História Katekyo Hitman Reborn X - A Lenda do Décimo Vongola - Capítulo 25


Escrita por: ~ e ~Mari_Mitarashi

Postado
Categorias Katekyo Hitman Reborn!
Personagens Adelheid Suzuki, Alaude Vongola, Bluebell, Byakuran, Chrome Dokurou, Colonnello, Dino Cavallone, Giotto Vongola, Gokudera Hayato, Haru Miura, I-Pin, Koyo Aoba, Kozato Enma, Kyoko Sasagawa, Kyoya Hibari, Lal Mirch, Lambo, P. Shitt "Shitopi-chan", Personagens Originais, Reborn, Rokudo Mukuro, Ryohei Sasagawa, Tsunayoshi "Tsuna" Sawada, Viper "Mammon", Xanxus, Yamamoto Takeshi
Exibições 26
Palavras 3.836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shounen, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae meu povo, mais um capítulo pra vocês! Altas intrigas e mistérios, vejamos como Tsuna e seus amigos sairão dessa!

Boa leitura, galera!

(Nas notas Finais, deixarei Links de algumas Fan Fics escritas por amigos meus, por favor, confiram quando puderem e se interessarem :3)

Capítulo 25 - Capítulo 020


  Capítulo 020: A Grande Reviravolta! Não Quero Mais Ser o Chefe Vongola!!!


** Capítulo Anterior...

O Tutor Hitman fica inquieto, e vai até seu aluno.

- Ei, Tsuna! Pode cuspir tudo.

O moreno sai do transe ao ouvir a voz do bebê.

- ...Ahn?

- Eu disse para falar logo. Desembucha duma vez! O quê você está guardando consigo?

E todos os fitam, na expectativa. Tsunayoshi não parava de suar frio.

- ...Acha que eu não percebi? Desde o combate contra a Kris lá nos armazéns, você tá escondendo algo, ta guardando só para si...o quê te aflinge?

O moreno percebe que realmente não podia esconder nada daquele bebê.

Mesmo com a voz falhando, ele toma coragem e decide por tudo pra fora.

- E...eu... não quero! Eu não quero mais!!! -ele põe as mãos sobre a cabeça, balançando, agoniado, deixando todos assustados.

- Se recomponha, Tsuna. -Reborn fala da forma mais confiável e tranquila possível- O quê você não quer mais?

Ele o fita, com um olhar desesperado.

- Eu...EU NÃO QUERO MAIS ESSA VIDA!!!!!! EU NÃO QUERO MAIS ME TORNAR O NEO-PRIMEIRO VONGOLA!!!!

Todos ali ficam ainda mais chocados.

- O quê?! -Reborn exclama, surpreso.

... Capítulo Atual... **

Ninguém ali acreditava no que Tsuna havia acabado de falar.

- Por favor se acalme, Décimo. -Gokudera tentava tranquilizar-lo.

- Não precisava se exaltar, Tsuna. Estamos aqui para te ajudar... -Yamamoto também entra na tática de Gokudera, mas Tsunayoshi se levanta ainda mais nervoso.

- Chega, chega, CHEGA! -ele põe as mãos na cabeça de novo, como se gesticula-se uma dor de cabeça- Eu não aguento mais essa pressão toda em cima de mim! Essas brigas com gente da Máfia, essas matanças e pior...meus amigos sendo machucados bem na minha frente, sem que eu pudesse fazer nada!!!!! EU JÁ ESTOU DE SACO CHEIO DESSA BOSTA TODA!!!!!

Todos ali encaram Sawada, tristes, enquanto ele desabafa para todos.

Ofegante, e trêmulo, ele continua.

- ...Ei...Reborn...quando acabarmos com essa tal Familia Corleone...pode dizer para o Nono arrumar outro sucessor...se for necessário, dêem o cargo de Neo-Primeiro, ou Décimo Vongola, sei lá que merda for, para o Xanxus... Assim que essa batalha toda terminar, nem eu, e nem meus amigos voltaremos a lutar... ENTENDEU?!?!

Hayato e os demais Guardiões ficam chocados.

- Décimo...

- Tsuna...

- Sawada...

- Chefe...

