História Kronus:O samurai lendário - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Japonesa
Tags Drama, Kronus, Luta, Magia
Exibições 3
Palavras 621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 2 - Destino


10 dias se passa depois do terrível mal do mago negro, capitão Yang não sabia mais o que fazer então com um aperto em seu peito enterra seu único filho. Depois do enterro foi conversar com seu líder...

C.Yang:- meu senhor eu preciso de um esquadrão de batalha para ir ao castelo do mago n... Líder:-(interrompendo) não.por mais que vc seja um ótimo guerreiro, eu não posso deixar sua vingança matar pessoas.ainda mais pais de família. lamento. C.Yang:-sim senhor.(saindo indignado).

uma certa noite Yang saiu escondido da sua vila indo em direção ao castelo de seu inimigo, carregando apenas uma espada e seu espirito de vingança estava determinado em matar o mago e vingar seu filho. Mas oq ele n sabia é que seu filho estava vivo...

10 noites atrás.. Enquanto o corpo de seu filho zall deitado em uma cama parecia estar morto, seu espirito vagava pelo cosmos onde ele encontrou um velho monge o guardião do templo celestial onde guardava os espíritos que praticavam o bem. Logo viu Zall e perguntou-lhe:-De onde vens?pra onde vai?

Zall:Eu venho do mundo dos vivos,morto em batalha protegendo meu pai e não sei onde eu vou,meu proposito acabou...

V.monge:-Não meu filho, seu proposito apenas começou,estive te observando e vi um grande potencial em vc por isso eu vou treiná-lo para voltar e lutar contra o mago negro.

Zall:-mas porque,não tenho saída daqui...

V.monge:-sim tem, basta apenas saber qual o seu objetivo e tudo será revelado.

Zall:-então eu aceito.quero voltar para o mundo dos vivos e matar o mago negro!

v.monge:- então vamo começar. Você será mandado a três lugares diferentes, para lutar contra três guardiões,mas só se você for digno poderá vencê-los...

Zall:- mas guardiões de que?

V.monge:-soh quem for digno poderá vê o que é guardado... Vc será transportado para seu primeiro desafio, a floresta da dor..(levando o cajado a sua testa e tocando-lhe) pliiiim...

pliiiim... "lembre-se soh quem for digno poderá ver o que é guardado" zall chega a floresta da dor...

(Floresta da dor) uma floresta amaldiçoada pelo mago negro pois ele quer se tornar o mestre de tudo e tendo o poder de tele transporte ele pode estar entre dois mundos quando e onde quiser.

Zall:-ok.cheguei não parece tão assustador aqui...

nhooc( um animal modificado para uma forma abominável chega perto dele rosnando)

zall neste momento não tem escolha a não ser correr pra dentro da floresta onde fica perdido em meio as trevas, mas um tempinho depois percebe que o animal que o perseguia desapareceu,andando por um caminho estreito e sombrio encontra uma certa casa meio arrebentada parecia que havia tido uma batalha por ali...

nheeec(abriu a porta) nhec nhec o piso rangendo "uhhh" barulhos estranhos pela casa parecia que olhos o observava por toda parte, quando viu uma certa arma familiar (uma espada) mas um pouco diferente, a cada passo que ele dava a espada brilhava mais e mais, algo o observava de fato um certo homem de aparência estranha como se fosse um guerreiro escondido esperando para atacar... Enquanto o rapaz pegava a espada o estranho pulou dando um berro alto como um lobo e caindo em sua frente perguntou ao rapaz:- quem é você?de onde vens?(o rapaz atordoado refletindo a mesma frase que o monge falará e que o estranho a sua frente repetira)

Zall:-Eu sou Zall.e venho de longe pra voltar para o mundo dos vivos...

estranho:-hum e oq procuras aqui?

Zall:-meu destino...

estranho:-destino? Ou roubo?

Zall:-roubar?

estranho:-sim. Roubar. Num é por isso que pegou minha espada...(nesse momento ele fica mais furioso e começa a encará-lo e repentina mente o pega e o joga pra fora)

plic ploc(quebrando a porta com o geito jogado) o estranho começa a sair e a correr atrás dele...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...