haviam no quarto.

–Pensei que meu pai estaria em casa mais acho que ele saiu com Hanabi – comentou entrando no quarto com uma bandeja mas logo a colocando no chão quando viu Ino mexendo em suas roupas intimas –INO PARE DE MEXER NAS MINHAS COISAS – correu até a cômoda apenas fechando a gaveta e puxou a loira até a cama fazendo-a sentar-se –Então meu pai não esta em casa então eu aproveitei para trazer um chá e alguns salgados para comermos – sorriu oferecendo o que havia trazido.

–Obrigada Hinata – agradeceu Shizune enquanto se servia –Então o que vocês gostariam de conversar comigo? – perguntou curiosa já que as meninas pareciam ansiosas para contar, principalmente Ino. Elas explicaram o que haviam planejado e quando e aonde elas iriam fazer, Shizune gostou da ideia e afirmou que Tsunade também iria gostar, então elas escolheram alguns lugares e horários em que poderiam fazer o chá de bebê, e tambem aproveitaram para combinar e saber mais algumas coisas sobre o bebê.

­­–Então a Ino esta mesmo certa do que leu? – perguntou Hinata sem acreditar muito que Ino estava certa.

–Sim, a Ino soube ler as entrelinhas – riu vendo a loira que já estava com o ego transbordando.

–Eu disse que eu estava certa – mexeu com o cabelo sorrindo confiante –Obrigada por confirmar Shizune, se você ou Tsunade tiverem mais alguma ideia nos avise por favor. Agora vamos até a minha casa preparar os convites antes que fique mais tarde ainda. E assim as três saíram da casa onde estavam, Shizune foi ver como Tsunade se encontrava, enquanto as meninas iriam passar parte da noite acordadas preparando os convites e começando a organizar as coisas para o chá de bebê. 


Notas Finais


Arigato minna-san
muito obrigada por acompanharem ate aqui e espero ver vocês nos próximos :3 :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...