História La Vie - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Fifth Harmony
Exibições 32
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Hug.


Eu deveria ter ido embora. Deveria ter ido embora como um furação e batido a porta ao sair. Deveria ter colocado o nome de Camila em minha lista negra, e odiado-a para o resto da minha vida. Mas eu não o fiz.

Não o fiz porque eu estava imóvel diante daqueles olhos. Imóvel diante da cena intrigante de uma lua mergulhada em chocolate. Era engraçado, e absurdo que eu pensasse dessa forma sobre sua condição. Mas eu pensava, apenas para evitar a verdade.

E ela ficou ali, imóvel como uma estátua, olhando para um ponto fixo como se encarasse alguém. O que ela encarava? Era como uma cortina negra ou mais como uma cortina branca, ou algo de outra cor?

Me movo na poltrona ao lado da maca onde estou e ela olha em minha direção. Exatamente em minha direção, como se pudesse me ver.

— Achei você, botas barulhentas — Me lança um sorriso orgulhoso ao dizer — Estou ficando boa nisso.

— Nisso?

— Esconde-esconde. Eu posso ouvir e sentir perfeitamente. Não é incrível?

— Incrível...

Rio baixinho ao pensar na palavra. Incrível. Como algo podia ser incrível quando ela estava mais perto da morte do que deveria?

— Você é sempre tão otimista sobre tudo como um Smurf?

Ela gargalhou alto. Gargalhou de jogar a cabeça para trás e depois ter que respirar fundo. Gargalhou como uma criança que não tinha nada para se preocupar. Tão pura. Tão adorável. Ugh.

—Sabe, Lo, quando eu acordei aqui, depois de desmaiar, eu não podia mais ver. Eu sabia que aconteceria alguma hora, e foi um verdadeiro milagre acontecer agora. Mas quando eu acordei sem visão... eu não pude evitar aquele pensamento que todos nós temos quando algo ruim acontece. "Por que eu?". E eu senti raiva por alguns minutos. Raiva do universo, raiva do câncer. Mas depois eu ouvi você. E senti o sol. O cheiro das flores que me deixaram, as pessoas que me amam. Então eu me tornei otimista como um Smurf de novo. Me ajuda a deitar?

Me tiro do transe para ajudá-la a deitar como havia pedido. Eu não sei se estava em um transe pela forma que seus lábios se mexiam quando as palavras se formavam, ou pela forma que ela falava, como quem fala da pessoa amada. Perdidamente apaixonada pelos detalhes. Essa é Camila Cabello. E como ela é bela por dentro.

Seguro firme em suas costas para ajudá-la a deitar, já que precisa chegar mais para trás para alcançar o travesseiro, e ela segura em meus ombros. Assim que consigo fazê-la deitar a cabeça com todo o cuidado do mundo, continuo sob ela, perto, tremendo. Ela ainda segura firme em meus ombros como se fôssemos dançar.

— O que você.. o que você vê? É escuro? É um borrão?

Ela sobe as mãos finas e delicadas por meu rosto, e eu fecho os olhos, me controlando para não chorar.

—Eu vejo estrelas, Lo — Sussurrou, alcançando meus olhos fechados com as pontas dos dedos, tocando suavemente — Pontos luminosos, como estrelas. Eu queria ver estes aqui. Eu queria tanto, Lo.

—Ah, Camz...

É uma fração de segundo e eu estou chorando pela primeira vez ali, na frente daquela versão crescida da minha melhor amiga. Seu abraço ainda parece ser o mesmo, o sentimento, o calor, é tão estranho. Dali, é como se nada nunca tivesse saído do lugar.


Notas Finais


Vocês estão gostando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...