História L3ddy, em... Forever and Always ! - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Bellatrix Lestrange, Cassandra Trelawney, Cornélio Fudge, Dolores Umbridge, Godric Gryffindor, Harry Potter, Hugo Weasley, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Alwaysandforever, Amor, B3ars, Bebida, Bissexualidade, Festas, Harry Potter, Heterossexualidade, Hogwarts Homossexualidade, Hot, L3ddy, Lemon, Luba, Magia, Ódio, Potterhead, Profecia, T3ddy, T3gão, Turma, Youtubers
Exibições 28
Palavras 1.399
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Musica do Capitulo: Photograph ed sheeran

Capítulo 13 - Remember


Fanfic / Fanfiction L3ddy, em... Forever and Always ! - Capítulo 13 - Remember

 Pov Luba 

 T3ddy havia ganhado a primeira etapa nós estávamos bem, em um relacionamento estranho, e que nem eu ou ele entendia direito mas que chamávamos de namoro, porém a sensação de vazio me encomodava todas as noites, Lira havia recordado a sua memória assim que segurou o ovo, Chris disse que recobrou horas depois assim como Arina, Sange e o Alex, porém o restante de nós ainda estávamos com a droga do vazio no coração, Lucas tentava, ou melhor, ele fingia, estar bem, mas vez ou outra ele ficava calado encarando o seu urso de pelucia, como agora. Nós estamos sentandos na ponte de Hogwarts em um dos intervalos tentando dar um jeito de desvendar a pista dentro do ovo, e ate agora nada, da ultima vez que ele foi aberto quase ficamos surdos, ah, chega desse silencio... eu preciso falar com ele antes que eu tenha um surto.

 -Lucas... eu sei que esse vazio ta encomodando, mas eu acho que vamos lembrar no momento certo...

 Coloquei minha mão sobre sua colcha e apertei um pouco. Ele me encarou e sorriu, levando a sua mão livre de encontro a minha, acabei sorrindo também.

 -Você tem razão vai passar!

 -Claro que vai, agora enquanto não passa você me explica qual é a do ursinho! 

 Eu falei puxando a pelucia pra mim e deixando meu namorado, corado. 

 -Eu tenho ele a muito tempo, ganhei de um amigo! 

 -Ta, e desde então nunca lavou ne, por que o coitado ta cheio de babinha!

 Rimos juntos enquanto eu analisava o urso como um todo, o pior era que ele me passava uma sensação familiar. 

 -T3ddy, ele tem uma abertura que foi custurada a mão como aconteceu? 

 -Eu não lembro... 

 Ele disse e um alerta tomou minha mente, quando eu puxei a pelucia fazendo a abertura estourar. 

 -Ta maluco? 

 Ele perguntou me vendo colocar os dedos dentro do ursinho, eu o chamaria de babaca agora, se eu não tivesse tocado algo que parecia uma corrente fina acabei puxando-a para fora era um medalhão com um cervo estampado, assim que abri o mesmo vi que dentro tinha uma foto de uma mulher muito linda, tanto que me fez sorrir. 

 -É a sua mãe?

 Pov T3ddy 

 Quando Luba fez aquilo com o meu urso eu me assustei um pouco, mas logo que vi o que havia dentro do mesmo minha memória voltou e uma lagrima teimosa escorreu pelo meu rosto.  

-Minha mãe...

 Abracei o loiro com toda a minha força e o beije. Eu sabia que Luba era a melhor coisa que havia acontecido e aquela era a prova de tudo. Eu sorri contra o beijo e ele também, mas depois de uns segundos fomos obrigados a nos separar. Ele me encarou e me deu um sorriso, e nada tinha a menor chance diante daquilo. 

 -Eu amo você! 

 Disse e ele sorriu ainda mais largo, me fazendo rir junto. Se aproximou de mim e prendeu a corrente em meu pescoço. 

 -Por que colocou ela dentro das costas do urso? 

 -O nome dele é T3ddy...

 Falei baixinho

. -Ah, e descobrimos a origem do seu apelido!  

-Basicamente... 

 Falei encarando o ursinho, Lucas colocou a mão sobre a abertura e falou em um tom suave.  

-Urso Reparo!

 E o buraco sumiu, eu sempre que pensei que esse feitiço fosse só para coisas quebradas. Mas havia funcionado. 

 - Você é incrível! 

 Disse pegando o urso e fiscalizando-o ele estava intacto. 

 -Bem, o que você chama de incrível é o que me mantem afastado de todo mundo...Dumbledore me proibiu de fazer amizades, por um longo tempo até eu entender que precisava manter meus poderes protegidos, para que Tom não vinhesse atras de mim... 

 Ele bufou e eu o puxei para mim nos deitamos sobre a ponte fria enquanto nos encaravamos.

 - Você não precisa esconder o que é, so precisa mostrar o seu melhor para quem merece vê-lo. Falei e ganhei um selinho roubado, preciso filosofar assim mais vezes. 

