História Kill her for you. - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camila, Camren, Dinah, Dope, Lauren, Mani
Exibições 66
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Natalia Alvarez


Fanfic / Fanfiction Kill her for you. - Capítulo 29 - Natalia Alvarez


Lauren

Eu e Arin limpamos aquela merda toda que Vero fez, e o pior era que ela matou o cara e ele não tinha falado nada que desse pra tirar alguma pista e eu tinha certeza que ele era um dos caras que estava em frente a casa da Camila.

- Você tá puta? - Ela me parou antes de entrar no carro.

- Não, mas nunca pensei que veria você, a Vero, fazendo isso. - Ela riu.

- Lauren, estava na cara dele que ele estava mentindo. - Ela se encostou olhando Lucy conversando com Arin de longe. 

- Mas acho que você foi longe demais. - Ela abaixou a cabeça.

- Qual é, Lauren? - Ela voltou a olhar pra Lucy. - Não acha que tá pegando no meu pé demais? Faço tudo errado pra você, mas beleza, entendo que sempre tivemos nossos desentendimentos, mas desde que me aproximei de Camila, você ficou pior, não acha?

- Você não precisa fazer nada pra me agradar, Vero. - Respirei fundo. - Só sejs você, seja sincera, que nos daremos bem.

- Eu estou sendo. - Assenti.

- Confio em você, magrela. - Ela me deu um soco no braço.

Ficamos ali conversando por mais um tempo e vi que minha implicância com Vero não tem mais nada haver. Entrei no carro e fui pra casa, estou tão cansada, só vou esperar Camila e pronto. Estacionei em frente a porta de entrada e fui pra sala, me jogando ali mesmo, no sofá.

- Ah Logan, sabe que arrasei né. - Ela entrou rindo com Logan. Desde que o Logan deu aquela vacilada, eu comecei a ficar um pé atras com ele, mas Camila parece que esqueceu e virou amiguinha dele.

- Verdade Mila, você foi melhor que muito mulher por ai. - Assim que eles me viram, se calaram.

- E ai, Camila? - Me levantei. - Você foi aprender a dirigir ou ficar de conversa furada com esse mané? - Perguntei sendo grossa.

- Fui dirigir e você sabe muito bem disso. - Ela disse no mesmo tom.

- Fala direito comigo, agora sobe lá pro seu quarto e sai só quando eu mandar. - Ela riu, ela riu? Na minha cara?

- Eu não vou subir, você acha que é o que Lauren? Você pode ficar saindo, fazendo tudo que quiser e eu não posso nem sair com o Logan? Eu tenho uma vida e espero que saiba que ela não roda em sua volta. - Ela disse irritada. Virei um tapa na cara dela, deve ter doido bastante, pois não medi esforços de machuca-lá.

- Você tá maluca, Lauren? - Logan veio pra cima de mim.

- Não se mete, ela é minha mulher e eu mando nela, agora sai daqui. 

- Não vou sair. - Eu ia acertar um soco nele, mas ele foi mais rápido e deu um soco no meu nariz, fazendo ele formigar. FILHA DA PUTA. Respirei fundo e fui pra cima dele, Camila que foi pra frente dele, gritou.

- PORRA, CHEGA VOCÊS DOIS. - Ela me olhou e olhou Logan. - Logan, tá tudo bem? - Ela perguntou para aquele idiota, que assentiu e veio para frente dela, achando que iria defende-la. - Vai ficar tudo bem, pode ir. 

- Mila, eu não vou te deixar aqui com essa idiota. - Ele tava louco que eu atirasse nele né?

- Logan, não piora as coisa. - Ela disse sendo carinhosa, até demais.

- Camila, qualquer coisa me liga. - Ele me olhou e já estava com o olho roxo, Lauren Jauregui sempre fazendo um bom trabalho. - E ai de você encostar em uma fio de cabelo dela de novo. - Eu ri sendo irônica.

- Logan obrigada pela aula. - Ela sorriu e ele sorriu de volta. Respirei fundo.

- Lauren? - Uma voz feminina soou na entrada da casa, eu não acredito. - O que eu perdi?

