História Klaroline-O amor vence o ódio? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Genevieve, Gia, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jeremy Gilbert, Joshua "Josh" Rosza, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucien Castle, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Sean O'Connell
Visualizações 50
Palavras 1.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiieeeeee

Capítulo 8 - Casamento- Vai me escutar querendo ou não!


Fanfic / Fanfiction Klaroline-O amor vence o ódio? - Capítulo 8 - Casamento- Vai me escutar querendo ou não!

Um mês depois...


Caroline: se acalme Kol, faltam apenas 10 dias. Irá ter um treco deste jeito

Kol: Eu estou calmo care, mas ansioso eu confesso.  

Care: Se isso é ser calmo meu Deus, não quero ver o quão nervoso estarás as vésperas. -ela arregalou os olhos e ele riu. -


Há um mês Klaus e Caroline quase não se falavam, nem ao menos permitam que os seus olhares se cruzassem o único contato que tinham era em festas reais mas mesmo assim só o necessário

 Para Caroline a dor de ser casada com o cara que ama e não receber a mesma coisa em troca era terrível assim como a dor de amar um mostro. Para Klaus, ninguém sabe o que ele sente. Se tranca no quarto e mete o pé em tudo. As vezes se embebeda, ou sai e fica dias fora. Ele se fechou ainda mais para o mundo. Sther já questionou sobre seu casamento com Caroline mas ele apenas diz "não quero falar disso". Maikon não fala nada afinal, já estão casados como ele queria estarem juntos e de bem não fazia diferença para ele. Os pais de Caroline a visitavam duas vezes no mês e também vira as irmãs na semana passada.  

A amizade de Caroline e Kol se fortalecia a cada dia tornando-se muito mais que um simples laço de amizade, eles eram como irmãos. Kol estava ancioso a apenas 10 dias do seu casamento com Davina. 

Freya e os pais decidiram esperar para casa-la. A barriga de quatro meses de Hayley crescia a cada dia mais mostrando que seu filho e de Elijah estava muito bem. 

As coisas iam na medida do possível. Uma vez por mês Rebekah e Marcel vinham de Westersbarg visita-los. Caroline agora dormia todos os dias em um quarto separado do de Klaus. 


[...] 


Ela subiu as escadas e entrou no quarto fechando a porta atrás de si. Havia uma caixa Sobre a cama. 


Caroline franziu o senho ao lembrar-se de que a caixa não estava ali quando ela saiu. Ela abriu a tampa da caixa e tirou um lindo vestido azul cariben e branco de mangas curtas era simplesmente lindo. A loira o colocou sobre o corpo e olhou-se no espelho. Sorriu ao imaginar como ficaria quando ela o vestisse.

Voltou até a caixa e pegou um bilhete que havia no fundo.  


"Embora já faça um mês, este vestido é pelo seu aniversário. Eu gostaria muito que você o usasse no casamento do Kol. 

Eu sei que nada que eu faça irá resolver, eu sei que ele não concertará o copo, mas eu não vou deixar que o copo se quebre mais!" 


-Klaus. 


Caroline dobrou novamente o bilhete e depois olhou o vestido mais uma vez antes de devolve-lo a caixa, que foi guardada dentro do armário.  

Ela despiu-se e tirou o colar com as iniciais CM feitas de ouro do pescoço e a colocou sobre o criado mudo.  

Ela entrou na banheira com os cabelos amarrados em um coque alto, pretendia ficar lá por um bom e longo tempo.


 Pov's Klaus. 


Eu pensei mil e uma vezes antes de ir até lá. Mas decidi ir. Fui até o quarto de Caroline ver se ela havia gostado do vestido. Sim, eu Klaus Mikaelson dei um vestido para Caroline. Apesar de tudo que aconteceu eu ainda tenho sentimentos. (Bemmmm lá no fundo né Klaus?) 

Eu bati na porta duas vezes mais não oivi nada então entrei. 

A caixa do vestido não estava mais sobre a cama onde eu a tinha deixado mais cedo. O que significava que ou Caroline a havia guardado ou se livrado dela. Chamei pelo seu nome mas não tive respostas, ouvi que ela cantarolava no banheiro. Dei mais alguns passos, a porta estava entre-aberta. 

A doce voz de Caroline ecoava pelo banheiro e atingia meus ouvidos como uma melodia perfeita que aquela música se tornava na voz dela. 

Ela levantou-se para pegar a toalha, mesmo ainda estando coberta por um pouco de espuma eu pude ver o seu corpo molhado,e nu. As curvas desenhadas perfeitamente, a água escorrendo pela pele branca enquanto os olhos azuis estavam a procura da toalha e os lábios rosados mexiam-se em uma canção. "Ah tão perfeita" .

Ela estava saindo do banho então sai do quarto antes que ela me visse, aquela situação com certeza não seria agradável.  

Me joguei na cama e fitei o teto. 

