História Laços - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Tags Ação, Ash, Charizard, Comedia, Drama, Ecchi, Mega Shinka Pokémon, Red, Serena
Visualizações 17
Palavras 5.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoo minna-san, e aqui, depois de quase nove meses o décimo quinto capítulo SAAAAAD DAAAY, Bem agora falando mais sério, peço desculpa a todos por essa demora tão longa, mas, houveram motivos para, um vocês já conhecem, eu não possuo computador, outro foi uma grande desmotivação e problemas pessoais, e pra terminar de ferrae comecei a faculdade :') mas eu não desisti, e voltei a ativa. (Não sei se repararam mas essa semana eu arrumei todos os erros de português de todos os capítulos anteriores.)


P.S: capa temporária por motivos que já conhecem.

P.S 2: as notas finais são importantes por favor leiam.

Capítulo 16 - The sad Day


Fanfic / Fanfiction Laços - Capítulo 16 - The sad Day

Capítulo 15

The Sad Day

Pov One On

-iameteeeeeeeeeeeeee!!!!! Chariz você não é mais um charmander !!!!

-grrr?

Chariz largou o aperto e eu recolhi meu braço completamente dolorido e vermelho o olhando com algumas lagrimas tentadas a descer, Charizard me olhava com um rosto inocente de indignação.

-Não me olhe assim, agora quando você morde machuca.

-hahaha vocês dois são sempre assim?

Steven nos olhava com um sorriso divertido enquanto erguia uma xicara de chá quente ate os lábios, o cheiro adocicado da bebida preenchia completamente a sala de maneira agradável, poderia até mesmo relaxar ali se um dragão não estivesse tentando arrancar minha mão e meu mentor não estivesse rindo de mim.

-hahaha Steven-sensei o senhor anda bastante animado nos últimos dois dias não?

-Como não me divertir com vocês?

-uhum, ok, sensei, você ainda não disse o que esteve fazendo aqui esse tempo todo, agora que parei para pensar, eu realmente vi uma reportagem que dizia que você sumiu do mapa depois que entregou o título para wallace de novo.

-Como você já sabe eu venho pesquisando algumas coisas, e como já deduziu, tem ligação com o team aqua, e agora também com a team Rocket, tive plena confirmação disso quando me disse que veio para cá com Lance e depois do seu relato sobre a cidade de cerulean, e pelo visto, vou ter que admitir que aquilo que eu mais temia está em andamento, sinceramente, nunca pensei que esses lunáticos iriam tão longe.

-Mas o que eles estão fazendo?

-Em poucas palavras?

Steven parou um momento agora com nítida preocupação nos olhos enquanto pousava a xicara de chá na mesinha de centro, se levantou e foi até as persianas as fechando após uma pequena espiada.

-Orquestrando o fim do mundo... não haverá outro destino se eles continuarem com esse objetivo.

-Mas você ainda não disse o que eles pretendem.

-Não há necessidade, não no momento, você tem coisas mais importantes para se preocupar, na verdade, nós temos, a começar por nos livras dos membros da Rocket que acabaram de nos encontrar.

Pov One Off

Pov Autor On

-Dawn....

-O que foi?

-Como eu te deixei me convencer a fazer isso?

-Foi quando eu disse que Faria nem que fosse sozinha.

-Verdade...

-Dawn...

-O que foi?

-Me lembra de quando tudo isso acabar.

-Lembrar o que?

-DE TE DAR UNS TAPAS!!!!

-Senhorita!!! Será que poderia falar mais baixo? Dessa forma está incomodando os outros passageiros.

-Ah...etto, sinto muito.

Enquanto Serena se desculpava de forma encabulada e completamente sem jeito Dawn deu um leve sorriso e voltou a se inclinar na poltrona do avião assim observando a paisagem do lado de fora, depois de mais alguns minutos ouvindo serena se desculpar e de mais ainda de um silencio incomodo, Serena arrumou o chapéu na cabeça para chamar a atenção da amiga sem êxito, Serena voltou a se empertigar toda até que por fim Dawn se virou para a loira.

-kkkk O que houve Serena? Ainda está brava?

-Brava? Estou, mas estou mais preocupada com você.

-Comigo? Sabe que não é comigo que deve se preocupar...