Camila

O que essa garota estava fazendo aqui? Natalia Alvarez, ex namorada de Lauren e irmã de Logan, Alexia não namorou com Lauren tanto tempo assim. Quando me contou a história, também fiquei assim sem entender, mas no tempo que terminou se relacionou com ela e a história real, não é que ela seja apaixonada por ela, mas amou Natália. 

- Nossa Lo, você está sangrando. - Passou indo direto até Lauren, passou a mão em seu nariz. Ela nem falou nada com seu irmão, como assim? - Tudo culpa sua né, bonitinha? - Disse debochada.

- Não se esqueça que o maior pivô da briga deles dois, foi sua volta.

- O Logan apenas piorou vacilando com ela e você ajuda né? - Ela rebateu e quando eu ia responder, Lauren falou.

- Natalia, fica na sua. - Pela primeira vez ouvi a voz dela ali. - E você Camila, pro seu quarto. 

- Estou indo, senhora Jauregui. - Disse irônica. Eu estava com uma raiva super grande dessa filha da puta, mas não fiz nada para não dar um gostinho para Natalia de ver Lauren brigando comigo. Ah, mas se ela acha que vai ficar assim, quando ela menos esperar, vou surpreender ela. Bati a porta do quarto com tudo e entrei no banheiro me trancando no mesmo. Deixei a água cair em meu corpo. Lembrei do meu dia com Logan, como ele foi parceiro e não se estressou comigo um minuto se quer, queria que Lauren fosse assim. Agora ela está lá, se esfregando com aquela loira oxigenada. Terminei de me enxaguar e me enrolei numa toalha, quando abri a porta dei de cara com Natalia mexendo na blusa de Lauren, que eu durmo.

- Ela tem um cheiro bom, não é? - Perguntou cheirando a blusa dela. - E tem uma pegada que meu deus! - Ela revirou os olhos me olhando.

- Realmente, ela tem uma pegada maravilhosa e graças a Deus eu experimento todos os dias. - Comecei a agir da mesma forma.

- Isso pode mudar. - Ela riu.

- O que você quer aqui? - Perguntei logo, porque não quero fazer aquele papo render.

- Quero algo que desde que eu cheguei aqui, está na cara. - Ela me olhou. - Quero que se afaste de Lauren, porque eu não vou esperar você se tocar e sair da vida dela. - Ela se levantou. - SE VOCÊ NÃO SE AFASTAR DELA, EU TE MATO. - Agora as cartas estavam na mesa.

- Ela não te quer mais, e eu não sairei do seu lado enquanto ela me quiser. - Botei a blusa de Lauren.

- Se você quiser poupar sua vida, acho bom fazer o que eu disse. - Ela disse como se fosse minha mãe.

-Poupar minha vida? - Minha vez de rir. - Medo de morrer, é uma coisa que eu não tenho.

- Mas deveria ter.

- Porque? Quem vai me matar? Você? - Apontei pra ela.

- Olha aqui piveta. - Ela veio em minha direção.

- Olha aqui você. - Me aproximei dela. - Eu não tenho medo de você e muito menos de morrer, e quanto a Lauren. - Respirei fundo e ri. - Acho melhor você acordar pra vida, que sua hora já passou. - Ela me olhou incrédula.

- Isso é o que veremos. - Ela bufou. - Se prepara, que o jogo irá começar. - Ela disse com a voz ameaçadora. 

Lauren entrou no quarto e Natalia a encarou nervosa. Passei na frente e me joguei nos braços de Lauren, dando um beijo, ela não entendeu muito bem, mas logo me respondeu. Ouvi Natalia dar passos pesados e sair bufando do quarto.

- O que foi isso? - Ela perguntou não entendendo nada.

- Pra mostrar quem manda aqui. - Disse sendo grossa.

- Essa é minha Camila. - Ela veio em minha direção.

- Nem vem, ainda estou puta com você, por você ter se esfregado com aquela víbora na sala e sem contar que me deu um tapa. - Disse e ela riu debochada.

- Com ciúmes? - Perguntou sorrindo.

- Apenas cuido do que é meu.

- Então vem aqui, que sua mulher está pra sentir você novamente. - Ela me puxou com força, colando nossos corpos. Aqueles olhos verde água me fitaram e ela sorriu, meu coração acelerou e ela me deu um selinho.

- Ok, você não merece sexo, mas isso será a única coisa que irá me acalmar.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...