História Knowledge - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), EXO, G-Friend, Got7, TWICE
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Eunha, Eunwoo, Jackson, J-hope, Jin, Jinjin, Mark, MJ, Moonbin, Rap Monster, Rocky, Sana, Sanha, Sowon
Tags Anjos, Astro, Baekyeol, Binnu, Binwoo, Brigas, Bruxas, Bts, Chanbaek, Demonios, Eunbin, Exo, Gfriend, Markson, Mjin, Namjin, Romance, Sanhyuk, Socky, Twice
Visualizações 53
Palavras 1.355
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Phasmatos


SanHa POV

            Como eu posso descrever uma terça-feira? Não fede, nem cheira. O maldito verão ataca como se fosse o dono do tempo climático, mal ele sabe que a rainha inverno bate na cara dele. Sem reclamar da vida, poderia ser bem pior. Poderia ser o MoonBin, que todo dia tenta chamar o EunWoo para sair e ele diz não. Está ficando extremamente chato isso já, eu já teria feito alguma coisa. Não me pergunte o que, sou mais indeciso que librianos. Enfim, MinHyuk não chegou ainda. Sana ficou em casa, ele estava se sentindo um pouco mal e estou aqui meio sozinho. In Seong está do meu lado mas, quando ele está estudando parece que não consegue fazer mais nada. Francamente, saudades conversas malucas e bagunça dos dois estranhos. Estou parecendo que gosto de bagunça, mas o silencio é o amor da minha vida. Horas e horas de aula de física, para eu descobrir que seria três aulas seguidas. Vida se quiser me foder, me leva pra jantar antes.

- Quer sair comigo amanhã? – Se você imaginou um ser ficando branco, pulando da cadeira e quase gritando. Acertou em cheio filho de algum Deus. Como eu penso em algo, dois segundos depois In Seong me chama pra sair? Você está lendo minha mente querido?

- Claro, não existe motivos para não ir. – Dei um sorriso pra ele, que devolveu outro sorriso. Acho que eu pirei um pouco, mas segue a fila.

            Na metade da segunda aula, eu já havia terminado todo o dever que o professor havia passado e estava no tédio. In Seong dormia em cima do caderno, fala sério, me chama para sair e não conversa pra saber mais detalhes? Que tipo de pessoa é você? Não sei. Sana e MinHyuk, peço aos deuses que nunca faltem mais. São umas pestes, mas eu gosto deles dois. Peguei o famoso livro, no qual tem o nome de grimório, onde as bruxas registram tudo que sabem. Comecei a foliar todas as páginas, vendo alguns feitiços que já havia aprendido e mestrado, alguns que sabia executar e outros que eram poções e rituais. Só faltava os últimos feitiços, também os mais perigosos e difíceis. Decidi apenas ler o primeiro, era algo sobre influir dor ou algo do tipo. Quebrar as veias cerebrais. Parece ser algum feitiço de defesa, talvez seja melhor aprender.

            Calor infernal, não aguento esse calor não. Vamos coleguinhas, seguir o tio SanHa e fazer um feitiço de clima. Vamos trazer os ventos frios do outono, para esse verão ir embora por algumas horas.

- Phasmatos Invoco Bruma Aura. – Sussurrei de forma muito baixa, apenas para mim mesmo ouvir. Segundos depois, algumas nuvens começaram aparecer no céu, as árvores começaram a balançar suas folhas e o sol ficou escondido atrás das nuvens que se misturaram. O clima se transformou totalmente em um outono. O melhor de tudo, é ver as caras de surpresas das pessoas. Com dois minutos exatos, MoonBin e Jinwoo mandaram mensagem. Um agradeceu e outro repreendeu, falando que não deveria usar os poderes dessa forma. Eu apenas ri, peguei na minha mochila meu casaco e aproveitei a aula com o frio.

            Almoço, liberdade, vento frio gostoso e tranquilidade. Nossa eu amo o frio, nesse momento esqueci completamente que estava no tédio por falta de Sana e MinHyuk. Isso pode ter saído meio falso, mas quem realmente se importa com algo do tipo. Vento frio é gostoso, melhor coisa. Me sinto em um clipe, com a música Talk Me Down de fundo. Troye Sivan, casa comigo. Fui o primeiro a chegar na nossa mesa de sempre, logo chegou o casal e MoonBin. Eunha parece não ter vindo também, meio estranho esse sumiço do nada. Preciso parar de pensar nessas coisas, além de ficar bolando teorias inacreditáveis. Não porque posso estar vivendo em uma fantasia, mas sim porque eu fico com uma cara de otário quando penso nessas coisas.

- Que cara de otário SanHa. – Nosso querido amigo MoonBin, fez questão de enfatizar isso.

