História La Hermana De Mi Mejor Amiga.(G!p) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Chris Jauregui, Fifth Harmony, Larry, Norminah, Sofia Cabello, Taylor Jauregui, Trolly
Visualizações 609
Palavras 5.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hallo my angels! Miss me? Anyway.. voltei espero que gostem do capítulo amo.. amo vocês thanks thanks pelos 94 favoritos, rumo a 100 e vamos ao capítulo enjoy babes <3.

Capítulo 23 - Do you understand Karla Camila Cabello?


Fanfic / Fanfiction La Hermana De Mi Mejor Amiga.(G!p) - Capítulo 23 - Do you understand Karla Camila Cabello?

POV Camila:

Quando eu era pequena eu sempre tive dois sonhos: ser uma cantora famosa e uma empresária do ramo musical bem sucedida, papa sempre sonhou o dia que eu comandaria as empresas Cabello com Sofia e eu me orgulhava em dizer que iria fazer isso com orgulho mas.. isso tudo mudou quando eles morreram. Querendo ou não tudo mudou, eu tinha quase 15 anos e estava terminando o ensino médio mas sabe quando você sente que tem que fazer certa coisa e então você faz? Então foi assim que fiz quando Ally entrou na faculdade de administração e eu fiquei muito orgulhosa da minha pequena e por impulso me escrevi em uma faculdade a distancia queria que fosse surpresa mais Ally é abelhuda demais e as vezes quando tinha que ir fazer as provas 3 vezes no mês na faculdade, era um curso puxado e eu estava me desdobrando em duas afinal eu tinha turnês e shows em festivais e tudo mais então foi bem complicado. Terminei a faculdade no final do ano passado antes do tempo como sempre, 1 ano antes para ser mais exata.. tinha muitos créditos e fazia mais do que deveria e agora já poderia exercer a profissão só não tinha tempo afinal ser cantora toma todo meu tempo, algo que amo e se um dia eu decidir que não irei mais cantar com toda certeza irei ser empresária mas no ramo da música mesmo, bom enquanto isso não acontece vamos aos negócios da família a Srta. McNamara entrou na sala e disse que tinha contatado a pessoa que eu queria e que já estava tudo no meu e-mail, concordei e ela saiu. Bonita secretária mas pelo que Tay disse ela dá em cima de Sofia e não respeitar uma pessoa que namora é o fim pra mim, fui até o bar que tinha ali e fiquei observando uau Sofia deve se estressar demais afinal a garrafa de whisky estava quase acabando, suspirei e pensei em beber mas não.. não ainda o telefone tocou e a secretaria de Sofi disse que a Sra. Dallas já tinha chegado, a mulher entrou e ficou me olhando afinal eu não era minha irmã, Katherine me informou tudo sobre a mulher se chama Gina Dallas, tem dois filhos e um é um estuprador olha que desgraça, senti nojo do tal garoto e ela continuou me olhando.

- Camila: Sente-se Sra. Dallas.

- Gina: Você não é Sofia.

- Camila: Realmente não sou.

- Gina: Quantos anos você tem? Tem experiência e curso para comandar tal empresa?

- Camila: Eu tenho 18 anos e sim eu tenho curso para comandar tal empresa. Idade não diz tudo sobre uma pessoa, olha seu filho tem 22 anos e aliciou a filha do vice-prefeito tenho a dizer que isso não é algo que uma pessoa deveria fazer ou a Sra consegue entender isso?

- Gina: Como é Srta. Cabello?

- Camila: Você entendeu, não tropecei nas palavras. Olha que interessante Cameron é cheio de passagens pela policia por aliciar jovens, espera ele não está preso não é mesmo?

- Gina: Como..

A mulher me olhou assustada e virei a tela do computador para ela.

- Camila: Realmente dinheiro compra tudo, isso é repugnante.

- Gina: O que você quer?

