História Killer Love - Imagine Baekhyun - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Exo, Hot
Visualizações 357
Palavras 600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Cap.5


Fanfic / Fanfiction Killer Love - Imagine Baekhyun - Capítulo 6 - Cap.5

Liz.

Senti as mãos de Baekhyun deslizarem por minha coxa, sua respiração, meu coração batendo rapidamente como se fosse saltar para fora de meu corpo.

Olhava no fundo de seus olhos, me perdi neles, aquele olhar penetrante e sedutor, sentia que fosse me derreter sobre ele.

- B... Baekhyun - Digo gaguejando.

Estava imóvel, não conseguia raciocinar direito, queria empurra-lo e dizer que isso tudo era insano... Mas ao mesmo tempo queria sentir o calor de suas mãos, seus lábios nos meus.

Enquanto me questionava sobre o que devia fazer, fui surpreendida por um selar calmo e prazeroso, seu beijo me fazia arrepiar, nunca tinha sentido nada igual em minha vida... Como ele conseguia ter esse domínio sobre mim?

Sabia que se não parasse ali e agora iria me arrepender pelo resto de minha vida, aliás Baekhyun era um psicopata maluco.

- Não - O empurro recuperando o fôlego - Não podemos! Isso é errado!

- Tenho quedas por erros - Diz mordendo o lábio inferior.

- Pare de brincar comigo! Saia por favor! - Peço me levantando.

Se levantou com um sorriso travesso em seu rosto, me deu vontade de arrancar! Ah como esse homem me tira do sério!

(...)

Acordei sentindo algo estranho em volta de minha cintura, olho e vejo um braço, virei para trás assustada vendo Baekhyun dormindo angelical.

O certo seria gritar, bater ou repreende-lo pelo que fez, mas em vez disso fiquei o encarando e pensando o quanto Byun era bonito. Não tinha parado para notar o tamanho de sua beleza, minha vontade de saber quem era Byun Baekhyun de verdade aumentava a cada vez que o via.

- Pare de encarar - Diz de olhos fechados.

Tento tirar seu braço mas me agarrou ainda mais me apertando contra seu corpo, o que há de errado com esse garoto!?

- Me solta - Digo.

- Mais 5 minutos.

- Tenho que trabalhar - Digo tentando me soltar novamente.

Quando finalmente me soltou levantei rapidamente caso ele mudasse de ideia, coloquei uma roupa confortável, peguei minha bolsa e desci para comer.

Estava saindo de casa quando sinto minhas costas queimarem, alguém estava me observando. Paro olhando em volta, não via ninguém me olhando, estranho... Olhei novamente e vejo Baekhyun do outro lado da rua me encarando profundamente, sentia que meu rosto iria criar furos por sua causa.

Algum dia ainda mato ele.

(...)

Saí da loja de conveniência sentindo exaustão, meus pés estavam doloridos de tanto ficar em pé, desejava minha cama é uma boa noite de sono nesse momento.

Comecei a caminhar desanimada, estava praticamente me arrastando pelas calçadas de Seul quando alguém para em minha frente se agachando.

- Suba - Ouço - Suba em minhas costas, te levarei para sua casa.

Reconheço a voz de Baekhyun.

- Obrigada - Digo subindo e fechando os olhos.

Sinto Baekhyun para, abro meus olhos vendo a porta de casa. Desci de suas costas, quando ia abro a porta ouço gritos e barulhos de coisas se quebrando.

Abro a porta assustada vendo minha tia jogada do chão, meu tio estava a bater nela.

- Ficou maluco!? - O empurro com força.

Logo sinto o cheiro de bebidas e drogas vindo de seu corpo.

Minha tia estava com vários hematomas por todo seu corpo, principalmente seu rosto. Sentia meu coração doer, a vontade de chorar estava tomando meu corpo, vê-la naquele estado era de partir o coração.

- Cansei de você! - Gritou pegando uma faca - Irei acabar com você agora!

Quando levantou seu punho para acerta-la não pensei duas vezes em levantar e aparecer em sua frente.

- Não! 

Gritei sentindo a faca rasgando minha barriga, vejo Baekhyun vir correndo para me segurar, sussurra algo que não consegui escutar, olhei no fundo de seus olhos e desmaiei em seus braços



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...