-Não devo? por Arceus menina, desde que Ash telefonou você parece um Absol isolado da sociedade, até parece que não tem fé nenhuma no cabeça de vento do One.

-Não é que não tenha fé, mas não consigo deixar de me preocupar...digo, você não se preocupa com o Ash?

-Claro que me preocupo com aquele virjão, só que, eu sei do que ele é capaz, então, não preciso ficar me remoendo aqui.

-E outra, se remoer de preocupação não vai adiantar em nada, ele precisa da sua força, não das suas lagrimas.

-Sabe, eu detesto quando está certa.

-Como? O que foi isso? Da para repetir? Eu não escutei direito.

-Ah Serena, vai a merda, tenho mesmo que repetir?

-Por obsequio boca suja.

Dawn quase teve um surto com a cara convencida que Serena estava fazendo, mas achou melhor se conter, e assim com veias saltando do pescoço e a língua travando a cada palavra.

-Ok, Serena você está certa....agora pega essa certeza....E ENFIA NO RABO!!!!

-SENHORITAS!!!! Por favor se contenham.

Dessa vez não foi uma e sim as duas que ficaram um bom tempo ouvindo sermão da aeromoça (e mais uma vez agradecemos pelo Brock não estar no Avião, entendedores entenderão a referência).

-----------Quebra de tempo-----------

O voo foi curto, e depois de levar bronca as duas se aquietaram, à primeira vista que tiveram, foi a de uma Slatport city reluzente e gloriosa, porem as duas não se demoraram apreciando a cidade mesmo hora e outra sendo paradas por guias turísticos que lotavam o pequeno aeroporto recentemente construído na cidade, foram até a área de desembarque a passos rápidos para localizarem suas bagagens que não eram muitas.

-Serena, ainda estou impressionada que tenha se contentado em trazer tão pouco.

-o que quer dizer com isso Dawn?

Serena pegava as mochilas de ambas na esteira e logo chegou perto de Dawn com uma expressão confusa, Dawn por alguns instantes conteve o riso com a mão na boca até que não resistiu e falou ironicamente.

-Nada não, Ojou-Sama...puff...

-Ei sua Azulada maldita, por acaso está me chamando de patricinha?

-Nã.não, eu não Gorila-san...

-Como é que é? Dawn volta aqui sua Vadia...

Dawn já estava longe correndo desesperada entre a multidão, mas ainda assim sem conseguir conter o riso, atrás dela uma Serena puta da vida corria sacudindo as bolsas de forma nada convidativa.

A campainha tocou rápido chamando a atenção de Norman que estava vidrado na tela do computador trocando e-mails com alguns líderes de ginásio sobre a situação causada pela Aqua.

-Já vai!!! Quem será? Será que Ash e Lance já voltaram?

Ao abrir a porta o homem tem uma grande surpresa ao se deparar com duas moças, uma loira caramelada e uma azulada se estapeando na frente da sua porta.

-Você estava me chamando de gorila sua azulada maldita.

-E você me chamou de Vadia sua gorila, o Ash tem total razão quando te chama de gorila sua primata agressiva.

-eh....Garotas? Posso ajudar em alguma coisa?

Ao ouvir a voz confusa do homem as duas param de se estapear e viram o rosto lentamente para encarar Norman, e na mesma hora o rosto de ambas se tingem de vermelho fazendo o homem abrir um sorriso.

-Etto... desculpa?

-Ah... senhor Norman?

-Sim, sou eu.

-Meu nome é Serena, e essa é a Dawn, somos amigas do Ash e do One, o Ash esta?

-Senhoritas...se não me engano o Ash falou para vocês ficarem em Kanto não?

-Etto, sim, mas nós não podíamos, não com os dois se arriscando aqui, o Ash esta?

Com um suspiro de repreensão e ao mesmo tempo de compreensão Norman abre espaço para que as duas entrem, as mesmas não se fazem de rogadas em com um cumprimento educado elas entram se dirigindo a sala bem arrumada com Norman logo atrás delas.

-Ash não está, como devem imaginar está fazendo as Busca por One-kun juntamente com Lance, May está lá em cima, vocês podem se juntar a ela, eu preciso terminar de resolver um assunto.

-Hai.

