História Kill-me - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Dança da Morte
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Morte, Segredos
Exibições 6
Palavras 357
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O último ep dessa série que chega ao fim será exibido hoje as 00:00

Capítulo 23 - Noite de sangue e corações separados


Depois que prendemos o meu primo e a puta da Julia nas cadeiras, começamos a tortura-los, a Nathalie foi primeiro nos dois e depois que ela passou para Julia eu fui acertar minhas contas com o Gabriel.

Comecei dando leves socos com muito amor e carinho que ele sangrou de emoção

-EU DEVIA TER TE MATADO QUANDO EU TIVE CHANCE

-E por que não matou Gabriel? 

-PORQUE EU QUERIA TE FAZER SOFRER 

-Agora é minha vez, mas não se preocupe não irei falhar, você tá morto

-QUANDO EU SAIR DAQUI, EU VOU MATAR VOCÊ É A VADIAZINHA DA SUA NAMORADA

-Quando você sair daqui você vai esta morto 

Fazendo assim comecei a espanca-lo e depois cortei sua garganta e fiz com que a vadia da Julia lambesse todo o sangue que estava no chão e logo após minha princesa atirou na cabeça da inimiga.

Depois que os matamos, escondemos os corpos, subimos, tomamos banho e vestimos umas roupas e fugimos pela janela.

-Bem...É aqui que nos despedimos (fala a Nathalie quase chorando)

-Não encare isso como uma despedida...sim como um até logo

-Eu nunca vou te esquecer David...

-Nem eu a você Nathalie

-Eu te amo...- E assim demos o nosso último Beijo e seguimos caminhos opostos.

Sabe, talvez seja obra do destino, fujo todos os dias da polícia, estou condenado isso até a morte, não fiz nada por mal, e sim por vingança, mas a justiça com certeza não irá me defender por isso, então esse será meu destino e da minha amada, fugir com nossas mãos sujas de sangue e o pior castigo que poderíamos receber, separados.

Talvez se tivermos sorte um dia nos encontremos numa esquina qualquer da vida, e por fim ficarmos juntos e construirmos uma linda família, até lá eu pego qualquer uma que me aparece só para satisfazer minhas vontades e logo as deixo, pois meu coração só tem uma, e para sempre terá, e o seu nome é, Nathalie, a ruivinha do ônibus da escola, já fazem 5 anos que estamos separados, e aqui estou eu, num apartamento barato e acabado nas ruas de Londres, próxima parada Paris, tenho que limpar meus rastros, mas quem limpa os rastros da Nathalie do meu coração? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...