História Kiss Me, Fuck Me - VHope - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, V
Tags 3shot, Baby Boy, Bdsm, Daddy, Jung Hoseok, Kim Taehyung, Lemon, Pwp, Sadomasoquismo, Sexo, Theimin, Vhope, Yaoi
Exibições 584
Palavras 6.978
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Fantasia, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Corações eu não postei o capitulo ontem por causa que o filho da mãe do aplicativo do Spirit não queria enviar a minha fanfic, e se ele fosse enviada estaria toda errada ;-; desculpa por não ter postado ontem me perdoem por isso ;-;
para quem ficou acordado até tarde esperando o capitulo, reclamem com o spirit ;-; a culpa naum foi minha que o app não queria cooperar ;-;...

Bem gente sei que vocês querem ver logo a historia então não irei atrapalhar, boa leitura ^^
Deve ter muitos erros pois eu não tive tempo para betar ela devidamente ;-;... Boa leitra novante *--*

Capítulo 4 - BDSM - Vhope


LEIAM AS NOTAS FINAIS!

 

Jung Hoseok e Kim Taehyung começaram a tomar banho na Jacuzzi, calmamente deixando a água morna e borbulhante relaxarem os corpos cansados deles dois.

— Nossa isso é muito bom - Comentou Taehyung revirando os olhos em prazer — E olha não estou falando de sexo.

— É eu sei - Hoseok jogou a cabeça para trás apoiando os braços na borda da Jacuzzi relaxando totalmente - Faz muito tempo que eu não uso ela — Comentou o mais velho.

— Sério? Nossa, se eu fosse você a usaria todos os dias, é muito relaxante ficar aqui - Taehyung sorriu e fitou Hoseok, que estava naquele momento olhando para o teto iluminado do banheiro — Primeira vez que entro em uma jacuzzi, estou me sentindo rico.

— Sabe Taehyung eu não tenho muito tempo para relaxar - Hoseok mordeu o interior da bochecha e levou as mãos abaixo da cabeça deixando a mesma ali enquanto fitava o teto — Eu trabalho demais. Não tenho nenhum tempo para descansar, é raro, muito raro eu ter esses momentos. Mas eu até me acostumei com isso.

— Deve ser ruim né? Ter esse tipo de responsabilidade. Do que é que você trabalha mesmo Hobi? - Taehyung chamou o dono da casa por um apelido que achou combinar com o parceiro daquela noite, um tanto que longa.

— Trabalho com Marketing, fazendo revistas de moda, banners esse tipo de coisa… - A voz de Hoseok saiu baixa de meio ambiente por estar se fundindo com a Jacuzzi, ele realmente estava relaxando depois de tanto tempo.

— Entendo… - O mais novo comentou pensativo.

— E você Tae, trabalha com alguma coisa? — Jung perguntou curioso.

— Bem, eu só estou estudando, cursando a faculdade, ainda não sei no que eu vou trabalhar, enquanto estou "estudando" - Taehyung estava pensando quando fosse termina a faculdade iria ficar como o outro ali ao lado, sem tempo nem para relaxar, trabalhando o tempo todo sem descanso, nem para respirar.

— Há, faz faculdade do que? - Hoseok falava calmante, o clima entre ele estava bom calmo e sereno, como uma conversa de amigos, o que bem eles não eram...

— Música, faz três anos que estou cursando. Eu amo cantar, e uma coisa que quero levar para a vida toda sem arrependimento, mas além de música curso também, economia por causa dos meus pais - Taehyung começou a brincar com a água como uma criança despreocupada.

— Duas faculdades ao mesmo tempo. Uau, você deve ser muito inteligente, seus pais devem ter muito orgulho de você - Hoseok o elogiou admirado.

— É eles têm orgulho, e sim eu sou bem inteligente, obrigado - Taehyung falou modesto. Ou não.

Os dois rapazes ficaram conversando na Jacuzzi, se conhecendo sabendo o passado um do outro sem se importarem muito que haviam se conhecido naquela noite, sem se importar se algum dia eles iriam se ver novamente, eles só estavam aproveitando o tempo juntos.

 

( ... )

 

Depois da conversa eles ficaram em silêncio, Hoseok com os olhos fechados suspirando e Taehyung olhando para ele sorrindo, pensando "Ele é muito bonito", Taehyung estava meio que gostando de estar com o mais velho, era como eles já se conhecem há muito tempo. Estranho, mas era um fato que rodeava ele.

O mais novo um pouco “entediado” começou a olhar pelo banheiro chique e grande que Jung tinha. Olhando os detalhes das paredes as decorações, tudo ali era bem bonito e organizado, Kim ficou viajando olhando aquele banheiro que provavelmente era maior que seu quarto e cozinha junto. Ele olhava atentamente os lugares até "bater" com os olhos em um canto do banheiro que digamos ser "diferente" do normal.

Naquela parte do banheiro a parede era preta tinha um guarda roupa "pequeno", um espelho de corpo, uma cadeira e uma pia ao lado. Acho que até aí tudo bem, mas o que intrigava mesmo era as correntes presas a um varal de aço, parecia mais um local onde você pendurar a toalha, mas tinha ao diferente nela e sua ficha cai assim que viu duas algemas presas no varal de aço e um pequeno chicote ao lado pendurado praticamente de enfeite.

Taehyung piscou os olhos algumas vezes rápido, balança a cabeça, sua mente dizia o que era aquilo só que o mesmo não acreditava que o rapaz ao seu "lado" da Jacuzzi tinha esse tipo de fetiche."INTERESSANTE" essa era palavras que rondava a linda e cabeça "poluída" de Kim.