Sem dizer mais nada Norman voltou a se dirigir ao computador enquanto as garotas subiam as escadas. A porta do quarto de hospedes estava aberta e lá dentro May preparava uma mochila onde já havia colocado tudo de que precisaria para ir atrás de One, incluindo sua equipe completa de 6 pokemons.

-Da última vez me pegaram porque só tinha blazeken comigo...não se repetira.

-Você pretende ir a algum lugar?

May tomou um susto com a voz repentina atrás dela, quase derrubando tudo que havia colocado dentro da bolsa se virou rapidamente para encarar duas garotas que a olhavam com expressões curiosas no rosto.

-A quanto tempo May-chan.

-Da.Dawn?

-Eu mesma, e essa aqui é a Serena, namorada do Ash.

-ah ah..sim, Serena-chan..é um prazer.

Com movimentos nervosos e obviamente que procuravam ocultar a mochila atrás de si, May se aproximou estendendo a mão para as meninas em um cumprimento não tanto confortável.

-Então May-chan.. Para onde estava indo?

-pa.para lugar algum...

-May, tá na cara que vai atrás dele... podemos ir? Afinal, é meu namorado.

-Co.como? One-kun é seu namorado?

-Sim, foi por isso que arrastei Serena até aqui.

-.... Tudo Bem..., mas temos que sair sem que Norman-san suspeite.

-Pode deixar!!!

Sem demora as três treinadoras pegaram suas mochilas com mantimentos e desceram as escadas lentamente se dirigindo para as portas do fundo da casa, não mais de três minutos depois já estavam fora e correndo em direção a cadeia de montanhas que se seguia a distância ao lado oposto da cidade e da floresta.

-Ei, como vamos chegar lá antes de anoitecer? É muito longe, não dá pra ir correndo.

-Não, você é tapada ou o que Gorila? Ninguém aqui é uma super. mutante desenvolvida em laboratório pra conseguir chegar lá correndo.

-DAWN!!! Sua vadia, ta me chamando de Gorila de novo?

-Não, foi o Irinel.

-Sério? Cadê esse puto para eu dar na cara dele?

Ambas as garotas tanto a azulada quanto a morena dos cabelos acastanhados ficaram com uma gota ao observar Serena procurando por alguém enquanto sorria.

-Ei Dawn-chan? É a namorada do Ash neh?

-é sim.

-Tá explicado.

-Sem sombras de dúvida.

-Eeeeei, o que vocês duas tão falando aí.

-NAAAAADAAAAA.

Ambas gritaram em coro enquanto se seguravam para não rir, bem esse momento descontraído durou mais alguns momentos até que então o silencio recaiu no meio das garotas que agora com um semblante mais sério em seus rostos tiravam seus pokemons das poke-bolas, May montou no Flygon que havia pegado emprestado de um amigo, Dawn mal jogou a poke-bola e já estava em cima de seu typlosion enquanto serena montou atrás da amiga.

Pov Garotas Off

Pov One On

-DRAGON CLAW!!!!

-METEOR SMASH!!!

Os ataques colidiram com seus alvos levantando uma grande cortina de fumaça assim como manchando o solo com o sangue dos atingidos, porém, a intensão dessa investida não era iniciar um contra-ataque mas sim abrir a defesa dos oponentes que não paravam de surgir, assim que o centro se abriu devido aos golpes pesados tanto eu quanto Steven corremos o máximo que pudemos para despistar nossos atacantes, charizard e metagross vieram logo atrás e sem demora nos pegaram assim aumentando nosso ritmo de fuga, sem ter um caminho em mente segui Steven que nos guiava por entre as passagens da cadeia montanhosa como se tivesse passado sua vida inteira no lugar. Sentia a adrenalina pulsar forte no meu sangue o que por algum motivo me fazia sorrir, sentia meus sentidos mais aguçados que o normal e cada detalhe no trajeto me chamava a atenção, desde um pequeno tufo de folhas no chão a uma fenda em meio as rochas, estava preso absorto nesses pensamentos quando ouvi a voz de Steven.

-Merda!!! Mandaram aéreos. Vamos ter que derruba-los, Va na frente eu e Metagross cuidamos disso e te alcançamos.

-O que? Mas nós não sabemos o caminho.

-Apenas siga reto e vire na segunda direita, nas rochas deve ter uma passagem escondida por folhagens. Agora vai!!!

