História Kryzallis Anther (KAO) -INTERATIVA- - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sword Art Online
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Kryzallis Anther, Mmorpg, Muita Magia, Originais, Romance, Rpg, Sword Art Online, Vrmmorpg
Visualizações 27
Palavras 1.922
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Well, desculpem a demora, semana de provas, trabalhos e estudos, mas eu acabei ganhando um dez em matemática então posso relaxar um pouquinho, e novamente, desculpas.

Estou sem criatividade para título e outras coisas, mas mesmo assim fiz esse capítulo que, espero que esteja bom a visa de vocês!

E logicamente, teremos a introdução permanente do personagem Z, que vocês verão no capítulo e a imagem abaixo é a aparência dele (Pelo menos o que o criador me mandou), começarei a tacar aqui imagens da aparência dos personagens para pegarem uma... Perspectiva deles, e bom, o atraso também foi porquê estou viciada em um jogo e testando coisas extremas, além de dormir o dia inteiro e acordar a noite, que é onde não tenho tempo, mas bom... Aproveitem o capítulo!

Ps: Dividi em duas partes, pois fiquei sem criatividade literalmente em um ponto... Bye bye!

Capítulo 9 - "z"


Fanfic / Fanfiction Kryzallis Anther (KAO) -INTERATIVA- - Capítulo 9 - "z"

Após a dupla terminar de matar Magmanta, o pilar de gelo feito por Aurora já demonstrava estar derretendo, e sem muitas opções a não ser se aprofundar e achar uma saída na escuridão continuaram a andar aleatoriamente. Porém enquanto andavam, lá em cima, na ponte que estava quebrada deu-se origem a uma silhueta de um garoto de cabelos negros e com os olhos verdes e  e tendo uma pele clara.

- Nossa, pelo visto ela fez algo bem grande aqui... - Observou o grande pilar feito a meia-hora atrás, ou talvez uma hora. - E acho que se separaram...

O pilar impedia uma movimentação rápida para o que deveria ser o outro lado em sua visão, poderia ter perseguido o trio mas não soube onde foram pelo simples fato de que pelo pouco que conheceu a garota naquela floresta e a observou na luta, ela teria vários macetes sobre o que fazer ou até mesmo como agir. Mas mesmo assim, utilizando da foice como apoio ele pulou a fincando naquele pilar, e com dificuldades se movimentou, vendo que teria um portão do outro lado, se apoiou um pouco sem jeito e pulou na pequena parte de sustento que teria em frente a ela suspirando porém perdeu um pouco do equilíbrio e quase caiu, tendo até mesmo reações um pouco estranhas e engraçadas mas se "jogou" para frente ficando em um lugar seguro, e abrindo o portão a sua frente sentiu uma brisa gelada que lhe arrepiou a espinha, e um ar tanto quanto seco, e ao mesmo tempo com um aroma doce, tudo era um misto, o que confundiu ainda mais sua cabeça, mas mesmo assim entrou, fechando aquilo e vendo apenas a escuridão á sua frente.

Sem nada para fazer, andou para frente até que notou a presença de túneis, por mais minúsculos que eram, pareciam ter sido cavados por alguma espécie de animal com porte médio e cristais pequenos, com a coloração verde que emitiam um tipo de pó, ou poeira e isso eram coisas que iluminavam o local, e percebia claramente que o chão era feito de areia, e os túneis continham uma gosma verde que bom... Não estava a fim de querer saber o que era ou descobrir.

Ao andar mais um pouco, notou a presença de um garoto loiro sentado no canto da espécie de caverna, parecia cansado de alguma coisa e curioso se aproximou cautelosamente fazendo com que o outro perceba sua presença no recinto.

- Quem é você ? 

- Não, eu quem digo isso, quem é VOCÊ ? - O loiro deu um leve sorriso.

- Aaron... - Fez um sinal para que o garoto de cabelos negros se aproximasse, e quando se aproximou estendeu sua mão, como se quisesse se cumprimentar. - E você quem seria ?

- Hum... Z. - Aceitou o aperto de mão de Aaron, logo se soltou e sentou ao lado do mesmo, um pouco afastado. - Mas então, porquê parou logo aqui ? Acho que está a um período de tempo maior...