Taehyung olhou para Hoseok novamente e vendo o mesmo ainda de olhos fechando suspirando relaxando, se Hoseok não mostra-se respirando Kim provavelmente iria achar que o mais velho estava morto na Jacuzzi, pois o mesmo estava em silêncio e naquela mesma posição a um bom tempo. Pelo jeito o sexo anterior tinha o deixando bem cansado.

— Hoseok? - O mais novo chamou mais tudo o que recebeu foi um "Hum" como resposta, o mais velho continuava na mesma posição — Abre os olhos e olha aqui pra mim.

— Pra que? - Jung perguntou com a voz um pouco sonolenta e arrastada.

— Abra os olhos e olhe para mim, vai faz o que eu estou lhe pedindo - Pediu Taehyung manhoso, Jung estralou o pescoço e o olhou para o mais novo com as sobrancelhas arqueadas e o rosto meio sonolento.

— Pronto - Hoseok deixou falar somente isso para o mais novo.

— O que é aquilo? - Perguntou o mais novo, apontando do para um canto do banheiro.

Jung seguiu o dedo de Taehyung despreocupado, até que arregalou os olhos quando percebeu para onde o mais novo estava apontando, e engoliu em seco, ele não sabia o que dizer sobre aquilo.

— Aquilo não é nada - Hoseok responde rápido demais e recebeu um sorriso de Kim que ele não havia conseguido decifrar (ainda) — Que você está pensando.

— Tem certeza? - O mais velho não respondeu — Sério?

— O que? - Jung desviou o olhar olhando a porta do banheiro com os pensamentos “Droga, esqueci de guardar aquelas coisas. Aigo isso não vai prestar”.

— Não se faça de desentendido Hoseok. Sério que você gosta de 'Sado'? - O mai velho corou e ficou sem jeito com o que ele falou — Não precisa ficar dessa forma, só fiquei surpreso por você gostar "disso" - Jung nada respondeu, só ficou pensando em como foi que ele esquece as coisas ali.

Realmente fazia muito tempo que ele não parava para arrumar suas coisas, e fazia um tempo que ele não usava aquela parte do banheiro, será que sua empregada, viu aquilo, quanto tempo ele, não organizava suas próprias coisas.

— Eu gosto, mas nada muito exagerado, pois um pouco de dor não faz mal né? - Jung converteu a sua fala, ainda um pouco envergonhado, ele raramente usava aquele lado do banheiro. Era difícil achar uma pessoa que gostava daquele tipo de fetiche, pois ninguém gosta de apanhar sem motivo. Ou quase isso.

Taehyung olhava o rosto de Hoseok achando engraçada a situação, estava sendo hilário ver ele daquele jeito, todo envergonhado e submisso. Sim, Jung Hoseok era e mostrava ser um submisso como ninguém, isso deixava Kim Taehyung muito excitado, há se deixava.

— Uma coisa me deixou curioso Hoseok? - Taehyung perguntou com um sorriso malicioso nos lábios, aquele sorriso fazia Jung ficar com um passo para trás, conhecida o mais novo há pouco tempo, basicamente só algumas horas, mas sabia muito bem que aquela expressão no rosto do  jovem não representava uma coisa muito boa. Ou será que representava, isso depende do ponto de vista.

— O que... Seria Taehyung? - Hoseok perguntou hesitante.

— Me diga uma coisa, você é submisso ou dominador? - Taehyung perguntou sem rodeios olhando o mais velho atentamente esperando uma resposta aceitável, mas o mesmo não falou nada, se encontrava muito envergonhado para dizer alguma coisa, que não o deixa-se ainda mais envergonhado.

Jung depois de pensar um pouco e busca de paz (o que ele não encontrou) interior dentro de si encarou Kim com firmeza  (não tão firme assim, acredite) e respondeu.

— Eu gosto mais de ser o submisso do que dominar, para ser sincero,  normalmente eu sou mais dominador por causa que as garotas querem sempre ser submissas, o que me deixa um pouco "triste" bem não chega a me deixar triste, mas deixa um pouco chateado, gosto de submisso - Confessou mordendo o lado de dentro da bochecha estava corado dos pés a cabeça, mesmo de terem transado sem pudor no qaurto dele por horas Hoseok ainda se sentia envergonhado por dizer isso na frente do outro — E você, gosta disso ou acha muito estranho?

— Gosto bastante até, só que minha ex-namorada gostava de sexo carinhoso e lento - O mais novo fechou um pouco a cara lembrando-se do sexo que ele tinha com a ex dele — Nunca fui fã de sexo muito carinhoso, gosto de selvagem com coisas obscenas falada nos ouvidos esse tipo de coisa. Eu sou total flex, mas Dominar e o que eu mais gosto, gosto de domar um submisso e mostrar para ele o lugar dele

— Hum... - Hoseok sentiu uma leve fisgada no membro ao saber que poderia usar aquela parte do banheiro novamente, o deixo animado saber isso, só que tinha um, porém teria que saber se Kim queria também — Você por acaso...

— Quero! - Taehyung respondeu antes de Hoseok terminar a frase. O mais novo foi se aproximando do mais velho um pouco apressado ficando cara a cara com ele, e sem demorar levou a mão ao membro desperto de Hoseok — Nem começamos já está animado Hyung - Provocou falando ao pé do ouvido do outro, mordendo o lóbulo, e bombeado o falo rígido — Mas é uma vadia mesmo, não consegue nem aguentar por muito tempo sem ter as minhas mãos nesse seu corpo gostoso.

— Hm... - Gemeu Hoseok quando sentiu ainda dentro da banheira o seu membro ser masturbando pela mão habilidosa do mais novo, aquelas mãos  que o deixou excitado antes e agora, aquele garoto era uma perdição mesmo — Me xinga mais, me toque mais, faça o que quiser comigo.