Não fiquei para discutir com o treinador, apenas instiguei chariz a voar mais rápido pelo caminho rochoso e seguimos em frente sem olhar para trás, chariz tinha certa dificuldade em alguns momentos por rochas que se erguiam a sua frente barrando o caminho, mas isso logo era resolvido com um ataque de suas poderosas dianteiras, pouco tempo depois achamos a passagem falada por Steven, desço de um pulo das costas de Chariz e afasto as folhagens revelando um amplo túnel que parecia ter sido escavado a muito tempo, porém ainda possuía degraus, ou algo que lembravam degraus.

-Vamos lá amigão, não temos tempo.

Chariz não precisou que eu falasse de novo, moveu seu grande corpo para dentro do túnel e me esperou alguns metros à frente enquanto eu ocultava a passagem novamente, caminhei pelas escadas de terra com cuidado enquanto apoiava a mão na parede, dentro do local a luminosidade era parca e o que salvava era o brilho na calda de Chariz, caminhamos por alguns longos minutos com estranha cautela enquanto nos atentávamos ao mínimo som possível.

-Ei chariz...é nesse tipo de lugar que tem fantasmas neh?

-Zaaaaaaard //Pokemons fantasmas?

-Não fantasmas mesmo.

O Dragão de fogo parou na minha frente me fazendo esbarrar no mesmo e ficou com aquela cara, "você tem demência?"

-Não tenho não...você não acredita em fantasmas?

-Char, charzard. //Mas é claro que não.

Chariz se virou com uma pose convencida enquanto ostentava as mãos na cintura como se fosse o superman, o encarei com uma cara de taxo querendo virar a mão naquela fuça grande.

-Será que vocês dois podem andar?

-AAAAAAAAAAAAAAAAAHAHAHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH FAAAANTAAAASMAAAAAA.

-ZAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARDDDDDD //SAI DAQUI CAPIROTO.

Pulei no colo de chariz quando algo tocou meu ombro, mas quando virei meu rosto já pálido de pavor para o local de onde veio o som me deparei com um Steven com aquela cara "vocês são retardados?".

-Vocês realmente sabem como se esconder em uma perseguição...

-Steven?

-Não, sou o bozo.

O treinador dos cabelos prateados suspirou e passou nossa frente com certa pressa, ficamos o encarando calados por um tempo até que ele se virou e nos encarou.

-Da pra pararem de brincar de A Bela e a Fera e virem logo?

-Belaaa e a feraaa? Que merdaa steveeen.

-zaaaaard. //Nem a pau!!!

Charizard nem esperou antes de me tacar no chão como se fosse um saco de batatas estragadas, me levantei com alguns gemidos de indignação enquanto esfregava meus glúteos machucados.

-Chariz...bastardo.

Depois desse pequeno imprevisto o caminho foi tranquilo em sem muitas palavras já que Steven conhecia o caminho e com ele era mais ação do que conversa, passamos rápido pelos locais e logo a caverna escura deu espaço para um jardim repleto de folhas de sakuras.

-Bom...acho que aqui eles não nos encontram...pelo menos não por agora.

-Então, o que vamos fazer?

-Aguardar.

-Que? Aguardar o que?

-Não se afobe garoto, antes de te encontrar liguei para o Lance-kun, agora ele tem nossa localização.

-Lance? O Ash ta com ele?

-hooooh, então você realmente é o garoto que o Lance perdeu? Sim seu amigo está com ele.

-agora me explica algo?

-fala...

-Como sobreviveu a queda?

-......não faço a mínima ideia..., mas então, depois que nos reunirmos, o que vamos fazer?

-O que mais séria? Vamos atacar a cede deles, não podemos continuar deixando que façam o que quiserem, se não Hoenn será apenas o início.

-Atacar a cede? Você sabe onde fica?

-Sabe? Era uma das coisas que estava investigando quando te achei parecendo um mendigo atropelado por um caminhão na minha porta.

-...Você não perde a chance neh?

Fico com uma gota enquanto encaro meu tutor/amigo, Chariz já havia se acomodado em um monte de pétalas de sakura caídas aos pés de uma arvore e cochilava com tranquilidade, o observei com estranha atenção e assim mal percebi quando um sorriso surgiu em meu rosto, Lance me olhava com um olhar peculiar, queria disfarçar mas dava para ver que ainda assim me olhava pelo canto dos olhos, até que então decidiu se virou e falou.

