História Eliminate The Biohazard - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Albert Wesker, Chris Redfield, Claire Redfield, Jill Valentine, Personagens Originais, Rebecca Chambers
Tags Long-fic, Resident Evil
Exibições 20
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - 1x19 - Renascendo


----- Rebecca, acorde!  

Rebecca tenta abrir os olhos, mas apenas a escuridão é visível. Está quente. Algo, talvez uma pedra, machuca suas costas. Ela está deitada.

----- Rebecca, abra os olhos!

A voz de Richard é ouvida no preto. Um som de água perdura na mente da mulher. Se sente molhada. Finalmente, Rebecca abre os olhos.

----- Rebecca!

Um raio de luz do sol atinge o olho esquerdo de Rebecca. Ela semicerra os olhos, e enfim consegue ver os olhos azuis e o cabelo loiro de Richard, ajoelhado em sua frente, olhando com preocupação.

----- Richard! ----- Rebecca levanta o tronco de seu corpo, abraçando Richard. Ele retribui o gesto. ----- O que aconteceu? Como estamos vivos? ----- Richard agora sorri.

----- Caímos em uma correnteza. Consegui sair e depois te vi e te puxei. Logo após o prédio todo explodiu. ----- Ele a pega pelo braço, tentando levantá-la.

----- Richard. Oh Deus.

Ela se levanta, pondo a mão na cabeça. Ela olha para o córrego de água perto deles, no meio da mata de pinheiros. Ela arregala os olhos, olhando para Richard imediatamente. ----- E aquela maleta com os vírus? ----- Richard sorri novamente.

----- Está ali. ----- Ele aponta para um retângulo de metal em cima de um tronco. Ela tira parte da preocupação de seu rosto. ----- Você está bem?

----- Sim. O que vamos fazer agora?

----- Ir para a mansão onde a equipe Alpha está. ----- Richard vira o corpo em direção à maleta, pegando-a.

Ele põe a Shotgun nas costas com a ajuda do elástico que a mantém presa à ele. Pega a Samurai Edge do chão e a põe no coldre. Olha novamente para Rebecca.

----- Pronta?

    

----- Capitão, já amanheceu! ----- Kenneth Sullivan levanta do banco duro do helicóptero estragado com dor no pescoço.

O capitão da equipe Bravo, Enrico Marini, está no outro banco, do outro lado da carroceria do veículo. Kenneth está acordado desde que ouviu um helicóptero passar logo por cima deles, quando o sol ainda não tinha dado as caras. Após, dois estrondos, um baixo e um alto, o assustou. Por fim, outro dois helicópteros passaram por eles em horários quase iguais. Não conhece Enrico direito, mas já sabe que ele tem um sono pesado.

Kenneth havia ficado no helicóptero, enquanto Enrico foi investigar a floresta. O piloto o ouviu gritando e o ajudou a entrar no helicóptero, para se protegerem dos cães canibais da floresta. Enrico acorda assustado, com os olhos fixos em Kenneth. Só de pensar que eles podem ser os únicos Bravo, ou até os únicos S.T.A.R.S vivos, Kenneth sente vontade de chorar. Enrico passa as mãos nos olhos.

----- Os outros apareceram?

----- Não.

----- Não podemos mais esperar. Vamos para a mansão do plano inicial.

----- Mas fica a uns três quilômetros daqui!

----- Eu sei! Mas não há motivos pra ficar aqui! ----- Enrico olha para o nada, com os cotovelos nos joelhos e com a mão no queixo, pensando.

----- Você tem razão. Vamos para lá.


Four Eyes corre pelos corredores do laboratório em busca de Trent. Encontrou a irmã dele, Alice Wesker, morta no chão, enquanto passava pela antepenúltima sala antes do fim dos laboratórios e o início da mansão. Ela estava com os olhos azuis arregalados e com um furo na testa.

Não faz ideia de onde ele pode estar, mas ficar parada não vai adiantar nada. Tem que esclarecer as coisas para que seu capitão não pense que alguém de seu esquadrão a matou. Agora dois corredores formam uma encruzilhada no laboratório.

Ela veio do corredor à frente anteriormente. Ela para bem onde os corredores se encontram e começa a ouvir passos. São três de seus colegas: Hunk, Spectre e Beltway. Também estão correndo.

----- Four Eyes. ----- Hunk, o soldado que vive tentando roubar a autoridade de Trent, para de correr quando chega na frente de Four Eyes. ----- Vamos logo, temos uma missão para concluir.

----- Nós já estamos tentando concluir a missão. Na verdade, vocês deveriam estar separados.

----- Então não estamos falando da mesma missão. Lupo e Bertha também estão nos apoiando. Trent não quer livrar a White Umbrella do declínio da empresa, mas sim quer livrar a si mesmo. Ele tinha papeis importantes na Umbrella. Não quer que mais ninguém descubra que ele criou o T-virus, que é líder da White Umbrella e que só por ser um Wesker já tem total envolvimento com tudo o que ocorre dentro da corporação. Ele não está nem aí para nós. Precisamos nos defender, atacando os intrusos e traidores da empresa. ----- Four Eyes olha com dúvida para Hunk.

Trent pode não estar pensando no esquadrão, mas Hunk também não está. O soldado, apesar de indiretamente, disse um dia que quer tirar o lugar de Trent, que sente ciúme dele. Beltway e Spectre são os subordinados de Hunk, sempre defendendo sua palavra. Não pode trair Trent, mas também não pode trair a Umbrella. Se Hunk e Trent podem mentir, ela também pode.

----- Tudo bem. O que eu tenho que fazer?


Vector anda calmamente por uma pequena sala do laboratório. Ele usa um capuz preto e uma máscara. Essa sala é diferente das outras do laboratório: a iluminação é amarela, originada de abajures e um lustre. Há livros em uma prateleira encostada na parede, uma mesa de escritório e um quadro atrás da mesa. O homem do quadro é Trent, seu único líder. É muito provável que haja papéis da White Umbrella em seu escritório, então ele larga sua metralhadora AUG em um canto e começa a procurar.

No meio dos papéis ele encontra uma fita de vídeo intitulada “Britney”. Ele guarda a fita em um de seu bolso, caso encontre algum vídeo cassete mais tarde. Logo após, Trent aparece na porta de entrada.

----- Vector, como está a missão? ----- Trent está com olheiras. Vector se vira para o homem, percebendo um certo abatimento em seu capitão.

          ----- Há alguns problemas, senhor. ----- Trent fixa os olhos nos círculos azuis da máscara, onde deveria estar os olhos. ----- Hunk, Spectre, Beltway, Lupo e Bertha estão te traindo. ----- Trent arregala os olhos. ----- Uma parte do laboratório está pegando fogo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...