- ... Tsuna, você sabe muito bem que... ...Ei, Tsuna...!!! -Reborn tenta começar à argumentar, mas Sawada corre dali, indo pelas escadas.

Tsuna não aguentou mais, e começou a chorar enquanto corria.

- Essa mundo de violência... -ele pensava consigo mesmo- ...Meus amigos...se ferindo dessa forma... Eu já não quero mais nada disso...

Todos ali, que ficaram para trás, ficam em silêncio.

- ...A derrota do Hibari foi um golpe e tanto para Sawada... -Lal comenta, com a voz bem baixa.

- O Tsuna confia e admira muito a força de Hibari... -Reborn volta a falar- Ver Hibari, o homem mais forte segundo a perspectiva dele, sendo derrotado assim tão facilmente, deixou ele com medo...se bem que, desde o início de tudo, ele já estava com muito medo, porém ele engolia tudo, pois se sentia seguro com a força dos amigos dele ao seu lado.

- Reborn-san, -Gokudera se manifesta- eu estarei indo atrás do Décimo!

- Nada disso. -Reborn responde de imediato, seco e sério.

- Ma...Mas, Reborn-san...!!

- Gokudera, dentre todos os amigos de Tsuna, você é membro da Família Vongola desde o início. Mesmo que você tentasse argumentar, ele não iria te escutar. Pois você, assim como eu, Lal, Colonello, Enma, Kouyo e Basil, já fazíamos parte "desse mundo" antes mesmo de conhecermos Tsuna.

O albino fica sem reação ou resposta, quando uma certa garota de cabelos púrpuros se manifesta.

- Eu vou... -Chrome levanta a mão.

Todos a olham, surpresos.

- ...Chrome... -Hayato fica espantado.

O bebê pensa mais um pouco.

- ...Ok. Pode ir lá, Chrome. Fique de olho no Tsuna, para que ele não faça nenhuma bobagem. E evite qualquer coisa que possa o irritar ou assustar-lo.

- Sim! -ela o encara, determinada, e saí correndo atrás do moreno.

Todos encaram Reborn com cara de tacho, e logo começam a ficar agitados.

- Ei, Reborn! Porque deixou aquela garota ir?! Ela é tão reclusa quanto o Sawada, Kora!!!

- Perdeu o juízo?! -Lal complementa.

- Calem se todos!!! -o Hitman fala firme e num tom bem audível- De todos os Guardiões, Chrome é a que tem menos relacionamento com Tsuna. Devido à sua antiga ligação com a Gangue de Kokuyo, ela não teve muitas oportunidades de ficar próxima à Tsuna. E uma boa proximidade entre o Chefe e os Guardiões é de vital importância para o trabalho em equipe.

Todos param, e prestam muita atenção no que Reborn tem à dizer.

- ...Andei conversando com Chrome e Iemitsu esses dias...Mukuro veio atrás de Chrome na casa da Haru, e declarou sua total e absoluta separação dos Vongola, e consequentemente, uma guerra contra todos os Mafiosos, incluindo a própria Vongola.

Os presentes ficam espantados.

- Mas que Maldito traidor!!! -Hayato demonstra uma raiva imensa- Então era isso que aquele Abacaxi de Merda tava fazendo na casa da Chrome naquele dia, ele estava ameaçando ela!!!

- Que sujo... -Yamamoto falava sério- E de pensar que ele faria isso com sua antiga companheira...

O semblante de Reborn fica ainda mais sombrio.

- A questão é a seguinte...apartir de agora, Chrome será a Guardiã da Névoa OFICIAL da Família Vongola, pois ela é detentora dos Brincos da Névoa. Infelizmente, Mukuro está trilhando o mesmo caminho que Daemon Spade trilhou, e não podemos mais considerar-lo um "aliado". Se ele demonstrar sinais hostis, para qualquer um de nós e nossas Famílias Aliadas...não poderemos nos conter.

Todos ali ficam cabisbaixos.

- Mas porém... -Reborn prossegue- ... Enquanto ele demonstrar atos amigáveis, poderemos continuar considerando ele um Guardião. E Chrome poderá emprestar um dos Brincos para ele, caso ela queira.

