História Lábios de Sangue - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vampiro Apaixonado
Tags Drama, Lábios De Sangue, Livros, Princesas, Romance, Vampiros
Visualizações 25
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey, cheguei...Sorry pela demora, eu tô sem tempo para escrever então...Mas bem, aqui estou com mais um capítulo...


Boa leitura👻📚❤

Capítulo 29 - Quase sonho


Fanfic / Fanfiction Lábios de Sangue - Capítulo 29 - Quase sonho

                    Capítulo 29

Zayan

Cheguei ao meu destino. A moradia em que vive o irmão de Nolan. E pelo o que Airon me disse, ele é o líder mais poderoso que existe entre os vampiros. Bem, não sei, não o conheço. Uma garota sai da imensa casa me olhando suspeitamente. Seus olhos são castanhos quase dourados, seu cabelo é castanho escuro, liso de um comprimento curto, sua pele é parda e muito pálida. Suas vestes são meio extravagante. Ela caminha até mim com as mãos nos bolsos.

--Quem é você? Intruso? Não é qualquer um que entra nessas redondezas.—Diz em um tom arrogante.

A encaro da mesma forma. Severamente.

--Airon me mandou aqui. Quem é você?

Sua expressão relaxa.

--Me chamo Gabrielle, mas pode me chamar de Gab. E você, quem é?

--Zayan Bartholy, filho adotivo de Airon. Acho que seu líder já me esperava.—Digo enquanto olho por cima de seu ombro a bela casa.

--Nicolae não me disse nada sobre sua visita, e eu acho que já ouvi falar desse tal de Airon, mas nunca o vi...Você é um vampiro não é? Possui olhos vermelhos como fogo.

Me sinto incomodado. O ar daqui é tranquilo demais.

--Sou um vampiro sim. Você pode avisar que estou aqui a pedido de Airon? Meu pai disse que ele iria me receber...

Ela pensa por um tempo.

--Como devo confiar em você? Você se alimenta de humanos, e não são bem vindos nesse lugar há séculos...Quem é seu líder?

Suas perguntas começam a me estressar. Droga!

--Você acha mesmo que se eu fosse má influência você estaria viva agora?—Pergunto arqueando uma sobrancelha.

Revirando os olhos ela se vira de costas.

--Você ainda não me respondeu quem é seu líder...

--Não tenho líder, sou nômade. Vivo por conta própria.

--Sorte ainda estar vivo...Vampiros que vivem sozinhos são raros.

Um homem alto, muito forte, de cabelos compridos amarrados para trás e olhos dourados como o da garota sai descendo os degraus e vindo até nós. Possui uma capa sobre seu corpo. Ele para atrás da garota colocando a mão em seu ombro.

--Gab, não encha nosso mais novo membro com perguntas. Vai assustar o garoto dessa forma.

Ela se vira para o homem que é muito parecido com Nolan.

--Você não me disse nada que iria receber um assassino em nosso clã Nicolae.—Resmunga.

Fico apenas observando.

--Depois te explico, deixe – me receber o filho do meu grande amigo Airon.—Diz me olhando e batendo no ombro dela devagar.

Gab nos deixa a sós seguindo para o campo aberto e muitas árvores.

--Filipe correto?

--Sim, na verdade não. Meu nome verdadeiro é Zayan Bartholy, mas quando fui morar com Airon disse que me chamava Filipe. Então tanto faz.—Digo dando de ombros.

Ainda não acredito que Nolan tem um irmão. O que mais não sei sobre ele?

--Pelo que fiquei sabendo, você convivia com meu irmão mais novo, Nolan. Era um assassino de humanos.

--É, eu era...Ainda sou, mas quero mudar, preciso mudar e saber controlar essa fera dentro de mim.

Ele me observa.

--Não é fácil deixar algo que você tanto precisa, mas pode substituir.

--Já tentei substituir por sangue animal, mas não é a mesma coisa...O sangue humano tem um sabor surreal. Impossível trocar por outro diferente...

Cruzando os braços ele me observa.

--Acho que Airon não te contou quem ele era antes não é? Como ele era antes de conhecer Cassandra, sua mãe adotiva.

Franzo o cenho.

--Não sei muita coisa sobre ele...