-Você e ele são ótimos amigos, não é? Como o conheceu?

-Ah...etto, bem, era fim de tarde, eu estava voltando para casa depois de ir no mercado para minha mãe, até então estava tudo certo...até que um pequeno charmander completamente desesperado pulou em mim....os Rockets o estavam perseguindo, sem pensar duas vezes me embrenhei na mata e....

(Altor)Vocês já conhecem essa parte da história ;-; então cala a boca One maldito e segue o enredo.;(One) você é um cusão velho; (Autor) quer passar de protagonista para figurante seu bosta? >...>)

(Steven) mas eu não conheço Autor-san; (Autor) foda-se você Steven, finja que conhece, e agora calem a boca e continuem a história.)

-A Rocket realmente fez isso? Mas você sabe se eles o pegaram no laboratório do professor e ele fugiu... ou se ele fugiu de uma das instalações dos Rockets?

-Pelo que o professor me contou brevemente.... ele já estava sumido a quase 1 mês.

-1 mês...

Steven franziu as sobrancelhas e ficou encarando os próprios joelhos por um longo tempo como quem estava pensando em algo importante, porém, quando se virou para compartilhar sua ideia comigo um grande dragão e uma ave absurdamente grande pousaram a nossa volta, antes mesmo de eu poder definir quem era, mal tinha me levantado quando braços me envolveram e me jogaram o chão.

-OOOOONEEEEEEEE SEU CUSÃO....EU PENSEI QUE VOCE TINHA MORRIDO, NÃO FAZ ISSO COMIGO POHA!!!!

-Ash...eu estou bem parceiro..

-.... que bom...Dawn iria me matar.

-Dawn...estou com saudades.

Me levanto de vagar com Ash já saindo de cima de mim, me virei para Steven com um sorriso fraco e o observei trocar informações com Lance, seus rostos mudavam de preocupação para descrença com muita frequência, porem devido a distância não conseguia ouvir muito.

-Como está a cidade?

-...Se recuperando, ainda meio destruída, mas por hora a Aqua se dispersou...e ainda não temos sinal dos Rockets.

-E o Norman?

-Está bem...é duro na queda...minha preocupação é a May...ela acha que te deixou para morrer...está abalada.

-Eu queria dizer para voltarmos logo para acalma-la..., mas não podemos fazer isso agora.

O garoto com a estranha marca de nascença na bochecha sorri para mim compreensível, estava prestes a responder quando uma explosão se ergueu a nossa volta cobrindo toda minha visão com uma cortina negra de fumaça, e então uma voz se ergueu.

-BELO LUGAR PARA SE ESCONDEREM SEUS RATOS!!!

Em uma elevação mais a oeste um grupo que se vestia de azul mar nos encarava com maldade nos olhos, e a sua volta alguns pokemons estavam em guarda atentos a qualquer tentativa de fuga ou contra-atacar caso necessário.

-Lance, parece que não precisaremos procura-los, eles mesmos vieram até nos...

Foi apenas depois da voz de Steven se fazer audível que eu virei o rosto e vi o sorriso que se mostrava no rosto de ambos campeões.

-Vocês queriam que eles nos achassem?

-Sim...sabemos mais ou menos onde fica o esconderijo deles, mas nada melhor do que confirmar a informação.

-No que minha jornada pokemon se tornou?...

Não sei que cara estava fazendo porem provavelmente era uma bem cômica já que Ash desatou a gargalhar quando olhou para mim, por fim suspirei pesadamente com uma gota e então encarei os oponentes caminhando até estar lado a lado com os três treinadores.

-Que seja. Vamos bater em alguns bastardos, vamos lá Chariz!!!

Com um sorrido de quem iria se divertir bastante corri na frente indo em direção a elevação, porém vários metros antes chariz voo ao meu lado e então sem pensar duas vezes pulei em suas costas indo em direção aos pokemons a cima da rocha, voamos alto para cima chariz já com chamas brotando de sua boca.

-Toste esse bosta!!!