- Mas Reborn-san, isso seria loucura! -Gokudera protesta- Mukuro é totalmente duas caras, as ações dele são imprevisíveis! Mesmo que numa hora ele esteja demonstrando "aliança" para conosco, ele pode muito bem usar isso para abaixarmos nossa guarda e atacar! E se ele estiver com um dos Brincos da Névoa, ele poderá usar a Câmbio Forma e ficar ainda mais forte!!!

O bebê apenas fita o albino, com um sorriso confiante.

- ...Para esses casos, temos Tsuna e Hibari, não? Fora que...Mukuro não é forte suficiente para lidar com todos nós juntos.

E nisso, Hayato fica aliviado.

- É verdade! O Cabeça-de-Grama, Yamamoto e nem mesmo eu ainda chegamos à lutar contra Mukuro ainda!

- Isso! E fortes, como estamos agora, temos chances Extremas de derrotar Mukuro caso ele enlouqueça!! -o Sasagawa se empolga.

- Eu realmente não duvido, pois vocês têm se tornado cada vez mais fortes...apesar da rivalidade de Hibari com Mukuro, e o fato de Tsuna já ter-lo derrotado, nunca foi necessário que vocês lutassem contra ele. O resultado desses possíveis combates não estão pré-definidos. -o Hitman pensa consigo mesmo.

O chefe da Família Simon se manifesta.

- Então, encurtando a história, a Chrome é a mais qualificada para essa missão graças ao seu plano de torna-los mais próximos, certo?

- Isso. Se até o Enma percebeu meu plano, dá pra ver que ele é bem simples. -Reborn fala como se tirasse uma com a cara de Kozato.

- H..Hai... -o pobre ruivo lacrimeja ao entender a ironia contida na frase do bebê.

Todos ali começam a rir, descontraindo um pouco o clima.

...

Chrome, ainda seguindo o rastro de Sawada, acaba na praça em frente à um fliperama. Ela olha ao redor, e vê ele sentado nos pés de uma árvore, embaixo da sombra dela, e decide ir até lá.

O moreno, que ainda descansando encostado na árvore, visualiza a moça vindo em sua direção.

Ela, naturalmente chega na árvore, e senta ao seu lado.

- ...Chrome... -ele tinha cansaço evidente na voz.

Ela demora alguns segundos para falar qualquer coisa.

- ...Estou com calor...vou ficar aqui com você...tudo bem?

Sawada à observa, neutro.

- ...Tudo bem. Sem problemas...

Ela sorri, e os dois fecham os olhos, sentindo a brisa da tarde.

Depois de alguns minutos, Chrome olha alguns jovens saindo do estabelecimento perto de lá.

Ela vê eles se divertindo, e conversando entusiasmados, e ficou curiosa sobre o local.

- ...Ei...Chefe... -ela o acorda, pois ele começou a cochilar.

- ...Ahn...? O...o quê que foi, Chrome?

Ela apontava para o fliperama, com uma leve agitação.

Tsuna a encara com estranhamento.

- ...Hm? Aquele ali é o novo fliperama que inaugurou no mês passado... -ele começa a pensar- ...E parando para pensar...me lembro de ter visitado esse fliperama lá no Mundo de 10 Anos do Futuro, durante nosso treinamento para o Choice.

Ele se levanta, se espreguiçando, e logo em seguida, olhando fixamente para o grande prédio.

- Hahaha Quem diria, realmente construíram? Enfim... você quer ir pra lá?

Ela acena positivamente, e ambos correm para o local.

...

Enquanto isso, naquele exato momento, na mansão dos Corleone no Japão...

J.C. Ethan adentra um enorme salão com um grande tapete vermelho da entrada até a escada principal, duas escadas menores curvadas nos dois lados da escada principal paralelas, algumas mesas com obras de artes decorativas, como estátuas, quadros, etc.

Haviam algumas empregadas o esperando, fazendo duas filas paralelas perante no tapete, fazendo reverência ao moreno.

Jonathan esboça impaciência e andava com pressa em direção à porta no centro do piso superior no fim das escadas.

Ele abre, e um corredor enorme, várias portas, que provavelmente são quartos, e prossegue até uma porta no fim do corredor, batendo nela - Entre. -ele ouviu uma voz feminina falar de dentro.

