História Kiss Me - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vamps
Personagens Bradley Simpson, Connor Ball, James McVey, Personagens Originais, Tristan Evans
Tags Bradley Simpson, Connor Ball, James Mcvey, The Vamps, Tristan Evans
Exibições 50
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Losing the mask


Fanfic / Fanfiction Kiss Me - Capítulo 13 - Losing the mask

Me controlei, mas queria simplesmente voltar e dizer o quanto eu o amava, mas simplesmente não podia. Tinha James e Bradley seria pai do filho de outra mulher. Comprei vários doces na padaria e voltei caminhando rapidamente para a casa.

Ao entrar no banheiro em que havia deixado Bradley na banheira, deparo-me com ele muito bem, bem até demais. Gabriela estava de roupas dentro da banheira beijando-o, ele sorria para ela. 

-Hm... Desculpa atrapalhar, mas comprei alguns doces. -Joguei os doces em cima da imensa pia do banheiro e sai, batendo a porta.

-LUANA! -Ouvi Bradley gritando.

-Meu amor, deixa ela, você tem a mim! -Gabriela falava provocante para ele, em um tom para que eu pudesse ouvir. -Ela provavelmente está indo para o quarto com James nesse exato momento.

Então resolvi sair de perto e parar de escutar. Conclui que Bradley só pode ser bipolar. Eu estava cansada de tudo e de todos, então fui ao mercado fazer as compras. Compraria coisas de festa também, pois amanhã comemoraremos o aniversário de Connor e James. Fiz questão de que tudo estivesse perfeito. 

Após comprar todos os enfeites para a festa fui a gráfica imprimir alguns cartazes, pois iria entregá-los para as pessoas comparecerem a grande festa dos meninos. 

Algumas horas depois...

Eu estava exausta, queria um pouco de sauna antes de começar a arrumar a casa com os enfeites de amanhã. Fui até a área de laser, eu usava um biquíni e por cima minha saída de banho (os dois na descrição). Dei mais alguns passos e liguei a sauna, mas precisava esperar até que ela aquecesse o bastante. (sauna na descrição) Resolvi me sentar em um banco que tinha do lado de fora da sauna. Passados alguns minutos, comecei a ouvir vozes, era Gabriela, a única mulher além de mim na casa. Ela esta no telefone com alguém e conversava animadamente.

Então... Ele caiu feito um patinho... Todos caíram, a vadia idiota brigou com ele... Isso é ótimo, tenho ele inteiramente para mim... Claro que não, por favor né! Você acha mesmo que com os meus vinte anos muito bem vividos e com o meu corpo eu colocaria um bebê em minha barriga?... Eu não teria um filho nem se me pagassem, muito menos com Bradley, ele é um idiota, quero uma genética descente caso algum dia eu tenha filhos... É... Pelo menos me livrei da garota, ela não quer nem saber dele, já está dando pra outro... Né? Bem rápida... Não se preocupe, você não sabe como eles tem dinheiro! Se você estivesse aqui agora vendo a imensa casa que eles alugaram para ficarmos... -Gabriela dizia isso a alguém, vadia. -Já falei com Josh, ele ira falsificar os exames... Tudo está saindo como o planejado...

Eu estava enojada, como alguém poderia ser tão repugnante? Queria voar na cara dela, mas ela não poderia saber que eu ouvi sua conversa. Entrei na sauna, minha respiração estava um pouco descompassada. Eu estava mal por Bradley, mesmo sabendo que ele não queria ser pai da criança, ele foi iludido com a ideia de um filho.

Fiquei na sauna durante uns 30 minutos. Minha pele estava dourada e brilhando. Dei um pulo na piscina, a água estava deliciosa. 

Estava ficando tarde e eu ainda tinha trabalho. Andei em direção a sala, eu usava apenas o biquíni. Estavam todos sentados no sofá, com cara de preocupados, menos a vadia, que estava indiferente. 

-O que foi gente? Viram uma assombração? -Eu me diverti com suas expressões.

-Onde você estava? Ficamos tão preocupados. -James correu para me abraçar.

-Ahn... Na sauna... Depois fui para a piscina... -Olhei para eles como se fosse óbvio.

Lembrei-me então que ainda estava de biquíni. Olhei para todos na sala, senti minhas bochechar corarem e minha pele queimar ao olhar dos meninos. Olhei para Bradley, ele parecia segurar a respiração, seu olhos estavam grandes e suas pupilas dilatadas. Soltei um leve riso.

-Perdeu alguma coisa, Bradley? -Grabriela percebeu que ele olhava fixamente para meu corpo e chamou sua atenção. -Vem, vamos subir, isso aqui está parecendo um prostíbulo pra vadias ficarem andando basicamente peladas.

-Sabe Gabriela, é melhor estar como eu estou, do que sair por ai mentindo e iludindo as pessoas, me passando por grávida. -Retruquei e todos me olharam assustados.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...