História L3ddy, em... Forever and Always ! - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Bellatrix Lestrange, Cassandra Trelawney, Cornélio Fudge, Dolores Umbridge, Godric Gryffindor, Harry Potter, Hugo Weasley, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Alwaysandforever, Amor, B3ars, Bebida, Bissexualidade, Festas, Harry Potter, Heterossexualidade, Hogwarts Homossexualidade, Hot, L3ddy, Lemon, Luba, Magia, Ódio, Potterhead, Profecia, T3ddy, T3gão, Turma, Youtubers
Exibições 29
Palavras 2.035
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Musica do capitulo : YOU - Evanescence

Capítulo 12 - Boyfriends


Fanfic / Fanfiction L3ddy, em... Forever and Always ! - Capítulo 12 - Boyfriends

 Pov Luba 

 -Namoro? Você não ta avançando demais ?

 -Luba a gente se gosta, e eu não consigo mais ficar perto de você e agir como se eu não fosse nem teu amigo... 

 Mordi os labios, eu estava um pouco nervoso e ele também.

 - T3ddy não me pede isso... Eu queria sim, eu queria, mas não seria injusto? 

A mãe dele morreu por minha culpa, eu estava marcado por Tom e ele viria atrás de mim, por o Lucas no meio de tudo isso, só por quê eu o amo seria egoísta de mais... O problema é que eu não conseguia ficar longe tanto que eu invadi a tenda dos competidores so para desejar boa sorte, la fora havia um misto entre as bandeiras da Grifinoria e Sonserina... Eu estava com coração apertado pelo Gusta também, mas não iria falar com ele, não depois de tudo isso. 

 -Luba eu posso morrer daqui a poucos minutos, então da pra por favor me dizer que aceita logo! 

 O fuzilei com o olhar como ele podia dizer tamanha idiotice. 

 -Você não vai morrer, quer saber a minha resposta? Então sobreviva a porcaria dessa prova, seu babaca do caralho! 

 Sim eu ainda sou um pouco talvez muito marrento, porém não da pra mudar tudo de uma só vez, e o Lucas bem que merece. 

-Se eu sobrevivo a você, aquilo será fácil! 

 Ele me abraçou e acabei retribuindo o ato foi quando um flash nos pegou de suspresa nos fazendo olhar para o mesmo lado, era ela Rita Skeeter, e com certeza nossa foto estamparia a capa do profeta diário. Bufei chateado mas T3ddy apertou forte minha mão, com certeza ele sabia que tive vontade de arrancar a cabeça daquela imbecil fora, esse era um dos motivos de Dumbledore não me querer no torneio, ele sabia que eu seria o alvo da mídia por completo, e eu não podia me expor, expor os meus poderes.

 -Vocês não se importam se eu usar minha pena de repetição rapida não é? 

 Eu abri a boca pra responder mais ela logo sorriu.

 -Óbvio que não! Lucas me abracou lateralmente e eu o fuzilei com os olhos.

 - Então... -começou- Um garoto rebelde da um jeito de burlar as regras e se torna um dos comepetidores do tornei tribuxo, como você conseguiu Lucas?

 Eu ri satisfeito sabia quão maligna era aquela mulher e T3ddy bem que merecia perguntas assim para parar de se achar o cara e cair na real que aquilo realmente era perigoso. 

 - Eu não me inscrevi, alguém colocou meu nome lá e não foi eu, e nem ao meu pedido! Rebateu seco.

 -Claro que não!  -Riu ironica e deu uma piscadela, T3ddy apenas bufou.- O que acha que a sua mãe pensaria se estivesse viva e descobrisse que seu unico filho estava a minutos da morte eminente? 

 Eu travei a mandibula, aquilo não era engraçado, ela era louca, mericia um bom tapa na cara, mas antes que eu interrompesse a entrevista Lucas a respondeu. 

 -Não a conheci, não posso responder! 

Falou e olhou para baixo um pouco intristecido, então não me segurei, ou eu falava ou serica capaz de enfiar aquela pena na garganta dela.

 - Mas te conhencendo como eu conheço respondo por ela... Lucas Olioti é o melhor competidor que esse torneio ja viu, e será o maior orgulho de Hogwarts!

 Falei e ele sorriu ja melhorando o ânimo, era assim que eu queria vê-lo, feliz! 

 -Vejo que são muito amigos..

. Ela disse, então T3ddy se soltou do abraço, pensei que tinha ficado constrangido mas pelo contrário ele agarrou a minha mão, me fazendo rir feito um babaca.  

-Bastante! Respondi cheio de mim.

 - E as namoradas, esse coração como está?