Sem mais cerimônias, ele adentra a sala, encontrando uma bela mulher de cabelos negros curtos (N/A: o corte dela é bem parecido com o de Ada Wong, no Resident Evil 4, mas alguns centímetros maior que o dela, para vocês terem noção), olhos castanhos como mel, corpo do mesmo porte de Kris, lábios vermelhos como sangue e pele branca como uma nevasca. Aquela era Eva Greymond, a Guardiã Corleone do Trovão.

- Oh...É você, Ethan... -Eva estava sentada num divã no lado direito da sala, ela bebia uma taça de vinho tinto- Por favor, sente-se. -ela esboça um sorriso amigável.

- Não tenho tempo, Eva. -ele diz, seco e ríspido- ... Kawanami-sama...sabe onde ele está?

A morena revira os olhos.

- Quanta delicadeza, Ethan...já teve épocas que você era mais educado com uma dama... -ela coloca a taça no criado-mudo ao lado, massagea as têmporas rapidamente, e aponta para a porta seguinte- o Chefe está no escritório dele...Caramba, que dor de cabeça terrível...

- Grato... -ele respondeu no mesmo tom- Isso ae é ressaca, deveria parar de beber tanto vinho assim. Uma hora essa porcaria ae vai te fazer mal, escuta o quê eu digo. -ele fala seguindo até a porta, adentrando na sala seguinte e batendo a porta com força ao fechar-la.

- Francamente... -ela se queixa consigo mesma- Essa foi a única taça que tomei o dia todo...como esse rude pode dizer uma coisa dessas? -ela fecha os olhos, massageando as têmporas novamente, e depois pega o restante do vinho, que não havia sobrado muito, e mata num único gole.

Nesta sala, haviam dois homens fortemente armados, cada um com uma AK-47 e várias cartucheiras pelo corpo, apenas cumprimentam J.C., e o mesmo retribui com um aceno positivo, e o Guardião da Chuva bate na porta, por educação.

- Pode entrar. -a voz de Kawanami pode ser ouvida de dentro, e J.C. acata a permissão, entrando.

Ele se depara com seu Chefe almoçando na mesa do escritório, com duas empregadas, uma de cada lado dele, aguardando o patrão pedir-lhes algo.

- Olá, Ethan-kun! -ele demonstra entusiasmo.

- Pe... Perdão, senhor, se quiser, eu volto daqui a pouco... -ele já recuava para trás, mas Shinya faz sinal para ele parar.

- Não, não, pode ficar tranquilo. Na verdade, quero que me acompanhe. Sei que está com fome, certo? -e o Ethan se assenta na grande mesa do chefe, de frente para ele, enquanto o outro moreno acena para uma das empregadas- Por favor, Margarida, prepare uma bela e bem servida refeição para Ethan-kun, ele chegou de missão agora, e está faminto!

- Sim, Boss, volto em 5 minutos. -ela acata, e sai de lá com a bandeja.

Shinya se volta à seu subordinado.

- Não se importa de esperar alguns minutinhos, Ethan-kun?

- Não, estou bem, Kawanami-sama. -ele tenta sorrir, mas sua preocupação era evidente em seu rosto, e Kawanami repara nisso.

- Oh...algo te preocupa, caro amigo? -ele pede para a outra empregada servir suco para J.C., e este aceita de imediato- Por favor, diga o quê houve. A missão que te pedi, ocorreu tudo bem?

- Como esperado do Kawanami-sama, consegue enxergar através das pessoas e seus sentimentos. -dessa vez ele sorri espontaneamente.

- Mas é claro, é meu dever como Chefe saber como estão meus subordinados no momento, e observar através do quê sentem, isso é fundamental para mim.

- Obrigado pela preocupação, Kawanami-sama, -ele bebe um gole de suco, e prossegue- enfim, deu tudo certo na missão...E fui mais além.

Isso despertou o interesse do Corleone.

- Como assim, foi mais além?

- Já irei explicar...Enfim, já liberei os assassinos encarregados de matar os alunos da Escola Secundária de Namimori, e apaguei os rastros que os incriminavam... porém, dois Guardiões Vongola nos encontraram e entramos em combate contra eles.