— Eu vou fazer você enlouquecer ainda mais nessa noite que estávamos juntos, pode acreditar que essa será a melhor transa da sua vida. Meu pau vai ir tão fundo no seu cu que você vai gritar de prazer, vou te arrombar tanto que amanhã não vai conseguir mais andar, ou ventar da sua cama, e nem pense que irá conseguir ir ao trabalho no estado que eu irei deixar você - Taehyung passou a língua dele no maxilar e chupou em seguida — Meu nome não vai mais sair das suas memórias. Você nunca irá esquecer essa noite.

— Ahh... Kim Taehyung - Jung Hoseok falou se entregando totalmente ao seu dominador.

O mais novo roçou o membro pulsante dele na entrada de Jung, enquanto marcava o pescoço de Jung o deixando ainda mais marcado, as marcas eram tão forte que chegavam a ficar roxas com preto de tão forte. O mais novo parou sua ações e se afastou, e então escutou seu submisso reclamar.

— Levanta - Ordenou Taehyung. O outro se levantou sem protestar e deixar o corpo esbelto e molhado a vista do mais novo que faliu a língua nos lábios com aquela visão sensual. Kim se levantou também e os dois saíram da Jacuzzi. Eles se secaram um pouco com as toalhas e em seguida andaram até onde estavam os brinquedos do dono da casa.

— Senta na cadeira baby e relaxa - Mandou Taehyung de forma rouca e sexy fazendo os pelos da nuca de Jung se arrepiarem, ele se sentou na cadeira e Taehyung foi a sua frente, o membro de Kim estava perto do rosto de Hoseok e o mesmo engoliu em seco querendo chupar o membro do mais novo, mas se segurou, pois sabia se fize-se isso iria ser repreendido, então se segurou o máximo possível — Levanta os braços, e abra as pernas um pouco - Hoseok fez o que o mais novo pediu (ordenou).

Kim pegou nas correntes acima de Jung, e as levo até os pulsos de Jung, as correntes tinha uma fica de couro para prender ao pulso, que provavelmente era usada para não machucar o submisso. Assim que prendeu os pulsos do mais velho, ele pegou outras correntes e as prender nas pernas de Jung, como as correntes eram "grandes" ele poderia mudar as posições depois se quiser e isso deixava muito animado, para saber que posições colocá-lo depois.

Taehyung sai da frente do mais velho, indo para onde tinha o espelho de corpo e um guarda roupas bem suspeito Taehyung, abriu as duas portas do guarda roupas, vendo que lá dentro tinha lubrificantes de vários sabores, chicotes de diversos tamanhos e formatos, máscaras pretas e coloridas, fantasias peculiar sexy  provocantes, vibradores de diversos tamanho e modelos, vendas de tecidos variados, óleos corporais com aromas diversificado, velas aromatizantes de vários tamanhos e cores, e outras coisas que ele nem sabia o nome ou que existia, e eram muitas coisa que ele poderia usar para dar prazer para si e para o outro, aquilo seria muito gostoso.

— Uau... Quantas coisas. Vejo que as coisas iriam ficaram ainda mais quentes - O mais novo sorriu malicioso e pegou um dos chicotes, ele escolheu um chicote preto um pouco pequeno com algumas tiras brancas presas nas pontas — Vamos ver que estrago ele irá fazer em sua pele linda e macia Sr. Jung Hoseok-ah - Pronunciou pegando uma mordaça preta de couro. Aproximou-se próximo de Hoseok e o mesmo olhou para o chicote e a mordaça nas mãos do "visitante" de sua casa

— Você vai me amordaçar? - Perguntou vendo o mesmo assentir e colocar a mordaça na boca dela o prendendo atrás da cabeça — Eh não qlelia sfer mordacado - Hoseok tentou falar que ele não queria ser amordaçado, mas Taehyung nem deu tempo dele falar, e então a mordaça o atrapalhou e deixou que as palavras saíssem embaçadas.

— Você sabe que não adianta tentar falar - Comentou o óbvio, olhou a mordaça e a achou interessante — Essa mordaça é nova? - O que estava de pé perguntou e o que estava sentando assentiu que sim — Interessante!

Hoseok estava um pouco com medo, ele normalmente não usava aqueles "brinquedos" em si mesmo fazia um bom tempo. Assim o fazia se sentir ansioso, com medo e excitado, o mais novo exalava um ar de dominador muito forte deixando seu corpo mole e aflito, ele queria sentir os toques de Taehyung, saber o prazer que o mais novo iria proporcionar para ele.

— Seu pênis e tão bonitinho - Taehyung falou passando o pequeno chicote na coxa de Jung, subindo pelo abdômen e descendo até a ereção do mais velho, o cutucando com o objeto em mãos.

— Ah... - Hoseok gemeu abafado quando sentiu o chicote gelado tocar sua intimidade quente.

— A Hoseok você não faz ideia do quanto que eu gostei dessa noite com você - Taehyung morde o lábio inferior, passando o chicote na extensão do falo de Jung — Você é tão gostoso. Misterioso, submisso, uma caixinha de surpresa.

— Hum... - Hoseok urrou alto quanto o mais novo lhe deu uma chicotada um pouco forte em sua coxa direita, deixando a região com uma vermelhidão, a dor que Hoseok sentiu não foi ruim, na verdade só fez deixá-lo ainda mais excitado.

“De novo” pediu Jung mentalmente fechando e abrindo os olhos em excitação.