- Camila: Eu? Te quero longe da minha empresa, será assim: você irá se demitir e levar esse seu filho nojento e repugnante com você, eu quero você e seu filho estuprador longe da minha empresa e nem pense em querer me processar eu tenho o melhor time de advogados e não porque você é uma Dallas que quer dizer que manda no mundo.

- Gina: E se eu não quiser?

- Camila: Se a Sra não quiser eu vou a policia e faço seu filho apodrecer na cadeia até o fim da vida dele, você pode ter ótimos contatos mas os meus são melhores. Então se eu fosse você aceitava meu acordo.

- Gina: Quero uma garantia que não irá denunciar Cameron assim que eu me demitir.

- Camila: Quanto quer?

- Gina: 1 bilhão.

- Camila: A é mesmo? Que tal 50 mil dólares e uma casa onde a Sra preferir?

- Gina: Acordo fechado Srta. Cabello.

- Camila: Acha mesmo que vou te deixar sair assim? Não confio em você. Espere somente um minuto.

Peguei o telefone e mandei a Srta. McNamara mandar Niall e Perrie entrarem.

- Katherine: A Srta. Edwards e o Sr. Horan chegaram Srta. Cabello.

- Camila: Obrigada, trouxe o que eu pedi Sr. Horan?

- Niall: Sim Srta. Cabello.

Eu queria rir era entranho o tratar assim mas ok.

- Camila: E você Srta. Edwards?

- Perrie: Aqui está Srta. Cabello.

- Gina: O que é isso?

- Camila: Isso são contratos do banco e de um advogado, os assine e suma da minha frente! Passe no RH acerte sua demissão e a do seu filho depois volte aqui irei depositar o dinheiro iremos discutir onde quer essa casa, Miami é pequena demais para você e sua família distorcida e a minha pessoa.

A mulher não disse nada e só concordou, leu os dois contratos e depois saiu da sala da minha irmã, me sentei na cadeira quase me jogando isso era desgastante agora entendo a garrafa de whisky quase vazia, Niall e Perrie riam do meu modo autoritário e sai servindo whisky para todo mundo, mandei Katherine chamar a Chris, Lauren, Jesy e Leigh e minutos depois eles estavam aqui.

- Jesy: E então?

- Lauren: Como foi?

- Leigh: Conseguiu algo?

- Chris: Fala Mila!

- Camila: Que nervosismo eu em.

Eu disse rodando o liquido dentro do copo e o bebendo, é aquilo é prazeroso e para alguém com 18 anos com pouca experiência de algumas coisas da vida me senti vitoriosa.

- Lauren: E então?

- Camila: Está tudo resolvido, A Sra. Dallas se demitiu e seu filho também ela não irá nos processar e só falta falarmos com Olivia agora.

- Leigh: Como você conseguiu isso?

- Jesy: Em Mila?

- Chris: Andou tendo aulas com a máfia?

- Camila: Não. Só acho que ela percebeu que estava fazendo algo completamente sem escrúpulos e ter um filho que faça tal coisa a fez pensar.

Katherine apareceu na porta e disse que Olivia estava aqui, assenti e mandei ela deixar a loira entrar, e não é que Olivia cresceu? Lembro quando a conheci no internato aos 14 anos sentia tanta raiva de Lauren e ela foi minha primeira ‘’namoradinha’’ só não sabia que ela tinha voltado para Miami.

- Olivia: Mila?

A loira me olhou de cima a baixo e senti um olhar mortal sobre ela, era o de Lauren.. ela parecia estar com ciúmes.

- Camila: Hey Liv, como está?

- Olivia: Bem agora. Me desculpa fazer isso mas sabe como meu pai é.

- Leigh: A sabemos disso.

A loira a minha frente riu e Chris, Lauren, Leigh, Niall, Perrie e Jesy se acomodaram no sofá indiquei a garota até a cadeira a frente da mesa e me sentei na cadeira de Sofia.

