História Kimi Ni Okuru Uta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Haikyuu!!
Personagens Kei Tsukishima, Tadashi Yamaguchi
Tags Haikyuu, Tsukishima Kei, Tsukiyama, Yamaguchi Tadashi, Yaoi
Visualizações 49
Palavras 756
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drabble, Escolar, Esporte, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! Depois de tanto tempo, eu finalmente voltei para postar aqui uma história <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


“Hey, eu quero ver você agora”

Yamaguchi aproximou-se da parta da sala de aula. Devido a uns acontecimentos naquela manhã, tinha chegado atrasado. Só queria ver Tsuki mais do que tudo naquele momento.

“Eu quero ser honesto”

Ele só queria ser completamente honesto com seus sentimentos.

“Eu quero que você me olhe com um olhar especial”

Com aqueles olhos castanhos vibrantes, Yamaguchi apenas queria que Tsuki o olhasse de outra maneira.

“Eu te amo do jeito que você é”

Apesar de tudo, Guchi continuava amando Tsukishima do jeito que ele era. Mesmo que ele fosse frio ou rude.

“Eu quero te contar meus sentimentos verdadeiros”

Era difícil contar o que realmente sentia, visto que era bem possível Kei não sentir o mesmo. Mas quem disse que Guchi seria impedido por isso?

“Para sempre, eu te amo”

A mais pura das verdades era mesmo essa: Yamaguchi Tadashi para sempre amaria Tsukishima Kei.

“O e-mail que eu recebi de você, eu mantive a marca de não deletado. Então eu posso olhar para ele a qualquer hora, em qualquer lugar, e me sentir próximo a você”

Mesmo quando discutiram, e ficaram um dia completo sem se falarem, Tsuki realmente se importou, mandando-lhe um e-mail. Yamaguchi mesmo chateado não teve coragem de o eliminar, porque sabia que o poderia ver a qualquer altura. Assim, mesmo afastados, poderia sentir-se próximo a Tsuki.

“Tantas vezes… quando estou sozinho / Eu penso em você… eu acabo pensando em você”

Sozinho em seu quarto, Yamaguchi olha para o teto, mas seus pensamentos voltam-se para o loiro. Chega a noite, e seus sonhos são preenchidos mais uma vez por ele.

“Eu não consigo ver mais nada, só você. Quando o assunto é o amor, eu não acho que alguém me consiga ultrapassar”

“Cale-se Yamaguchi”. Era o que ouvia constantemente. No entanto, a única coisa que ele via era Tsuki, e quando se tratava de amá-lo, ninguém o conseguiria ultrapassar.

“Eu realmente não quero muito. Eu só quero que você note como eu me sinto”

Tadashi só queria que o loiro notasse como ele se sentia. Era algo tão complicado assim de se pedir?

“Tocando, abraçando, as coisas simples são tudo do que eu preciso”

Apenas em seus sonhos, é que ele imaginava que as caricias pudessem acontecer. Mas ele só precisava das coisas mais simples, como um abraço ou um toque afetuoso.

“Eu quero me rir a seu lado”

Mesmo que o único que se risse nas conversas fosse ele, Yamaguchi realmente não se importava. Desde que tivesse Tsuki a seu lado, nada mais era importante.

“Tantas vezes… mesmo quando eu estou com alguém / Eu penso em você… eu acabo pensando em você”

Sentado ao lado de Hinata, Tadashi concentrou o olhar na tela do seu celular. Uma foto dele com o garoto de 1.90 encontrava-se lá, como plano de fundo.

“Se você está carregando alguma fraqueza, eu me sinto como se quisesse te proteger”

Os bloqueios de Tsuki não estavam resultando naquele jogo. Yamaguchi sabia que não estava certo se levantar e gritar para apoiá-lo, como forma de o proteger da insegurança que estava aumentando. Mesmo assim, ele o fez.

“O seu sorriso inocente”

Mesmo tão raros, os sorrisos inocentes de Tsuki superavam os sarcásticos no quesito de fazer Guchi corar.

“Os seus braços fortes”

Yamaguchi era agradecido pelos abraços que Tsuki lhe dava em raras ocasiões, mas que eram tão preciosos.

“As suas costas que eu amo tanto”

Num dia em que ferira os joelhos, Yama lembra-se que Tsuki o levara em suas costas até á enfermaria. Um pequeno gesto que significara tanto.

“Quanto mais nós estamos juntos, mais essas coisas me atraem”

Após tantos anos juntos –mesmo que fosse só como amigos-, as pequenas coisas atraiam mais Yamaguchi com o passar dos anos.

“É um sentimento tão estranho”

Realmente ele não sabia o que dizer em relação àquele sentimento. Era tão errado, mas… tão certo.

“Hey, o que você está fazendo agora, e onde?”

Só queria saber tudo o que Tsuki fazia que o deixasse alegre.

“Quem você ama?”

Seria a ele que pertencia seu coração?

“O que você pensa de mim?”

Será que seriam apenas melhores amigos para Tsukishima Kei?

“Uma canção para dar a apenas uma pessoa em todo mundo”

Uma única canção… um único sentimento que ele pretendia dar.

“Eu quero mandá-la para você. Para sempre, eu te amo”

Ele a enviaria, juntamente com o seu amor.

X

“Tsuki, eu te amo!”

“Cale-se, Yamaguchi.”

Com os rostos corados e sorrisos singelos, um beijo foi partilhado pelos jovens amantes.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...