História Kuroka no Basket - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Himuro Tatsuya, Hyuga Junpei, Izuki Shun, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kiyoshi Teppei, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Mitobe Rinnosuke, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Nijimura Shuuzou, Riko Aida
Tags Esporte, Kuroko No Basuke, Romance
Visualizações 53
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Esporte, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero q gostem!

Capítulo 39 - Se resolvemos?


Fanfic / Fanfiction Kuroka no Basket - Capítulo 39 - Se resolvemos?

Aomine estava me beijando e eu não quis empurrar ele naquele momento. Parecia que as minhas mãos não estavam se mexendo.
  -... (Aomine parou de me beijar, e ficou em silêncio novamente)
  -Eu... (Eu não sabia o que dizer naquele momento, foi de repente)
  -Foi mal... Esquece isso. (Aomine falou meio sem graça e estava vermelho)
  -E-esquecer? V-você me beija nesse momento e q-quer que eu esqueça?
  -Você gosta do Akashi, não é?
  -....
  -Venha, vou te levar para casa. Não acho que o Akashi tenha feito isso sem alguma explicação.
  -Por que acha isso?
  -...Se não fosse isso, eu não teria gostado de você. (Ele evitou de me olhar e me levou até em casa)
     (Durante a aula no dia seguinte)
  -Kurokachii, o seu olho está pequeno. Não dormiu bem? (Kise me perguntou)
  -Eu estou bem. Não precisa se preocupar comigo, agora deixe eu fazer o meu dever.
      (No clube)
Akashi e Momoi estão conversando igual ontem, como se não tivesse acontecido nada. O Akashi não me viu ontem, então por isso está desse jeito. Fico pensando se ele não tem peso na consciência depois de fazer aquilo. Mas... eu me sinto tão triste...
  -Kuroka, está bem? (Akashi chegou perto de mim, perguntando)
  -...E-estou sim. (Eu sai de perto dele e fui direto falar com o Aomine)
  -O que foi, Kuroka? Aconteceu algo? (Aomine perguntou, sorrindo para mim)
  -A-akashi falou comigo, o que devo fazer se ele me chamar de novo?
  -Responda normalmente, ué.
  -I-isso não resolve nada! Ele está olhando para nós agora, não é?!
  -Sim, está. Deve ser ciúmes.
  -E-eu não ligo! Depois do que ele fez comigo, nem deveria sentir ciúmes dessa forma.
  -Esqueceu que ele não sabe que você viu?
  -S-sim! Mas... (Fiquei sem saber argumentar)
Sentei no banco de novo, e o Aomine voltou a treinar. A cada vez que o Akashi tentava falar comigo, eu não conseguia reagir e saía correndo. Só Aomine sabia da situação então eu perguntava para ele o que eu poderia fazer, mas ele sempre dizia a mesma coisa, para responder normalmente. Como assim, ''normalmente''?! Acabei de ser traída e ele me diz uma coisa dessas? E isso dói... Tanto...
     (No trabalho)
  -Kuroka! Acho melhor você ir para casa. (Riko me disse)
  -P-por que?!
  -Você está derrubando as coisas no chão, está depressiva, parece que não dormiu direito! Eu me preocupo com você então deveria descansar.
  -D-desculpa... É que houve uns problemas na escola
  -Espero que melhore, mas trabalhando mais e esquentando a cabeça, não vai adiantar de nada!
  -Está bem! Eu só vou falar com o Midorima, me despedir. (Fui até a cozinha)
Midorima não estava na cozinha, então eu decidi esperar por lá. Parece que isso está me afetando mesmo, no clube eu só fugia do Akashi, durante as aulas eu não conseguia pensar direito e no trabalho eu só estou me atrapalhando. O que está havendo comigo? Eu me afetei tanto assim? Eu realmente gosto do Akashi, mas não sabia que isso iria me prejudicar tanto nesse dia.
  -Eu ouvi que você iria ir embora hoje, por que ainda está aqui? (Midorima entrou na cozinha)
  -Eu queria me despedir...
  -Eu não te conheço.
  -Eh? N-não precisa ficar assim Midori-
  -A Kuroka que eu conheço é sempre animada, me ajudando e provando as coisas que eu faço. (Midorima me interrompeu)
  -...Está bem! Amanhã eu vou vim como eu sempre fui, então me espere! (Sai da cozinha e do café, indo embora)
A sorveteria está perto huh... Acho que vou passar por lá. Passei na sorveteria e pedi o mesmo sorvete de ontem, e torço para que não tenha um dejá vú novamente. Eu não sei nem o por que eu estou aqui, daqui a pouco eu vou ficar gorda, vindo aqui todo o dia.
  -Por que está aqui? (Aomine apareceu, sentando do meu lado)
  -Queria tomar um sorvete, hoje a minha chefe no trabalho me dispensou mais cedo, por que eu não estou bem...
  -Você está se preocupando demais com isso. (Aomine me deu um beijo na testa)
  -O-obrigada... P-pelo beijo... (Bathump)
  -O que vocês dois fazem aqui? (Akashi apareceu vendo eu e o Aomine)
  -E você? O por que está aqui? (Aomine disse, encarando o Akashi)
  -P-por favor.. Vamos ir para outro lugar... (Peguei a mão do Aomine e do Akashi e comecei a tremer)
Eu acho que o Akashi percebeu que eu estava tremendo, pois ficava olhando para mim toda a hora. Mas consegui aguentar de não chorar, e fomos até a praça. Respirei fundo, e comecei a dizer.
  -Akashi, eu vi você e a Momoi s-se beijando, por que fez isso? (Sem querer comecei a soltar algumas lágrimas)
  -Foi ela que me beijou. (Olhei para o Akashi e ele estava sério)
  -Você já tem coragem para falar com ele, huh. Então posso ir embora. (Aomine disse)
  -E-espere, Aomine! (Ele se foi...)
Eu e Akashi estavamos nos olhando, e ninguém falava. Quando eu tive coragem de dizer
  -N-não está mentindo, não é? P-por que conversou com ela tão normal hoje?
  -Por que eu não tenho mais sentimentos por ela. E nesse dia, Momoi falou que gostava do Aomine.
  -E-então por que ela te beijou?
  -Eu não sei...
  -...Não está mentindo, não é? N-não mente para mim!
  -Não estou mentindo.
Cheguei perto do Akashi e comecei a esfregar a minha mão na sua boca
  -P-para desinfectar o beijo daquela idiota...
  -Sabe o que mais desinfecta, Kuroka...?
  -O-o que? (Akashi começou a me beijar, e depois a gente ficou rindo. Se me perguntarem o por que estar rindo, eu não sei)
         (Aomine 1 pessoa: on)
  -Você poderia ter tomado a Kurokachii naquele momento.
  -Eu não sou igual a você, Kise.
  -Mas queria fazer isso, não é?
  -...O problema não é seu.
         (Aomine 1 pessoa: off)
         (Murasakibara 1 pessoa: on)
Aominechin e Kisechin estão conversando perto da casa da Kurokachin... Eu ouvi toda a conversa deles, então os dois gostam da Kurokachin também...?
         (Murasakibara 1 pessoa: off)
Acabei de conversar com o Akashi e entrei em casa. Agora eu estava muito feliz de ter feito as pazes com o Akashi, e eu vou resolver algumas coisas com a Momoi. Se ela gosta do Aomine, então por que beijou o Akashi?! Mas que menina maluca. Depois eu vou agradecer o Aomine, ele me apoiou bastante durante esse tempo... Enfim, dormir sem pensar em coisas ruins!


Notas Finais


Espero q tenha gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...