Aquilo fez Kawanami mudar seu semblante simples e gentil para um sério e focado.

- ...Continue...quem foram esses Guardiões?

- O Guardião do Sol, Sasagawa Ryohei e o Guardião da Nuvem, Hibari Kyoya. -Kawanami arregalou os olhos com esta notícia.

- Uau! Você pegou peixes grandes! Haha me diga, qual foi o desfecho dessa batalha?

- Simples, Hibari Kyoya pediu para lutar contra mim no "1 contra 1", sem a interferência de Sasagawa Ryohei, e aconteceu que travamos uma luta rápida. -ele prossegue- Eu o derrotei facilmente, lhe abrindo uma ferida grave nas costelas, e o deixei desmaiado no chão. Percebi que com Sasagawa Ryohei não seria muito diferente, então o deixei de lado.

Shinya abre um sorriso sádico e sombrio.

- Oh...muito bom, Ethan-kun... você preveu EXATAMENTE o que eu te pediria neste caso de se encontrar com os Guardiões Vongola...quero que eles sofram muito, antes de matar eles... Enfim... Continue sua narrativa.

- Ok... -ele deu uma leve tossida- Sabendo que eu só o havia desmaiado, estou seguro de que Sasagawa Ryohei já deve ter socorrido ele com a Shinuki no Hoono do Atributo do "Sol", e neste momento ele deve estar pensando em seu atual estado de fraqueza.

O Chefe Corleone bate palmas satisfeito.

- Como esperado de você, Ethan...sem queixas, continua fazendo um ótimo serviço.

Mas ainda sim, o moreno exibia preocupações.

- Ele era bem forte... -Jonathan fica pensativo- Mas senti que seus movimentos, desde o começo do confronto, estavam...estranhos...

- ... Estranhos...? -Kawanami estreita os olhos.

- Para simplificar, ele tinha dúvidas no coração. A realidade, é que Hibari Kyoya tem algo que está travando seu potencial total, e por isso venci ele tão facilmente, como se fosse nada.

- Então... você sugere que não teria vencido Hibari Kyoya, no caso dele ter o coração livre dessas dúvidas?

- Pelo contrário, Kawanami-sama...a minha vitória ainda seria certa, mas com certeza eu teria um pouco mais de dificuldade.

O Corleone apenas fita seu forte subordinado sério, sem dizer nada.

- ...Hm...Ok. Estou contente que tenha concluído a missão, sem maiores problemas.

Nesse momento, a empregada que havia saído entra no escritório, com uma bandeja servida de uma refeição completa, digna de um pequeno banquete.

- Oh... -Kawanami muda seu clima sombrio para um semblante descontraído numa rapidez assustadora- Seu almoço chegou! Por favor, antes que volte para seu quarto, para descansar, me faça companhia para o almoço, está bem? -ele corta seu bife, e em seguida leva ate a boca e o mastiga.

- Muito obrigado pela honra e o convite, Kawanami-sama... -ele pega os talheres que vieram na bandeja, junto com a refeição, e começa a comer.

...

Depois de 1 hora, o grupo que se encontrava no hospital estava aflito sobre a demora que Sawada e Dokuro estavam tendo.

Gokudera foi o primeiro à começar a se descabelar.

- Irghh, caramba!! Onde aquela menina foi parar, que até agora não encontrou o Décimo?!? -ele já segurava para não fumar em ambiente hospitalar- VOU ATRÁS DAQUELES DOIS AGORA!!!

Nesse momento, Reborn e Yamamoto intervém.

- Nada disso, Gokudera. -Takeshi exalava responsabilidade na voz- Lembra do quê você e o Garoto combinaram? Confie na Chrome, deixe isso com ela.

O grisalho apenas resmunga alguma coisa, e acente à contra gosto.

Ryohei, devido à tensão toda, não conseguia relaxar de forma nenhuma.

- Céus...ESSA SITUAÇÃO ESTÁ CHATA AO EXTREMO!!!!!!!! PRECISAMOS FAZER ALGUMA COISA!!!!!!! -ele se levanta de sua cadeira, do nada, ergue os braços, e gesticula e grita, de forma que todos ali do hospital começam à dirigir seus olhares ao grupo no corredor.

