História Katekyo Hitman Reborn! Kentaurus - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Katekyo Hitman Reborn!
Personagens Chrome Dokurou, Dino Cavallone, Gokudera Hayato, Kyoya Hibari, Lambo, Personagens Originais, Reborn, Rokudo Mukuro, Ryohei Sasagawa, Tsunayoshi "Tsuna" Sawada, Yamamoto Takeshi
Tags Anéis, Arcobalenos, Armas, Boxs, Céu, Chamas, Famiglia, Katekyo Hitman Reborn!, Máfia, Poderes, Reborn, Sagas, Vongola, Xgloves
Visualizações 26
Palavras 2.730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yooooo

iremos ver o preparativo para a disputa da Chuva

e teremos uma reunião entre dois Chefes

a capa é o Guardião da Chuva da Ortros

espero que gostem

não se esqueçam de comentar :3

Capítulo 35 - A Chuva Que Tranquiliza O Campo! Reunião Entre Dois Céus!


Fanfic / Fanfiction Katekyo Hitman Reborn! Kentaurus - Capítulo 35 - A Chuva Que Tranquiliza O Campo! Reunião Entre Dois Céus!

Na escola de Jahuino, na enfermaria está Hyri acordado, sem camisa e com ataduras pelo seu corpo inteiro, seu pequeno escudo está na mesinha ao lado, olhando para janela e também olhando para os cachorros de Myria que está cochilando ao lado da porta.

-A sorte dela é que eu não sou alérgico a vira-latas.

Falando da pequena irritante, a mesma aparece na sala junto a um de seus cachorros que tem uma bandeja em suas costas.

-Aqui está seu café da manha – Estalando os dedos, ordenando ao cachorro entregar a bandeja, ficando do lado da cama do Guardião.

Tirando a tampa, ele vê barras de chocolates, salgadinhos, mais doces e um suco de caixinha sabor laranja.

-Cadê a comida de verdade?

-Você precisa de glicose em seu sangue, ai você ficara mais energético e voltara logo para o Comitê Disciplinar, já estou cansada de fazer tudo sozinha – Fazendo bico, cruzando os braços e olhando para o lado.

-Acho que eu deveria agradecer, mesmo sendo doces – Pegando uma barra de chocolate – Você já pode ir, antes que você perturbe ainda mais meu silencio, mas antes, o que aconteceu ontem?

Continuando com seu bico olhando para o lado.

-Ontem a disputa foi da Tempestade, aquele Ruivo idiota teve a ousadia de perde e quase morrer.

-Entendo, agora pode ir.

Myria saindo com um de seus cachorros, ela começa a reclamar bem baixinho indo em direção a sala do Comitê Disciplinar.

O Namekai ouve a janela sendo aberta, rapidamente avistando a figura feminina misteriosa, mostrando seu rosto.

-Podemos conversa 7° Namekai?

...

No clube de arquearia, está a Ruiva Julia sentada em sua mesa de secretaria, sem nada para fazer olhando para a porta, como se esperasse alguém vim.

-Onde ele está? Ele nunca se atrasou para o clube de arquearia – Olhando suas unhas – Preciso pintar essas unhas logo, um vermelhou ou um preto ficaria bom? Como eu queria o Shizu-Senpai para me ajudar agora, e Yantei também está atrasado, ele pode ser de 5 clubes, mas nunca faltou nesse dia da semana.

Pegando seu bloco de notas, vendo que não tem nenhuma anotação como de costume, suspirando e pensando sobre ontem, sobre ter visto Trace, ficando extremamente corada.

...

No prédio abandonado onde está Nionei Yenji, também sendo o vulgo “Nebbia Rossa”, sentado em um pequeno sofá com as pernas cruzadas.

-Kufufufufu, eu queria saber como estão os Guardiões do Kentaurus, queria testar eles de novo – Ele rapidamente olha para cima, continuando com seu sorriso – Eu estava esperando por vocês mesmo.

Duas figuras misteriosas com capas pretas ocultando suas aparências aparecem na frente do Yenji.

-Antes que a nossa conversa se prossiga – Erguendo seu braço, o Bracelete Kentaurus começa a brilhar – Eu queria te testar, Guardião da Nuvem Kentaurus, Kufufufufu.

Uma das duas figuras ergue sua mão, mostrando o Anel Kentaurus da Nuvem, fazendo um pequeno brilho.

...

No bunker, pode se ouvir alguém ofegante, também se pode ouvir o som de laminas cortando.

Naruido Vergi e Yantei Kyijin estavam em um embate, lamina contra bola de boliche, as duas armas se chocam rapidamente, numa luta frenética.

O Grisalho está segurando no cilindro verde de sua arma indo de encontro com as laminas que estão nos braços de Spine, dando um soco no Spine, conseguindo acerta de raspão, dando um chute em sua barriga o jogando para trás, soltando a bola, fazendo a se tornar uma bola inteira, segurando na corrente dando um 360°, acertando Spine que é jogado com tudo para o lado.

