História L3DDY- UMA PAIXÃO (SEASON 2) O passado realmente me condena - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Felps, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti
Tags Cellbits, Felps, Gabbie Fadel, L3ddy, Luba, Lubbiel, T3ddy
Exibições 19
Palavras 640
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com a segunda temporada dessa fiic espero que gostem como gostaram da outra bjin ❤

Capítulo 1 - A vida, as vezes, é uma vaca!


Fanfic / Fanfiction L3DDY- UMA PAIXÃO (SEASON 2) O passado realmente me condena - Capítulo 1 - A vida, as vezes, é uma vaca!

27 de setembro  de 2000

Luba 

Acordo de manhã, atrasado para o trabalho, já são 8:30. Deveria ter chegado 8:15. Me arrumei rápido, nem tomei café, estou um caco. Cheguei no trabalho e dei de cara com minha chefe com uma cara de cú.

-Lucas você está 20 minutos atrasado!

-Me desculpe senhora, meu celular não despertou. 

-E nem vai despertar mais, você está demitido. Já é a quinta vez esse mês que você chega atrasado, isso é inadmissível. 

-Olha me perdoa, eu não posso perder esse emprego, não tenho mais para aonde ir, se eu perder esse emprego vão me despejar, eu pago aluguel.

-Você não vai perder, você já perdeu.

-Por favor não faz isso.

-Lucas vai embodar logo, eu não vou te dar outra chance.

Saí sem nem olhar pra cara dela. Peguei minha moto e saí pela cidade. Parei num bar e pedi uma tequila, só uma, eu estava de moto e não podia simplesmente pegar um táxi e deixar ela ali. Afinal nem dinheiro pra táxi eu tinha. 

Me afogo em lágrimas. Estou prestes a ser despejado e o salário desse mês é o que evitaria isso. Mas nem emprego mais eu tenho. Pessoas entravam e saiam do bar e voltavam para suas vidas pacatas. Nesse entra e sai de gente eu vi entrando alguém que eu reconheceria de longe 

-GABBIE!-Exclamei 

-LUBISCOOO!

Ela correu até o meu lado e me deu um abraço. 

-Que que ce tá fazendo aqui bicha loka? 

-Eu perdi o emprego...

-Fala sério! 

-É sério. E se eu não pagar o aluguel eu vou ser despejado. Resumindo, eu vou ser despejado.

-Não se preocupa. Você pode ficar lá em casa. 

-Sério mesmo?

-É lógico, você já suportou e me ajudou em tantas barras, só tô retribuindo o favor.

-Você é a melhor amiga do mundo!

Dei um abraço nela e me despedi. Peguei minha moto e fui pra casa. Peguei minhas coisas amontoei tudo numa mala velha (eu não tinha muita coisa não. Sou um ser que ganha pouco). Fui pra casa da Gabbie, até me esqueci de avisar que estava indo, mas nem tinha como mesmo, já haviam cortado meu wifi há mais tempo do que eu me lembro. 

Cheguei lá e a porta estava aberta, fui entrando. Não queria assusta-lá mas é que sabe, aquela mala tava um pouco pesada.

-GABBIE CHEGUEI!

-Luba do céu, você é rápido mesmo hein, nem me avisou que vinha

-Já tem uns meses que eu não conheço a palavra internet.

-Fica à vontade. Mais tarde a gente vai ver um filme okay?

-Beleza. Fico no quarto de hóspedes? 

-pode ser.

Arrumei minhas roupas no guarda roupa e fui ficar com ela na sala. Ela estava assistindo Breaking Bad sem mim! Isso não tem perdão. 

-Então a senhorita está assistindo Breaking Bad sem a minha pessoa?

-OPS! SORRY!

Sentei no sofá ao lado dela e comecei a assistir também, ela já tava uma temporada adiantada mas okay.

Acabou que ela dormiu com a cabeça no meu ombro e sinceramente eu não queria acordar ela. Parecia exausta. Entao fiquei ali mesmo e acabei dormindo tambem.

Acordei com um barulho na cozinha e ela estava fazendo alguma coisa. Tinha baba minha no sofá, espero que ela me perdoe afinal eu não me controlo enquanto durmo. Fui ver o que ela estava fazendo e a cozinha tava definitivamente uma bagunça. Tinha farinha pra todo lado, casca de ovo no chão. 

-Olha eu tô só fazendo um bolo. 

-Acho melhor eu sair sabe, não tô querendo piorar a situação e taaaals...

Sai meio rápido  (se é que você me entende).

Alguns minutos depois ela voltou com um prato e um pedaço de bolo nele e um milkshake de morango. 

Comemos e ficamos contando coisas da vida. Quando acabamos já era umas meia noite então eu fui pro meu quarto e ela pro dela. Acordei com alguém acariciando minha cabeça. Olhei pro lado e vi o Cellbits 

-MAS QUE DIABOS VOCÊ TÁ FAZENDO AQUI? 


Notas Finais


E então o que será que o dono do meu cu, digo, Cellbits tá fazendo aí? E como ele descobriu onde ele tava? Viish, é treta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...