História Kim Namjoon o meu daddy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Jay Park
Personagens Baekhyun, G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lay, Rap Monster, Sehun, Suga, T.O.P, Taeyang, V
Visualizações 37
Palavras 699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Josei, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - E foi assim que tudo começou ...


Fanfic / Fanfiction Kim Namjoon o meu daddy - Capítulo 1 - E foi assim que tudo começou ...

 ...Nunca imaginaria que um dia isso aconteceria comigo...
 Logo eu...apenas a filha do maior mafioso do Japão...Sim,eu mesma,a filha do chefe da Yakuza...
  Era uma madrugada fria,estava apenas caminhando pelas ruas iluminadas porém vazias de sentimentos puros...Estava em Seul,junto com meu pai,bom ele estava em algum cabaré luxuoso negociando mulheres para levar até Tóquio...Estava sozinha,porém não tenho medo das trevas e dos becos em que passo apenas com indiferença,já que minha solidão é muito maior que qualquer coisa dessas.
  Fazem apenas duas semanas que terminei com meu namorado,descobri que ele me traía com as prostitutas que meu pai levava pra máfia,afinal Taichi estava comigo apenas por status e conseguir pontos com meu pai.
  Não me importaria se fosse estuprada,sequestrada ou morta,pois não sinto mais nada,estou bêbada sem consciência do que fasso,quero apenas acabar com Taichi,mata-lo da mesma forma que vi o amigo do meu pai matar e torturar a minha mãe quando era criança.
  Acho que foi aí que comecei a gostar de acompanhar e ver meu pai matar os chefes de gangues rivais,com isso abro até um sorriso ao lembrar das torturas que aprendi a fazer com os nossos reféns.
  Me perco nos pensamentos até esbarrar no ombro de algum rapaz bem mais alto que eu,Meu Deus!!Eu conheço este rosto,era Jay Park,de uma grande gangue rival da Yakuza.
  Ele me olha de cima a baixo,dá um sorriso
-Olha só,eu estava indo me divertir com uma puta cara,mas parece que uma diversão melhor e de graça veio até mim.-Diz dando risada.
  Ótimo,era o que eu mais queria,pelo menos assim quem sabe meu pai me retire da máfia e poderei até que em fim não ter mais políciais em cima de mim...
  Pelo menos ele vale a pena,a recompensa por ele morto é alta.
  Ele já aproxima de mim tentando tirar a minha roupa,só que é interrompido por alguém que o atira para longe de mim.
 -Você tá louco meu? Você tá tão drogado que nem viu que é a filha do chefe da Yakuza? - Diz o homem ainda mais alto se aproximando de mim.
  Ao ele se aproximar de mim consegui ver seu rosto com clareza,era Kim Namjoon o chefe da gangue de Jay Park.
 -Eii,leva ela pra base da gangue,quem vai cuidar dessa aí será eu mesmo,você é mesmo um sem noção! Nem percebeu que dá pra usar ela de refém contra a Yakuza!.
  Noooossa! Melhor ainda!agora sou refém acabei de me foder mais ainda...
  Kim Namjoon se aproxima de mim,me olha de cima a baixo,de frente e de costas,junto a isso coloca uma coleira em mim.
 -Agora você é uma nova propriedade minha,e eu sou seu novo Daddy...se comporte enquanto o Jay te leva pra passear e depois vê se fica quietinha lá no meu quarto enquanto eu resolvo alguns assuntos...Até mais minha baby dog.
 Jay se aproxima e coloca uma guia de cachorro em mim,nada mais humilhante do que andar por Seul com as roupas rasgadas e sendo puxada por um mafioso que me leva em uma coleira.
Chegamos na base da gangue,cujo havia muitos homens que me encararam enquanto era levada até o quarto de Kim Namjoon,todos tinham garotas que usavam coleiras e orelhas de cachorro,talvez essa máfia tivesse um fetiche em garotas cadelas (literalmente) como a Yakuza tinha em Gueixas,aah mas gosto não se discute.
 -I-isso dói!-Jay me puxou com força,me jogou no quarto e muito rapidamente o trancou.
 -Porra! Puta que pariu Namjoon! Você acabo com a minha foda de hoje! Agora terei que pegar uma dessas cachorras da gangue.-Dava para ouvi-lo resmungar do outro lado da porta.
 Tudo o que fiz ao esperar Namjoon foi ficar mexendo em suas coisas,ele parecia ter um grande bom gosto,afinal suas roupas eram todas de marcas caras,até que me canso e sento no chão,não consigo chorar nessa situação,mas não tenho como não pensar em Taichi,ele realmente me usou de maneiras horríveis,incluindo me dividir com seus amigos.
  Ouço um som de fechadura abrir,era meu novo "dono"e ele segurava uma sacola,de dentro dela ele retira um chicote de couro,aparentemente novo.
-Olha só o que o seu Daddy comprou,mal me conheceu e já está ganhando presentes,vai minha nova filhote de Pastor alemão agradeça muito bem o seu dono.- 


Notas Finais


Obrigada por lerem ^^ essa é a minha primeira história que posto no Spirit >w< fighting♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...