Taehyung se aproxima ainda mais de Jung deixando seu falo no rosto do mais velho. Passando o chicote o peitoral dele, olhando os traços do corpo de Jung vendo as mordidas, os arranhões e os chupões que deixou na pele antes toda branquinha do mais velho, a pele de jung se encontrava agora quase todas marcada por mordidas, arranhões e chupões roxos que nãos iria sumir rápido, não iriam mesmo.

— Você gosta né? - Taehyung perguntou sabendo que não teria uma resposta do mais velho. Kim segurou com a mão que não estava com o chicote os cabelos lisos de Hoseok os puxando para trás, fazendo o mesmo olhar nos olhos dele, não em seu membro — Vamos nos divertir muito essa noite - Kim pronunciou com uma voz rouca e com um sorriso sádico nos lábios desenhados.

Uma chicotada foi desferida na coxa esquerda de Hoseok, o mais velho fechou os olhos com o impacto não esperado por si. Jung tinha os cabelos segurados com força pela a mão de Kim. Mais uma chicotada foi desferida na coxa esquerda de Jung o fazendo grunhir abafado e as chicotadas eram fortes, não o suficiente para machucar, mas sim para deixar uma dor no local, como a mesma mão que segurava o chicote, Kim acariciou o local vermelho (quase roxo), onde havia sido maltratada está muito sensível então com os toques de Taehyung por cima, fez uma onda de calor passar por sua coluna, fazendo arquear as costas pela sensação tão luxuosa e antes esquecida, mas agora sendo relembrada. O mais novo olhava atentamente as expressões de prazer Hoseok fazia, Taehyung parou de acariciar a coxa do mais velho, levantou a mão ao rosto de Jung, o mesmo abriu os olhos e fitou Kim, achando lindo o sorriso inocente  do mais novo, mas Hoseok sabia que inocente naquele sorriso não tinha nada.

— Minha vadiazinha - Taehyung passou o polegar pelas as pequenas lágrimas de Jung — Minha puta adorável - Desceu o polegar até a boca que estava com a mordaça, sentido a tira de couro entrar em contato com seu dedo. Com a mão que antes estava segurando os cabelos de Jung, ele solto à mordaça sem pressa, e assim que a tirou ele a em cima do varal de aço — Só meu. Quem é o seu dono Hoseok? - Pronunciou afastando um pouco e chegando com o rosto no de Hoseok, ficando cara a cara com seu submisso.

— Você... Taehyung - Hoseok diz olhando na imensidão dos olhos castanhos escuro de Kim, que naquele momento estava voltado para ele o fitando intensamente, sem piscar sequer uma vez.

Kim selou os lábios dele nos de Hoseok e não esperou tempo e já  foi adentrando a cavidade bucal de Jung com a língua. O beijo começou lento deixando um apreciar o gosto do outro, Jung gemeu abafado quando sua língua estava sendo chupada deliciosamente por Kim, aquele garoto parecia ser tão inexperiente, mas era só na aparência mesmo, pois sua boca trabalhava tão habilidosamente que chegava a ser hestatizante o deixando sem nexo, sem um rumo. Taehyung separou sua boca na do outro, respirando pesadamente, Hoseok não estava diferente de Kim, os dois quase sem fôlego, mas com energia para o que estava por vir adiante. Taehyung solto a sua forma de dominador, segurando novamente com força os cabelos de Jung, mostrando sua dominância e seu ar frio.

— Certo Hoseok, agora me mostra faça essa boquinha entrando em trabalho - O mais novo com a outra mão que antes estava nos cabelos de Jung  segurou o próprio falo rígido apertou a glande com o polegar sentido o pré-gozo sair da fenda. Taehyung bombeou o falo na frente de Hoseok deixando o mesmo com água na boca. O mais novo sorriu malicioso e passou o membro no rosto de Jung - Abra a boca e coloca a língua para fora - Mandou o mais velho abrir a boca lentamente, e colocar a língua para fora — Bom menino - Taehyung passou o pênis na língua de Jung batendo o falo na mesma, ele sorriu satisfeito, e então colocou sua perna na parte direita da cadeira por curando ali um apoio e uma posição melhor — Agora chupa!

Jung lambeu a glande molhada de pré-gozo, sentido o gosto que ela tinha, sugou a mesma olhando nos olhos de seu dominar. Hoseok lambeu toda a extensão do pênis de Kim, vendo o mesmo gemer baixo jogando a cabeça para trás, colocou quase todo o membro do outro dentro da boca fazendo movimentos de vai e vem calmamente deixando Taehyung mergulhar no prazer ele lhe proporciona. Taehyung apertou os cabelos de Jung e começou a estocar a boca gostosa que o mais velho tinha, sentido sua glande bater na garganta dele às vezes, mas o mesmo nem se incomodava.

— Sua boca é uma delícia Seok - Taehyung agora estocava sem dó a boca de Hoseok, vendo o seu membro sumir e aparecer com mais rapidez. Hoseok tentava o máximo relaxar a garganta, pois queria dar muito prazer para seu dominador e deixá-lo muito feliz — Ahh... - Taehyung sentiu seu corpo dar sinais que iria gozar a qualquer momento, então tirou o membro da boca do mais velho, e escutando o mesmo reclamar com sua ação “repentina”.

— Tae.... - Falou manhoso Hoseok com um bico nos lábios avermelhados e inchados de tanto beijar e fazer coisa, inapropriada.

— Você gosta tanto assim da minha porra? - O dominador falou com um sorriso conhecido. Ele estava criando um monstro.

— Sim, eu amo... - Jung olhava Taehyung se masturbar em sua frente lentamente, aquilo era uma tortura muito grande para ele, Hoseok passou a língua nos lábios animado, a posição de Taehyung era muito sensual, algumas vezes Jung desviava o olhar do membro do outro para a entrada que era um pouco vista do onde ele estava.

