História Know Yourself - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Hailey Baldwin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Ryan Butler, Selena Gomez, Tyga
Tags Contrato, Hailey Baldwin, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Know Yourself, Romance
Exibições 239
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores, cheguei com capítulo FREIXXXXXXXXXXXXXXXQUINHO para vocês. Obrigada pelos +70 favoritos e pelos comentários dos capítulos anteriores.
Espero que gostem do babado rs.
Boa Leitura!

Capítulo 3 - Chapter Three


Minha cabeça doía com a forte ressaca e eu mal conseguia abrir os meus olhos por causa da claridade. Eu nunca fui de beber tanto, mas quando bebia, bebia pra valer. 

Sentei-me na minha cama e abracei o meu travesseiro branco, resmungando algo sem sentido. Eu iria sair com Justin hoje, para fazer o que ele "gosta" na frente de todos, e confesso que estou meio receosa. 

Odeio ter todas as atenções para mim, o que é irônico porque eu sou modelo e vivo nas passarelas. Mas isso é o meu trabalho, tirando isso não gosto de ser a atenção do momento. 

Levantei e fui direto para o banheiro, lavei o meu rosto e fiz as minhas necessidades, liguei a água da banheira e me despi enquanto a mesma enchia. Prendi os meus cabelos loiros em um coque despojado e entrei na banheira, fechando os meus olhos. 

Depois de um longo tempo tomando banho, me sequei e fui para o meu closet, coloquei minhas roupas íntimas e vesti um blusão do Metallica, um short jeans e calcei as minhas botas que iam até os meus joelhos. 

Passei um perfume e soltei os meus cabelos, desci as escadas do meu apartamento e me joguei no sofá. Eu e Justin vamos almoçar juntos hoje, o que me deixa meio aflita por ser vista com ele por todo o mundo. 

Escutei meu celular tocar e vi a foto dele no ecrã com a língua de fora, sinal de que tinha tirado na noite passada. Revirei os olhos e atendi. 
 

— Boa tarde, cachinhos dourados — Ele ria descontroladamente, o que me fez franzir o cenho. 

— Estava esperando a donzela me dar um sinal de vida, onde você está?

— Estou na portaria do seu prédio e tem muita gente aqui, consegue escutar o barulho? — Ele perguntou rindo. 

— Pensei que fosse o rádio, já estou descendo, preciso de uma ajudinha — Falei e escutei ele murmurar um "ok". 

 

Desliguei a ligação e peguei a minha bolsa, descendo pelo elevador. 

A portaria estava lotada, e vários seguranças tentando impedir que aquelas meninas estéricas entrassem, franzi o cenho e senti me abraçarem por trás, o que fez com que eu me assustasse. 

Olhei para os braços rodeados, vendo as tatuagens cobrindo os mesmos.

— Justin! — O repreendi dando um tapa de leve no seu braço tatuado exposto pelo corte da camiseta preta.

Ele estava com um boné preto cobrindo seus cabelos loiros grandes, uma camisa preta e uma calça jeans com alguns rasgos. Eu adorava seu estilo. 

Ele me olhou de cima a baixo e franziu o cenho. 

— Você é tipo uma versão minha feminina? Eu tenho uma camisa igual á essa — Ele apontou para o meu blusão e eu revirei os meus olhos, escutando sua gargalhada gostosa. 

Olhei para o lado de fora do meu prédio e olhei Justin novamente. 

— Elas me perguntaram o que eu vim fazer aqui — Ele falou me puxando pela mão, fazendo com que meu corpo chocasse contra o dele. 

— E o que disse á elas? — Perguntei curiosa, olhando seu rosto. 

— Disse que vim para fazer o que eu gosto, na frente de todos — Justin sorriu largamente e os seguranças saíram do bloqueio da porta imensa de vidro. 

— O que vamos fazer, Justin? — Perguntei assustada e ele me olhou nos olhos.

— Vamos agir como pessoas normais, Hails — Ele falou calmo — Vamos andar nas ruas como pessoas normais e sem os seguranças — Justin estendeu sua mão, me chamando para me juntar á ele. 

Hesitei um pouco, eu tinha medo de lidar com o mundo todo. Dei mais um passo e me juntei á ele, que sorriu largamente. 

Abrimos a porta do prédio e saímos, escutando os gritos se aumentarem cada vez mais, o que me deixou assustada. Justin me puxou pela mão e nós dois entramos no carro dele, suspirei e arrumei os meus cabelos bagunçados, ele abriu a janela e suspirou. 

