História Kidnapped - Min Yoongi [Suga] - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Min Yoongi, Suga, Yoongi
Exibições 92
Palavras 727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiin amoras!!

Como prometido, aqui estou eu em plena terça-feira para trazer um cap para vcs!

Desculpem os erros!! Se tiver, por favor me avisar!

Espero q gostem, boa leitura!

Bjs '3'

Capítulo 2 - Capítulo um


Seul, Coréia do Sul

13/05/2016   03hr12min


Continuava no chão gelado, do escritório de meu padrasto. Ele deveria estar dormindo agora, pois já deve ter passado da meia noite.


Coloquei minhas mãos no chão gelado, tentei fazer esforço para conseguir me levantar, más apenas consegui ficar de joelhos no chão.


Será essa a hora de fujir? 


Eu pensava comigo mesma. Me arrastei até a parede mais próxima, assim tendo um apoio para me levantar.


Sentia minhas pernas bambas, parecia que a qualquer momento poderia cair novamente. Com muito cuidado eu fui andando até a porta do escritório. 


Chegando nela, eu a abro silenciosamente e saio com cuidado da mesma sala. Andei até um cômodo que era meu quarto.


Abri a porta, logo indo em direção a minha cama, me sentei nela, sentindo-me destruida, estavá cansada e com dores em toda região do corpo.


Eu tenho que fugir agora!


Pensei comigo mesma, e assim fiz, primeiro tomei um banho para me livrar do sangue seco que estavá em minha pele.


Coloquei a última coisa que tinha para vestir, pois o restante de minha roupa, o meu padrasto fez questão de queimar.


E assim estavá pronta para fujir, apenas com a roupa do corpo, só tinha isso por enquanto.


Desci as escadas, sem fazer barulho, assim passei pela sala indo a porta de entrada. A abri e assim finalmente sai da casa.


Logo respirei fundo, sentindo o cheiro do lado de fora da casa. Estavá escuro más não ligava, me sentia livre, finalmente livre.


Começei a andar sem rumo pelas ruas, estavá feliz, estavá livre. Poderia finalmente viver minha vida.


Era isso que eu pensava, até ser atingida por algo na cabeça, fazendo assim eu ficar zonza. Eu cambaleava e logo fui de encontro com o chão.


Minha vista já estava começando a escurecer, eu apenas olhei para a tal pessoa que me acertou, além de minha vista ter embarsada, consegui ver a silhueta de um homem.


Tinha certeza que era um homem! Será que era meu padrasto? Ele me achou, e agora sofrerei as conseguencias? 


Parece que o meu "livre" nunca vai existir!


Pensei antes de minha vista escurecer e eu apagar.


[...]


Seul, Coréia do Sul

13/05/2016   04hr47min


Pov's  *______*


-Senhor, mais uma garota chegou! - falou um de meus capangas.


-Coloquem à em seu calabolso! - ordenei, e assim o homem saiu de minha sala.


Mais uma mulher, ao total tenho 21 mulheres! Ah como tenho sorte.


Eu pensava enquanto estavá a resolver um assunto, de nosso próximo roubo. Será que a caloura e boa com armas?


Bom isso não e importante agora! Ela simplesmete será mais um brinquedo sexual. 


-Senhor, quando a garota acordar, o que o senhor irá fazer? - perguntou um de meus capangas.


Coloquei a mão no queixo pensando um pouco, o que será que devo fazer com a caloura? Talves... A torturar um pouco?


-Acho que a torturarei, até entender que precisa obedecer minhar ordens! - eu falo, o mesmo fica quieto, e não faz mais nenhuma pergunta.


Pov's Han Hyo Joo


Acordei, com uma enorme dor de cabeça, eu coloquei as mãos na cabeça, soltando um gemido baixo de dor.


Minha cabeça doia em certo ponto. Logo lembrei que levei uma pancada na cabeça, assim eu abri meus olhos, lentamente.


Estavá tudo escuro, eu estavá em tipo de um quarto, tinha uma pequena janela na perede, com barras de ferro, percebi que a porta era de barras de ferro também.


Isso parecia uma prisão, eu estavá em uma sela? Quem me levou aqui? Porque eu estou aqui!


Eu sabia que minha alegria não duraria por muito tempo! 


Eu pensei, deveria ter ficado na casa de meus padrasto. Eu acho... Me levantei com cuidado de uma cama onde estavá, caminhei cuidadosamente até as barras de ferro da porta, tinha varias selas como a minha! 


A da minha frente, não avia ninguem, más do lado direito daquela sela, avia alguem preso. Tentei gritar pela pessoa que estavá deitado na cama.


Más minha voz não saia, desisti, sabia que estavá presa, más onde? 


Fui a cama novamente, assim me sentando na mesma. Fiquei ali com a mão na cabeça, estavá visivelmente cansada!


Quem será aquele homem que me acertou?


Me perguntei ao lembrar da tal pessoa, más logo fui tirada de meus pensamentos, por uma pessoa que se encontrava, fazendo barulho com as barras de ferro.


-Vejo que acordou! - diz o homem com uma voz rouca.


-Q-quem e você? Onde e-estou? - o perguntei, com a voz baixa e gaguejando, fazendo o mesmo gargalhar e parar de mexer nas grades de ferro.


Notas Finais


E então??? Gostaram? Espero que sim!

Teve algum erro? Se teve, me avisem!! N quero que aconteça dessa fic ser excluida também!

Quem será o homem que mandou a sequestrar? Será o mesmo homem que se encontrava na sela da garota? Ksksks

Até algum dia, que a imaginação e criatividade resolverem aparecer! Prometo não demorar muito! Se demorar.. me cobrem!

Bjs amoras '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...