--Airon era igualzinho a você sabia? Matava pessoas para se alimentar, tinha ódio de tudo e de todos, pois foi criado para ser assim. Nolan também teve a história parecida, a diferença é que ele era como eu, só se alimentava se sangue animal e não machucava pobres humano inocentes...

Fico surpreso...Os dois são o oposto de como eram antes: Airon era mal, e se tornou bom. Nolan era bom, e se tornou mal...E eu? Vou me tornar o quê?

--Se tornaram o oposto do que eram. Quer dizer que posso mudar? Que posso sair daqui e voltar para ela sem ter o receio de voltar a machucar minha Alanna?—Digo empolgado.

Ele assente.

--Se apaixonou por uma humana como ele não foi? E a machucou por impulso? Interessante...É como se a história estivesse voltando a procura de um final feliz, já que no passado não teve...

--Ela é a pessoa mais importante dessa minha vida triste...Estou aqui por ela. Mas tenho um medo que me persegue...E se ela não me perdoar quando eu ir atrás dela?

Nicolae olha ao redor. Seu silêncio me tormenta. Argh! Dúvidas vem em minha mente, como o que fazer, como agir, se vou conseguir. Fecho meus punhos e meus olhos.

...

A imagem da garota mais linda do mundo aparece na minha frente...Seus olhos azuis, sua pele clara como neve, seus longos cabelos negros e ondulados se movendo com o vento. Ela corre sorrindo em direção a um penhasco, veste um vestido branco de seda muito fino, que cai nos ombros. Sua risada é contagiante e invade minha cabeça e meus ouvidos como uma doce melodia...Se move como uma pomba que acaba de ser livre. Tão linda...Apareço logo atrás correndo com ela, nós sorrimos um para o outro e damos as mãos. À coloco sobre minhas costas e corro com ela para o infinito. Posso ouvir sua respiração forte e ofegante, sua alegria e a felicidade de estar comigo. Porém ela acaba quando a desço e ela me olha com os olhos vermelhos. Chorando coloca as mãos em meu peito.

--Você foi a pessoa mais importante da minha vida...O garoto rude que eu sempre levarei comigo para aonde eu ir...Então chegou a hora de partir.

--Você não pode ir. Não vá!

--Já me sinto cansada Zayan, dói em minha alma.—Diz soluçando.—Meu tempo com você já se acabou, não tenho mais energia para viver ao seu lado...

Eu tento segurar seus braços enquanto ela vai se deixando cair para trás. O vento balança seu cabelo com força e seu vestido também, à empurrando para trás. Ela cai. Não! Cai do penhasco ao rio.

--Alanna!

Me ajoelho...Ela partiu e me deixou nessa vida miserável. Não é possível! Por quê se foi? E eu nem pude fazer nada...

...

Abro os olhos amargurado. O que foi isso?! Estava tudo tão bem no começo, e o fim foi terrível. Ela ia embora. Tem algo errado...Sinto que ela precisa de mim. Porém ao mesmo tempo quer me evitar, pois me odeia. Nicolae à minha frente me observa com as mãos na cintura. Seu rosto não tem uma expressão definida. É confusa.

--O que acaba de ver é um quase sonho. Vampiros não dormem, mas podem sonhar acordados...Podem sentir tudo a sua volta ao fechar os olhos.—Diz por fim.

Coço a cabeça.

--Quer dizer que o que eu vi é real? Então significa que ela vai morrer?

--Pode ser real, mas também pode ser preocupação demais com ela. Precisa relaxar e esquecer tudo...Enquanto estiver aqui dentro. Vai esquecer que Alanna existe, entendeu?

Balanço a cabeça.

--Acho que sim...

--Certo, agora venha, Gab vai mostrar seu quarto. Seu treinamento começa amanhã...Vamos entrar, está claro demais aqui, e isso me deixa estressado.—Diz se virando e caminhando para dentro da casa.

Olho para o céu nublado, não tem sol aqui, ainda bem. Porém possui uma claridade insuportável. Me direciono atrás de Nicolae sem dizer nada. Quando chego na porta de madeira, Gab aparece me observando.

--Vem, vou te apresentar ao pessoal...—Diz dando um leve sorriso de lado.

Mordo a boca de nervoso, depois sigo a garota. A casa é imensa e possui um silêncio terrível...

                   -----------☆----------


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim...Esse é o capítulo de hoje, obrigado por lerem...E desculpe mais uma vez pelo atraso. ;-; ❤📚😞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...