História Kesta, um amor pra recordar ❤ - Capítulo 13


Escrita por: ~

Exibições 235
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Eu preciso de você comigo!❤


Fanfic / Fanfiction Kesta, um amor pra recordar ❤ - Capítulo 13 - Eu preciso de você comigo!❤

Kéfera on
Eu abri a porta e ele estava com cara de choro. Eu sai da porta, ele entrou e fechou a porta.

Ké: - Acho que a gente precisa conversar...
Gusta: - Eu não sei nem o que dizer, eu não esperava que a Julia...
Ké: - Você não esperava que a Julia te beijasse ou que eu aparecesse?
Gusta: - Não acredito que você ta me fazendo essa pergunta!
Ké: - Gustavo, eu preciso que você decida o que você quer pra sua vida.
Gusta: - Não entendi, se ta querendo terminar?
Ké: - Você que está dizendo isso.
Gusta: - Eu te amo e você sabe disso.
Ké: - Eu também te amo, mais eu nã to te entendendo.

Ké: - Eu preciso de um tempo
Gusta: - Tudo bem, só não se esqueça que quando você errou, eu te perdoei.

Ele saiu de cabeça baixa. Não sei o que deu em mim, acho que eu realmente precisava de um tempo pra pensar em tudo. É claro que doeu, mais era o certo a fazer.

Gustavo on
Minha vida tinha acabado. Não conseguia pensar em como seria minha vida sem ela. Entrei no carro e saí sem rumo, na verdade tinha um rumo sim, a casa da minha mãe. Fiquei andando pela cidade e pensando em tudo que a gente ja passou, os primeiros anos, as dificuldades que surgiram, a Maria, tudo. Quando eu cheguei em uma rodovia, um carro cruzou e entrou na minha frente.

Kéfera on
Fiquei chorando por um bom tempo e tentando entender o porque que aquilo estava acontecendo comigo. Deitei no chão e fiquei ali até o meu celular tocar:

- Olá?
- Oi? Quem fala?
- É dos bombeiros, parece que o seu marido sofreu um acidente...
- Como assim? O que aconteceu?
- Um carro bateu no carro dele.
- Me passa o endereço!

Eu sai correndo desesperada, se o Gustavo morrece minha vida já era! Eu entrei no carro e fui, quando eu cheguei lá eles ja tinham levado ele pro hospital.

- Cade o Gustavo?
- Calma moça! Ele ja foi levado pro hospital.

Respirei fundo e olhei pro carro dele. O que só me deixou mais preocupada ainda, o carro estava acabado. Naquele momento o medo tomou conta de mim. Entrei no carro e fui pro hospital, no meio do caminho resolvi ligar pra Bruna (Tá eu sei que é errado)

- Bruna!
- Que foi baleia?
- Cade a Malu?
- Ta dormindo! porque?
- O Gu sofreu um acidente!
- Ai meu deus! Você quer que eu vá pra ai?
- Não, eu to indo pro hospital.
- Dá notícias!

Cheguei no hospital e a mãe dele ja estava lá. Ela olhou pra mim e me abraçou.

- Como ele está?
- O medico disse que é grave!
- Não pode ser...
- Calma, ele vai ficar bem!

Eu sentei no sofá e comecei a chorar. Minha vida nunca mais seria a mesma sem ele, o acontecido só fez o que eu sentia por ele aumentar. Passou um mar de lembranças na minha cabeça (Coloca singular ai), O primeiro beijo, a peça, o nascimento da Maria, tudo só me fazia me sentir pior do que eu já estava. O dia amanheceu e eu acabei adormecendo na recepção do hospital, o médico logo veio falar comigo:

- Como vai Kéfera?
- Bem, eu acho...
- Bom, pode ficar melhor, o estado do Gustavo ja é fora de risco. Porém ele não tem uma previsão pra acordar, devido a batida ele entrou em coma.
- Eu posso ver ele?
- Claro, vem me acompanhe.

Eu entrei no quarto, quando eu vi ele ali, deitado cheio de aparelhos, minha reação foi chorar. Eu me aproximei dele, dei um beijo (Ta eu sei que não podia) e fiquei ali passando a mão no cabelo dele.

- Eu preciso de você meu amor! Me perdoa, mais não me deixa! Você sabe o quanto eu te amo. Eu vou estar do seu lado quanto tempo precisar.

Eu saí do quarto, quando eu cheguei na recepção a Malu e a Bruna já tinham chegado. A Malu correu e me abraçou, fiquei com ela no colo por um tempo.

Bruna: - Como ele está?
Ké: - Ta melhor que ontem.
Malu: - Ele vai ficar bem né mamãe?
Ké: - Sim! Filha, vamos pra casa?
Malu: - Não mãe! E se ele acordar?
Ké: - Se ele acordar, vão ligar pra mamãe. Bru, obrigado!
Bruna: - Magina, vai lá! Qualquer coisa me liga.

Eu e a Malu fomos pra casa da mãe do Gusta, ela ficou no hospital e pediu pra mim pegar algumas coisas dele. Quando nós chegamos, eu coloquei a Malu pra tomar banho e fui até o estúdio do Gu e a câmera dele tinha ficado em cima da mesa. Eu comecei a ver as fotos da Malu e derrepente tinha um video dele pra mim...








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...