- Lesmas. - Z apoiou a mão sobre o piso de areia, estava ao lado de um dos túneis cavados, mas sentiu uma consistência gosmenta e olhou em seguida, vendo que tal consistência era realmente uma gosma verde, e pegajosa, tendo um pouco de nojo balançou a mão repetidas vezes fazendo o líquido pegajoso sair de sua mão.

- É, acho que entendi. - O silêncio reinou novamente. - Mas porquê parou aqui por causa de simples lesmas ? Digo... Isso é uma coisa muito sem pé e cabeça.

- Acontece que esses túneis foram cavados por essas lesmas, e quando cheguei aqui encontrei uma quantidade em massa, e acabei matando todas mas quase morri junto com elas por conta de um veneno que tinham, e também tinham formigas também, o que achei bem estranho...

- Falando em estranho, onde estão as outras duas pessoas que estavam com você ? - Aaron o olhou descrente e Z deu um sorriso sem jeito. - Sim, eu acabei seguindo vocês, desculpa ?

- Eles foram para baixo, naquele abismo tinha alguma coisa, e como eu queria ter um tempo eu fui reto, e como você seguiu a gente ?

- Olha... É uma história bem difícil de explicar... - Z murmurou se lembrando do sacrifício de ter de seguir Aurora.

- Mesmo assim, explique, acho que vai ser uma história cômica considerando seu jeito de agir. - Aaron deixou a espada e sua adaga média ao lado do corpo e colocou as mãos no chão arenoso, massageando a areia, sentindo sua consistência fofa, e áspera.

- Bom, primeiramente que eu salvei ela de ser morta por um mini-boss lá na floresta, mas ela simplesmente negou minha ajuda com todas palavras e eu me afastei, observando ela lutando contra o mini-boss. - Deu uma pausa para repensar os fatos novamente. - E depois disso ela ganhou um item completando quests e tal, mas simplesmente ao aumentar o nível ela deve ter ganhado uma skill ativa que deixou ela com uma velocidade incrivelmente alta, e como não tinha a velocidade, eu tive de correr quase vomitando o fôlego pela boca, e passando por diversos problemas, como monstros, arbustos, e principalmente árvores. - Tocou a cabeça onde provavelmente deveriam estar residindo vários galos se estivesse no mundo real. - Falando em mundo real... - Se perguntou a si mesmo e abriu o menu, vendo o horário que marcava exatas 16:57. - Droga...

- O que foi ? - Aaron perguntou curioso.

- Daqui a pouco terei de sair, mas estou no meio de uma dungeon então eu voltarei pro lobby se deslogar. - Explicou sua situação. - Ahn, porquê isso só acontece comigo ? - Fez uma cara de choro enquanto olhava pro teto, até que notou pequenas quantidades de areia caindo, e também, o piso estava tremendo um pouco. - Ta sentindo isso ?

- O que ?

- O chão... Tremendo... - Logo após tais comentários a tal formiga grande e preta surgiu correndo, e mesmo que por mais apertado e nojento que seja, Z entrou em um dos buracos se escondendo, sendo seguido por Aaron, e a formiga negra passou correndo denunciando o peso em toneladas pois o chão estava tendo tremores similares a um terremoto enquanto corria, e ao estar longe o suficiente ambos os garotos tentaram sair do túnel em que estavam, mas por um motivo desconhecido acabaram se entalando. - Ahn...

- Okay, a culpa é sua, você. - Aaron falou desconfortável, a situação não estava nada fácil para os dois. - E além de tudo, que ideia brilhante foi essa ?

- Eu simplesmente pensei de último momento, esses buracos eram nosso único esconderijo! - Z falou um pouco ressentido. - Mas veja pelo lado bom, eu pelo menos salvei sua vida!

- Ta... - Aaron desviou o olhar um pouco estranho. - Sabe, acho que essa gosma pode servir como "óleo".

- Não, a única coisa que elas estão fazendo com minhas costas é grudar. - E nesse momento ambos sentiram algo em seus pés, que foi subindo lentamente para as pernas, com uma temperatura gélida, mas ninguém conseguia olhar para baixo e o pânico foi expresso em suas faces. - Nã-não me diga que isso é alguma coisa!

