História Kill her for you. - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camila, Camren, Dinah, Dope, Lauren, Mani
Exibições 68
Palavras 1.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Lauren, where were you?


Fanfic / Fanfiction Kill her for you. - Capítulo 24 - Lauren, where were you?


Camila

Eu não consegui assimilar nada, Lauren estava procurando a chave do carro, eu subi para por uma calça. Cheguei Chris e Logan estavam segurando ela e Arin tinha ido falar ao telefone.

- Big está fazendo algo para Lauren. - Pensei e fui até a porta, vendo um dos seguranças.

- Quero uma segurança atrás do pessoal.

- Tá, mas, quantos carros? - O segurança perguntou.

- Eu não sei, quantos carros eles usam pra sair? - Perguntei impaciente.

- Normalmente quem usa é só os irmãos e sua família, eles usam quatro carros. 

- Então, pra agora, por favor. - Entrei e voltei até a sala. - Vamos, já pedi uma escolta.  -  Todos me olharam. - E ai? Vão ficar olhando pra minha cara, ou vão comigo e com Lauren, ver o Siope.

Logan foi com Chris em seu carro, Lucy e Vero foram em seu carro, deixando Arin pra ficar na segurança da família em casa. Não deixei Lauren dirigir, coloquei um segurança pra dirigir ela não estava bem ela relutou muito, mas depois cedeu quando viu que eu não mudaria de ideia e ela só sairia dali se o segurança dirigisse o carro, nosso carro estava no meio da escolta. Estava com a cabeça deitada no ombro da Lauren e ela estava pensativa e bem longe.

- Ele vai ficar bem não é Camz? - Nunca tinha visto Lauren desse jeito, mas eu sabia o motivo, Siope era o seu melhor amigo e sabia que sem ele ou sem seu time, ela não era mais a Lauren Jauregui e sim só a Lauren. - Não sei o que fazer sem eles e ele é meu irmão, mano. - Lauren botou a mão na cabeça.

- Ele vai ficar bem. - Reforcei. - Ele é forte e todos sabemos disso. - Acariciei seu rosto.

Paramos em frente ao hospital e os seguranças foram checar o local para ver se estava limpo, Lauren queria sair do carro, mas eu falei com ela que ainda não podia. Logo saímos do carro.

- Vou la ver como está a situação do Siope. - Lucy foi até a recepção. - Ele está na cirurgia vai acabar daqui a pouco, e ai podemos subir.

Uma moça com um semblante de preocupação se aproximou de nós e logo abraçou Lauren e começou a chorar, Lauren não chorava, apenas acariciava as costas da mulher, Lucy falou com um senhor que logo vi que era seu pai, porque nossa, é a mesma cara. 

- Ah Lauren. - O Pai dele a abraçou e deu um suspiro.

- Como ele está? - Vero perguntou. Eu estava pendurada no pescoço de Lauren. 

- Ele entrou para fazer a cirurgia tem algumas horas e então não sabemos ainda como ele está, mas logo logo, o médico vem nos falar. - Dito isso, um médico parou na nossa frente.

- Família de Siope Folau? - O Doutor Messias perguntou e logo todos viramos. - Ocorreu tudo bem na cirurgia, acabamos de por ele no quarto.- Ele sorriu, olhando para a gente. - Mas quem é, Lauren Jauregui? - Na mesma hora Lauren deu um passo pra frente. - Ele precisa falar com você, mas te peço que não o deixe fazer tanto esforço e que não demore mais que cinco minutos.

- Vamos comigo, Camila. - Ela pegou em minha mão e não deixou nem o médico se quer dizer algo.

- Ei Folau. - Lauren disse vendo ele na cama, apertou um pouco minha mão.

- Oh, não quero... Que tenha pena de mim, to novinho em folha.- Ele falou com um pouco de dificuldade, pois ainda usava a mascara de oxigênio.

- Eu sei quem foi Siope e vou vingar.

- Lauren, agora não... - Ele respirou fundo. - É hora de vingança.