Não precisei falar duas vezes, mala havíamos passado por ele quando deixamos um grande victreebel fumegando no solo, os treinadores da Aqua olharam para cima e praguejaram coisas bem feias de se ouvir, Chariz rapidamente parou de subir e se virou encarando os oponentes a baixo, em seu campo de visão logo três pokemons com treinadores montados em suas costas surgiram e pararam ao seu lado.

-Não saia pegando toda a diversão para você maldito.

-Você que é lento demais Ash.

-Será que dá para vocês pararem de brigar, dá para todos.

-E não esqueçam de deixarem uns dois conscientes.

Steven sorriu de forma doce e ergueu o dedo enquanto cruzava as pernas sentado em seu metagross.

-SEUS BASTARDOS DE MERDA!!! Parem de agir como se nós não passássemos de entretenimento para vocês!!!

Lance suspirou quando ouviu a voz do Peão da Team Aqua se ergueu com nítida raiva em seu tom.

-Já se foi o tempo que lixo se mantinha calado não é mesmo Steven.

-Nem me fale. Lance agora só porque não lutamos abertamente parece que eles acham que qualquer tipo de bosta pode se dirigir as nos...isso é.

-Extremamente irritante...

HYPER BEAM!!!

Os dois treinadores fizeram uma cara de desprezo de tamanha intensidade que até eu fiquei com do dos azulados la em baixo, mas não tive muito tempo para pensar no quão cruel os dois podiam ser pois no segundo seguinte só pude olhar para os ataques de seus pokemons descendo em um brilho veloz e devastando o solo a baixo, ouvimos gritos, explosão...rochas desmoronando, corpos batendo e diversos lamentos. Demorei alguns momentos para notar a merda que eles tinham acabado de fazer, fiquei algum tempo com uma cara de tapado estagnado assim como Ash encarando os dois, o primeiro a falar foi o moreno.

-VOCES SÃO RETARDADOS? QUAL A PARTE DE NÃO MATE TODOS VOCES NÃO ENTENDERAM? E FORAM VOCES MESMOS QUE FALARAM ISSO PAA NOS.

-Deixa de Stress Ash...até porque.

-O único que precisamos é aquele ali olha.

O garoto (que não é garoto) de cabelos prateados apontou para a fumaça onde um grande vulto começava a se erguer, logo em seguida um rugido gutural e extremamente esganiçado se fez audível dispersando o que sobrou da fumaça e revelando um imenso

Hydreigon que nos encarava com puro ódio, em suas costas alguém nos observava com um sorriso divertido no rosto.

-E....crianças como vocês não deveriam tentar nos dar lição de moral se não entendem o que queremos fazer.

-Mas se seus cérebros ainda não acompanharam a gente explica, pensem com a gente.... aquele bando de lixo não passa de peão...onde que peão vai ter alguma informação relevante?

-Por isso deduzimos...

-Que aquela quantidade de peões deveria ter um comandante ditando as ordens de algum lugar ao meio deles...

-Por isso fizemos a opção que nos gastaria menos tempo...

-Explodimos todos os inúteis.

Tanto eu quanto Ash ficamos encarando aqueles dois com cara de convencidos com uma cara de tapado, e o mais irritante é que eles pareciam ter um brilho de "eu sempre estou certo" caindo do céu diretamente na cabeça dos dois babacas.

-Vocês são....

-Extremamente irritantes!!!!

-Tsc, será que vocês já terminaram? Depois de acabar com vocês ainda tenho o que fazer.

-Hooh, você é bem confiante não é mesmo senhor peão-san?

-Acha que pode derrotar nos quatro?

-Na verdade.... porque não olham para cima?

Não demorei para entender o recado e parece que não fui só eu, todos viramos a cabeça para cima e então arregalamos os olhos com a luminosidade que vinha em nossa direção a uma velocidade inacreditável, não tive tempo de fazer nada além de contar o número de vultos que nos atacaram...5 ao total.

Os ataques estavam muito misturados para se identificar o que nos atingiu, senti um calor insuportável junto com uma dor extremamente aguda que atingia cada nervo do meu corpo, tentei gritar mas foi inútil, senti alguns pontos da minha pele se romper porem não tive como saber onde, apenas senti meu corpo cair pressionado por uma força maior e então bater com força no solo sendo prensado contra as rochas com força por alguns momentos que mais pareciam horas. Quando o ataque se dissipou aos poucos fui voltando a ter a sensação do meu corpo e só então tive noção da quantidade de ferimentos que possuía, vários pontos da minha pele estavam queimados e sangravam, ferimentos que se abriam alguns profundos e outros superficiais...meus companheiros não pareciam estar em situação muito melhor, Steve e Lance com dificuldade se ergueram sendo acompanhados por seus pokemons que grunhiam em protestos de indignação e revolta.

