História Kurenai se apaixona - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kakakure, Kakashi, Kurenai
Visualizações 35
Palavras 1.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem. Peço desculpas pela capa mal desenhada e pelo último capítulo, sei que ele foi muito curto!

Capítulo 6 - Uma boa desculpa


Fanfic / Fanfiction Kurenai se apaixona - Capítulo 6 - Uma boa desculpa

Fui acordada por Sakura. Eu realmente estava radiante (tinha sonhado com o que aconteceu na noite anterior).

Sakura :

- Puxa, Kurenai-sensei, qual o motivo desse sorrisinho de canto de boca? 

Levei a mão até o lugar do beijo, e sorri internamente. Não foi exatamente um beijo, mas o prateado não precisou fazer muito para me deixar a bobalhada. 

Kurenai :

- Nada de especial. Só dormi muito bem. 

Sakura :

- Então vamos comer, e partir. 

Ela saiu da cabana e logo em seguida eu sai. Yamato desmanchou a cabana. 

Enquanto comíamos em uma ridinha, Naruto levantou uma questão:

- Kakashi-sensei ! Onde está a sua bandana? 

O prateado olhou pra ele e falou calmamente como sempre.

Kakashi :

- Hum, Minha bandana? 

Naruto :

- É, não o vejo usando desde que acordou. 

Sakura :

- É verdade Kakashi-sensei! 

Eu já estava esperando um desculpa esfarrapada e sem sentido, ou uma resposta idiota como "acho que perdi". Mas ele me surpreendeu!

Kakashi :

- Achei que seria melhor para recolher informações dos aldeões se estivermos como eles, e não como ninjas. 

Por essa não esperava. 

Yamato :

- Faz sentido. Quando chegarmos a vila dos artesãos comprem roupas comuns e se dividam para procurar informações. Aliás, boa idéia kakashi. 

Dei um suspiro de alívio, e a bandana caiu sobre meus olhos, estava um pouco folgada (porque era a bandana de kakashi ). 

Esperei todos irem pegar suas coisas e fui atrás da MINHA bandana, que estava no mesmo lugar de quando "caiu" ontem a noite. Me abaixei para pegar, mas alguém pegou primeiro. Falei seu nome quase como um suspiro:

-Kakashi...

Ele se levantou e estendeu a mão para me levantar com um sorriso. O albino me levantou e tirou a bandana da minha cabeça com cuidado e dizendo:

- Acho que não vamos precisar usar isso por enquanto. 

Não sei porque, mas meu coração estava acelerado. Puxou minha mão e me entregou a bandana dele com o nó desatado. falando suavemente:

- Pode ficar com a minha que eu fico  com a sua!

Ele sorri mais uma vez e vira de costas seguindo Gai que gritava escandalosamente (como sempre).

Gai:

- VAMOS LOGO KAKASHI! VAMOS PROVAR O PODER DA JUVENTUDE. 


..... .......       .....


Não demorou muito e chegamos na vila dos artesãos. Compramos roupas comuns e fizemos reservas em um pequeno hotel pois ficaríamos cerca de dois dias. 

Kakashi estava usando uma blusa preta de manga comprida não muito diferente da azul que ele usava antes, um cachecol verde e uma calça cinza, os sapatos eram os mesmos. O cabelo arrepiado caia sobre o olho esquerdo, cobrindo o sharingan. Parecia que tinha voltado a ser o garotinho genial e calado da academia. 

Já Sakura estava com um vestido vermelho sem mangas, acima do joelho e um lenço branco no pescoço. Estava de certa forma um pouco provocante.

Já eu  estava  usando uma blusa branca de manga curta com um colete cinza, um short no meio da cocha e as sandálias ninja de sempre. 

Logo em seguida saímos em busca de informações nos dividindo em 2 grupos. 

Grupo 1: Yamato, Naruto e Gai

Grupo 2:Eu, kakashi e Sakura. 

Até aí tudo bem. O grupo 1 foi para o sul da vila e o meu grupo foi para o norte. Andávamos parando em alguns restaurantes e algumas lojinhas para perguntar sobre a dubla de capas pretas com nuvens vermelhas. Já era meio dia, e resolvemos parar para almoçar (eu já não aguentava mais comer as pílulas caseiras da Sakura).

Nos sentamos em uma mesa. Sakura logo se sentou ao lado de kakashi, e eu de frente para os dois. Fazemos o pedido. E por enquanto que o mesmo não chegava Sakura começou a puxar assunto com Kakashi( que lia o seu livro).

Sakura :

- Então Kakashi-sensei,  você fica bem diferente assim. 

Kakashi :

- É...

Ele respondeu sem desviar o olhar das páginas. 

Sakura :

- Por quê está sempre lendo esses livros idiotas? 

Kakashi :

- Não são apenas livros idiotas, isso aqui é pura literatura! 

Parece brincadeira mas ele estava falando sério. 

Kakashi :

- Jiraya é muito mais que um Sanin lendário. Ele é o poeta. 

Dessa vez me segurei para não rir.  Ouvir o famoso ninja dos mil jutsus defender um livro pervertido era uma piada. 

Sakura :

- Ah por favor né,  Kakashi-sensei!   Como pode defender esses livros ?