— Mas dessa vez meu gozo será expelido no seu rostinho lindo hyung - Taehyung aumentou o ritmo da masturbação sentido seu baixo ventre se contorce e alguns espasmos involuntários virem, sua respiração ficar mais acelerada, deixando os sinais de que seu ápice logo chegaria, gemeu alto quando finalmente liberou seu gozo. Fazendo o mesmo jorrar na face de Jung, o mesmo fechou os olhos quando sentiu o jato entrar em contato com seu rosto e boca.

Taehyung respirava com dificuldade, abriu os olhos e viu a face de Jung com sua porra. Taehyung andou até guarda-roupa e pegou um laço e com ele limpou a face do mais velho. Kim andou até o guarda-roupa novamente tirando de lá um anel peniano, dois vibrador e um lubrificador, fechou as portas e colocar tudo sobre a pia. Taehyung olhou do objeto a sua frente, então pegou o anel peniano e andou até Jung (agora o chicote não estava mais nas mãos dele). O mais velho olhou o anel e fez um bico um pouco emburrado

— Não quero esse anel em mim - Reclamou Hoseok com um bico enorme na boca, ele nunca gostou de anel peniano, nem se lembra por que tinha aquilo dentro do “guarda roupa” dele.

— Você não tem querer Hoseok - Taehyung se agachou e olhou para o membro rígido e que estava pingando pré-gozo pela a fenda. Kim lambeu a glande sugando um pouco do pré-gozo e se deliciou com um gosto um pouco adocicado e azedo. Hoseok gemeu e mordeu o lábio inferior ele podia sentir o gosto do ferro em seus lábios de tanto que ele maltratava seus lábios cheios — Você tem um gosto muito bom Seok hyung - Provocou o mais novo com um olhar sapeca, Taehyung sugou um dos testículos de Jung e levou sua mão ao falo duro do outro fazendo uma lenta masturbação, colocou o anel peniano, que iria fazer o outro segurar seu gozo até não aguentar mais. Taehyung queria escutar as súplicas do outro, e iria fazer isso com certeza.

— Aish - Resmungou Hoseok sentido o anel aperta um pouco seu membro — Odeio esse troço, nem sei o porquê eu o comprei essa merda.

— Que boca suja hyung - Taehyung se levantou da onde estava indo até o varal de aço onde as correntes estavam presas, e afrouxou as correntes — Levanta - Mandou observando o mesmo fazer o que ele mandou, sorriu de lado e tirou a cadeira de trás de Hoseok a colocando no canto, as correntes estavam mais soltas o que tava mais movimento ao que estava preso com elas, mas Hoseok ainda continuava preso naquelas correntes, Jung não iria sair daquele “aperto” muito cedo.

— O que você vai fazer agora Taehyung? - Perguntou o acorrentado curioso.

— Não quero que você me chame mais de Taehyung Jung Hoseok — Disse o mais novo se arrumando na frente de Hoseok e empurrando o mesmo para mais perto da parede, fazendo as costas do outro bater levemente na mesma — Agora me chame de V, somente de V. Se ousar me chamar de outra coisa, irá ser castigado. You understand?

— Yes, V - Respondeu Hoseok ofegante.

— Good Boy — Pronunciou V passando a mão no rosto do mais venho com calma, fazendo um carinho casto no mesmo.

Kim Desceu a mão até o pescoço dele passando as unhas levemente pelas marcas que ele fez, e sorriu por ver seu trabalho bem feito, com um dos seu dígitos desceu até o mamilo duro de Hoseok, em seguida foi aproximando seu rosto até ele e o chupou, lambeu ao redor, e sugando com força. Hoseok suspirou olhando Taehyung chupando seu botão rosado.

— Ah… - gemeu Hoseok apertou a corrente na mão, fechando os olhos com força, seu corpo se sentia cansado, ainda não havia recuperado suas forças.

Kim Taehyung mesmo disse era quase um ninfomaníaco, Taehyung não parecia cansado, só parecia por que a verdade é que ele ficava cada vez mais com energia para fazer sexo. O mais novo foi descendo calmamente sem pressa até o pênis que estava com o anel peniano. A glande estava inchada bem vermelha e as veias saltadas, o membro de Hoseok dava água na boca Kim. Sem pressa se ajoelhou na frente de Jung com uma das mãos apoiadas na coxa dele e a outro foi de encontro com o falo ereto. Taehyung começou a fazer uma masturbação, envolveu a cabecinha com a língua sentindo o gosto azedo e adocicado do pré-gozo não era tão ruim assim, na verdade era até que gostoso sentir esse sabor peculiar.

— Você irá acabar me deixando louco desse jeito Tae...

Hoseok jogou a cabeça para trás e puxou as correntes que balançavam de um lado para o outro quando o que estava ajoelhado á sua frente capturou todo o meu falo fazendo o mesmo encostar-se à garganta, dando um prazer muito bom para Hoseok. Era loucura quanto mais tempo ele ficava com Taehyung, mas o prazer aumentava era estranho como seu corpo reagia. Taehyung tirou o membro de Jung da boca e se levantou o mais velho olhou para ele não entendendo o porquê do seu dominador ter parado assim de repente.

— O que foi que eu lhe disse? - Taehyung segurou o maxilar de Jung o apertando — Você está sendo um garoto muito rebelde - Ele soltou maxilar dele e puxou os cabelos pretos para trás — Quem é que manda aqui sua vadia? - Taehyung deu um tapa no rosto de Hoseok — Quem? - Soltou os cabelos de Jung e então segurou o pênis dele com certa força — Me responda! - Kim apertou a glande com o polegar e deu mais um tapa estralado no rosto do mais velho, a bochecha direita de Hoseok estava vermelha, com os tapas desferidos em seu rosto. O modo com que o outro falava consigo somente o deixava mais e mais excitado, ele com certeza era um masoquista e Taehyung um sádico.