- Camila: Então o Sr. Dallas não será mais um problema, ele e sua mãe se demitiram.

- Olivia: Por conta própria?

Não eu subornei ela e a fiz se retirar mas ninguém precisa saber disso.

- Camila: As vezes as coisas acontecem assim. Agora pode retirar a queixa irá ficar tudo bem, se todo mundo estiver de acordo queria que assumisse o lugar de Cameron o que acha?

A garota me olhou com os olhos arregalados e me reuni com Jesy e os outros.

- Jesy: Eu concordo afinal ela só estava abaixo dele por causa da mãezinha repugnante dele.

- Leigh: Também concordo, Olivia é uma ótima empregada e concordo plenamente.

- Chris: Também estou de acordo.

E só faltava ela que tentava não mostrar o ciúmes que sentia, mas sabia que isso não tinha a ver comigo e sim com a empresa.

- Lauren: Quem sou eu para discordar certo?

- Camila: Ótimo, Srta. Holt a partir de agora você irá ocupar o lugar de Cameron.

- Olivia: Uau Mila isso é incrível, obrigada.

Ela me abraçou e quase senti Lauren louca de vontade de a puxar mas Chris a segurou, nos separamos e ela sorria.

- Camila: Só vendo os fatos Liv.

- Olivia: Pode deixar não irei decepcionar nenhum de vocês.

- Chris: Sabemos que não.

- Leigh: O setor financeiro estará melhor sendo dirigido por você.

- Jesy: Estamos bem mais calmas com você lá do que Cameron.

Olhei para Lauren que deveria estar revirando os olhos mentalmente e ela também se expressou.

- Lauren: Exato. Seu trabalho é muito bem feito e precisamos de pessoas assim aqui.

- Olivia: Obrigada de verdade. Mila poderíamos nos encontrar qualquer dia, já que está de folga por 1 semana certo?

Perrie e Niall que conversavam no sofá engasgaram na hora e eu quis rir do momento e nem me atrevi a olhar Lauren ela deveria estar louca de raiva.

- Camila: Claro, tenho um show na sexta-feira mas antes disso não tenho nada. Podemos marcar.

- Olivia: Sim podemos e eu irei te apresentar meu namorado.

Olhei para Lauren na mesma hora e pude a pegar suspirando, sorri irônica para ela e olhei novamente para Liv.

- Camila: A claro, tenho o mesmo numero pode me ligar certo?

Ela concordou e me deu outro abraço saindo da sala em seguida e todo mundo olhava pra mim como se eu fosse de outro mundo.

- Jesy: Ainda quero saber como fez.

- Leigh: Eu também.

- Chris: Somos 3.

Perrie e Niall nada falavam só davam risadinhas baixas e avisaram que tinham que ir, me despedi de ambos e os dois saíram, me concentrei nos 4 a minha frente e Lauren analisava cada detalhe do meu corpo que estava ficando quente só de pensar na morena nua a minha frente, era mesmo uma maldita.

- Camila: Nada demais, não fiz nada. Agora tenho que ir, tenho que me encontrar com Justin ainda.

- Jesy: Conversei com ele, Selena disse que ele está nervoso.

- Leigh: Ele é ótimo tenho certeza que será incrível.

- Lauren: Do que estão falando?

- Chris: Me perdi novamente.

- Camila: É surpresa. Enfim.. eu preciso..

- Katherine: Srta. Cabello?

- Camila: Sim?

- Katherine: A Sra. Dallas disse que a aguarda em sua antiga sala.

- Leigh: O que ela ainda quer?

- Jesy: Será que aquelazinha desistiu?

- Lauren: Rezo pelos deuses que não, quer companhia Srta. Cabello?

Ela disse frisando meu sobrenome e tive uma vontade enorme de gargalhar, todos perceberam a tensão ali e pediram licença e saíram da sala, fechei a porta e a tranquei me sentei na ponta da mesa e Lauren veio a meu encontro, passando as mãos por minha barriga nua e estremeci com o contato.