Sakura ia falar alguma coisa mas foi enterrompida pelo garçon entregando o pedido.

Kurenai :

- Vamos comer! 

Eu e Sakura começamos a comer os bolinhos de arroz e alguns sushis, enquanto kakashi só olhava para o seu livro. Sakura o fitava de canto de olho, quase furando o rosto do prateado de tento encara-lo. " deve estar esperando ele abaixar a máscara para comer" eu pensei. Mas no momento em que ela desviou o olhar o albino ainda com o livro a frente do rosto ataca a comida com uma velocidade insana. Eu mal pisquei e ele já avia acabado de comer. Do seu lado Sakura estava sem entender nada:

- Kakashi-sensei, por que faz tanto mistério com o que há debaixo da sua máscara? 

Não sei se foi impressão minha, mas ela falou com a voz um pouco manhosa. 

Kakashi :

- Mas eu não faço mistério!  Já mostrei tanto pra você quanto pro Naruto.

Eu não estava entendendo nada, muito menos ela.

Sakura :

- Então mostre de novo ué! 

Kakashi :

- Tudo bem!

Arregalei os olhos e me aproximei um pouco. Então ele levou a mão ao rosto e disse:

- Debaixo da minha máscara. .. Tem outra Máscara. 

Sakura logo mudou o semblante do rosto para raiva e começou e reclamar:

- De novo com essa? Qual é Kakashi-sensei! 

Kakashi :

- Legal não é? 

Ele falou rindo. Eu realmente achei meio ridículo, mas logo comecei a rir com ele. Mas aquilo me levanto uma questão ... porque ele escondia o rosto? 



.........  ...

Estávamos no hotel, mortos de cansaço! Já era noite e tínhamos passado a tarde caminhando a procura de informações e nada. Estavam todos lá. Então Yamato se pronunciou:

-Tudo bem pessoal,  eu sei que se esforçaram muito hoje, então o jantar vai ser por minha conta! 

Naruto :

- Legal!  Nos vamos comer Ramen não é? 

Yamato :

- Pode ser!

Então resolvemos sair para comer,    estávamos caminhando pela vila dos artesãos todos juntos. Até que alguém me puxou pelo pulso para uma rua um pouco deserta. Eu já ia atacar quanto  ele segura meu outro pulso  e com um sorrisinho diz:

- Calma sou só eu! 

Soltei um suspiro de alívio:

-Por um momento pensei que fosse um membro da Akatsuke!

Kakashi :

- Longe disso! Quer caminhar um pouco? 

Ele perguntou me soltando.

Kurenai :

- Claro,  porque não? 

Kakashi :

- Quero te mostrar uma coisa legal que descobri aqui. 

Kurenai :

- Tudo bem

Começamos a caminhar lado a lado em direção ao norte. E ele falou:

-Você está muito bonita kurenai!

Eu olhei pra baixo e corei um pouco. Jamais esperei um elogio saindo da boca do Albino. Olhei pra ele ainda um pouco vermelha e criei coragem para perguntar:

- O que foi aquilo na floresta ontem a noite? 

Ele se fez de desentendido e perguntou :

- Aquilo o que? 

Kurenai :

- Você sabe do que eu estou falando,  não se faça de idiota! 

Kakashi :

- Ah sim,  ontem à noite! Aonde você quer chegar? 

Olhei pra cara de sonso dele, me perguntando como conseguia ser tão cara de pau!  Ele sabia do que eu estava falando.

Kurenai :

- Como assim aonde eu quero chegar? Eu é que te pergunto! 

"Muito bem kurenai!  Não tem como ele se desviar dessa pergunta! "  pensei vitoriosa,  mesmo estando seria por fora.

Kakashi :

- Bem... Já que perguntou. 

Agora ele tinha parado de andar,  eu parei junto dele. O prateado virou-se de frente pra mim e se inclinou para a frente, ficando da minha altura.

Kakashi :

- Quer mesmo saber aonde eu quero chegar? 

Eu não conseguia pensar em nada. O albino passou a mão direita no meu rosto enquanto a outra estava no bolso, tirando uma mecha de cabelo do meu rosto. Deu um sorrisinho fofo e falou:

- Logo logo você vai saber...

Ele levou a mão ao meu queixo, soltou voltando a postura normal e continuou a andar com se nada tivesse acontecido. Somente continuei a segui-lo em silêncio ao seu lado até que paramos em frente a uma montanha quase que vertical.  Então ele olhou pra mim e simplesmente me colocou nos braços e começou a subir as pulos. Quando chegamos lá em cima ele me colocou no chão e eu resmunguei:

-Não precisava ter me carregado, eu saberia subir sozinha. 

Kakashi :

- Eu sei,  mas aí,  onde estaria a parte romântica? 

Congelei!  Ele falou "romântica? Será mesmo que kakashi gosta de mim? 

Kakashi:

-O que foi?  Falei algo errado? 

Eu estava perdida demais em meus pensamentos para escutar o que ele dizia até que senti uma mão quente em minha testa.

Kakashi :

- Está se sentindo mal de novo? 

Acho que ele perguntou isso pela minha cara de paisagem focada para o nada. Então ele me abraçou. Foi aí que me toquei do que estava acontecendo. 






      ...... ....continua








Notas Finais


Obrigado por ler até aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...