— Vocês podem se acalmar? — Ele perguntou calmamente e elas pararam de gritar e nos olharam, tentei me esconder no banco, mas foi falho, já que quando Justin me olhou rindo, elas me olharam junto. 

— Justin, quem é essa? — Uma delas gritou e ele me olhou, e olhou para elas. 

— Essa é a Hailey, a melhor amiga que eu posso ter — Justin falou sorrindo e eu bati no seu braço, sabia que ele queria me envergonhar. 

— A gente espera que seja só amiga mesmo, Selena ainda é a dona do seu coração — Outra falou risonha, e eu sorri, mas na verdade queria mesmo revirar os meus olhos e ser rude. 

— Temos que ir, foi bom conversar com vocês — Justin falou rápido e fechou os vidros, logo dando partida. 

Ficamos em silêncio por um bom tempo, eu fiquei cantarolando algumas músicas que tocavam na rádio, mas nada além disso. 

— Porque quando o assunto é ela, você fica estranho? — Abaixei o som do carro e o encarei, cruzando as minhas pernas. 

— Eu não fico estranho — Justin revirou os olhos e logo me olhou — Dá para perceber? — Ele perguntou com um sussurro, em um tom risonho, me fazendo rir. 

— Todos percebem, só não tem coragem de perguntar, eu sou diferente — Dei de ombros e ele me olhou sorrindo. 

— É uma relação estranha, foi uma grande decepção para mim, entende? — Justin perguntou com os olhos atentos na rua. — Ela é importante para mim, mas eu já cansei de correr atrás do que eu sei que não vou ter — Ele recostou sua cabeça no banco e parou o carro no sinal, me olhando em seguida. 

Assenti com a cabeça, encarando as minhas mãos. 

— Eu já tive um namoradinho — Falei sorrindo e vi que ele segurava o riso. 

— Um namoradinho? — Ele perguntou rindo, assenti com a cabeça e ele deu partida novamente. 

— O nome dele era Jacob, foi na oitava série — Falei pensativa e ele sorriu fraco. 

— E porque vocês terminaram? — Justin perguntou me encarando. 

— Ele me traiu com uma garota da outra sala, eu nem gostava dele mesmo — Dei de ombros e ele estacionou o carro rindo feito um idiota. 

— Está pronta? — Justin perguntou e eu assenti com a cabeça. 

Andar nas ruas como uma pessoa normal era fácil para mim, mas com o Justin é diferente, a situação dele chega a ser sufocante. 

Saímos do carro juntos e ele me puxou para o seu lado, logo tirando seu celular do bolso. 

— Elas acham que temos algo — Ri o olhando, vendo que ele sorria fraco. 

— É hábito — Ele deu de ombros e abriu a câmera do seu SnapChat, tirando uma foto nossa. 

— Você fica com todas as garotas que você anda, voltando ao caso das dez meninas no seu quarto — Falei rindo tentando pegar o celular dele para apagar a foto. 

— Você gosta de falar da minha intimidade — Ele falou frustrado e eu ri, entramos no restaurante e sentamos em uma mesa para dois, na parte externa. 

— A questão é que, eu não sou como elas — Falei chamando a sua atenção. 

— Até parece que não vai cair no meu encanto, eu sou lindo! — Justin falou rindo, revirei os olhos e neguei. 

— Pode ter certeza, não vou cair — Pisquei um olho e ele riu.  

Justin pediu os pratos e nós ficamos esperando enquanto conversávamos. 

— Você era muito pequena quando nos conhecemos — Justin me olhou e eu assenti com a cabeça. 

— Hailey Baldwin, a fã número um do cabelo de tigela — Fiz uma voz mais grossa e ele ficou sério, me fazendo rir. 

— Todos curtiam o meu cabelo, o mundo inteiro copiou — Ele falou e eu assenti com a cabeça debochando com um sorriso no rosto. 

— Baby, baby, baby ohh — Cantei e ele tapou a minha boca com a sua mão. 

— Você tem a voz de um anjo — Justin fez uma careta engraçada me fazendo rir. 

Os nossos pratos chegaram e logo começamos a comer, em silêncio. Recebíamos olhares das pessoas que passavam na rua, e algumas até tiravam seus celulares dos bolsos para nos fotografarem.

— Isso incomoda — Falei baixo, tendo a intenção dele não escutar. 

— Alguém que me entende — Ele arqueou suas sobrancelhas e suspirou. 