- Camila: A não Srta. Jauregui eu estou bem, ótima.

- Lauren: Não vai me contar como conseguiu tal proeza?

- Camila: Não fiz nada mesmo, ela que tomou consciência e decidiu parar de idiotice.

- Lauren: Da onde conhece Olivia?

- Camila: Ela foi minha primeira namorada, nós conhecemos no Brasil quando fui para o colégio interno.

- Lauren: Primeira é?

- Camila: Sim primeira namoradinha, ela era um amor carinhosa sabe. Uma fofa.

As mãos de Lauren desceram para minha cintura apertando com força e engoli em seco, ela estava gostosa demais naquele vestido e o momento não poderia ser mais oportuno.

- Lauren: Então ela te fazia sentir isso?

- Camila: Isso o que?

- Lauren: Você ficar molhada assim.

Seus dedos tocaram meu clitóris por cima da minha calcinha e arfei, vagabunda.

- Camila: Vai saber não é.

- Lauren: Camila não me testa, ou vou te foder em cima dessa mesa.

- Camila: Isso seria delicioso Jauregui aceito o desafio, mas não hoje tenho assuntos a resolver.

A empurrei e desci da mesa.

- Lauren: Vai mesmo fazer isso?

- Camila: Isso o que? Não fiz nada. Se eu fosse você se acalmava antes de sair da sala, o banheiro é logo ali, beijinhos amor.

Sai da sala quase que correndo, Katherine me olhava curiosa e revirei os olhos fui para a antiga sala da Sra. Dallas e resolvemos tudo, ela iria morar na Rússia dei graças a Deus e sai daquela empresa, encontrei com Justin na sede da minha gravadora em Miami quando o mesmo me viu me pegou no colo e me rodopiou me fazendo rir, era um bobão mesmo e estava pra lá de nervoso.

- Justin: Amém eu já iria surtar aqui.

- Camila: Bieber relaxa cara, você é incrível e sabe.

- Justin: Estou nervoso Mila e se eu não souber mais cantar?

- Camila: Isso eu duvido e é impossível também né por favor! Vamos entrar já descobriram que estou aqui.

- Justin: Mas como?

- Camila: Você sabe como.

- Justin: Manda um beijinho manda.

Ri da cara que Jus fez e fiz o que ele disse, já estava com minhas asas de volta e com certeza meus fãs iriam morrer por isso, eles adoravam quando eu ficava toda menininha assim. Justin e eu entramos na gravadora e Simon nos esperava, o dia iria ser longo.

[...]

Jus e eu ficamos o dia todo no estúdio, ele já tinha músicas prontas ele só alterou algumas coisas e começou a escrever novas músicas a ideia de Simon era a seguinte: primeiro Justin lançava esse álbum totalmente feito com algumas participações de cantores famosos afinal JB era o maior cantor Teen que tinha até 2012 quando seu pai, tio Jeremy morreu de um acidente aéreo então o garoto desistiu da carreira, agora como não tinha mais uma empresa para comandar e ele odiava isso voltou ao mundo da música, eu iria o ajudar em tudo que estivesse ao meu alcance e mais ainda. Na escola ele sempre me defendia e agora iria fazer o mesmo por ele, deitamos os dois em um sofá ali mesmo e tínhamos terminado por esse mês, em Maio nos encontraríamos de novo e já iriamos divulgar algumas músicas já prontas na próxima semana, o loiro me olhou e parecia incerto.

- Camila: O que foi?

- Justin: E se eu não for mais bom? E se eu não souber mais cantar?

- Camila: Isso de novo? Você não viu a mágica que fez ali? Foi incrível cara você vai voltar com tudo agora aceita isso ok? Ok!

- Justin: Estou orgulhoso de você Cabello, eu sabia que iria crescer e se tornar essa mulher incrível. Obrigada por estar comigo.

- Camila: Obrigada por cuidar de mim.