 T3ddy virou os olhos e riu. 

 -Não tem namorada!

 -Ah, não?

 -Não! 

 *Quebra de tempo.* 

 Pov T3ddy. 

 Eu estava cada vez mais proximo de conseguir ficar com o Luba de verdade, e por mais que tudo conspirace contra nós, a unica coisa que me deixava longe dele agora era um dragão e eu o venceria e Luba teria que responder a minha pergunta, eu trajava um macacão preto que cobria meus braços e pernas. Por cima uma capa nos tons vermelhos e amarelo. Suspirei fundo tentando me acalmar, era impossível não me desesperar era um dragão minha unica defesa era uma varinha.

 -Bom dia Campeões! Dumbledore adentrou a tenda acompanhado por nossos mentores e Barto Crouch... -Vocês esperaram imaginaram e agora chegou o momento, um momento que só vocês iram desfrutar! Barto o saquinho! 

 Pediu o diretor e logo o homem lhe entregou o que desejava.

 -Senhorita Grande, por favor! 

 Ela colocou a mão dentro do e um pequeno dragão saiu agarrado a sua luva, e assim foi com o restante de nós. Encarei o pequeno animal em minhas mãos enquanto Barto explicava. 

 -Senhorita, seu Dragão é um Verde-Gales, Senhor Lira, Um meteoro Chinês! Stockler, Rabo coreano Húngaro, ja o senhor Olioti, você ficou com o Focinho-curto Sueco. 

Eles representam quatro dragões de verdade, todos os dragões receberam um ovo para proteger o objetivo de vocês é pegar esse ovo! Eu seria o ultimo, Ariana ja havia voltado junto a Lira que ria e cantarolava satisfeito por ter ganho a prova, ja a garota estava notoriamente assustada. Ela se aproximou de mim e sorriu desviando o olhar para Gustavo passando ao seu lado. Ele me encarou e riu lateralmente, rolei os olhos e não disse nenhuma palavra. Depois de um tempo ele ainda não havia voltado, entao minha curiosidade me fez ir até a entrada da tenda e o despero fez meu coração bater rapido e meu cabelo grudar na testa pelo suor, o Dragão havia se soltado da coleira e não tinha sinal deles, procurei luba pela plateia e uma veia de preocupação estava pulsando em sua testa, enquanto Kefera chorava ao seu lado. Voltei para dentro da tenda e acabei esbarrando em Thiago.

 -Você será o próximo! Escute o que eu digo, você só precisa relaxar se o Dragão tiver medo de você ele não o atacara mas se você demonstrar medo, irá correr riscos, você pode parecer menor e mais fraco, mas você é inteligente e astuto, use isso a seu favor!

 Balancei a cabeça em concordancia e instantes depois Gusta adentrou o local segurando o seu ovo. Eu queria acabar com a vida dele dias atrás, mas fiquei feliz em vêr que estava bem. 

 -Eu vou conseguir!

 Falei e Potter sorriu. 

 -Claro que vai, você sobreviveu a um dementador, isso vai ser moleza. Pude ouvir as vozes la fora, e apertei as mãos, que ja estavam suadas dentro das luvas, saquei minha varinha. E comecei um mantra. "EU CONSIGO", "EU CONSIGO"!

 -Três de nossos compeões ja enfretaram seus dragões assim dito estão aptos para proxima tarefa. Mas ainda não acabou, nosso quarto e último competidor de hoje: Lucas Olioti!  

-T3DDY,T3DDY,T3DDY! Havia um coro que gritava meu nome descontroladamente, composto pelos alunos da Grifinoria, e claro Luba também. Subi a grande pedra e olhei a minha volta, logo as pessoas se calaram. Procurei pelo Dragão e não vi nenhum sinal dele, então vi o ovo centralizado em cima da maior das pedras. 

"Ok, T3ddy só é pegar o ovo!" Contei até três então sai correndo em disparada na direção do ovo. Meu objetivo era pegar o ovo antes que o Dragão me pegasse. Tive que pular algumas pedras e subir em outras, e em um desses pulos acabei caindo entre umas pedras, rasgando o meu macacão na altura do ombro, olhei rapidamente e vi que estava sangrando mas eu precisava correr, a multidão gritou assustada ao ver que meu braço sangrava, e não ficou por ai, um rugido ecou pelo estadio, era ele.

 O Dragão, e talvez agora sim eu estivesse muito fodido. Me aproximei de algumas pedras pouco maiores que eu, e fui seguindo lentamente enquanto o Dragão lancava suas chamas no nada, estiqueime e olhei, estava longe do ovo e para ir até o mesmo eu teria que correr, meu unico problema era que o animal em questão estava olhando na direção em que eu deveira ir. -Droga! Chinguei recostando minha cabeça na pedra e mordendo os labios. 