— Você V, você que manda - Uma lágrima saiu dos olhos de Hoseok assim que recebeu mais um tapa no rosto.

— Isso mesmo, eu mando - V fez um carinho no lugar onde o mais velho recebeu os tapas — Seja mais obediente e receberá uma recompensa — Taehyung selou seu lábios no do mais velhos e começou com um beijo caloroso cheio de luxúria e prazer, as línguas deles se mexiam de forma sensual tirando o fôlego dos dois rapazes. V separou seus lábios do outro — Entendeu?

— Sim V!

— Bom garoto - Kim se afastou de Hoseok e andou até o pequeno guarda roupa e pegou o vibrador, voltou para perto de Hoseok e pegou na corrente que estava prendendo o tornozelo direito do mais velho, começou a puxar para cima fazendo Hoseok ficar apoiado somente uma das pernas, então com a corrente ele a prendeu daquela forma, e sorriu satisfeito, pois ele estava da forma que ele havia imaginado antes. Os dois braços presos e uma perna presa, aquela posição era sem dúvida um dia que ele mais gostava.

Taehyung se agachou na frente do mais velho ficando de joelho, o rosto próximo do membro duro outro novamente, mas agora com a visão perfeita da entrada rosada de Jung. Com o vibrador em mãos levou o até o ânus do acorrentando próximo a si, e lambeu e beijou a coxa dele enquanto começava a introduzir o objeto sexual com lentidão na cavidade dele, V olhava todas as expressões do que estava de pé. O vibrador estava entrando com muita facilidade, e Hoseok que antes bem antes sentia dor quando o mais novo o envidia com seu membro, agora com o vibrador ele não sentia a dor inicial, e sim o prazer que o cativava e o dominava por inteiro o deixando cada vez mais submisso e domável que já era.

— Agora irá ficar muito gostoso para você Seok hyung - V ligou o vibrador e ele começou a se movimentar dentro da cavidade de Jung, fazendo com que uma sensação estranha o desse um arrepio longo totalmente diferente o atingi-se. Nossa aquilo era uma loucura, de cima a baixo.

Jung Hoseok nunca havia imaginado que em toda sua vida iria deixar um “garoto” daqueles, desconhecido por si, meio-Ninfomaníaco, que acabou de terminar o relacionamento com uma garota, e olha só como as coisas são estranha, em vez de ele foder ele era fodido, e cara, Hoseok está gostando demais como tudo estava encaminhando, sensações novas, pensamentos novos, mente mais aberta, hormônios gritando por mais, seu corpo se acostumado com a dor o prazer que lhe era entregue de bandeja e com uma pena escrita por Kim Taehyung.

— É gostoso né? - Taehyung perguntou de pé — Uma sensação muito gostosa, diferente, proibido.

— É muito bom - Hoseok segurava as correntes com força, sentia suas pernas bambas sem força, seu coração palpitar rápido sua mente ficar bagunçada — Uma sensação nova.

As mãos de Taehyung começaram a tocar o corpo de Jung, deixando os dígitos dele tocarem cada parte sensível do mais velho, querendo deixar suas marcas nele, como se Jung Hoseok fosse o território dele. As mãos foram passeando pelos braços fortes de Hoseok descendo até o pescoço, passando pelo peitoral, seguido para o abdômen e parando na cintura.

— Vamos aproveitar nosso tempo - Taehyung sussurrou ao pé do ouvido do Submisso, Hoseok se encontrava com os olhos fechando, mas a mente totalmente aberta — Sentiu essa sensação que vem e vai a cada momento - Um beijo foi deixado na bochecha de Jung e em seguida ele abriu os olhos encontrando a face sorridente de Taehyung olhando para si com uma ternura — Eu quero satisfazer você por inteiro e fazer nunca mais esquecer ou apagar meu nome de sua mente - Taehyung se afastou e foi até a pia pegando um controle e um vibrador e passando lubrificante no vibrador, depois ele foi para frente de Hoseok com os objetos — Vou fazer você querer me sentir dentro de você, e você dentro de mim.

Kim se abaixou e ficou de quatro no chão com a bundinha empinadinha na direção de Hoseok, o controle do vibrador de Jung estava ao lado do mais novo e ele iria usar daqui a pouco para deixar Jung ainda mais necessitado de prazer, aquela era uma “brincadeira” que Taehyung movia da forma que ele quiser, ele aproveitava do jeito submisso do mais velho para fazer o rapaz ficar praticamente em suas grandes e lindas mãos novamente naquela noite tão bela.

— V, não faz isso comigo… -Comentou Hoseok, engolindo a saliva acumulada — Aish… Isso é muito gostoso, se eu soube-se que era tão bom ter um vibrador dentro do meu ânus, eu teria feito isso antes, porra - Ele ofegante jogando o cabelo que estava agrupado em sua testa para o lado — E essa sua visão não esta ajudando no meu estado psicológico V.

— Sei que a minha visão lhe agrada muito - Sorriu sugestivo por cima do ombro — A vista é bem melhor ai de cima não é mesmo - Jung riu da fala brincalhona de Taehyung, o jeito que Kim era o agradava muito, brincando durante o sexo era uma coisa inédita. O mais novo com certeza era uma figura.

— Cada aquele V dominador - Hoseok observou Kim colocar o vibrador dentro de si mesmo, e gemer alto quando ligou o aparelho.

