História L3ddy - O Amor Suportará? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 16
Palavras 696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Suspense, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeee unicórnios e unicórnias da puta que pariu de leite mococa, tudo bem com vocês? Vou tentar trazer caps melhores e mais longos e mais frequentes ok?

Capítulo 2 - Cap - 2


Fanfic / Fanfiction L3ddy - O Amor Suportará? - Capítulo 2 - Cap - 2


Pov Luba
Claro que o T3ddy ia esquecer, ele é o T3ddy! Mas enfim, se ele não chegar a tempo eu pego um táxi (que por sinal tá caro pra caraio) 
Pov T3ddy
Tomo um banho correndo e me visto, pego as chaves do meu carro e saio, mas com o trânsito de São Paulo não ajuda nada
;- ;- ;- ;- ;-;-;-;-;
Chego do aeroporto em ciiiiiiiimaaa da hora, mas graças a Deus e a Santa da Nutella o voo atrasou. 
Depois de dez minutos vejo um santo de cabelo rosa vindo em minha direção
T- Lubaleiaaaaaaaa
L- Toddynhoooooooo - Nos abraçamos 
T- Como tá a vida? 
L- A vida tá assim, a vida tá uma vida
T- Que engraçado ain nossa to morrendo de rir k k k k k k k - Digo sarcástico (AB- Sou muito sarcástico percebam) 
L- Vamu cumê? 
T- Quando falo que é gordo não acredita 
L- Eu não sou gordo, eu sou fofinho 
T- Tá mais pra fofão 
L- Isso me deixa triste tá? - Diz fingindo secar uma lágrima
T- Vamos então? 
L- Vamos! 
T- Aonde? - Nos olhamos e falamos juntos
L e T- STARBUCKS - É caro mas foda-se, faz tempo que não vejo o Luba, merece uma chegada a altura
Pov Luba
Logo chegamos ao starbucks e a atendente nos pergunta 
A- Boa tarde senhores, o que vão querer? 
T- Eu vou querer um frappuccino de caranelo a base de café
L- Eu vou querer um frappuccino de doce de leite a base de creme (irei cagar feliz) 
A- Quais são os nomes? 
L- Luba
T- T3ddy
T- Isso vai te dar uma diarreia que puta que pariu - Ele cochicha no meu ouvido, não sei porque, mas isso causa um arrepio em mim, não pelo que ele falou, mas pela nossa aproximação, eu já senti isso antes mas só com o Wellint... Aí não, isso não pode tá acontecendo, eu me apaixonei pelo Well mas acabei traindo ele, eu não posso me apaixonar pelo T3ddy, ele é hétero (AB- Tá bom Luba, senta lá) ele vai acabar com a nossa amizade e... 
Nesse momento meu nome é chamado pela atendente, vamos até o balcão e pegamos nossos pedidos e fomos para o carro
No carro foi tudo normal, cantamos, dançamos e gritamos para os pedestres, tomamos o frappuccino e Sr T3ddy derrubou o dele no carro, fudeu com tudo, e foi o celular junto, sorte que não estragou, até que começa Friends, puta que pariu justo agora? Se eu já tava confuso agora eu to fudido mesmo, só me fodo nessa vida ;-;
L- T3ddy, tira por favor... - Minha voz saiu quase como um sussurro 
T- Por que? Você não  gosta desse Edi Chireim(AB- Eu sei como é o nome dele, pff NÃO ME MATEM) 
L- Só tira por favor 
T- Mas porqu 
L- TIRA LOGO POR FAVOR - Grito o cortando, eu sei que é muito drama por causa de uma música, mas essa música mexe comigo nessas situações, eu tô muito confuso, enquanto cantavamos, tive que me segurar para não o beijar, eu já senti isso por ele a muito tempo atrás, quando nos vimos na Comic Con, quando nós começamos uma amizade, eu sei que parece muito precipitado, mas o amor é precipitado, é louco, é absurdo, não é pra explicar, é pra sentir
T3ddy tira a música e desliga o rádio, passamos o caminho em silêncio, e um silêncio bem constrangedor, até que resolvo quebrar aquele clima
L- Você gosta de água? - PUTA QUE PARIU LUBA, POR QUE TÃO TROUXAAAAAAA, PENSA ANTES DE FALAR CARALHO
T- ... - Ele balança a cabeça afirmando 
L- Desculpa - Ele olha pra mim com cara de cachorro sem dono, ai meu T3ddy Bear (AB- MELANIE É VIDA, SÓ DIGO ISSO) 
T- Me explica quando chegarmos no meu apartamento ok? - Balanço a cabeça afirmando 
Chegamos em seu apartamento, faltava uma hora pra começar a Bienal (AB- Eu sei que a Bienal começa mais cedo mas eu quero colocar essa hora porque eu quero, foda-se) até que ele faz aquela pergunta... 
T- Porque você agiu daquele jeito no carro? - Fudeu... 


Notas Finais


Deem suas opiniões aqui em baixo, beijos sabor Nutella e vão todos pra puta que pariu 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...