Abracei o mesmo que sorriu, nos sentamos novamente e Jus viu o horário.

- Justin: Puta que pariu são quase 22:00!

- Camila: O que? Nossa Selena vai te matar.

- Justin: Já iria dizer isso, vamos?

- Camila: Sim, só vou mandar mensagem para Lauren para ver se ela está em casa.

- Justin: Do jeito que ela é viciada no trabalho duvido muito ainda deve estar na empresa.

- Camila: Maluca por trabalho, nos encontramos mais tarde?

- Justin: Sim imagine como minha mãe ficará.

- Camila: Ela já me mandou algumas ‘’poucas’’ mensagens me agradecendo.

- Justin: Deus. Vamos Mila.

Saímos da gravadora e nos despedimos no estacionamento, peguei o celular e mandei uma mensagem para Lauren perguntando onde ela estava fiquei olhando o nada até ela responder um ‘’na empresa’’, nossa não poderia ser mais monologa? Disse que a buscaria e sai do estacionamento da gravadora, passei 20 minutos no transito até chegar a empresa e pelo que imagino só tinha Lauren lá, somente os guardas estavam na porta quando cheguei desejei um boa noite entrei no elevador e apertei o botão para ir para a presidência em minutos estava adentrando o local e de longe vi Jade dormindo sobre sua mesa, Lauren deixou a coitada da minha prima assim? Deus pai!

- Camila: Jade ei.. Jade acorda.

- Jade: Só mais um minutinho mamãe.

- Camila: Jade sou eu Camila acorda amor!

- Jade: Mila? O que faz no meu quarto?

- Camila: Quarto legal esse, priminha ainda estamos na empresa.

- Jade: É o que?

- Camila: Sim, porque está aqui?

- Jade: Srta. Jauregui está maluca hoje, bom pelo menos ela não me jogou nenhum copo sem ver, tem uma filial que está dando problema. Caramba essa empresa está dando trabalho está deixando a mulher sobrecarregada ela não come desde as 16:00 PM Mila.

- Camila: Vá para casa, Felicity deve estar sentindo sua falta amor.

- Jade: E se a Srta. Jauregui surta?

- Camila: Relaxa eu cuido a partir daqui, vá cuidar da sua filha.

- Jade: Você se formou em administração e não secretariado, Srta. Jauregui está muito brava e sobrecarregada eu não vou!

- Camila: Para casa moça agora, agora mesmo!

Sai a empurrando de sua mesa com sua bolsa e ela sorriu agradecendo Lauren por outro lado já estava gritando com a coitada.

- Lauren: Srta. Thirlwall venha até minha sala agora!

A mulher estava zangada e porque isso me deixou excitada? Eu em vai entender. Entrei em sua sala e Lauren estava compenetrada em sua cadeira de óculos e revisava alguma coisa estava breve para gritar novamente com a coitada da minha prima e quando seus olhos subiram encontraram os meus.

- Camila: Sinto muito mas mandei minha prima embora.

- Lauren: COMO É QUE É? VOCÊ FEZ O QUE CABELLO?

- Camila: Lauren ela tem uma filha de 5 anos que não pode ficar com a avó para sempre porque a chefe da mãe dela é uma maluca, sem noção viciada em trabalho.

A mulher que até segundos atrás parecia desnorteada suspirou e se levantou, minha mulher tinha trocado de roupa, mas porque?

- Lauren: Você tem razão, e me desculpe por gritar mas parece que desde que eu e Sofia fizemos a junção das duas empresas tudo começou a dar errado.

- Camila: Lolo nada é fácil no ramo empresarial, tem que ter paciência e pelo que vi a empresa está nas alturas só lucrando, porque trocou de roupa?

- Lauren: Eu sei, mas.. estou cansada disso eu não.. não nasci para isso. Um dos estágios do financeiro derrubou dois copos de cappuccino em mim imagina a raiva que senti, Jade estava comigo então saiu correndo para me comprar uma roupa.