— Bom, ele se encontra nesse m-momento ah… - Ele empinou mais a bunda colocando seu rosto no chão gelado do banheiro — C-com um pênis de borracha que vibra dentro da área onde sai às fezes.

Hoseok não aguentou e riu ele tinha que rir daquilo, nossa o ar entre ele havia mudado muito, era confortável e agradável, nunca se sentiu tão íntimo assim a uma pessoa. Ainda mais durante um sexo, que normalmente era só prazer carnal, sem muita fala, somente os gemidos um do outro.

— Seu nojento - Comentou Jung — Acho melhor a gente se concentrar no sexo.

— É também acho - O mais novo “voltou” ao seu ar sexy, provocante e manipulador, e aumentou a velocidade de vibração de Jung. O que estava preso levou um susto quando aquele objeto dentro de si começou a se “movimentar” com mais rapidez, seus olhos se retiravam com a sensação, tuas mãos apertavam tanto as correntes que seus dedos ficavam branco pela força. Seu membro necessitado pingava e pingava o pré-gozo, pois ele não poderia aliviar completamente se não remove-se aquele bendito anel peniano de seu pênis, mas aquela dor que se encontrava naquela região era tão dolorosamente gostosa, torturante maravilhosa que sentia na vontade de ficar com aquilo assim para sempre.

Há, aquele prazer maravilhoso era muito mais do que bom, não havia palavras na boca de Hoseok, para explicar aquilo. Os olhos dele foram para Taehyung que se encontrava contorcendo no chão de tanto fazer que ele recebia, Jung quase gozou com a imagem dele assim, mas aquele anel em seu membro obrigava assim a não gozar. Se prazer pude-se matar com certeza Jung Hoseok se encontraria morte nesse momento.

— T-taehyung ah... - chamou quase sem fôlego. Ele sabia que não podia chamar o mais novo pelo nome, mas ele estava era literalmente se fodendo para isso — Me fode!

Kim ainda alucinado, olhou para Hoseok “Me fode, não aguento mais” o mais novo escutou as palavras saírem da boca dele “Por favor, eu quero você” escutou novamente, Taehyung se levantou com dificuldade, o brinquedo amado ainda estava dentro dele. Então ele andou até o outro, se apoiando com as mãos na parede, o rosto próximo de seu companheiro de noite. Devagarzinho ele foi se abaixando e então tirou do tornozelo de Jung a faixa que prendia a perna dele, subiu novamente e soltou lentamente o tornozelo que estava suspenso no ar, segurando ainda a perna no ar, ele pegou fôlego e puxou a outra, Hoseok sem pensar, rodeou as pernas fartas e fortes na cintura de V.

Jung e Kim olhavam um no olho do outro com intensidade, Taehyung colocou sua testa na do outro, deixando seus rostos ainda mais próximos, e então sorriu pequeno. Sem tirar o vibrador de dentro de si e de dentro do outro, Taehyung penetrou Hoseok, que se assustou no início, mas seu corpo até então não reconhecia, dor, e sim só o prazer. Sensível era essa palavras que Jung se encontrava naquele momento.

Taehyung praticamente prendeu a respiração assim que entrou na cavidade de Hoseok, estar dentro dele com um vibrador dentro de si e no outro era, incrível. Kim passou a se mover lentamente dando estocadas forte, as mãos firmes nas coxas do outro. Os movimentos dos corpos foram aumentando gradativamente, os sons das peles tento contato uma com a outra, os gemidos abafados, e altos que eles soltavam sem se importar, se avizinha escutava ou talvez o prédio todo.

Jung sentia seu ápice próximo, mas o anel ainda se encontrava ali, ele lançou um olhar de piedade para Kim e o mesmo entendeu e tirou o anel dali, e não teve nem teve para pensar direito, pois o mais velho gozou assim que o aperto foi liberado, gemendo rouco quase sem voz, e então ele desabou cansado. As paredes do ânus de Jung o apertaram e o objeto sexual com força tentando os fazer saírem, sem muito esforço Taehyung se desmanchou dentro de mais velho, cansado encostando sua cabeça no peito dele, escutando os batimentos acelerados do mais velho.

O silêncio dominou o banheiro. Taehyung soltou os braços de Hoseok com um pouco de dificuldade, arrumou os braços do mais velho em seu pescoço e o levou para o chuveiro, teria que dar um banho no mais velho, pois o mesmo desmaiou de cansaço.

— Não acredito que te deixei tão cansado que chegou a desmaiar - O garoto riu baixinho deixando a água molhar eles dois.

 

( … )

 

Depois de dar um banho e Jung e em si próprio, ele levou o mais velho para o quarto o colocando na cama, andou até o closet o abrindo, pegou um pijama para Hoseok, depois colocou nele, pegou suas próprias roupas do chão e as vestiu. Kim olhou o relógio e era 7h38min da manhã.

 

( … )

 

Jung Hoseok foi abrindo os olhos lentamente, sentindo textura gostosa de seu Edredom, bocejou cansado e sonolento, foi levantando seu tronco devagar escutando alguns estalos de suas costas, olho para um lado e depois para o outro, não encontrando ninguém, esfregou os olhos e passou a mãos no peito, sentindo a seda do pijama que estava usando. Tudo da noite (ou horas atrás) passou na mente dele.

— T-taehyung? - Chamou com a voz um pouco falho. Mas ninguém respondeu, ele suspirou um pouco desanimado. Taehyung tinha ido embora  sem se despedir dele — Já imaginava isso - Murmurou.