-HAH, cadê toda aquela presunção agora campeões?

O homem ainda se erguia intacto em cima de seu hydreigon, porem dessa vez a sua volta agora também havia um grande Salamance cheio de cicatrizes não muito bonitas, um Braviary, banette, eelektross e por último um Dragonite que encarava o dragão de Lance com um sorriso presunçoso.

-Merda....deveria ter deduzido que ele teria outros pokemons...

-Se recomponham logo...temos que lut...

Steven foi interrompido quando teve que cuspir sangue e se curvar para frente tossindo como se fosse morrer a qualquer momento.

-Merda...deveríamos ter sido mais cuidadosos...

-Realmente...deveriam...agora que perceberam isso...Morram e saiam do caminho de meu mestre.

Enquanto falava o filho da puta simplesmente moveu a mão como se não fosse nada e então seus pokemons começaram a preparar os ataques...Hyper beam...dragon pulse...Air Slash...Shadow pulse...Thunder...e Draco Meteor...

-Só pode ta de sacanagem...

Tudo que podíamos fazer era observar enquanto os ataques eram carregados, os nossos companheiros não tinham tempo o suficiente para se recuperar e muito menos revidar...

-Ei...campeões? Cadê o Resto da equipe de vocês?

-Infelizmente...não está conosco agora One.

-Então...fodeu.

-Matem eles agora...

O que mais me irritou foi o desdém na voz do maldito, os pokemons nem mesmo pestanejaram, e apenas liberaram os golpes que já haviam carregado, coloquei os braços na frente do rosto enquanto me movia para a frente de chariz com o intuito de protege-lo... então, esperei o meu fim chegar.

-FIQUE LONGE DO MEU NAMORADO SEU FILHO DE UMA VACA LEITEIRA DO CARALHO!!!!

Da mesma forma que 6 ataques vinham em nossa direção, seis golpes foram a seu encontro parando-os no mesmo caminho e momentos depois causando uma enorme explosão, senti meu corpo mais leve conforme a onda de choque jogava todos para trás, uma enorme cortina de fumaça negra se ergueu deixando o campo silencioso por longos momentos, momentos em que senti meu coração parar de bater esperando o desenrolar daquela cena, conforme a fumaça se dispersava e a poeira baixava meus olhos se focaram em tres pessoas a nossa frente juntamente de seis grandes pokemons...Blazeken, Flygon, Delphox...Sylveon, Togekiss e.... Empoleon.

-Eeeeh? Meninas?

-Fica quieto aí One, com você a gente se vira depois.

Quando Serene terminou de falar isso as três já andavam ficando a nossa frente para encarar o treinador que agora erguia uma sobrancelha surpresa. Antes mesmo de poder falar uma mini lua reluzente seguia em sua direção em alta velocidade fazendo com que seu entrasse na frente para assim sofrer todo o dano, escutei o grito de agonia do pokemon quando o ataque tipo fada explodiu em sua pele.

-Mas que estraga prazeres.... dois pokemons ripo fada...provavelmente trouxeram o resto da equipe destes inúteis.

-Ei seu merdinha...desça aqui para que eu possa socar essa sua cara, vaia aprender a não encostar no namorado dos outros.

Nesse momento confesso que engoli em seco ao ver a expressão levemente irritada de Dawn, fui me levantando aos poucos ajudado por Chariz que parecia tão amedrontado quanto eu, ao meu redor Ash se escondia atrás de Lance enquanto erguia o braço em um sinal de incentivo.

-VAAAI SERENAAAA, DEIXA DE SER SERENA E ACABA COM ELES MINHA GORILA!!!

-Ash...não se preocupa...quando acabar com esse cabelo de corretivo...eu vou cuidar de você amorzinho....

Nessa hora eu presenciei...vi o espirito do Ketchum se esvair enquanto ele caia no chão com o rosto branco de pavor, Serena com uma feição tranquila apenas se voltou para o oponente.

