História Kiss Me - Ruggarol - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente
Tags Drama, Romance
Visualizações 418
Palavras 1.210
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


 

 (Os pensamentos de Rugge não se desviavam de Karol durante toda a noite , mas o que ele não imaginava era que o mesmo acontecia com a morena .

 

 

A jovem já havia chegado em seu apartamento e após um banho quente se deitou em sua cama . Estava satisfeita com os ocorridos da noite , era evidente que Ruggero se sentia atraído por ela e isso era tudo o que a mesma precisava para vê-lo perder a linha....mas algo a deixava intrigada  .

 

 

Porquê havia ficado nervosa quando ele tocou em sua mão ?

 

 

De fato ele era um homem muito bonito e deixaria qualquer mulher louca com apenas um gesto , mas ela não é qualquer mulher . Precisava manter o foco , sabia o que tinha que fazer , já havia feito aquilo diversas vezes e foi bem sucedida em todas , aquele caso prometia mais uma sucesso para o seu histórico e ela mesma iria garantir que nada desse errado .

 

Karol era do tipo de mulher determinada , poderosa , confiante , misteriosa , sabia que conseguiria tudo o que quisesse , sabia o efeito que causava sobre os homens , o que não sabia era que estava subestimando o destino e que quando menos esperasse ele iria a surpreender .

 

 

Os dias vão se passando rapidamente e Ruggero já beirava a loucura . Havia tentado de todas as formas encontrar a mulher misteriosa que andava tirando o seu sono , mas toda vez que achava estar perto de encontrá-la  percebia o quão longe estava de realizar tal feito .

 

 

O que Ruggero não sabia era que esse era o plano de Karol , a morena queria deixá-lo louco , queria que ele corresse atrás dela , e quando ele menos esperasse ela iria aparecer novamente )

 

   

    *Narração Rugge*

 

 

Já estava quase desistindo de encontrá-la , dias já haviam se passado e ela parecia ter sumido do mapa . Vasculhei diversas baladas na esperança de achá-la em alguma , mas sempre voltava pra casa frustado .

 

 

Estava em uma cafeteria perto da empresa enquanto analisava alguns gráficos no notebook. O final de tarde estava lindo e acabei decidindo  sair um pouco do meu escritório para respirar um ar puro enquanto tomava um delicioso café .

 

A busca pela mulher misteriosa estava me deixando exausto e começava a me conversar de que nunca mais a encontraria . 

 

 

(O moreno tinha o seu olhar preso ao notebook , mas seus pensamentos estavam longe dali . O desejo de ver a dona dos olhos verdes que não sabia ao menos o nome crescia a cada segundo , queria e precisava encontrá-la .

 

 

Decidido a se esforçar para conseguir terminar de analizar os gráficos em sua frente , Rugge volta a focar no seu trabalho e se sente orgulhoso ao perceber que estava conseguindo .

 

O mesmo estava alheio ao que acontecia ao seu redor , mas logo desperta ao perceber que algo havia caído no chão bem ao seu lado . Sem perceber a presença de alguém em sua frente o mesmo se abaixa sem ao menos olhar pra cima até que suas mãos encontram com um batom vermelho caído no chão .

 

Lentamente Rugge vai levantando a cabeça disposto a entregar a dona  , mas logo seu corpo paralisa ao ver as pernas que havia admirado por horas na balada à alguns dias atrás. Podia parecer estranho mas o moreno realmente havia gravado cada parte exposta do corpo de sua mulher misteriosa enquanto a via dançar , e foram essas lembranças que tiravam seu sono por noites .

 

A cabeça de Rugge vai se levantando enquanto admirava as pernas torneadas à sua frente até que seus olhos se encontram com os olhos verdes que estavam o deixando louco . A morena segurava sua bolsa enquanto sorria sedutoramente ao ver Rugge literalmente ao seus pés enquanto o olhava de forma superior .

 

Ainda boquiaberto o moreno se endireita na cadeira ainda paralisado ao ver ela ali na sua frente , da forma que tanto havia desejado . Ambos se olhavam intensamente e logo Karol decide quebrar o silêncio que havia entre eles usando um tom superior e irônico )

 

 

Karol : Ora , ora , se não é o moreno da boate !

 

(A morena olhando diretamente nos olhos de Rugge enquanto o mesmo ainda a analisava . Ao perceber o tipo que Karol fazia o mesmo decide entrar em seu jogo e jogar com , era um homem orgulhoso e por mais que seu coração batesse feito louco ao vê-la ali não queria que a morena percebesse o quanto lhe afetava )

 

Rugge : Ora , pra , se não é a mulher misteriosa ! Vou começar a achar que você anda me seguindo !

 

 

(Rugge fala com um sorriso de canto que fez algo dentro de Karol se mover , mas logo a mesma trata de afastar a estranha sensação e solta um riso debochado )

 

 

 Karol : Não tenho tempo pra ficar seguindo alguém que não conheço ! 

 

 

Rugge : Mas será que tem tempo pra tomar um café comigo ?

 

 

(Rugge pergunta sem se deixar abalar com a fala anterior da morena e lhe lança um sorriso charmoso . Karol o olha com uma falsa expressão pensativa e olha para o seu relógio de pulso fazendo Rugge soltar um riso leve )

 

 

Karol : Ainda tenho 10 minutinhos , hoje é o seu dia de sorte !

 

 

(Karol fala se virando de forma que o moreno tivesse uma visão privilegiada de sua bunda e se senta logo em seguida em sua frente , enquanto o mesmo continuava a olhá-la . A morena solta um risinho baixo e morde os lábios enquanto o olhar de Rugge segue o caminho até sua boca .

 

Sem ao menos perceber o jovem empresário passa a língua sobre os próprios lábios sentindo um desejo absurdo de beija-lá . Nunca havia chegado tão perto de cair em tentação , nunca havia desejado tanto uma mulher , e nunca havia traído Candelária, mas aquela estava sendo uma missão quase impossível de cumprir quando o assunto era a mulher misteriosa á sua frente )

 

 

Rugge :  Será que hoje minha sorte está tão grande que vou poder saber o seu nome ? 

 

 

Karol : Como disse da última vez que nos vimos , nome são apenas nomes Sr.Pasquarelli !

 

 

(Karol fala o olhando intensamente e sorri maliciosa ao ver a confusão estampada no rosto do moreno )

 

 

Rugge : Como assim você sabe meu....

 

(Karol o interrompe )

 

 

Karol : Ruggero Pasquarelli , 25 anos , italiano , empresário , e casado...Ah , por falar nisso , acho que sua esposa não gostaria muito de saber que estamos conversando !

 

 

(Rugge a olhava surpreso )

 

 

Como ela sabia tanto sobre ele ?

 

 

Rugge : E..eu...

 

 

Karol : Não se preocupe esse vai ser o nosso segredinho !

 

 

(Karol fala se levantando pra ir embora )

 

 

Rugge : Perai , quando vou poder te conhecer também ? Quando vou te ver de novo ?

 

 

(Karol sorri maliciosa e se aproximar sussurrando no ouvido do moreno antes de se virar e ir embora )

 

 

Karol : Nos vemos por aí Pasquarelli!

 

 

    *Narração  Karol*

 

 

.......

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...