Passei a mão sobre meu ombro machucado e urrei baixo, estava doendo e doendo muito. "USA A CABEÇA LUCAS!" Fui mas para o lado da pedra, apontei a varinha na direção de umas pedras proximas ao bicho, se eu lhe desse uma indicação errada do meu local talvez eu tivesse mais chances.

 -Bombarda! 

 Não precisei gritar, e logo vi a pedra explodir fazendo o Dragão virar, essa era minha chance corri na direção do ovo e a mais ou menos 3 metros de distancia fui pego, o fucinho curto, me lançou suas chamas me fazendo gritar assustado.  

-Aguamenti! 

 Um jato de água saiu da ponta da varinha e entrou em conflito com o fogo enquanto eu corri para uma pedra. O Dragão furioso com meu jato de água lançou suas chamas contrar a pedra esquentando-a e me obrigando a sair dali. Corri o maximo que pude mas ai o animal parou em frente a mim. Arregalei os olhos assutado quando o via avançar! 

 "FOGE,FOGE,FOGE!" Os alunos gritavam mais eu estava perdido. O Dragão lançou outra porção de chamas contra mim e mais uma vez eu usei o feitiço Aguamenti, me joguei no chão e rolei para o outro lado da arena. Eu preciso sair daqui vivo. Meu peito arfava, eu estava cansado, mas desistir seria morrer. 

 -Eu tenho que pegar o ovo, sem machucar o Dragão! Eu só tenho que pegar o ovo! 

 Sorri vitorioso e sai do meu esconderijo agora eu estava a menos de um metro do ovo e do Dragão, que me olhou, e eu sorri erguendo a varinha o animal deu um passo a frente e eu não recuei. Apenas ergui minha varinha e gritei!

 -Accio, Ovo! 

 E o ovo veio direto para mim, Barto me encarou confuso e logo fez o Dragão sumir me deixando em segurança. Olhei para bancada dos professores Dumbledore também me aplaudia enquanto Thigao estava abraçado a Lily sorrindo largamente. Olhei para o ovo em minhas mãos e sorri satisfeito. Seguiu com os outros para hogwarts novamente, durante o trajeto eu não parei de olhar para o ovo. 

Sentei-me no gramado verde e continuei fitando o objeto, eu queria ficar ali por mais tempo, aproveitar aquela sensação boa da vitoria. 

 Pov Luba 

 -Ele conseguiu! 

 Eu agarrei a Kéfera com tanta força que por uma sorte muito grande eu não a esmaguei. 

 -Eles conseguiram! 

 Ela me disse e eu a soltei encarando-a ergui uma sobrancelha, e sorri no meu melhor tom irônico. 

 -Eles, é?

 -Você também torceu pelo Gusta! 

 Se defendeu e eu continuei rindo. 

 -É... 

apesar de tudo ele ainda é meu amigo! Falei agora encarando a arena, vendo que T3ddy não estava mais lá.

 -Preciso ir, tenho que fazer uma coisa! 

Disse e a deixei lá nas arquibancadas, corri em direção a Hogwarts queria encontralo rápido, assim que cheguei nos gramados da escola o vi sentado no chão sorridente, fitando o ovo como se fosss um trofeu e era, tenho certeza!

 -Então Lucas Olioti , você conseguiu! 

Falei chamando a sua atenção no instante seguinte ele me lançou o objeto e eu o agarrei no ar, não consegui parar de sorrir, e ele tambem não, se levantou e veio até mim, olhei seu ombro e sangue que escorria dali. 

-Você se machucou! 

 Falei demonstrando preocupação. 

 -Você me deve uma resposta!

 Foi o que ele me disse, respirei fundo e meus olhos encararam aqueles abismos que parecia me puxar para Lucas todas as vezes que ficamos frente a frente, estava farto de fugir. E eu não iria mais me privar da felicidade, não depois de tudo, eu amava e ele me amava e isso era tudo o que nós precisavamos. 

 -Eu aceito! 

 Ele sorriu grande seus olhos brilharam tanto quanto as pupilas dilataram eu acabei rindo, baixinho T3ddy se aproximou mais de mim e eu encarei. 

 -Essa é a hora que eu te beijo? 

 Me questionou e eu repondi balancando o polegar em negação. 

 -Essa é a hora que eu vou te ajudar a tomar banho trocar de roupa e ir na infermaria!    


Notas Finais


Awnnnnn... até que fim o luba parou de cu doce! Awnnn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...