-Até que você está ficando bom garoto – Se levantando rapidamente, acendendo um cigarro – Vamos dar uma pausa.

-Eu ainda aguento – O Grisalho tem vários cortes saindo sangue pelo seu corpo, metade da sua camisa rasgada.

-Força também é importante, mas a estratégia é importante também, eu preciso falar sobre seu inimigo de hoje.

-Eu preciso saber de tudo dele, eu prometi que iria trazer NB de volta – Ficando com um olhar determinado, mas sua barriga começa a roncar de fome – Por acaso você trouxe algum lanche? – Colocando a mão em sua barriga, dando um sorrisinho sem graça.

-O seu inimigo de hoje se chama Indere, desde criança ele já pertencia à Máfia, com seus nove anos de idade matou uma pequena família no Sul da Itália a sangue frio, chamado de “Sangue Di Coccodrillo”, eu não sei muito de sua arma, mas dizem que seus inimigos são encontrados com os ossos todos quebrados e o corpo esmagado.

O Guardião da Chuva fica levemente assustado, mas logo dando um sorriso confiante, olhando para sua arma, depois erguendo sua mão para frente.

-Não importa o que seja a arma dele, se ele vai me amassar, eu irei pulverizar seu corpo.

-É assim que se faz garoto – Vergi-Sama da um sorriso também, enquanto coloca o cigarro entre os dedos soltando a fumaça – Lembre-se de uma coisa, nas suas futuras batalhas, você não vai ganhar todas, muito pelo contrario, se você não se aperfeiçoar você pode ate ser morto, então ousa com atenção, se você está perdendo e gravemente ferido, faça seu inimigo ficar gravemente ferido como você.

-Eu não entendi muito bem – Coçando a cabeça confuso – Mas irei dar o melhor de mim.

-A pausa acabou, vamos continuar – Jogando seu cigarro no chão e amassando o mesmo, erguendo suas laminas.

-Mas eu nem comi nada ainda.

...

Nas montanhas de Jahuino, em um campo aberto, está Shizu Norowa com seus olhos fechados, em sua frente está o Loiro Braimy e seu tutor Sakami.

-O que ele está fazendo? – Indaga Braimy

-Ele esta focando a chama.

-Como assim focar a chama?

-É só espera para ver.

Um pouco de chama laranja aparece nas mãos e na sua Bestia,mas Norowa abre seus olhos se desconcentrando,fazendo as chamas sumirem.

-Não consigo manter foco

-Está preocupado com Kilo não é? – Sakami se aproxima mais de seu aluno.

-Sim eu estou, mesmo que o pai dele tenha uma grande tecnologia, eu estou preocupado, pode ser que aquela disputa dele tenha prejudicado ele – Fechando seu punho, se sentindo culpado de envolver todos - Mesmo preocupado, eu confio no Pai de Kilo-San.

-Você fala como um verdadeiro chefe da Máfia – Sakami da o seu famoso sorrisinho

-Eu não sou da Máfia – Ficando com uma gota na cabeça – Mas, toda vez que entro em Hyper Mode, uma voz fica dizendo que o que eu estou fazendo é a escolha certa quando penso sobre esse assunto.

-Entendo essa voz sempre fala algo desde que você derrotou Shaen Sandore?

-Sim, na primeira vez, ela me disse o que cada flecha fazia, agora, ela só aparece quando estou pensativo ou em momentos de perigo.

-Shaen Sandore é o “Demônio Loiro”? – Indaga Braimy

-Sim ele mesmo.

-Eu já o conheci uma vez, trabalhamos uma vez junto para escoltar algumas mercadorias que a Kentaurus comprou de outra família, só de olhar para ele, dava para ver uma aura perigosa em volta dele.

-Eu também consegui vi essa sua aura, eu só queria saber qual era seu rancor contra a Kentaurus.

-Não temos tempo para pensar sobre ele, você precisa se focar para completar a Corrente e Escudo Kentaurus.

-Certo Saka!!

O Arcobaleno atira uma bala na direção de seu aluno, que desvia rapidamente por causa do Neongan.

-É Sakami, Baka!

...

Em um hotel na cobertura, está o bebê mafioso das ataduras, bem na ponta varanda, com as mãos cheias de borboletas.

-Apareça logo antes que eu te mate

O Guardião da Tempestade da Ortros aparece dando seu típico sorriso, com o anel completo em seu dedo.

-Kikikikiki, eu só queria ver meu servo bebê utilizando seus poderes – Com varias ataduras pelo corpo, até seu rosto está com ataduras, apenas deixando espaço para a boca, o nariz e os olhos.

-Um Hitman que se preze nunca perde seu tempo com algo, mas dessa vez, você perdeu o seu me vendo.

