História Kesta, um amor pra recordar ❤ - Capítulo 19


Escrita por: ~

Exibições 200
Palavras 555
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Talvez, só você!


Fanfic / Fanfiction Kesta, um amor pra recordar ❤ - Capítulo 19 - Talvez, só você!


Kéfera on
No dia seguinte, nós fomos pro local onde ele disse, quando chegamos lá eu fui me aproximando da casa e a polícia ja havia cercado tudo.

- Rafael?
Ele apareceu na janela e ficou me olhando.
- Não era a mim que você queria?
- Que bom que você veio!
- Solta a Malu que eu entro!
- Você acha que eu sou besta né?

Logo a Julia apareceu na porta com a Malu.

- Mãe!
Ela tentou vir me abraçar, mais a Julia não deixou. Fiquei olhando pra ela pra ver se estava tudo bem.

Rafael: - Entra que a Julia solta ela.
Gustavo: - Amor?

Comecei a andar na direção do galpão.

Gustavo: - Amor não! Volta!
Rafael: - Cala a boca!

Quando eu me aproximei, a Julia soltou a Malu e ela correu pro colo do Gustavo. Eu não tinha outra opção a não ser fazer o que ele queria. Ele pegou uma arma e apontou pra mim, eu não esperava:

- Você não vai ter coragem de me matar vai?
- Foge pra ver!

A polícia começou a cercar ele.

- Entra agora!

Eu entrei e ele fechou tudo.

- Que bom! Você fez o combinado!
- Eu te odeio!
- Credo amor!
- Não me chama de amor!

Gustavo on
O plano não era aquele. Ela não podia ter entrado na casa, abracei a Malu que chorava de medo:

- Filha! Calma!
- Ele vai fazer mal pra mamãe!
- O que é esse roxo no seu braço?
- Ele apertou porque eu não quiz comer.
- Idiota!

Abracei ela, aquilo tudo estava acontecendo por minha culpa. Se eu tivesse protegido ela, isso não teria acontecido. A polícia cercou todas as entradas e saídas pelas redondezas e tentaram um acordo mais ele nem deu as caras novamente.

Kéfera on
Eu estava aliviada por saber que a minha filha estava em boas mãos, mais o medo ainda permaneceu. Enquando ele andava de um lado pro outro pensando no que fazer, até que a Julia apareceu com uma caixinha de fósforo na mão.

Julia: - Vocês acharam mesmo que ia acabar tudo uma maravilha?
Rafael: - O que você vai fazer sua louca!

Ela trancou a porta, pegou um palito e riscou. O fogo começou a se espalhar pelo galpão, eu tentei abrir a porta de todo o jeito, mais foi em vão.

Julia: - Acabou pra gente!
Kéfera: - Me deixa sair daqui!

Derrepente uma parte do teto do galpão caiu em cima de mim.

Gustavo on
Estavamos ali tentando um acordo com ele, quando o galpão começou a pegar fogo. A polícia tentou invadir mais a porta estava trancada, quando ouvimos um barulho enorme, parecia que o teto do galpão estava desabando. Corri e coloquei a Malu dentro do carro:

- Fica aqui! Não sai de jeito nenhum!
- Ta bom.

Dei a volta no galpão e achei uma porta que dava exatamente onde eles estavam. Entrei e logo vi o meu amor caída no chão, quando eu fui em direção a ela ouvi uma voz me chamando:

Rafa: - Sai de perto dela!
Gusta: - Rafael?
Ele estava com uma arma apontada pra mim.
Gusta: - Você não percebeu que vamos morrer seu louco?
Rafael: - Talvez, só você!

Quando ele puxou o gatilho, alguém atirou nele...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...