História Kesta: Do ódio ao amor! - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruna Louise (Desbocada), Christian Figueiredo, Felipe Castanhari, Gustavo Stockler (Nomegusta), Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Natalia "Nah" Cardoso, Patricia "Pathy" dos Reis
Personagens Bruna Louise, Christian Figueiredo, Felipe Castanhari, Gustavo Stockler, Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Nah Cardoso, Patricia "Pathy" dos Reis, Personagens Originais
Tags Gusta, Kéfera, Kesta, Romance, Youtubers
Visualizações 213
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii! Cheguei, Brasil. Demorei um pouquinho, mas cheguei. Obrigada pelos 50 favoritos, gente! Isso me motiva muito. Obrigada a todos que lêem, que comentam que favoritaram a fic. Obrigada também Sandy Emilly que sempre me dá boas ideias ❤. Bora pro capítulo.
Espero que gostem do Capítulo. Desculpa qualquer erro. Boa leitura!

Capítulo 12 - Não vou deixar isso acontecer!


Fanfic / Fanfiction Kesta: Do ódio ao amor! - Capítulo 12 - Não vou deixar isso acontecer!

*Pov Gustavo*

Tinha ido ao banheiro enquanto a Ké falava no celular. Assim que abri a porta escutei um "Te amo!". Talvez eu tenha ficado com um pouco de ciúmes. Só talvez.

- Quem era? - perguntei.

- Era minha mãe. Quando eu ia ligar pra ela, ela me ligou. Ela perguntou exatamente a mesma coisa que eu ia perguntar, se eu não podia ir amanhã. - ela disse.

- Que bom! Assim você pode ir para a festa no sábado que vem. - falei, empolgado.

- Sim, mas isso tá muito estranho. Por que ela me pediria pra ir amanhã? Ela veio com uma história de saudades, mas não me convenceu muito. - ela diz, preocupada.

- Relaxa, mizi! Não deve ser nada, talvez seja só saudades mesmo. - disse e a abracei, beijando sua testa.

- Obrigada! Ela disse que você pode ir também, ela quer te conhecer. - ela fala, sorrindo.

- Nem me fale em conhecer a sogra. Já estou até nervoso!

- Relaxa, minha mãe é bem de boa! - ela diz, rindo da situação.

- Tudo bem. Só vou perguntar à minha mãe.

Liguei para minha mãe e a mesma deixou. Já arrutáximinha mala, enquanto a Kéfera comprava as passagens.

*Pov Kéfera*

Comprei as passagens enquanto o Gu arrumava a mala dele, já que a minha já estava arrumada. Nós arrumamos tudo e depois fomos jantar.

Acabamos de jantar e fomos para o quarto. Namorados mais um pouco e fomos dormir. O avião partia às 9:00h. O aeroporto é perto da escola, então vamos sair às 8:00h.

*Dia seguinte*

Acordamos, nos arrumamos, já ligamos para o taxi e fomos tomar café da manhã.

No meio do café, Natalia chega em nossa mesa e chama Gustavo para conversar e ele foi. Ele foi! Eu queria arrebentar a cara dele por causa disso, e arrebentar mais ainda a cara da Natalia. Ele me deu um selinho e saiu com ela.

Terminei meu café e fui atrás do Gustavo, ele estava demorando demais. Procurei pela escola inteira, mas não o achei. Até que fui para o jardim. Foi a pior coisa que eu deveria ter feito. Ele estava lá, no maior amasso com a Natalia.

Lágrimas já estavam rolando. Como eu fui burra em acreditar que ele tinha mudado? Saí correndo de lá, peguei minha mala e fui direto para o táxi, que já tinha chego. Como ele teve coragem de fazer isso comigo? Eu sou uma trouxa mesmo!

Cheguei no aeroporto 8:30h. Fiz o check-in e fiquei esperando. Aquela cena não saía da minha cabeça. Eu fiquei olhando para os lados todo tempo, esperando que ele viesse também, mas não aconteceu.

Escutei a primeira chamada para o vôo e fui até a fila para embarcar. Minhas esperanças acabaram assim que entrei no avião.

*Pov Gustavo*

Estávamos tomando café da manhã, até que a Natalia me chama para conversar. Vai que ela quer se redimir, então aceitei conversar com ela, e fomos até o jardim da escola.

- Então, o que você quer conversar comigo? - não estava afim de enrolação.

- Eu só queria me desculpar pelo que eu fiz. Eu juro que me arrependo, mas é que eu não aceito o fato de você ter me trocado pela pessoa que você mais odiava e zoava nessa escola. Tinha que me trocar pela esquisita da Kéfera...

- Pode parar aí! - a interrompo. - Eu não vou deixar você falar assim da Kéfera. É por isso que eu te "troquei" por ela, você não vale nem um pão com ovo, menina! Eu não acredito que você esteja arrependida do que fez, não adianta nem insistir.

- É a mim que você ama! Você não ama aquela menina. - ela diz aquilo e me beija.

- Ficou maluca, menina? - falo, a empurrando. - Eu amo e sempre vou amar a Kéfera! Eu odeio você! - viro as costas e vou embora.

Fui até o refeitório, mas não achei a Ké. Fui até o quarto, mas ela não estava lá também, nem a mala. Eu achei aquilo muito estranho. Olhei pela janela do quarto e vi que ela estava entrando no táxi. Saí correndo atrás dela, mas já era tarde demais. Acho que ela deve ter visto logo a parte do beijo. Como você é Idiota, Gustavo!

Não pensei duas vezes, peguei o carro do Seu Zé, que é o faxineiro da escola, muito amigo meu. Peguei minha mala e fui correndo em direção ao aeroporto.

Eu tenho que chegar lá a tempo. Agora que estava dando tudo certo, eu estava feliz, eu estava com o amor da minha vida, mas eu a deixei ir. Eu não posso deixar isso acontecer. Eu não vou deixar isso acontecer.


Notas Finais


E agora? Será que o Gustavo chega a tempo no aeroporto? Será que a Kéfera vai perdoar ele? Deixem nos comentários o que vocês acham.
Se gostaram adicionem aos favoritos e comentem, por favor! Obrigada por lerem. Até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...