História Kamigami ni Kakushi: Alpha 01 - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 12
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem essa é a parte 3 e acho que possivelmente seja a penúltima do capítulo I, então também acho que a velocidade de pastagem vai diminuir :3

Capítulo 4 - Como tudo começou Parte 3


... No início foi uma luta de igual pra igual, praticamente uma luta normal, exceto pelo fato de que destruímos quase todo o campo onde estávamos, acredito que ficaram mais de 200 crateras naquele lugar, mas voltando, a luta, à partir de um momento começou, a ficar melhor pro Jen quando ele invocou um espirito do raio, não faço ideia de como ele fez isso, mas acho que foi ele mesmo que descobriu isso, pois o mestre não nos ensinou sobre aquilo que o Jen fez, pois antes dele invocar o espírito/demônio -não sei dizer se era um espírito ou demônio, pois os invocadores “invocam” os dois dependendo de quem seja, o Jen é capaz disso então não sei dizer- ele ficou um tempinho parado de olhos fechados, acredito que ele estava meditando, e acabou que ele invocou esse espírito/demônio do raio, e a luta ficou bem desigual pois ficou 2 contra 1, mas demorou um pouco pra o Jen se “sincronizar” com  ele, então aproveitei essa chance e dei aquela meditadinha só de zoas, pra ver se eu tinha alguma coisa pra fazer contra aquilo, e acabou que eu fiquei procurando meio que desesperadamente por uma saída, porque era questão de quem iria dar a última palavra entre nós dois, então eu tinha que vencer, pois o Jen na época era um pouco mais imaturo do que eu, extremamente o contrário do que é hoje, mas, voltando, eu tinha que vencer, então já que não podia me aproximar dele eu tinha que ter algum tipo de ataque à distância e com pelo menos um pouco de utilidade, foi aí que eu meio que conversei com o meu Alpha, eu primeiramente achei meio estranho, mas parece que isso havia acontecido várias e várias vezes, então eu apenas segui o que ele disse, como se fôssemos velhos amigos, ele falou que era pra mim meio que atirar um monte de nada, como se eu estivesse atirando uma pedra, só que sem a pedra, e era para eu continuar direcionado o curso do Alpha para minhas mãos, bem eu fiz isso, mas aí eu fiquei um pouco surpreendido pois achei, e penso que vocês também acharam o mesmo que eu iria lançar uma bola de fogo, né?

-Seria o senso comum, já que era a primeira vez que você estava usando realmente o seu Alpha, geralmente não se pode usar os elementos primário e secundário do Alpha na primeira vez.

-Mas...

Comigo foi diferente, eu lancei um tipo de orbe de energia escura à uma velocidade inacreditável, eu mesmo fiquei extremamente surpreso, porque aquele pequeno orbe do tamanho de uma bola de gude, fez um estrago enorme, e quase desintegrou por completo o “disorai”, que foi o nome que o Jen deu para o espirito do raio, mas ele se regenerou rapidamente, e-

-Só te cortando um pouco, deixa só eu adivinhar, você ficou só jogando essa bolinha de longe, e ganhou a luta só fazendo isso.

-Não, para falar a verdade...
Não dava pra mim ficar jogando o “esades”, que foi o nome que eu dei pra aquela bolinha, porque simplesmente não saía, parece que tinha um tempo de resfriamento de aproximadamente 10 segundos, o que impedia que aquela luta acabasse rapidamente, e pro Jen também não teve essa coisa de primeira vez, porque depois ele combinou o disorai com uma armadura de pedra, que não o cobria por completo, mas o tornou mais resistente, e apenas um esades já não o desintegrava com tanta facilidade, o que me fez experimentar uma coisa também, eu misturei o esades com o meu poder de fogo, o que aumentou significantemente o poder de destruição do esades, mas, infelizmente aumentava o tempo que demorava para a habilidade meio que voltar ou algo assim aumentava para 15 segundos, e também percebi que o disorai também demorava mais pra se regenerar, mas eu percebi que estava focando muito nele e que meu alvo não era só ele, então eu precisa fazer um esades só que somente de fogo, que eu chamei de “leesdra” esse que eu podia ficar lançando a cada 5 segundos, e quando eu usava o esades no Jen, ele colocava o disorai em sua frente para protege-lo e quando via que iria lançar o leesdra, o Jen colocava uma barreira de pedra na frente do disorai para eu não explodi-lo, porque ele podia mandar habilidades do próprio disorai para piorar a minha vida, então eu tinha que tomar cuidado, e não sabia qual atacar primeiro, o que quase fez com que eu perdesse, mas foi aí que eu tive a ideia de lançar um esades à uma distância considerável para que, com a explosão e a fumaça gerada eu correria para cima do disorai com um leesdra em cada mão, e o acertasse com toda a minha força à queima-roupa, para ver se eu conseguiria destruí-lo para tirar metade das defesas e possibilidades que ele tinha de ataque que ele tinha, eu consegui destruir o disorai, mas, não esperava que o Jen estaria pronto para um contra-ataque, ele me lançou ao ar para que eu estivesse bem na visão dele, e o malandro tentou mandar uma raio na minha fuça, mas ele não esperava que usasse as chamas em minhas mão para redirecionar a minha posição no ar, então o raio passou em branco, e não me acertou, eu fiquei apenas por pouco tempo no ar, já que não conseguia me manter equilibrado, mas enquanto eu tentava “aterrissar” no chão, o Jen lançou contra mim algumas pedras “eletrizadas” que ele chamou de “sendra”, e elas acertaram em cheio, se fossem apenas pedras comuns eu ficaria de boa, mas não eram pedras normais, assim que elas me acertaram eu caí no chão, e fiquei um pouco atordoado por alguns segundos, aí eu não deixei barato pra ele, fingi que iria pra cima dele com um esades para acertá-lo à queima-roupa, mas eu sabia que ele iria colocar a barreira, então quando ele à usou, eu destruí ela com um leesdra, e quando eu ia acertá-lo com o meu esades ele usou uma habilidade para bater de frente, um orbe de eletricidade, que ele chama de “eziner”, e nós dois fomos jogados para trás com a força do impacto, ainda não satisfeito com o resultado, eu parti novamente para cima dele, e ele fez a mesma coisa, tentamos nos socar, mas nós dois paramos o soco um do outro, já que ele é canhoto então deu certinho nós pararmos o soco um do outro! Ha ha ha! Daí eu e o Jen fomos novamente jogados para trás, mas aí já estávamos esgotados, e não queríamos mais lutar, acabou que ficou como estava, as decisões eram tomadas por nós dois-


Notas Finais


Sinceramente acho que só falta mais uma parte, mas, também acho que a parte 6 será um pouco grande, ou não :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...