História Kyu sekai - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais, Sobrevivencia, Tribo
Exibições 18
Palavras 557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Novo mundo antigo


P.O.V. Felipe

-Acho que despistamos eles.-Eduard.

-Talvez... mais perdemos boa parte do grupo... e isso não é nada bom.-Estamos agachados atrás de árvores esperando o momento correto para correr, o que sobrou do grupo foi na frente.

-...-Eduard olhou para traz e assentiu com a cabeça então saímos correndo ainda agachados.

Tudo começou um pouco antes da volta da natureza, cartazes em todo lugar, só falavam daquilo na TV, todo o mundo impressionado pela nova  tecnologia de ressuscitação, agora todas as criaturas que mesmo extintas fascinavam a humanidade, voltaram a vida, mais depois que as coisas começaram a sair do controle, a nossa fascinação virou o nosso medo, quem diria que a natureza nos trairia? Agora até a mais avançada cidade é somente uma floresta que encobre ruínas.

-Ei! Lipe!-Eduard.

-Oque foi?-olhei para ele.

-Onde estão os outros?-Eduard.

Olhei em volta e não tinha ninguém, nem mesmo um animal, droga nós nos perdemos do resto do grupo!

-Devem ter ido a cidade, veja no mapa onde ela fica.-Ele colocou a mão no bolso e deu um sorriso sem graça.

-O mapa está com eles.-Eduard.

-Merda... bem, só nos resta seguir em frente.-Olhamos para baixo vendo a decida cheio de neve.-Você primeiro.

-Jerônimo.-Ele pulou.

-Lá vamos nós.-Pulei atrás dele.

P.O.V.  Wallace

Finalmente chegamos a cidade, já parou de nevar e isso é um alivio, se agente continuasse naquela neve toda não iriamos conseguir.

-Pessoal vamos tentar encontrar os outros, então se separem em equipes e procurem! Eu vou sozinho!

-Okay!-todos falaram.

Sai andando pelo oque antes era uma cidade, agora parecia mais um cenário de filme de terror, cheio de árvores prédios destruídos e... caos, fui por de baixo de um prédio que havia caído encima de outro e ali eu ouvi um ruido estranho então peguei minha pistola e fui até o local com ela em mãos, ao chegar no local eu vi um filho de lobo branco com a pata de baixo de uma pedra. Olhei em volta pra ver se tinha alguém e não tinha ninguém no local, me aproximei dele e tirei a pedra logo depois o pegando no colo.

-Onde está a sua família menininho?-Olhei bem para ele.-Ou menininha no caso... você... está sozinha? Como eu?

-Oh que fofo!-olhei para traz e vi Same.

-Oque está fazendo aqui?

-Pensei que você iria ficar meio solitário aqui, então... eu vim.-Same.

Essa menina, oque ela tem? Não sabe seguir ordens? E ainda fica com esse sorriso idiota na boca, como isso me irrita, o mundo de hoje em dia não tem espaço para menininhas com sorrisinhos inocentes, que saco. Começamos a andar pela cidade até que achamos Eduard, Felipe e Pérola.

-Finalmente achamos alguém.-Eduard.

-Onde estão os outros?

-Boa parte morreu na boca do tigre, o resto nós não sabemos, e isso é ruim, muito ruim.-Felipe.

-Ele foi atrás de vocês? E aonde ele está?-Ouvimos um rugido ecoar pela cidade.

-Aqui.-Same falou ainda com um sorriso no rosto.

-Temos que encontrar os outros.-todos assentiram mais Eduard puxou o meu moletom assim vendo o lobo.

-Por que está com isso?-Eduard.

-Ela estava presa e sozinha, a perna não está em bom estado então eu a peguei para cuidar da ferida.

-É melhor a esconder bem, se o cheiro dela atrair o tigre...-Outro rugido ecoou entre os prédios.- Estaremos ferrados.-Eduard.

-Nós já estamos, só não sabemos ainda.-Pérola.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...