- A mesma que você faz pro EunWoo. – Rebati com louvor, eu sempre venço com minha lábia.

- Falando no diabo, ele está vindo para cá. – Ele falou olhando atrás de mim, quando me virei ele já estava do lado da nossa mesa.

- Como vai EunWoo? Senta com a gente. – Fiz a maior cara de pau, falando na maior simpatia e acolhedor.

- Agradeço o convite e estou bem, só vim entregar o CD do Myungjun. – Ele entregou o objeto nas mãos do garoto, se virou e saiu andando sem falar mais nada.

- Eu acho que ele é um cyborg. – MoonBin declarou para todos na mesa.

- Não sabia que ele se chamava Mayu Watanabe. – Uma idol japonesa que é conhecida como idol cyborg, na qual eu sou muito fã. Não me julguem.

- Já falei que não entendo suas referências japonesas.

- Vocês dois, não falaram nada. Abram essas bocas. – Falei olhando para o casal.

- Vocês dois dariam um ótimo casal. – Me arrependi de mandar um deles abrir a boca, não comece a falar besteira Myungjun.

- Se eu desistir do EunWoo, eu te procuro SanHa.

- Vai ficar procurando, pois irem sumir do mapa.

- Nossa, depois dessa vem cá me beijar. – Ele começou a vir na minha direção, afastei seu rosto com a mão. Parecia uma briga, do que uma tentativa de beijo. Quando do nada, ele para e fala. – Gente, quem ser aquela pessoa?

            Quando olhamos era uma garota muito bonita, não parecia ser coreana mas, era asiática. Não conhecia, preciso resolver isso. Levantei e fui em direção a mesa do time de tênis, o estrela é muito caidinho por mim. Sentei do lado dele, entrelacei nossos braços e perguntei se ele conhecia a menina. Ele soltou tudo de uma vez, totalmente vermelho e sem jeito. Dei um beijo na bochecha dele e agradeci, as vezes eu uso minha popularidade e bem usada. Ele acha que me tem na mão, mas na verdade é ao contrário. Cheguei na mesa, os meninos logo lançaram um “Você não presta”, ignorei e comecei a jogar as informações. Ela era intercambista de Taiwan, seu nome era Tzuyu, tinha dezoito anos e era extremamente tímida e intolerante com garotos atirados. Depois de falar muitas coisas, tocou o sinal e voltamos para nossas salas. A hora passou voando, eu pisquei é já era hora de ir para casa. Meu pai não viria me buscar, acabei indo andando junto com Myungjun e Jinwoo. Andávamos com uma conversa amigável e alegre, mas logo parou, eles haviam chegado na casa deles. Eles até perguntaram, se eu queria que eles me levassem até em casa, disse que não era necessário algo do tipo. Continuei caminhando tranquilamente, sem medo ou temor. Eu apenas sinto algo tampar minha boca, segura meus braços e me arrastar. Fui levado para um beco qualquer, totalmente sujo. Tinha três homens altos, com sorrisos sádicos estampados. Eu estava aterrorizado. Ele começaram a tocar meu corpo, falando coisas maliciosas e terríveis, provavelmente eles iriam me estuprar ali mesmo. Eu não poderia fazer nada para impedir? O medo dentro de mim, se tornou raiva e ódio. Mordi a mão do cara que estava me segurando.

- MERDA! Seu viadinho, você me mordeu.

- Phasmatos Motus! – Com um movimento de braço, joguei todos eles na parede. Fazendo dois deles soltar gemidos de dor.

- Eu vou te matar, seu merda. – O maior deles tentou vir para cima de mim, hora de colocar meu treinamento em pratica.

- Phasmatos... Morsinus... Pyrox... Allum. – Recitei com a mão levantada, eles começaram a cair no chão com as mãos na cabeça. Eu continuei recitando várias e várias vezes. Seus ouvidos já começavam a sangrar. – Dei um oi para o diabo por mim.

            Aumentei o poder do feitiço, fazendo eles darem o seu último grito antes de caírem no chão desacordados. Se estavam mortos ou não, não quero saber. Apenas sai correndo daquele local. Entrei em casa, correndo para meu quarto e deitando em minha cama. Provavelmente matei três pessoas, com minhas próprias mãos. Como será carregar isso por muito tempo? Eu realmente esperava uma resposta.


Notas Finais


MoonBin: Eu aqui de novo
sendo um escravo
MENTIRA
estou a brincar
hadsuhahdsusdh
enfim
esse cap foi para mostrar um pouco do que o SanHa pode fazer
dois meses treinando né, sem mostrar nada
aaaa meu irmão vai parir um elefante vai
Enfim
Tzuyu apareceu
qual sera a improtancia?
EUNWOO NOTA O MOONBIN
pera, sou eu -q
buguei

kisses


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...