-Não conseguiu achar o outro Guardião da Névoa?

-Como os Anéis Kentaurus não fazem parte do Trinisette, eles não emitem certa onda de poder, por isso eu procuro o poder do usuário, mas até agora, ele está conseguindo esconder sua presença, mesmo sendo meu inimigo, ele é um Hitman que se preze.

-Kikikikiki, para conseguir se esconder de você, ele deve ser bom mesmo, farei dele meu 2° servo ilusionista – Pensando com a mão no queixo.

“Ele é um inimigo que eu não posso subestimar” – Segurando algo em seu pescoço que tem o formato de uma chupeta, só que cobrida com ataduras.

-Parecem que vocês estão tendo uma conversa agradável não é – Aparece o Grisalho Indere com seu sorrisinho falso na porta da varanda.

-Kikikikiki, estava nos espionando?

-Não, eu apenas estava passando até ouvir a palavra “Trinisette”, de fato, é curioso o poder que essa palavra pode emitir, mas é uma pena os Anéis Kentaurus não fazerem partem disso, mas até que são poderosos, apenas perdendo pelos Anéis Vongola e Mare, perdendo ainda mais pelas Chupetas dos Arcobalenos – Dando um zoom em seu rosto quando termina de falar sobre esse Trinisette.

-É uma obrigação sua saber como o que é o Trinisette, você se preza, mas ainda há muitos mistérios que lhe rodea.

Vange sobre na ponta da varanda, olhando a vista que a mesma lhe impressiona provocando seu sorrisinho.

-Já estou cansado de ficar aqui, vou procurar mais servos – Se virando para a saída, ficando do lado do Grisalho – Não ouse perde, meu caro servo – Erguendo as agulhas entre seus dedos, logo indo embora.

-Você é muito engraçado, mesmo sendo um sádico maníaco – Indere olha para o belo horizonte.

...

Em uma bela mansão, está à garota com a chupeta laranja e um chapéu em formato de cogumelo, com uma xícara de café em mãos, ao seu lado está o Loiro Ganma olhando para todos os Straus Mosca em sua volta.

-Princesa, eu não estou gostando nada disso, estamos esperando a tarde toda para começar essa reunião e nenhum sinal dela – O Loiro se mostra inquieto e desconfiado sobre essa demora.

-Não se preocupe Ganma-San, ela deve ter um bom motivo para se atrasar – Dando um gole em sua xícara.

-Eu tenho um bom e belo motivo – Diz uma voz feminina adulta vinda das escadas – Eu estava em uma pequena reunião com o chefe uma Famiglia aliada – Descendo as escadas suavemente, sua aparência é cabelos brancos azulados, olhos azuis forte, com uma gravata vermelha, um chapéu preto e um terno meio aberto.

-Até que enfim você chegou por marcou essa outra reunião e nos deixou esperando? – Indaga Ganma com uma expressão seria.

-Prazer em conhece-lá Uni-Chan, eu sou a 9° Kentaurus – Diz a 9° abrindo um leque dando um sorriso amigável, ignorando Ganma

-Prazer em conhece-lá também, desde que eu li sua carta, estou ansiosa por discutir sobre esse assunto com você – Dando seu sorrisinho amigável.

-Eu me lembro de você quando apenas era uma doce criança, eu e sua mãe éramos muito amigas – Fechando seus olhos dando seu sorrisinho enquanto abana o leque.

-Fico feliz em saber disso.

-Você deve ser Denkou No Ganma certo?

-Sim, vamos começar essa reunião logo.

-Mas é claro, mil perdões, vamos nos sentar primeiros.

Os três se dirigem até as cadeiras, preparados para começar essa reunião.

No corredor onde leva até as escadas, tem uma pessoa olhando para os três, com sua aparência ocultada, apenas dando para ver um pedaço de seu cabelo branco e uma marca em baixo de seu olho esquerdo.

-Uni-Chan também está aqui – Diz uma voz masculina, dando um pequeno assobio – Essa reunião seria perfeita se Sawada Tsunayoshi-Kun estivesse aqui.

Um telefone começa a tocar, rapidamente a 9° percebe que é o seu, atendendo rapidamente.

-Olá Kasu-Chan, eu queria conversa com você mesmo, como está indo a disputa pelos Anéis?

“Ela vai enrolar mais” – Pensa Ganma crescendo uma veia pulsando de raiva em sua testa.

-O que? Você não está monitorando... Aconteceu um imprevisto? Por que não falou isso pro Saka? Ele deve está a sua procura desde a disputa do Trovão... Certo, apareçam pelos menos nessa disputa, eles não podem saber ainda... Certo, até mais – Desligando o telefone e guardando em seu bolso – Me desculpe, agora sim podemos começar a reunião.

...