- Alguma coisa isso é, mas eu não quero saber o que é! - Aaron suspirou, Z estava o atrapalhando imensamente com seu jeito e pensar, tudo bem que ambos estavam se dando bem a um tempo atrás mas... Do nada os pontos de amizade desceram. - Se eu simplesmente tivesse seguido em frente... - Murmurou arrependido, mas sentiu o espaço á sua frente se tornar livre, porém ainda sentia a tal coisa gélida em sua perna tendo vista de que era uma espécime de tentáculo, que com certeza poderia ter puxado Z para sabe se lá onde. E não demorou muito para ser puxado também.

.........

Os passos compassivos e calculados da albina demonstravam o tédio que estava sentindo no momento, ela e seu companheiro de luta Midnight haviam achado um caminho para seguir, e o piso indo de simples fungos e pedras esverdeadas tomava uma consistência arenosa e o vento se dava presente no local, denunciando assim uma saída presente, ou outra entrada.

- Cento e noventa e sete, cento e noventa e oito... - Contava os passos em murmúrios considerando que não tinha nada a fazer e o garoto ao seu lado estava como sempre, tranquilo e com um sorriso estampado no rosto. - Duzentos, duzentos e um...

- Sabe, eu não vejo utilidade em você contar os passos, isso de certo modo já ta me irritando. - Midnight se pronunciou, tinha desmanchado o sorriso do rosto e olhou para a garota ao seu lado que não tinha vergonha de mostrar a cara de tédio. - Se tá com tédio puxa conversa, eu simplesmente não sou obrigado a toda hora ter que ser o primeiro a falar com você. - Aurora o olhou nos olhos e repentinamente abriu a boca e fechou, escolhendo sabiamente as palavras para não demonstrar a revolta que estava sentindo.

- Por obséquio senhor, eu não tenho culpa se você é um garoto completamente desinteressante, que me seguiu apenas por querer sendo que eu sei me virar muito bem sozinha, e outra coisa claramente plausível dentre nós dois é que você simplesmente está pagando papel de trouxa enquanto podia muito bem estar fazendo algo, mas não! Você simplesmente me segue com o rabo entre as pernas querendo algo, e eu não preciso nem tomar medidas precipitadas de pensar sobre o porquê de me seguir. - Desta vez foi Midnight que se calou e Aurora suspirou. - Simplesmente não me estresse e escolha com cuidado o que fala. - Saiu andando novamente, mas olhando para frente com um olhar frio que com certeza escondia muitas coisas que pensava.

- Desculpe... - Comentou um pouco chateado.

- Não quem tem que se desculpar sou eu... Eu... Sou muito explosiva ás vezes - Aurora deu um pequeno sorriso que demonstrava um pouco de arrependimento, e até mesmo tristeza, e a areia no pé de ambos começou a amolecer, fazendo com que afundassem levemente. - Areia movediça ? SÉRIO ?!

- Acho que não vamos conseguir sair. - Midnight estava se debatendo na areia, fazendo com que afundasse mais rápido.

- Ô ANIMAL, SE VOCÊ SE DEBATER TU AFUNDA MAIS RÁPIDO! - Gritou parada com os braços cruzados, mas sua mão esquerda estava tendo um pequeno "tick" pelo fato de estar estralando os dedos tentando pensar em uma escapatória. - Pensa pensa pensa pensa Aurora, pensa... - Sem perceber acabou falando o verdadeiro nome em voz alta, e isso chamou a atenção do parceiro que já estava coberto até sua cintura e tampou a boca com um olhar espantado.

- Aurora... Belo nome! - Midnight sorriu, por mais que estejam em uma situação de perigo, o rosto de Aurora era pensativo, e o de Midnight era um pouco desesperado, mas ao ouvir o nome da garota sorriu.

- Cala a boca, você não ouviu nada, você não pensou em nada e você não fez ABSOLUTAMENTE NADA! - Aurora estava um pouco corada pelo constrangimento, até que um tentáculo da coloração cinza, com escamas verdes se enrolou ao corpo da garota e tampou sua boca, a puxando para o fundo. Midnight vendo tal cena ficou espantado, e o mesmo ocorreu consigo, até que ambos foram afundados pela areia, desmaiando.

- Continua - 
 


Notas Finais


Bom... Eu revisei, se tiver alguns erros foi minha cegueira, além de que estou gripada por causa do calor, e com grandes dores nos olhos e ouvidos, mas mesmo assim to aqui gente, bye bye pro 6!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...