-Quem te deu o urso foi a sua mãe? 

 -Não, eu ganhei ele de um amigo... um amigo que so vi uma vez!

 -An? Lucas, por que você nunca faz sentido?

 -Calma eu vou explicar, eu havia saido com meu pai... fomos comprar umas coisas no beco diagonal, mas eu acebei me separando dele e indo em direção a loja de Gambal e Jaspes, e notei que havia um garoto la na velha fonte... a da coruja!

 Lucas me encarava prestando toda atenção do mundo no que eu falava. 

-Dai...-continuei- Ele estava com esse urso, conversamos bastante, mas meu pai voltou e eu tinha que ir, falei para ele que estudaria em hogwarts. Então ele me deu o ursinho e disse... 

 -Se você estiver com o urso eu te acho! 

Luba enterrompeu, como assim, ele sabia da historia... analisei o rosto dele por uns instantes então tive a certeza.

 -Era você! 

 -Essa era a minha memória roubada! 

Ele pegou o urso e levantou indo a borda da ponte.

 -O nome dele, é Adalberto!

 Falou e eu acabeu rindo. 

 -Eu tenho que te devolver? 

 Perguntei meio manhoso.

 -Claro que não, ele é seu!

 Luba virou pra mim e me puxou pelo sobretudo iniciamos um beijo tranquilo pedi passagem com a lingua e ele cedeu, enquanto eu caminhava em direção a uma das colunas o prensei ali, ele riu.

 -Que foi? 

 -Não me provoque! 

 Falamos entre nossos beijos estalados, minhas mãos foram da cintura até a bunda dele a apertando com força, fazendo ele gemer baixinho.  

-Humm, você gosta? 

 Questionei e o senti moreder meus labios. Filho da mãe, ele tirou uma das maos de minha nuca e foi até o meu membro que ja estava louco por atenção apertou forte e eu livrei sua boca, indo de encontro ao seu pescoço eu não queria ser gentil queria rasgar suas roupas e ter ele em meus braços ali mesmo, segundos depois ele se afastou me fazendo soltar seu corpo. 

 -Ta tudo bem?

 Perguntei baixinho, e ele me abraçou... 

 -Eu não estou pronto, me desculpa? Eu queria, mas não com ele se sentido mal ou retraido. Beijei o topo de sua cabeça e o apertei no abraço. 

 -Eu posso esperar por você! 

 Pov Luba 

 -Qual é baleia, sexo é a melhor coisa que existe!

 Gabriela quase gritou isso no corredor e eu a fuzilei com os olhos, encarei Lucas que estava do outro lado com Mauro e Chris, com certeza ele tinha ouvido por que não conseguiu evitar o sorriso. 

 -Eu vou te entregar a uma familia de trasgos! 

 Disse puxando a menina para o outro corredor a esquerda, teriamos aula de estudo dos trouxas com a Lily daqui a alguns minutos. No meio do corredor me deparei com Kéfera e Gustavo aos gritos eles estavam brigando, sena tipica desde que o Gusta havia voltado para Hogwarts. 

 -Caralho garota larga do meu pé! 

 Ele disse e passou por ela batendo em seu ombro eu encarei aquela sena desacreditado, Ke levou as mãos ao rosto e começou a chorar aquilo me partiu o coração apertei o passo junto com Gabbie e assim que ela me notou deixou os braços cairem em volta de seu corpo, eu a puxei para um abraço enquanto Gabriela acariciava os cabelos da amiga. 

-Ele não vale suas lagrimas amiga! 

 Falei enquanto chorava e molhava nosso uniforme com suas lagrimas. Nunca tinha visto a garota desse jeito. 

 -Por que ele ta assim?

 Ela questionou e Gabbie respondeu.

 -Porque ele é um babaca! 

 Eu ri disfarçadamente  no final, "babaca" essa palavra me fazia lembrar do Lucas... 

 -Chega de choro amiga, juro que depois bato nele com um gato morto até ele miar!

 -Nossa o Luba ta todo masoquista depois desse namoro! 

 -Gabriela, por favor! 

 -Namoro?  

Kefera me encarou surpresa. 

 -Vocês duas, parem! temos aula e uma professora que detesta atrasos! Ela não falou apenas balançou a cabeça em aceitação, então fomos caminhado agarrados até a sala de aula, onde demos de cara com Ariana e Karen sua amiga e tambem prima, eu não gostava da ruiva porém Karen era divertida e sempre que conversarmos acabavamos dando altas risadas.

 -Trabalho de pesquisa, grupos de 5 ! 

 Lily indicou e formamos as equipes, ficamos: Kef, Gabbie, Ariana , karen e eu. 

 Pov Gusta

 -Eu ja estou cansado disso! 

 -Mas vai continuar até segunda ordem! 

-Por que, eu?

 -Por que o lorde quer assim! 

 Snape se virou e saiu dali deixando o moreno para trás.   


Notas Finais


Hmmmmmm... e agora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...