Eu deveria ficar encarando assim? Pelo amor de Deus Lauren estava gostosa demais, ela usava uma camisa branca de linho uma calça preta de coro tão grudada a ela que fiquei pasma, saltos e pelo amor de Jesus que mulher gostosa.

- Camila: A sim, que coisa.

Engoli em seco e ainda fiquei a encarando ela tirou os óculos e tomou o whisky que estava em seu copo, lambeu os lábios em seguida acho que ela não percebeu o que estava me causando.. porque né.

- Lauren: Eu vou enlouquecer.

- Camila: Deixe- me ver o que está acontecendo.

- Lauren: E desde quando você entende dessas coisas?

- Camila: Você se surpreenderia, me dê.

Peguei os papeis de suas mãos e analisei a filial de Washington estava passando por maus bocados o presidente da filial não estava conseguindo controlar os contratos com as fabricas e a empresa estava no vermelho e isso era sério.

- Lauren: Entendeu algo?

- Camila: Tudo. Primeiro você terá que trocar de presidente esse cara é péssimo sim eu sei que ele está lá desde que abrimos essa filial mas é melhor colocar uma pessoa que não esteja a tanto tempo é obvio ele está roubando a empresa não teria rombos assim como está tendo, a segunda coisa cancele todos esses contratos devem estar recebendo dinheiro desse homem também, em D.C. tem os mesmos fornecedores que os daqui entre em contato com eles, terceiro conheço a pessoa perfeita para esse cargo, e quarto relaxe devemos focar mais nos projetos de agricultura lá isso parece dar dinheiro.

POV Lauren:

Acho que fiquei uns 20 segundos olhando para a garota ao meu lado, como Camila sabia disso tudo?

- Lauren: O que?

- Camila: Não entendeu? Se quiser posso escrever, fazer uma maquete.

- Lauren: Não, eu entendi. Só queria saber como você entendeu!

- Camila: Lauren.. eu sou formada em administração. Ou seja..

- Lauren: Você sabe tudo sobre empresas, mais como?

- Camila: Fiz a distancia e me formei um ano antes.

- Lauren: Claro que se formou, uau já pensou em administrar isso algum dia?

- Camila: Já mas as pessoas podem ser inconvenientes demais, sempre me perguntando quando eu iria começar a ter um trabalho de verdade e ajudar a você e Sofia e aquelas conversas sem fim.. o ramo que me interessa é o ramo da música se eu fosse administrar algo seria uma gravadora ou produtora.

- Lauren: Mas você é muito boa nesse ramo também, porque não me impressiono?

Puxei a garota da cadeira e a sentei no meu colo, Camila sorriu e começou a brincar com os meus cabelos, ela parecia muito entretida nisso pois nem ligou quando beijei seu pescoço, ou pelo menos foi isso que eu pensei.

- Camila: Eu sei, mas prefiro a música. Pare de me provocar ou não me responsabilizo por mim.

- Lauren: Talvez eu queira esse seu lado quente e safado agora.

- Camila: A é? Você está tensa Lauren relaxe.

- Lauren: Eu odeio isso tudo Camila.

- Camila: Todo mundo tem problemas Lo, vai dar tudo certo você vai ver.

- Lauren: Não Camz, eu odeio ser uma empresária. Eu não queria isso não mesmo, eu queria ser fotografa ou advogada, dentista, médica ou até mesmo cantar em paz.

A garota que abria minha blusa e passava suas mãos macias por meus ombros se viu surpresa, eu nunca tinha contado isso para ninguém, ela era a primeira.

- Camila: Pensei que amasse isso tudo.