Caroline era tão doce, gentil e amável, era tão engraçada e inspontânea. Todos da casa a adoram. Ela era linda, um corpo de deusa e um sorriso encantador. E eu apenas a machuquei. Foi a única coisa que fiz desde que entrei na vida dela: a machucar.  

Agora eu vejo que por mais que eu ame a Camille, por mais que tenha sofrido a morte dela e de meu filho, por mais que eu queira me fechar mais ainda para o mundo, nada, nada se tornava motivo para fazer o que fiz com Caroline. Eu destrui a vida dela e agora eu entendia isso, mas agora era tarde de mais. Desde a noite que ela falou aquelas coisas, não há uma noite se quer que eu não vá dormir pensando nela. 

Ela não tem culpa da morte da Camille e nem tem culpa por eu ter me tornado o monstro que eu me tornei. Caroline não merece o que fiz com ela.


 10 dias depois...


[...]


Finalmente chegará o dia do casamento de Kol, eu me questionava e estava ansioso para saber se Caroline usaria o vestido que eu lhe dei. Eu sai do quarto e pude ve-la caminhando ateo quarto de Kol. Sim, ela estava com o vestido. Estava linda, eram como a mão e a luva, encaixavam-se perfeitamente. Tão perfeita! 


                  ~ *** ~

Rebekah: Ande Kol, pelo amor de Deus estas a demorar mais do que a noiva -Rebekah gritava enquanto batia na porta do quarto

Kol: pronto, já estou vestido. -ele disse abrindo a porta

Freya:pelo amor Kol, vá arrumar este cabelo. 

Kol: Se acalme irmã . -ele passou as mãos no cabelo em frente ao espelho. -pronto

Care: Credo, deixa que eu faço isso-ela disse quando chegou ao quarto.  

Kol: uou care? Está linda!

Rebekah: essse vestido? É maravilhoso

Freya: Está perfeito em você.  

Care: obrigada-ela disse sorrindo . 

Kol: Não estou a lembrar deste vestido. 

Freya: É, é novo. Quem lhe deu?

Care: Klaus! - Os irmãos se entreolharam. -Não!-ela gesticulou com as mãos, não digam nada!


Marcellus: Ai gente, precisamos ir! 

Kol: Já vamos descer, só preciso falar com Caroline.

Marcellus: Não demorem. -eles assentiram e os outros deceram 


Kol: Care, eu estou nervoso.  

Care: Se acalme Kol. Vai dar tudo certo.

Kol: Eu te amo tanto. 

Care: Eu também amo você, mas não se esqueça da promessa que fizera a mim. 

Kol: eu não esquecerei, eu amo a Davina,care, tudo que eu mais quero é aue ela seja feliz ao meu lado. Só quero ser capaz de poder fazê-lá feliz

Care:Você é Kol, você é-eles se abraçaram.   


[...]

Padre: por favor façam seus votos. 


Davina: Eu Davina Claire princesa de Winterffel prometo amar-te Kol Mikaelson, respeitar-te na saúde e na doença, na alegria e na tristeza na riqueza e na pobreza até o último dia de nossas vidas e prometo honrar e cuidar do seu reino como meu. -ela pos a aliança no dedo dele

Kol: Eu, Kol Mikaelson, príncipe de Westeros pormeto amar-te Davina Claire e respeitar- te na saude e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza até o último dia de nossas vidas. E prometo respeitar o seu reino assim como respeito o meu.-ele também pos a aliança no dedo dela.  


[...]


Klaus: Gostastes do vestido?- ele perguntou enquanto dançavam mas os.olhares não se cruzavam. 

Care: É bonito.  

Klaus: Fiquei com medo de não ter gostado. Achei que não iria usar.

Care: por acaso você se importa? -ele a girou e logo seus corpos colaram-se novamente. 

Klaus: Me importo. 

Care: Que irônico Nicklaus.

Klaus: Eu preciso falar com você

Care: Não quero ouvir 

Klaus:por favor Caroline.  

Care: Te deixarei a ver navios se etiver a insistir.

Klaus: Não custa me ouvir. -Caroline soltou-se dos braços de Klaus e subiu as escadas

 

                ~ *** ~ 


Kol:Eu estou tão feliz. Finalmente se tornou minha esposa. 

Davina: Eu te amo Kol -ela sorriu

Kol: eu também, eu também te amo Davina Claire. -Kol também sorriu para ela. 


[...]



                 ~ *** ~


Klaus subiu as escadas e entrou no quarto atrás de Caroline, ele estava decidido a fazer aquilo e com certeza não iria desistir agora. 


Ele a pegou pelo braço.  


Care: Me solta Klaus. 

Klaus: Desculpa Caroline mas você vai me escutar por bem ou por mal, vai me ouvir querendo ou não!


Notas Finais


O que será que o Nicklaus vai aprontar agora?
Gostaram do capítulo?
comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...