História La Distancia No Cambiará Nada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo, Personagens Originais
Tags Lutteo, Sou Luna, Soy Luna
Exibições 90
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente mil perdões serio!
Durante esses dias (ou meses) que não postei os capitulos, havia acontecido muitas coisas em minha vida!
Muitos trabalhos e provas na escola que achei que não daria conta!
E do nada uma irmã do meu vô de lá do Rio Grande do Sul, aparece com um tumor no celebro, onde houve várias cirurgias mas no fim, não foi o bastante e ela faleceu, outro motivo que não pude postar pois fui junto com meus pais e meu vô para o enterro!
Muitas discussões com minha familia, que fazia eu ficar sem cabeça para postar, mas graças a Deus estamos bem!
Entre outras coisas que nem vou citar hahah!
Mas me desculpem mesmo!
Juro que não faço mais dessa! hahah

Capítulo 3 - Matteo?


 

Amizade? Matteo estava completamente errado! Raiva, desgosto... Tristeza, era isso que Matteo estava sentido naquele momento. Nunca, jamais havia imaginado ver uma cena da que ele acabou de ver, claro, já era de se esperar, com toda a certeza Luna não o esperaria, e parece que estava certo! Era oque ele achava! 

Não aguentando ver aquela cena, ele foi saindo de fininho com a cabeça baixa, mas sua ''fuga'' falhou no exato momento que Gaston e Nina o chamam! ''Porcaria'' foi oque pensou, não queria que vissem ele daquela maneira, triste... 

Amor!! -Gritou Gaston do modo mais zoero e sarcastico possível- Não acredito cara! Vem com o papai aqui! 

Gaston saiu correndo abraçar o amigo que não via a um bom tempo, os dois já estavam morrendo de saudades um do outro, se demorasse mais um pouco, era capaz de Gaston mandar alguém sequestrar Matteo e o trazer para Buenos Aires novamente!  

Mas pera... Como assim? Quando? Porque? Dava pra ter me avisado antes, assim eu iria fazer uma festa de foguetes, e para atacar uma mão minha nessa sua cara para você nunca mais me abandonar! 

Exagerado! -Comentou Nina abraçando o namorado- Mas, CARA É O MATTEO MESMO! -Gritou Nina exaltada, mesmo não sendo muito próxima dele, ela já estava com uma certa saudade dele, já que Luna não parava de falar do moreno, ela não via a hora de que ele voltasse, para se livrar daqueles sermões que Luna vivia dando por conta do mesmo.- Luna não parava de falar de você peste! -''Porra, falei demais'' Pensou Nina.-

Não é oque parece! -Falou Matteo com um tom de voz anormal, ajeitou seu cabelo com a cabeça baixa, mesmo estando com Ludmila, ele ainda amava muito a morena dos olhos verdes que um dia, já fez parte de sua vida, e quem sabe, não faça mais.- 

Já ta sabendo... Né? -Perguntou Gaston como se obvio.- 

Que ela e o Simon estão juntos? Já... Mas não faz nenhuma diferença na minha vida! -Aquelas palavras ditas doeram profundamente em Matteo. Mas ele não queria que soubessem da verdade, que ele ainda gosta da morena, da mesma forma que ele seguiu a vida dele, ela seguiu a dela, infelizmente seguiu. Pensou Matteo.-

Gente vocês viram a Amb... -''Era só oque faltava'' Pensou Matteo. Ali na sua frente estava a sua morena, encantadora como sempre, com um vestido não muito curto, branco com algumas flores coloridas, estava perfeita!- Matteo? 

Falando em Lua... -Comentou Gaston. Mas o mesmo juntamente com Nina sairam de fininho, para deixarem os dois se resolverem.-

Luna estava paralisada, não podia ser, o mesmo moreno que há alguns anos havia partido, estava ali, em sua frente, em Buenos Aires, só podia ser coisa de outro mundo, ou ela estava sonhando ou até vendo uma miragem. Ele estava o mesmo, claro que um pouco mais ''homem'' e mais encantador. Ela se conteve para não pular de alegria, e parece que todos os seus sentimentos voltaram com toda a força E a maior certeza de todas voltaram. Ela ainda era completamente apaixonada pelo Mauricinho, ou melhor, Matteo Balsano. 

Matteo! -Gritou ela e correu aos braços do moreno o abraçando. O mesmo ficou surpreso... E contente, mas não quis demonstrar. Não correspondeu ao abraço da morena e logo a afastou dele.- 

É... Sou eu, quem mais poderia ser?

Nada... Só estava com saudades! -Sim e não. Ela tinha muito mais que saudades, mas o moreno, parecia que não sentia o mesmo.-  

Se me da licença tenho que ir me encontrar com Ludmila! -Mentiu? Sim, ele não iria sair com Ludmila naquele momento, mais de fato, ele queria que Luna soubesse que não era só ela que estava com um outro alguém.-  

Ludmila? -Perguntou Luna curiosa.- 

Minha namorada! -Matteo falou curto e grosso oque  fez Luna arregalar os olhos. Luna não estava mais entendendo nada, oque aconteceu com o antigo Matteo?- Oque foi?

Na-Namorada? -Luna se xingou mentalmente por ter gaguejado.-

Algum problema? 

Eu... Eu tenho que ir! -Luna mais que rápido saiu correndo, ela não entedia mais nada mesmo! Achou que Matteo reagiria de outro modo, mas não, ele foi completamente grosso e frio com a mesma, parecia que avia voltado o ''Mauricinho'', ela estava completamente inconformada.-


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...