- CALA A BOCA, CABEÇA-DE-GRAMA!!!!!! QUER NOS FAZER PASSAR VERGONHA NO MEIO HOSPITAL, SEU RETARDADO EXTREMO?!?!

- O QUÊ FOI QUE VOCÊ DISSE, CABEÇA-DE-POLVO?!?! -o boxeador se coloca em posição de luta.

- Se não gostou, pode vir, seu Idiota Extremo!!! -Hayato provoca.

Neste momento, Lal Mirch, com uma veia pulsando em sua testa, estressa até o limite, se levanta bruscamente, assustando Colonello e Enma, que se sentavam em cada lado dela.

- SERÁ QUE DÁ PARA PARAR COM ESSA VIADAGEM, SEU BANDO DE IMBECIS?!?! -a azulada exalava raiva e autoridade na voz- É MELHOR PARAREM COM TODA INFANTILIDADE, OU EU MESMA IREI DISCIPLINAR-LOS ATÉ VOCÊS ME PEDIREM DESCULPAS DE JOELHOS E BEIJANDO MEUS PÉS, SEUS MOLEQUES IDIOTAS!!!!!!!

- Ha...Hai...Lal-sama...

- Ho...hou, Mestra Lal...

Imediatamente, os dois ficam quietinhos, e correm para suas respectivas cadeiras, tremendo de medo.

Reborn pula do ombro de Yamamoto, e vai até Lal.

- Obrigado por colocar esses meninos na linha, Lal.

- Disponha. -ela responde séria, olhando para os lados- Mas o Gokudera levantou uma pergunta interessante, onde é que aqueles dois se meteram? Duvido muito que Sawada tenha despistado a Chrome daquele jeito.

Reborn para e pensa.

- Verdade, a única forma de despistar alguém como a Chrome, seria se ele usasse o Hyper Mode parar voar bem longe daqui. Mas em seu estado emocional de agora, é impossível que ele faça isso.

- Então... É certeza que ela o encontrou... -a azulada completa o raciocínio de Reborn.

O pequeno Hitman se mantém em silêncio por alguns segundos antes de retomar palavra.

- ...Talvez seja melhor dar um tempo para aqueles dois arejarem suas cabeças...

Nesse exato momento, Kyoko Haru, Lambo e I-Pin aparecem no hospital, indo direto para onde o pequeno grupo se localiza.

- Onii-chan! -a ruiva Sasagawa vai ate seu irmão- Pessoal! O Reborn-chan nos enviou uma mensagem sobre o que aconteceu. O Hibari-senpai está melhor?

- Sim sim, ele está melhorando ao Extremo, Kyoko. -o Sasagawa mais velho demonstra mais alívio e alegria ao ver sua irmã mais nova- Obrigado por vir apoiar-lo.

I-Pin fica um pouco corada ao ouvir o nome de Hibari. A pequenina I-Pin possui uma queda pelo disciplinador casca-grossa de Namimori.

Lambo corre até o grupo.

- Hiahiahia o grande e forte Lambo-san chegou!!! -o menino vestido de vaca começa a correr em volta do grupo, pulando.

Hayato começa à crescer uma veia na testa, com um olhar assassino, ele dá um chute giratório no pequeno Bovino.

- Cala a boca, sua Vaca Estúpida!! Não sabe se comportar num momento de tensão como esse?!?

O "Bezerro Idiota" levanta o rosto, já ensopado com o próprio ranho e lágrimas.

- To...le...re... -ele enxuga as lágrimas, e rapidamente se recompõe, tomando uma postura zombeteira- Babacadera idiota, caiu na ilhota e cagou na cama!!!

- NÃO FAZ O MENOR SENTIDO E ISSO NEM FOI UMA RIMA!!!

Lambo mostra a língua para Gokudera, e o mesmo se irrita e tenta avançar para cima do menino, mas o pequeno foi mais rápido, e pulou por cima dele, bem na hora que o jovem ia pegar-lo, fazendo-o bater de cabeça com tudo na parede.

- Hiahiahiahia se lascou, Babacadera!!!! -o Bovino chora de rir, provocando ainda mais a ira do albino.