- Lauren: Não tanto quanto todos pensam, eu estava pronta para começar duas faculdades ao mesmo tempo, como sabe isso é possível iria começar a de fotografia e de direito estava tão animada mas papa disse que teria que seguir seus passos já que Chris era um perdido e Taylor sempre foi decidida que faria dança, então comecei a faculdade e mesmo estudando já cuidava da maioria das coisas, eu não queria não mesmo mais Sr. Mike Jauregui disse que seria melhor, e por amor ao meu pai eu obedeci mas não era isso, sabia que na época da faculdade eu estava em uma banda e amava? Nossa foram os melhores momentos que tive, eu..

- Camila: Tem composições prontas.. aquela música meu Deus é perfeita canta pra mim?

- Lauren: Sim eu tenho, até queria mas está incompleta eu só escrevi o meio o que achei estranho, não consegui pensar em um começo ou fim e isso sempre me irritou.

- Camila: Se um dia quiser voltar a falar sobre isso podemos tentar concluir essa música.

- Lauren: Eu agradeço anjo, mas deixa isso.. depois que terminar a turnê terei que voltar para cá e ser Lauren Jauregui a empresária durona, isso me desgasta esqueça isso.. como foi com o Biba?

- Camila: Foi bom, ele está ótimo como sempre como se nunca tivesse parado de cantar.. Afinal é Justin Bieber né! Uau você está tensa, me deixa cuidar de você.

A latina tirou minha blusa e a jogou no meu sofá, ela se ajeitou no meu colo sentando agora de frente para mim e começou uma massagem sobre meus ombros, deixei minha cabeça tombar sobre a cadeira e minhas mãos foram para a barriga desnuda de Camila, fiquei arranhando o local e puxava um pouco seu piercing do umbigo a fazendo dar pulinhos sobre meu colo e do nada me veio uma imagem dela quicando no meu pau e gemendo, apertei o local e me aproximei dela beijando seu pescoço e colo minha garota arfou e continuou sua massagem só que como sempre Camz era esperta demais, suas mãos desceram para meus seios e ela os massageava com delicadeza engoli em seco e ela começou a se mover de trás para frente meu pau deu sinais de vida e ela riu.

- Lauren: Olha o que está fazendo, olha onde estamos.

- Camila: Eu não ligo e não tem mais ninguém aqui. Só relaxe e aproveite, temos que sair em menos de uma hora então..

- Lauren: A onde vamos?

- Camila: Jantar com Justin e Selena, quero muito te chupar Jauregui então cala a boca.

Nossa ela poderia ser mais direta? A garota saiu do meu colo e empurrou um pouco minha cadeira para trás saiu do meu colo e me puxou ao seu encontro, me deu um selinho rápido e foi descendo seus beijos para meu maxilar, pescoço, seios, quando chegou a minha barriga mordeu com força a pele e já sabia que ficaria roxo, suas mãos foram para a calça e ela a puxou, senti até dor quando aquele item foi abaixado em seguida meu shorts de compreensão e minha cueca meu pau pulou para fora e Camila umedeceu os lábios e me fez sentar novamente se ajoelhando a minha frente e me permiti relaxar como ela estava tanto pedindo, ela passava suas unhas com força sobre minhas coxas me fazendo contrair e gemer com o contato, ela foi beijando desde meus joelhos até minhas bolas e as apertou ela tinha ideia de como aquilo estava me fazendo surtar? Porra que maldição de latina.

- Lauren: Camila.. não.. me provoca.

- Camila: Não estou fazendo nada demais.

Seu risinho foi diabólico em questão de segundos sua mão esquerda estava sobre meu pau, enquanto a direita massageava minhas bolas, Camila passou o polegar sobre minha glande e ficou admirando e mordendo os lábios, mas que porra de garota.

- Lauren: Camz..

- Camila: Shh amor.

- Lauren: Você é um inferno.

- Camila: E você adora.

Seu sorriso era cheio de segundas intenções e com certeza eu iria morrer se ela não me tocasse mais.

- Lauren: Eu quero essa sua boca maldita na porra do meu pau Cabello, não vou pedir de novo.