Na escola de Jahuino, em uma noite bela, está os dois membros do clube de Boxe discutindo, como sempre.

-Você tem que esta em casa cuidando de Ikki, você não pode ficar aqui, é perigoso demais.

-Mas como eu sou seu braço direito, eu tenho o direito de ir com você a essas disputas por esses anéis idiotas – Gritando com Kuto preparada para dar um cascudo nele.

-Ainda sim é perigoso, e os Anéis Kentaurus não são idiotas, estamos dando nossas vidas por eles, por isso estou todo arrebentado – Gritando de volta com a mesma.

No momento, os Norowa chegam vendo a discussão, junto com eles está o Arcobaleno, o Loiro Braimy, e o Guardião do Trovão, Hyri que está com um curativo na bochecha.

-Por que vocês estão discutindo bem na frente da escola? – Indaga o Norowa com uma gota atrás da cabeça.

-Vamos entrar logo, era para eu estar sozinho no meu momento de silencio.

-Espera... Cadê Yantei? – Indaga o Kentaurus.

-Verdade, eu e a Trace fomos os primeiros a chegar, não vimos ele.

-Não se preocupe com ele, estará aqui na hora certa – Diz o Arcobaleno acalmando seu aluno – Vamos entrar.

-Não se esqueçam de mim – Aparece uma pessoa toda enfaixada parecendo uma múmia, apenas tendo seus cabelos vermelhos a mostra, mas logo tirando a faixa de sue rosto, revelando Kilo.

-Você não acha que isso é exagero? – Diz o Norowa com uma gota atrás da cabeça.

-Que nada, já que muito daquele veneno paralisante entrou no meu corpo, eu mão estou conseguindo andar direito, mas embaixo dessas ataduras, tem barras de ferro que me ajudam a andar, e minhas mãos já estão melhores – Dando seu sorriso.

-Você é mais durão do que eu imaginei.

-Yoyoyo, esse é o nosso Kilo!!

-Pelo menos um idiota como você está bem – Mastigando um chiclete enquanto fica levemente corada.

O Grupo começa a se locomover até a área onde será a disputa da Chuva.

-Vamos lá meninas, essa é a nossa chance – Como não podia faltar, está Margareth dizendo as suas duas amigas, a seguirem o grupo de Shizu.

Entrando por uma porta, eles chegam até um prédio destruindo, com alguns pedaços sobrando, cheio de água caindo e no chão, ficando surpresos, eles encontram Yantei em cima de um pequeno morro que está saindo um pouco de água.

-Aqui Líder – Kyijin dá um joinha para seus amigos.

-Finalmente vocês chegaram – Vergi-Sama aparece do lado dos demais,acendendo um cigarro

-Todos estão aqui, iremos começar a explicar sobre a disputa de hoje – Aparecem os Sguardi falando em uníssono – Hoje a arena de hoje será esse prédio inundado, durante a disputa, a água vai aumentando, também colocamos minas submersas, que se explodem com o peso de uma pena, como esse prédio será o local da disputa, os espectadores ficaram do lado de fora vendo em um telão.

-Isso é loucura – Indaga Shizu.

-Isso é perfeito – Aparece o Grisalho Indere olhando para o Grisalho Yantei com seu sorrisinho falso.

-Kikikikiki, eu queria um servo zumbi, mas uma múmia serve – Diz Vange caçoando do Ruivo enquanto ergue seu dedo mostrando o anel.

Um tremor acontece, assustando levemente todos do local, o pequeno morro que Yantei estava é despedaçado, fazendo o mesmo cair, mas caindo de pé, ativando seu Bracelete Kentarus.

A fonte desse tremor era uma bola gigante de ferro, indo na direção do Grisalho da Ortros, mais outras duas bolas de ferro atravessam a parede, indo até Indere, ficando em sua volta, erguendo suas mãos mostrando luvas pretas magnéticas.

-Seu corpo todo será destruindo em poucos segundos.

-Isso é o que vamos ver, eu não irei decepcionar o Líder e também – Dividindo sua arma, segurando no cilindro verde, ativando eletricidade, enquanto aparecem dezenas de laminas nos buracos de cada parte divida da bola – EU IREI RESGATAR NB DE VOLTA!!

Os espectadores vão para fora, para fica em segurança, vendo o telão acender, vendo os dois Guardiões da Chuva.

-Precisamos tirar fotos disso – A Kuto pega sua câmera e começa a tirar varias fotos do telão, junto a Julia.

-Eu vou tira um cochilo – A Morena Lia se deita ao lado das amigas.

-Que a disputa da Chuva – Aparece o anel da chuva com seus tons dourados enquanto correntes o envolve – COMECE!


Notas Finais


O que será a conversa com Hyri?

Quem é o Guardião da Nuvem?

Será que Yantei conseguira vencer?

Descubram no Proximo ALVO!

Não se esqueçam de comentar :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...