- AGORA QUE EU VOU FAZER CHURRASCO DE VOCÊ, BEZERRO IDIOTA!!!!! -ele saca algumas Dinamites.

Haru e Yamamoto entram na frente de Gokudera.

- Nada disso, você não vai machucar o Lambo-chan!!

- Ei Ei, se acalma Gokudera! Hahaha -Takeshi fala com seu tradicional jeito descontraído.

- Até vocês dois se voltaram contra mim, Idiota do Baseball e Mulher Burra?!?!

- Hahi! Retire o que disse, Gokudera-san!!!! -Haru fica vermelha, tanto de vergonha quanto de raiva.

- É BURRA SIM SENHORA, E SE RECLAMAR, É UMA IMBECIL DOIDA VARRIDA TAMBÉM!!!

E nisso, os dois começam a discutir, feito marido e mulher, e Yamamoto tenta acalmar os dois, enquanto Lambo e I-Pin voltam a fazer a maior zona, e os demais jovens continuam conversando.

...

No fim da tarde, todos retornam às suas casas. Tsuna leva Chrome para a casa da Haru, e enquanto volta para a sua, ele começa a pensar consigo mesmo, histérico, após lembrar o que havia feito ele fugir do hospital.

Não muito longe daquela vizinhança, em torno de 6 vultos, observavam as ruas quase desertas de Namimori.

Logo, os seis indivíduos decidem aparecer ao ar livre, relevando serem cinco homens e uma mulher.

E desses cinco homens, um deles não é ninguém menos que o misterioso Homem de Terno e Chapéu (N/A: Para aqueles que não estão lembrados dele, basta ler os Capítulos 007: Lembranças e 015: Prelúdio do Caos), que andava sendo seguido pelos outros cinco.

- ... Está para começar... -o Homem de Terno fala- ...a luta entre o Irmãozinho e seus Guardiões Vongola contra Kawanami Shinya e seus Guardiões Corleone...

Um dos homens se manifesta.

- Então não irá demorar para Kawanami dar as caras por aqui em Namimori.

- Isso. -o 'De Terno responde- Quando ele demonstrar sinais de que ja chegou em Namimori, iremos intervir.

Outro dos quatro homens demonstra nervosismo.

- O quê...? Mas tão cedo?

O 'De Terno permanece sério, retirando a sua luva preta da mão direita, revelando 2 anéis prateados que não se pode enxergar muito bem.

- Sim... será necessário, senão, o meu Irmãozinho terá problemas, e graves por sinal... Essas lutas todas so serviram para confirmar aquilo que eu mais temia que acontecesse.

Os quatro homens e a mulher o fitam, aflitos.

E ele, começa à queimar uma forte Shinuki no Hoono laranja de seu anel. Se tratava duma Chama do Último Desejo do Atributo Céu.

A Chama foi forte suficiente para balançar um pouco seu Chapéu, fazendo parte de seu olho ser exposto.

- Não temos um segundo à perder...assim que Kawanami Shinya se manifestar, iremos nos unir aos Guardiões Vongola para derrotar-lo de uma vez por todas!!

FIM DO CAPÍTULO 020


Notas Finais


O início da real batalha está cada vez mais próximo...quem será o misterioso Homem do Terno e Chapéu afinal de contas? Sua identidade ainda é um verdadeiro mistério...

Enfim, espero que tenham gostado! Por favor, comentem quando puderem e se possível compartilhem com os amigos! Fico feliz em ver que a Fic aos poucos têm ganhado sucesso!

Segue abaixo os links de algumas Fics de grandes amigos meus, por favor, quando puderem confiram! Elas são muito boas, eu recomendo!

Até mais pessoal!

LINKS:

Amor Tempestuoso( By: Mari Mitarashi): https://spiritfanfics.com/historia/amor-tempestuoso-3590503

Ken To Hirotsu (By: FelipeMukuro): https://spiritfanfics.com/historia/ken-to-horitsu-7035705

Escola Harukaze de Magia e Estudos(By: FelipeMukuro): https://spiritfanfics.com/historia/escola-harukaze-de-magia-e-estudos-6440208


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...