-Então merdinha albina, você vem ou a gente vai?

-Sinto dizer vadia, mas nenhuma das duas opções, temo ter ficado com uma pequena desvantagem, por isso voltaremos a nos encontrar outro dia...

Ao falar isso o merdinha albino voltou a montar seu hydreigon e ia se distanciando no céu junto de seus outros pokemons, mas ele não notou que deixou uma loira caramelada e uma azulada putassas da vida.

-Sylveon...

-Togekiss...

-MOON BLAST NAQUELE FILHO DA PUTA!!!!

As ataques foram carregados por dois pokemons 100% pixtolas e assim logo se uniram formando uma grande lua reluzente que foi lançada em alta velocidade, porem o merdinha albino apenas moveu um dedo em um comando silencioso fazendo com que seu dragonite entrasse na frente e recebesse o ataque de frente, o grito de agonia do pokemon foi ensurdecedor e em segui o vimos cair completamente queimado e ferido até cair a beira da morte no solo com um baque surdo, a esse tempo o homem já estava fora de alcance mas ainda assim eu pude ver um sorriso em seu rosto e seus lábios se moverem.... aquilo não tinha acabado.

-------------Quebra de Tempo-------------

Todos já haviam se encontrado menos eu e Dawn, Ash já havia sido espancado por nossa loira do grupo, no momento eu me encontrava perto de um penhasco sentado em uma rocha observando o Horizonte, ao longe o sol se punha dando lugar a um céu mais escuro, eu já estava com a poke-bola de Lapri e Oot voava pelo local, Chariz como sempre ao meu lado me encarava receoso com o que pretendia fazer, mas em nenhum momento tentou discordar, continuamos assim até que Dawn com certa relutância se aproximou.

-Oi...

-Dawn...

-Hai?

-Eu preciso ir para um lugar.

-Ah..sim, podemos ir, vou avisar os outros.

A menina estava um pouco decepcionada por eu nem ao menos ter olhado em seu rosto, mas já ia se virar para avisar o grupo quando minha voz se ergueu.

-Eu vou sozinho...

-Anh? Que?

A mesma se virou lentamente como quem ainda não tinha entendido e encarou minhas costas.

-O que? Repete...

-Eu vou sozinho...

-VOCE NÃO PODE!!! Eu...sou sua namorada..e todos são seus amigos..

-Eu sei...

-Então...

-Por isso...estou terminando nosso namoro agora.... Até Dawn..

A azulada não tinha reação., as lagrimas começaram a sair antes de sua voz enquanto ela observava eu me levantar e caminhar até a ponta, chariz ao meu lado me ofereceu as costas assim como um último olhar triste para a garota.

-grrrr....

-Ate...

Então...nos pulamos para o céu, Chariz se deixou cair demoradamente, n~]ao tive dificuldades em notar que o mesmo não tinha vontade alguma de bater as asas, mas logo fechou os olhos com força fazendo seu orgulho mais forte que as lagrimas e tentando colocar nosso motivo acima do resto, logo suas asas começaram a bater interrompendo a queda e estabilizando o voo, seguimos em direção a uma massa densa de verde ao oeste onde o sol se punha lentamente, Oot logo se pôs a acompanhar nosso voo com uma feição séria de quem se recusava a olhar qualquer coisa senão o objetivo a frente e assim... nós seguimos para nosso desconhecido.


Notas Finais


Yoo minna, o que acharam do capitulo, perguntas ? Comentarios? Bem espero que tenham gostado e até a proxima....TIIIIIIIMEEEEEEEE, mas antes disso eu queria deixar recomendado aqui algumas fanfics muito boas de parceiros aqui da spirit espero quem dem uma olhada no trabalho deles, segue o link aqui.


História pokemon o destino final


https://spiritfanfics.com/historia/pokemon--o-destino-final-9682571

Seguindo meu próprio caminho

https://spiritfanfics.com/historia/seguindo-meu-proprio-caminho-8952600

E mais uma vez divulgando o incrível trabalho da minha amiga Ylliana que está produzindo está fic maravilhosa chamada Pokemon Emerald Nuzlocke.

https://spiritfanfics.com/historia/pokemon-emerald-nuzlocke-7877833

Bem pessoal, é isso, até a próxima, e muito obrigado por lerem até aqui!!!! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...