- Olha sua situação Siope, você acha que Lauren vai querer ficar na dela? - Agora foi minha vez de falar.

- Mas essa não... - Siope respirou fundo. - É hora Mila. - Ele me olhou e eu assenti. - Só quero que fique com escolta redobrada, estão me entendendo. 

- Pode deixar. - Eu disse.

- Eu não vou ficar aqui, vende a boate e vaza dessa cidade. - Nos olhou. - Minha mae vai providenciar minha transfêrencia para outro lugar.

- Tá ficando louco? - Lauren olhou para ele com os olhos arregalados.

- Agora é matar ou morrer, tá me escutando? A chave da boate e os envelopes estão no cofre do meu quarto, você sabe a combinação, data da nossa primeira mudança.

- Como eu vou fazer isso? Vou vender pra quem? - Lauren perguntou, parecia desesperada.

- Você é boa no que faz, inteligente, tem uma bom lábia. 

- Chega por hoje, você precisa descansar. - O médico entrou fazendo a conversa acabar ali.

- Lauren, faça o que eu disse. - Siope disse. - Não mude os planos.

Fomos até a sala de espera. 

- Como ele está, filha? - A mãe de Siope perguntou a Lauren.

- Ele está bem, conversei com ele e ele vai ficar bem. 

- Será que posso entrar? - Ela perguntou nos olhando.

- Você precisa entrar, ele tem um assunto importante pra falar com você. - Lauren olhou para Chris. - Chris, vai pra casa com Camila.

- Você não vai pra casa? - Chris perguntou e eu a olhei. 

- Não, tenho que resolver umas coisas importante. - Ela olhou para mim e para seu irmão que estavámos com o mesmo semblante de preocupação.

- Seu amigo acabou de ser baleado e podia ter morrido. - Ela ficou me olhando. - O que tem demais importante, ficar em casa e resolver isso amanhã? 

- Eu tenho que resolver, merda. - Lauren falou um pouco auto. Deixei umas lágrimas.

- Pode ir, não sei nem porque me preocupo em te pedir pra ficar. - Olhei para ela. - Chris, vamos. - Me virei, sem dar um tchau para ela. 

- Chris. - Lucy chamou e ficou conversando com ele, me encostei no carro. Ele voltou e me abraçou por cima do ombro.

- Todos vão? - Perguntei.

- Lucy vai voltar pra ficar de escolta com a Vero e Lauren vai com Logan. - Respirei fundo.

Chegando logo entrei e fui até a banheira, enchi a mesma e tomei um banho longo para relaxar e esquecer tudo o que vem acontecendo. Minha vida está parecendo vendaval. Está um dia bonito e do nada vem uma coisa levando tudo embora destruindo tudo que eu pensava estar bom. Olhava minha pele e o silêncio daquela casa era insuportável sem a Lauren. Quando terminei o banho coloquei um roupão para ir escolher uma roupa, vesti uma calcinha e coloquei a blusa do The  1975 da Lolo. Queria fica com o cheiro dela em mim.

Estava chovendo, um temporal que até assustava. Já estava começando a clarear e nada dela chegar. Comecei a ficar entediada, fui até o quarto das meninas e só estava Tay e Dinah, dormindo abraçadas, logo pensei que Mani estava com o Chris. Tenho tanto medo de perder Lauren, que isso me assusta e se mesmo Alexia daquela forma, consiga conquistar ela de novo?

- Ainda não dormiu? - Ela veio até mim na varanda e assim senti o cheiro de álcool.

- Devia, mas estou preocupada. - Falei olhando para e me levantei, fui andando até a cama e me deita, não vale a pena conversar com ela dessa forma.

Ela se despiu e foi tomar banho. Comecei a pensar em tudo que havia acontecido hoje, até o celular da Lauren tocar, desbloqueei e não pude me conter, tive que ler a mensagem. Como assim ela estava com essa garota? 

XxX: Somos uma bela dupla. Beijos.

- Lauren, onde você estava?
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...