História Kill her for you. - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camila, Camren, Dinah, Dope, Lauren, Mani
Exibições 69
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - I love u


Fanfic / Fanfiction Kill her for you. - Capítulo 27 - I love u

 

Camila
 

Era agora! Não poderia evita-la por mais tempo. Pousei minha mão em um de seus ombros e me levantei, ficando de frente para ela. Lauren me encarou e em seus olhos a confusão era clara. Iria abrir a boca para falar algo mais eu o silenciei com um dedo em seus lábios. Sorriu maliciosamente e mordeu seus lábios.  Ótimo! Ela já está caindo... Escorreguei minha mão por seu ombro, descendo por todo seu tronco e parando no cós de seu short. Ela se arrepiou e me puxou para seu colo. Sorri safada e soltei seus braços de mim. Quem estaria no comando era EU! Encarei ela e levei minhas mãos até sua nuca, mexendo em seu cabelo e acariciando seu rosto. Depositei um beijo em seu pescoço e me afastei quando ouvi um resmungo satisfatório dela. Me virei, indo até o ferro de Pole dance. Eu poderia tornar esse joguinho ainda melhor... Já vi algumas mulheres fazendo, acho que não seria tão difícil. Só seria algo a mais ao meu favor. Fui andando até o ferro e no caminho deixei a toalha escorregar no meu corpo e ouvi Lauren arfar, sorri. Dei a volta no ferro e Lauren me olhava com desejo. Já estava me sentindo poderosa, comecei a balançar meu corpo sensualmente para frente e para trás, parei de costas para Lauren, levei meu olhar até a ela e sorri com o resultado, arrisquei uns movimentos mais ousados. Comecei a dançar com o ferro como se ele fosse Lauren. Lauren estava passando a mão no rosto. Comecei a descer e subir, deixei minha pernas abertas para facilitar minha descida. Minha lingerie estava colada no corpo por conta da água, me cabelo grudado em meu rosto, fazendo com que eu tentasse tirar, claro.. Sem sucesso. Inclinei minha bunda, sorri. Lauren já mostrava estar com um prazer fora do normal, mas claro, eu queria provoca-lá mais. Ela desabotoava seu short com pressa, me aproximei dela e envolvi minhas pernas em seu colo. Puxei seu cabelo que escapava nos meus dedos. Arranhei suas costas e pressionei minha intimidade na dela com força. Sai do colo dela e andei pela lateral da cama. Ela havia caído perfeitamente. Me deitei de costas e sorri. Lauren deitou por cima de mim. Concentração Camila, concentração! Como assim, como vou me concentrar com uma mulher dessas de calcinha e sutiã em cima de mim? Não sei se vou aguentar por muito tempo. Me virei e nossos rostos ficaram muito perto, ela se aproximou mais e sorriu. Colou sua boca na minha e eu dei passagem para um beijo, sem pensar em nada. Sei que torturei ela por um tempinho, então né. Ela afastou minha calcinha, penetrando dois dedos e me fazendo gemer. Comecei a rebolar no dedo dela, eu estava completamente molhada. Ela começou a me estimular e aquilo estava me dando muito calor,  desabotoei o sutiã dela e comecei a chupar seu peito.

- Ah, Lauren, mais rápido. - Eu implorei por mais.  Ela aumentou os movimentos. - Porra Lauren, vai. - Eu senti que gozaria e gozei. Ela lambeu um pouco que escorria em seus dedos.

- Que experimentar? - Ela sorriu maliciosa. Levou seu dedo até minha boca e eu o abocanhei e comecei a chupar o mesmo, experimentando meu próprio gosto. Virei ela e fiquei por cima, tirou minha calcinha, comecei a me esfregar na intimidade nela, e ela arfou. Ela segurou na minha cintura me ajudando com os movimentos. Eu arfava e ela beijava meu pescoço. Ela logo penetrou dois dedos, fazendo eu quicar sobre seus dedos.

- Lauren, eu vou...

- Beleza, eu também vou. - Comecei a quicar com mais força. Lambuzei o dedo dela com meu gozo. Me joguei do seu lado ofegante.

Eu tinha certeza que não conseguiria me segurar. Na verdade, tem muito tempo que não consigo fazer isso, quando se trata de Lauren. Tinha algo que me incomodava ainda.

- Porque me escolheu, Lauren? - Respirava ofegantemente. Me aconcheguei nela e estava escutando seus batimentos, que estavam acelerados, como o meu.

- Porque você é uma pessoa confiável, amável, tem um ótimo senso de humor e algo que admiro, honestidade, você é honesta. - Ela acariciava meu cabelo. Cansadas? Que nada, só muito. Se o sexo foi bom? Foi um dos melhores da minha vida.

- Seis e meia da manhã. - Ela se levantou e começou a por sua roupa. 

- E o que que tem? - Ela me olhou e sorriu.

- Vamos dar uma volta. 

- Você tá doida é? - Ri.

- Vai ficar ai? - Ela foi até a porta e abriu a mesma. Me levantei botando o vestido e peguei o casaco que ela tinha amarrado na cintura e coloquei o mesmo. Meu cabelo já estava liso, sem volume algum. Passou a mão em volta do meu pescoço e sorria. - Ai chefia. - Sorriu e tacou um bolo de dinheiro e a chave do quarto para o cara da recepção. Corremos até o carro o sorriso em meu rosto não negava o quanto eu estava feliz e o dela? O dela nem se fala. Toda hora ela sorria com os olhos me deixando mais alucinada. Queria que todos os dias fossem assim.

- Vamos aonde? - O carro estava a 150KM/H. Chegamos em um penhasco.

- Olhar o sol nascendo. - Ela desceu do carro e me olhou. Me abraçou pelas costas e ficou olhando.

- Você está agindo, amavelmente. - Ri.

- Você sabe que me faz bem. - Me virei para ela.

- Eu amo você. - Disse sorrindo.

- Eu te amo muito mais. - Me deu um selinho e puxou para um beijo. O celular dela começou e ela bufou e atendeu.

- Porque Taylor tá me ligando uma hora dessas? - Ela disse confusa e saiu se afastando. - Camila, ela quer falar com você e é a Conca.

- Camila, mi hija. - Conca sabia falar normalmente, mas adorava fazer as meninas ficarem confusas. - Você e menina Lauren estão voltando da balada uma horas dessa? Cuidado. - Gelei.

- Ela está cuidando bem de mim. - Sorri e ela fez o mesmo.

- Tudo bem, vou preparar o café para vocês. - Ela desligou.

- Vamos embora? - Lembrei que tinha marcado com Logan dele me ensinar a dirigir e ele marcou super cedo.

- Vamos, hoje vou ficar o dia todo com você. - Ela disse entrando no carro.

- Então.

- O que foi? 

- Eu marquei com o Logan dele me ensinar a dirigir.

- Com Logan? - No tempo qual a Lauren trabalhava Logan ficava de segurança em casa, então me aproximei muito dele e ele virou meu melhor amigo. 

- Sim. - Ela fechou a cara e entrou no carro. Já sabia que não ficaríamos mais como antes.

Chegamos em casa e eu cai no sono ao lado de Lauren. Acordei com Logan me ligando.

TRIIIIIIIIIM TRIIIIIIIIIIIIIM

- Já tá pronta?
 


Notas Finais


Último de hoje!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...