História King of Darkness - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Magia, Once Upon A Time, Terra De Histórias
Exibições 9
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Super Power, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura😉

Capítulo 2 - A carta



    
   Quando os fogos acabaram o relógio já marcava uma da manhã, saímos do jardim e entramos em casa.

- Eu amei os fogos de artifício,eram um mais lindo q o outro - disse Charlotte enquanto retirava seu casaco rosa.

- A parte que eu mais gostei foi o final quando apareceu a torre Eiffel e do lado dela explodiram as cores da bandeira da França.- falou Apollo fazendo gestos com a mão meio que imitando como aconteceu.

    Madeleine dormia em meus braços, ela estava muito cansada afinal já havia passado da hora de ela ir para a cama.

- Realmente foi tudo muito belo, mas agora vamos todos para a cama, já passou da hora de irem dormir- eu disse.

Você vai nos contar uma história hoje papai? - falou Madeleine que até então pensei estar dormindo descendo de meus braços.

- Sim , princesa eu vou lhes contar uma história.

- Oba! Vamos gente o papai vai nos contar uma história.

   
            XXXXXXXXXXXXX


  Depois que terminaram de se arrumarem para dormir, fui ao quarto de cada um para contar as tão esperadas histórias.

  Primeiro fui ao quarto de Charlotte, ela usava sua camisola estampada de rosas vermelhas e brancas,seus cabelos estavam presos em um rabo de cavalo amarrado por um laço rosa.

   As rosas de sua roupa me lembraram da história da bela adormecida, a princesa que foi amaldiçoada quando criança no dia do seu batizado por uma feiticeira a morrer quando completasse 16 anos, porém uma boa fada reverteu o feitiço fazendo com que a princesa dormisse por 100 anos até ser acordada com o beijo do amor verdadeiro.

   Assim que terminei a história ela já havia dormido, beijei sua testa, arrumei seu cobertor e sai de seu quarto rumo ao de Apollo.

   Para ele lhe contei a história de Alice no país das maravilhas, a menina que seguiu um coelho branco até sua toca e acabou caindo em um mundo de coelhos falantes, pássaros em forma de objetos, rosas brancas pintadas de vermelho e etc. Depois que a história terminou Apollo ainda ficou me enchendo de perguntas como : " todas as tocas de coelhos davam para outra dimensão?" ou " se o chapeleiro louco gosta tanto de chá quando ele fazia seus chapéus?". E eu lhe disse:

- Acho que nunca saberemos, boa noite filho - E sai do quarto indo para o de Madeleine.

   Lhe contei sua história favorita , Cinderela, para mim ela é de todas as princesas a mais corajosa, por que mesmo com todas as maldades que a madrasta e suas duas meias irmãs ela continuou sendo gentil e eu isso fascinante.

-...e então o príncipe pôs o sapatinho de cristal no pé da linda donzela e assim que o sapato coube ele se ajoelhou retirou uma caixinha de veludo com um anel de diamantes e a pediu em casamento e viveram felizes para sempre, fim.

- Papai, o que aconteceu com a madrasta e as meias irmãs?

- Se me lembro bem o príncipe baniu elas do reino mas Cinderela as perdoou e convenceu o príncipe de não bani-las.

- A história da Cinderela é a melhor história de princesas- disse ela dormindo logo em seguida. Levantei da cama arrumei seu cobertor, dei um beijo em sua testa e sai do quarto e desci as escadas indo para a sala.

- Dormiram? - Perguntou Max enquanto retirava seus óculos e o colocava na mesa do telefone que fica do lado do sofá junto com o livro que estava lendo.

- Sim já dormiram- lhe respondi e sentei no sofá ao seu lado e ele pôs sua cabeça em meu colo e eu fiquei fazendo carinho em seus fios ruivos.

- Qual história contou para eles desta vez?

- Para Apollo eu contei a história de " Alice no país das maravilhas" por ele gostar de aventuras, Madeleine "Cinderela" como sempre e Charlotte" A bela adormecida".

   Derrepente ele olhou diretamente para os meus olhos e disse:

- Eu te amo.

  Fiquei tão emocionado que lágrimas se fizeram em meus olhos.

- Eu também te amo.- depois que disse isso juntei meus lábios aos seus num beijo apaixonado.

  O beijo encerrou e sorrimos um para o outro. O relógio já marcava uma e meia da manhã então resolvemos ir dormir, amanhã eu não darei aula mas Max iria trabalhar na joalheria de seu pai que era uma das mais famosas da cidade e as crianças iriam para a escola.

    Enquanto íamos a escada a campainha toca o que era estranho pois já estava muito tarde.

- Pode ir na frente amor eu atendo.- eu disse.

- E se for um ladrão amor?

- Eu não acho que um ladrão tocaria a campainha, além do mais é pra isso que serve o bastão de baseball que guardo atrás da porta.- lhe dei um beijo e fui até a porta e a abri mas não havia ninguém lá então olhei para baixo e me deparei com uma carta, me a abaixei e peguei a carta fechando a porta em depois.

Corri para o escritório fechei a porta e abri a carta que dizia:

" Me encontre amanhã no café a dois quarteirões de sua casa depois que deixar as crianças na escola."

Nervoso e com medo guardo a carta na gaveta com tranca da mesa e pego também meu talão de cheque, se fosse dinheiro o que essa pessoa queria eu daria para poder ver minha família longe de perigo. Coloco o talão em meu bolso e subo para meu quarto onde vejo Maxine sentado recostado na cabeceira da cama e olhando para a porta onde estou agora.

- Quem era amor?

- Ninguém, deve ter sido algum adolescente passando trote - lhe respondo e vou ao banheiro tomo um banho, escovo meus dentes, visto meu pijama verde e me deito na cama, não demora muito para que Maxine me abrace por trás e sussurre um " boa noite" mas a última coisa que eu teria essa noite seria uma boa noite de sono.


Notas Finais


Comentem, favoritem , compartilhem ,se manifestem leitores, digam o que acharam do capítulo, se eu cometi algum erro interajam comigo para que eu saiba que tem alguém lendo esta fanfic.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...