História Laçando Pelos Dedos. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Família, Fanficdenaruto1desafio, Naruto, Oneshot, Romance, Sasusaku
Exibições 83
Palavras 946
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou a participar, do primeiro desafio do grupo Concursos/Desafios-Fanfic's de Naruto.
Espero que gostem! ;)

Capítulo 1 - Primeiro Nó


Fanfic / Fanfiction Laçando Pelos Dedos. - Capítulo 1 - Primeiro Nó

Está atrasada.  07h10min

Meu celular vibrou em cima da mesa com a nova mensagem.

É por uma boa causa! 07h11min

Respondo com um pouco de dó por gastar meus créditos, mas por Sasuke eu faço tudo.

Hoje é nossa noite; não demora. 07h12min

Aquela foi a última mensagem que recebi, antes de sair na chuva.

Naquela noite de inverno eu pretendia tornar a mais especial de todas para nós dois, pensar assim até me faz lembrar-se de como tudo aconteceu...

  Ele ria de como eu tinha derramado o pote de chocolate em todo o tapete, depois de uma breve tontura.

- O que você tem Sakura?- Ele perguntou ainda rindo, mas com umas pontinhas de preocupação.

- Não sei, tenho me sentido um pouco enjoada e tontura às vezes. - Nesse momento me veio a memória, minha menstruação estava atrasada há um mês. Será que?

Depois desse dia eu esperei até amanhecer e fui ao médico a surpresa foi imensa, pois mesmo com os sintomas eu ainda tinha dúvidas e tudo foi perfeito.

A médica me trouxe os enxames, abri na mesma hora e a satisfação foi instantânea.

- Parabéns senhorita Haruno!- A médica sorriu para mim.

Eu estava grávida, a felicidade me consumia e uma ideia se formulava em minha mente, mas isso eu guardava para depois...

Gastei várias semanas planejando meu plano até falar com Sasuke, na semana passada sobre sairmos hoje para uma noite especial, no começo ele achou que se tratava de uma besteira minha, mas depois de toda a minha empolgação consegui convencê-lo e não consigo para de sentir ansiedade.

Eu o vislumbrei ao longe após pagar o taxi, dei uma pequena corridinha em sua direção, do outro lado da rua. Pude observar que ele estava como sempre um pouco sério, talvez meu habitual atraso tenha despertado seu mal humor.

- Oi meu amor. - Lhe sorri tentando dissipar a irritação dele.

- Então não vai mesmo me contar logo?- Sasuke pergunta impaciente.

-Calma só quando chegarmos. -

- Se quer assim. - Ele me abraça de uma maneira tão acolhedora.

- Então vamos para o lago. - Digo animada, formando confusão em seu semblante.

- Sakura está maluca; o que vamos fazer a essa hora naquele lugar e ainda mais nessa noite chuvosa?- Ele falava como se eu fosse uma doida sem noção.

Enquanto tenho completa certeza que minha surpresa ira não enchê-lo de felicidade.

-Vamos logo Sasuke-kun eu estou com frio. - Começo a empurra-lo pelos ombros e logo estamos em um curto caminho até nosso destino, meu estomago se embrulhava como se mil borboletinhas desculpadas fizessem cócegas em meu ventre.

- Você sabe que vai tremer ainda mais de frio por estarmos indo à um lago, né?- Ainda tentando me fazer desistir Sasuke persiste.

- É por um bom motivo, vem rápido. - Pego sua mão andando a sua frente, puxando-o como se eu fosse uma pentelha.

Ao perceber que faltava pouco para chegarmos, junto toda a minha coragem e começo a falar.

- Sabe eu tenho tanta coisa pra te falar, primeiro eu quero te fazer um pedido e peço que não se irrite por eu não ter esperado você fazer isso.- Me viro na sua direção  e com minhas bochechas no mais belo tom rubro prossigo, se vergonha matasse eu já teria morrido.

- Sasuke-kun aceita ser meu príncipe, queria dizer se casar comigo?- Puxo uma caixinha de veludo contendo nossas alianças  e abro mostrando-o, minhas bochechas queimavam e eu sorria sem jeito.

- Sakura por que não esperou que meu pedido. - Me olhava surpreso incrédulo e ainda sim com um leve vermelho em suas bochechas.

- Eu tenho meus motivos, planejei isso há algum tempo vem comigo e eu te mostro tudo. - Abro minha bolsa para guardar as alianças, mas ele pega a caixinha da minha mão e coloca a dele, certamente esse era seu sim e com isso meu coração pula e também coloco a minha.

- Está vendo essa casa de frente ao lago, é nossa. Eu comprei depois que disse “Um dia moraremos aqui”. - Mostrei toda a minha animação.

- Estou confuso com sua possível motivação pra tanto assim. - Sua cara expressava bem, as palavras saídas da boca.

Abri a porta de entrada e andei pelos corredores e lá estava o envelope com o resultado motivacional para ter feito tudo isso, pego e entrego a ele.

- O que é isso?- Perguntou, mas seus olhos olhavam cada cômodo vazio provavelmente planejando como mobiliar cada um.

- Isso amor não abra agora, espere só um pouco a mais e eu deixei tudo vazio para fazermos todos esses detalhes da casa juntos. - Passei por ele pegando novamente sua mão, pude vê-lo sorrir de canto em concordância e encarar o papel em suas mãos eu o deixei curioso quase pulei de alegria.

Fomos ao último quarto do corredor e dei espaço para que ele abrisse, meu coração pulou quando ele rodou o trinco da porta abrindo a mesma e o susto em seus olhos foi surpreendente.

- O que é isso Sakura, por que um quarto de bebê vermelho e branco?- Vi seus olhos confusos denunciarem sua mente que juntava os pontos, no mesmo instante abriu o papel e logo pude vê-lo me olhar em uma expressão serena. Ele me pegou em um abraço forte me rodopiando pelo ar.

- Esse é seu motivo estou tão feliz Sakura, você realmente é a mulher da minha vida. Por que demorou tanto a me falar?- Seu rosto transparecia felicidade.

- Não demorei tanto, apenas dois meses. - ri enquanto ele acariciava minha barriga. - Você vai ser papai de uma menininha. -


Notas Finais


:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...