Jung puxou o Edredom de seu corpo e então ficou sentando na cama com as pernas fora da cama e os pés tocando no chão gélido, olhou o relógio na pequena estante e lá marcava 12h29min. Passou a mão no cabelo sentido suas justas estarem doendo, seus olhos passaram pelo pulso e viu os dois uma faixa, franziu o cenho e tentou se levantar, mas só tentou mesmo, no segundo que tentou se levantar uma dor enorme e sua lombar, pélvis, cintura o impediram de tal ato, e suas pernas não estavam querendo se mover, praticamente nem sentia elas, realmente estava difícil para ele.

— Merda - Disse derrotado e então voltou a se deitar na cama se cobrindo com o Edredom — Acho que ele não estava brincando quando disse que iria me deixar sem dar - Comentou baixo, Hoseok estava conta a garganta doendo também.

Ele foi tirado de seus pensamentos quando ouviu um barulho na porta, pensou que poderia ser Kim Taehyung, mas não era ele, era somente a empregada Sophia. A mulher com sorriso delicado estava com uma bandeja nas mãos e andava em direção da cama dele.

— Boa tarde Sr. Jung - A voz doce chegou aos ouvidos do rapaz incapacitado de andar e ele respondeu baixo “Boa tarde Sophia” — O Sr. Kim foi embora a pouco tempo atrás, ele deixou para você essa sopa e essa carta.

Jung se arrumou na cama encostando suas costas na cabeceira da cama, a mulher como a bandeja que tinha um suporte embaixo para passar as pernas na cama de Hoseok e então tirou a tampa, fazendo o cheiro gostoso e delicioso sair dali.

— Obrigado sophia - agradeceu pegando a carta. A empregada saiu do quarto de Hoseok e o mesmo, começou a ler a carta.

 

“Bom tarde Hoseok. Bem por onde eu devo começar, não faço a mínima ideia, sei que deixar uma carta assim pode parecer meio clichê e estranho, mas vamos relevar isso.”

Jung sorriu achando engraçado a introdução do menino.

“Eu saí assim porque tinha algumas coisas para resolver e me senti um pouco envergonhado, pois acabei fazendo você desmaiar de cansaço. Desculpa por isso. Eu quero agradecer por essa noite. Talvez dia também. Queria poder falar pessoalmente isso tudo, mas poderia ser estranho você acorda e está com um estranho ao seu lado te olhando.”

Jung parou e pensou nisso e realmente seria bem estranha essa situação.

“Então esse é o motivo da carta, ou quase. Se você não se importar eu levei aquela mordaça que nós usamos, guardar ela de lembrança, ou algo do tipo. Essa sopa foi eu que fiz para você, não se preocupe, ela não contém nada de ruim, ela e para melhor o seu estado, seu corpo nesse momento deve estar doendo um pouco relaxa que vai passar em um, dois ou quatro dias, okay vai ficar um bom tempo sem se sentar direito, mas sei que isso valeu a pena.”

Jung lia a carta com um sorriso pequeno nos lábios, raramente tinha notícias de quem ele passa a noite, normalmente elas saiam de sua casa sem se despedir ou deixar o número, claro que ele não se iluda pensando que depois de uma transa qualquer iria se apaixonar, ele era bem grandinho para saber que não dessa forma que as coisas funcionavam.

“Eu não sou do tipo que deixa bilhetinho, mas se você quiser repetir a dose, um amigo para conversar, relaxar ou algo do tipo você pode falar comigo, irei deixar o meu número par você, me liga quando estiver à vontade, essa noite que passamos juntos foi realmente inesquecível. Meu número (xx) x xxxx-xxxx, até Jung Hoseok, espero encontrar você novamente. Ps: Desculpa por fazer você desmaiar, se tiver uma próxima vez, quem sabe eu seja seu submisso, até!!”

— Quem sabe Taehyung a gente se encontra novamente - Hoseok falou sorrindo para a carta em mãos.

 

Esses dois não acreditam que o encontro dele será mais cedo do que o esperado

 

Fim!


Notas Finais


193 Fucking favotiros @_@ ai meu coração!

Meus Amores ;-; me desculpem pela grande enorme demora para postar esse capitulo.

muito tempo sem escrever ela, me deu uns bug e então eu não sabia como fazer, que final dar nem como o lemon seria, e estava ficando com um medo danado de fazer a fanfic decair com esse capitulo. Eu realmente espero que tenha ficado legal, eu não fiz pesado por que achei que seria um pouco perturbador, e também não queria fazer o pobre do hoseok sofrer muito e dificil ter que machucar o bias @_@.

o lemon pode ter ficado sem graça, mas eu tentei e como havia dito eu postei ele e não desisti, Kiss Me, Fuck Me e umas das fanfics que eu percebi que realmente escrevi bem (Falo pelo capitulo 1 e 2 não sei se o 3 ficou bom como os dois primeiros), e difícil você ter que ficar se superando em cada capitulo e cansativo e as vezes acaba desanimando, todos os escritores sabem que não é fácil você escrever uma historia que todos gostem de ler, eu mesmo quebro a minha cabeça para fazer uma historia que agrade todos vocês, eu sou leitora e escritora ( mesmo que ainda seja uma novata) sei do que eu estou falando e ruim você ganhar um favorito ou comentário só por pena, então eu sempre tento ganhar meus favoritos e comentários pelo o meus esforço.

ai certo desabafei demais ^^, gente só quero agradecer a todos vocês que me apoiaram e me ajudaram ^^...
obrigado a todos vocês meus leitores, fantasma e não fantasma, ^^ ... amo todas vocês, vocês se encontram no meu coração <3....
Depois quando tiver tempo eu corrijo esse erros ^^, desculpem qualquer coisa^^
Sejam felizes até a próxima fanfic. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...