História ×Kingdom× (reescrevendo) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bts, Fanfic, Taehyung
Exibições 15
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo, esse eu mudei COMPLETAMENTE, e quem me ajudou, foi minha preciosa @mirk0, te amo lina <3
Vamos pro cap

Capítulo 3 - Segundo


Fanfic / Fanfiction ×Kingdom× (reescrevendo) - Capítulo 3 - Segundo

×Kingdom×


[Taehyung]


Estava na sala de jantar, tomando um bom vinho, enquanto esperava por Yuna, aquela garota insolente.


Ouvia pessoa e vozes, mas nenhuma era de Yuna, perguntava-me, mentalmente de quem poderiam ser.


A porta foi aberta, revelando duas garotas, jovens e bonitas, uma era alta, com cabelos ruivos e longos, a outra já era um pouco mais baixa e tinha seus cabelos castanho claro, também longos, eu estava intrigado,não as conhecia, mas elas tinham entrado aqui, e passado pelos seguranças da casa.


- Quem são vocês, e quem as deixou entrarem?- as perguntei, obtendo apenas seus olhares confusos como resposta.


- Ah, deve ser o cara de quem a Unnie falou?- a mais baixa falou, apontando para mim, e, me deixando mais confuso. Afinal, Yuna nunca teve amigas, ela não gostava muito de garotas, e nem de pessoas.


- Sim, você é o Taehyung, certo? - desta vez, foi a ruiva quem me perguntou, e eu assenti com a cabeça, em forma de resposta, ainda estava tentando processar tudo. - Sinto muito em ter que fazer isso, mas foi ordens da Unnie.- diz tirando algo de sua bolsa...espera, aquilo era uma corda?


- O quê...pra quê isso?- digo, isso estava ficando cada vez mais confuso.


- Desculpe, mas eu devo muito a Yuna - a morena fala, pegando uma das garrafas de vidro e a erguendo.


Tudo que senti foi uma forte pancada em  minha cabeça, e depois, tudo se apagar.


[...]


Acordo,em meu quarto, ainda sentindo minha cabeça doer, meus braços também, tento me levantar, mas percebo que estou preso na cabeceira de minha cama.


- Yuna! Sua vadia, onde você está? Me solte, agora! - grito, afinal, aquilo só podia ser armação dela.


Escuto passos firmes se aproximando.


- TaeTae, está tristonho porque está amarrado?- essa é a voz, de Yuna, carregada de deboche.



- Me solte, sua insolente!- esbravejo, mas no fundo sabia que era inútil.


Yuna adentra o quarto, ela estava apenas de roupas íntimas, na cor vermelha, mesmo com as poucas curvas que tinha, estava de fato, muito provocante.


- TaeTae....-diz manhosa, o que ela estava querendo com isso?


- Apenas me solte - digo, tentando, inutilmente, fazê-la me libertar.


- Eu não posso, você está sendo um garoto muito mal - diz e caminha até a cama, e em seguida, se sentando ao lado de meu corpo.- você sabe o quê acontece com garotos maus? Eles são punidos!


Ela pega em meu maxilar, me fazendo a olhar em seus olhos. Eu não sabia dizer o quê, mas algo nela havia mudado, ela estava diferente do dia em que a conheci.



Ela solta meu rosto, e começa a me despir, eu não estou acreditando que Yuna será capaz disso.


Quando já estou apenas de cueca, ela sai do quarto, me deixando sozinho e confuso.


Tento me livrar das cordas, mas elas estão com nós  bem firmes. As puxo, mas só consigo provocar mais dor em meus pulsos.



- Que feio Taehyung, tentando fugir...será que vou ter que te punir? Garoto malvado!- Yuna diz, parada na porta, com uma garrafa de vinho.


Ela caminha até a cama,novamente mas dessa vez, ela se monta em cima de mim, deixando a garrafa em cima do criado mudo.


Yuna começa a rebolar sobre meu membro, que já estava acordado.


- Eu sei que você gosta de vinho, mas que tal beber em outros lugares?- ela me pergunta, me deixando confuso.


Ela para seus movimentos, e pega a garrafa - já aberta - de vinho. Leva até seus seios, derramando o líquido sobre ali. Meu membro já se apertava em minha box, eu queria a foder de todas as formas possíveis.


- Beba, Taehyung. - ela dita, como uma ordem. Aproxima seus seios de meu rosto, e eu começo a chupa-los.


Ouço seus gemidos, e sorrio vitorioso, afinal, eu era o causador deles.


Ela se afasta, saindo de cima de mim e caminhado em direção à porta, me deixando com uma cara de quem não entendeu completamente nada.



- Estou indo. Afinal, acho impossível  querer algo com uma tábua... o que é uma pena.- diz e vai embora, me deixando furioso.


- Yuna, sua vadia! Você vai pagar caro, sua prostituta.- esbravejo, percebendo que ela tinha armado tudo isso.


Notas Finais


Eu fiz o Tae de sonso nesse cap, pq eu acho que ele é um pouquinho burro.
Espero que tenham gostado ^^'
Dêem muito amor a essa fic, comentem pq me deixa feliz :3
Beijo no pulmão~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...