- Camila: Você fica fofa tentando ser tops amor mas eu sei, você sabe e todos vão saber que quem é a ativa aqui sou eu, você tem seus momentos é claro, mas eu mando!

Fiquei paralisada com o que Camila disse, ela me desafiava não tinha medo algum de mim se fosse outra pessoa teria obedecido mas ela não, ela sabia como fazer e o que fazer e isso me irritava demais.

POV Camila:

Dá pra entender como é gostoso ver Lauren submissa a mim? Não dá né mas é algo esplendido.

- Lauren: Camz..

- Camila: Peça com jeitinho.

- Lauren: Por favor Camila.

Ouvir ela suplicar, assim como eu queria era tudo, ri baixinho alimentando meu orgulho e coloquei sua glande em minha boca. Um gemido alto saía de seus lábios a cada toque de minha língua. Comecei a chupá-la com avidez, fazendo movimentos de vai e vem intensos e rápidos e masturbando o que não cabia na minha boca. Lauren entrelaçou seus dedos em meus cabelos, puxando-os com força e eu sorri aumentando a velocidade. A deixei guiar minha cabeça, controlando a velocidade de meus movimentos e eu obedecia, arranhando suas coxas de leve, apenas com as pontas das unhas. A julgar pela altura de seus gemidos e a intensidade com que puxava meus cabelos, ela estava amando aquele momento. Senti seu membro pulsar fortemente em minha boca e Lauren puxava meus cabelos com força estocando rápido dentro de minha boca, ela avisou que iria gozar e assim aconteceu com meu nome sendo gemido por seus lábios engoli todo seu gozo e me levantei fitando a mulher cansada e suada sentada em sua cadeira presidencial, Lo se levantou e se vestiu novamente me puxando para seu colo mas antes que ela fizesse isso me virei e me sentei virada para ela.

- Camila: Satisfeita?

- Lauren: Se soubesse o que passa em minha cabeça agora..

- Camila: A é mesmo? O que se passa?

Eu disse rebolando sobre seu membro e ela apertou minha cintura subindo para meus seios, ela puxou meu cabelo com força me fazendo deitar a cabeça sobre seu ombro direito, e puxou meu lóbulo com força e só pra provocar mais rebolei novamente.

- Lauren: Quando chegar a hora eu vou te foder com tanta força e irei fazer questão de te ver gemer bem alto e gostoso só para você saber que é só minha, então nós iremos foder nessa mesa e naquele sofá, na mesa da sua priminha, naquele banheiro ali eu vou te colocar de quatro na frente daquele espelho e meter em você com tanta força que você não conseguirá andar e então Camila você irá pedir por mais e mais e eu vou te dar eu vou foder essa sua boquinha esperta com mais força que fiz agora, quero te ver engolir toda a minha porra e quando não aguentarmos mais nós paramos só para começar tudo de novo, você entendeu Karla Camila Cabello?

- Camila: Mas é claro que eu entendi, pensa que sou quem? Quando você menos esperar eu vou estar sentada no seu colo e quicando sobre seu pau e de quatro e te fazendo gemer do mesmo jeito ou até mais eu vou te deixar tão destruída Jauregui que vai querer ficar mais uns 2 anos sem sexo, e quando você pensar que acabou não irei te deixar descansar então se prepare meu amor, que o que falam sobre latinos serem quentes é a pura verdade! Agora vamos, nós temos um jantar para ir, e nem pense em me provocar mais que eu acabo com você, eu mando e você obedece porque tenho um boquinha inteligente não acha ?

Ela só concordou e me levantei de seu colo e ri, já tinha a deixado dura novamente. Lauren que esperasse nossa primeira vez juntas seria destruidora literalmente destruidora !


Notas Finais


E então amores o que acharam? Espero que tenha sido bom e até o próximo, nossa o próximo capítulo eu amei escrever ele nunca ri tanto na vida igual ri para escrever o capítulo eu espero que gostem como ficou, e até o próximo amo-tes muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...