Ficamos em silêncio até terminarmos de comer, fiz questão de pagar a minha parte, deixando Justin surpreso. 

— Eu poderia ter pago — Ele falou caminhando comigo para fora do restaurante, tinham alguns paparazzis, mas nada constrangedor. 

— E eu também, tanto que paguei — Revirei os meus olhos e continuei á andar com ele. 

Um paparazzi estava nos cercando, entrando na nossa frente para tirar fotos e fazer vídeos toda hora, cobri meu rosto com a minha mão e olhei Justin pelo canto do olho. Ele estava irritado, dava para perceber em sua feição. 

— Porra! — Justin murmurou e eu segurei o seu braço, o repreendendo com o olhar. 

— Fique calmo — Falei o olhando. 

Andamos mais um pouco e o paparazzi não saía de perto da gente. 

— Você pode se afastar um pouco? — Perguntei parando de andar, Justin parou depois e me olhou. 

— Esse é o meu trabalho, Hailey — O paparazzi falou sorrindo e eu assenti com a cabeça. 

— Isso é sufocante, entende? Queremos andar por aí como pessoas normais, mas fica difícil quando ficam nos seguindo com uma câmera nas mãos — Falei o olhando com as mãos na cintura, Justin me olhava e alternava seu olhar no paparazzi. 

— Ele adentrou a indústria musical e sabia que teria de ser assim — O paparazzi falou dando de ombros, tirando mais fotos.

— Ninguém assina um contrato com o intuito de ser perseguido por um cara — Falei indignada, Justin negou me olhando e nós dois continuamos andando. 

— Não precisa fazer isso, eu estou bem — Ele sussurrou e o cara continuou andando ao nosso lado. 

— Um pouco de distância, por favor — Justin falou e o mesmo se afastou um pouco. 

— Vocês formam um casal bonito — O homem riu debochando, revirei os meus olhos e suspirei. 

Dobramos a esquina e continuamos a andar, bem distantes do paparazzi. 

— É uma coisa que eu gostaria de fazer, mas mesmo assim eles conseguem estragar — Justin desabafou e eu o abracei de lado. 

— Está tudo bem, certo? — Perguntei abrindo um sorrisinho e ele assentiu com a cabeça. 

Escutei meu celular tocar e peguei o mesmo, vendo que Kendall tinha solicitado o FaceTime comigo, aceitei e logo apareceu ela com a Kylie. 

 

— Onde vocês estão? — As duas gritaram em uníssono e eu e Justin fizemos uma careta. 

— Estamos andando — Justin falou arrumando o seu boné preto, olhando para a tela do meu celular. 

— Estão em todos os sites de fofocas — Kylie gritou e eu olhei para ele com os olhos arregalados. 

— Hailey não consegue ficar com essa matraca fechada — Kendall colocou a mão na testa, me fazendo rir. 

— A questão é que, vai rolar a festa da Kim hoje, vocês vão vir? — Kylie perguntou e eu assenti com a cabeça, logo olhando Justin. 

— E vocês acham que eu vou perder alguma coisa que envolva o Kanye? — Ele perguntou sorrindo e as meninas fizeram uma careta. 

— Vou contar para a Kim que você quer o marido dela — Kendall gritou e eu e Justin rimos. 

— Temos que ir — Kylie desligou a chamada rapidamente me fazendo sorrir. 

 

Guardei o celular no meu bolso novamente e continuei a andar ao lado de Justin. 

— Eles são rápidos — Falei me referindo aos paparazzis, Justin assentiu com a cabeça, logo me olhando. 

— Não feche essa sua matraca, eu gosto quando você abre ela para falar umas verdades — Justin sorriu e bagunçou os meus cabelos, me fazendo rir. 

 


Notas Finais


Sobre as Beliebers falando da relação de Justin com a Hailey e incluindo a Selena no meio: Muitas fazem isso, e chega a ser sufocante, Justin não pode ser visto com uma mulher que, ela é julgada por todos. Uma mulher não deve ser julgada por andar com ele, todas merecem respeito. E mesmo que sejam só amigos, é errado ficar fazendo comparações, ninguém sabe o que o Bieber sente, só ele.

A relação deles dois está tão fofinha, que até dá aquela pequena saudade dos momentos jailey.

O que será que vai rolar na festa da Kim? Só vamos descobrir no próximo capítulo hahaha.


Amo vocês, dedico esse capítulo ao meu paçoqueiro preferido, que sempre me ajuda com a fanfic <33

Até o próximo capítulo sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...