História Laços com Alpha - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aceitacao, Alfa, Alpha, Amor, Ciumes, Companheiros De Alma, Desaparecimento, Lobisomem, Lobisomens, Lobo, Lobos, Macho Alpha, Rejeição, Rival
Visualizações 419
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 23 - 23 (Não Revisado)


Fanfic / Fanfiction Laços com Alpha - Capítulo 23 - 23 (Não Revisado)

Alice Narrando:
Um mês depois;

Escuto o despertador tocar, o que me faz pular em um pulo da cama, quase derrubando o Alan.

Eu tranco a porta do meu quarto, mas Alan pegou essa mania de dormi uma dia comigo e no outro com a Mônica. Hoje eu podia acorda-lo com um chute na cara, igual semana passada, mas hoje o dia é especial.

_ É hoje! - Falo correndo indo pegar minhas roupas no armário.

_ É hoje o que? - Pergunta o Alan sem entender enquanto coça os olhos.

_ Finalmente é hoje! - Falo correndo para o banheiro, onde encontro a Mônica saindo com uma toalha.

Entro empurrando ela enquanto entro no banheiro. Tranco a porta e tiro minha roupa super rápido.

O mês até que foi divertido. Mônica continua me perturbando, mas ela sempre leva a pior. Me lembro que semana retratada, o Pedro eu colamos a Mônica na privada e jogamos minhoca nela.

Nessa mesma semana, ouve um dia que o Alan e ela dormiram na mesma cama, e eu acordei bem cedinho e enchi a cama de ratoeiras e coloquei uma bombinha em baixo da cama. A bomba estourou e com o susto a Mônica teve ratoeira presa até no cabelo.

Claro que levei uma bronca do Alan, mas eu simplesmente mostrei o dedo do meio e chutei o melão dele.

Eu também ando aprontando muito com o Alan. Eu me lembro, que uma vez, ele dormiu no sofá e eu acordei ele colando gelo na cueca dele.

O mais engraçado foi quando eu coloquei uma lesma na calcinha da Mônica, quando ela estava se vestindo.

Eu tenho outra coisa em mente para fazer com a Mônica, mas essa eu vou fazer amanhã. Porque hoje o dia é especial.

Nem acredito que é hoje!!!

Saio do chuveiro depois de termina meu banho e fazer minha higiene pessoal e visto minha roupa.

Saio do banheiro as pressas e vou até o quarto dos meus pais. Passo uma maquiagem básica e apressada.

_ Para que tanta pressa? - O Alan pergunta sem entender e atrás de mim.

Me viro e olho para ele.

_ Alan... - Falo em um suspiro. - É hoje!

Falo empolgada e vou correndo pegar minha bolsa.

_ É hoje o que, Alice? - Fala ele sem entender.

_ É hoje! - Falo animada enquanto saio do quarto as pressas.

_ Porra Alice, dá pra falar o que está acontecendo?! - Fala o Alan alto enquanto sai do quarto.

_ Não! - Falo animada enquanto desço as escadas e vou em direção até a porta. Abro a porta e saio as pressas.

É hoje! É hoje! É hoje! É hoje!

_ Alice da para parar! - Ouço a voz do Alan enquanto sinto segurar em meu braço. - Estou te chamando desde que saiu do quarto e você não escutou?

_ Tenho coisas mais importantes na minha mente. - Falo séria. - Me solta, que eu tou com presa.

_ Percebi. - Fala ele sério. - Onde você vai com essa empolgação toda?

_ Encontrar os amares da minha vida. - Falo alegre e sorridente. - Me solta.

_ Quem são eles? - Ele pergunta sério.

_ Quando eles chegarem em casa você vai ver. - Falo séria.

_ O que quer dizer com isso? - Ele pergunta sério. - Vai trazer macho para morar com você?

_ Se você trás piranha para minha casa, eu tenho mais que o direito de trazer meus amores. - Falo séria. - Agora me solta que tenho pegar o táxi ainda.

_ Você não vai a lugar algum, buscar macho nenhum! - Alan fala firme.

_ Como é que é? - Pergunto sendo possuída.

Mas não mesmo!

_ O que você ouviu. - Fala ele sério. Por impulso e raiva, eu chuto seu caracol.

Alan, novamente, da um gemido de dor enquanto leva suas mãos até o seu caramujo. Aproveito e saio correndo a toda velocidade.

_ ALICE!!! - Grita o Alan atrás de mim. Olho para trás e o vejo se recuperando.

Ontem a noite eu marquei um horário com o táxi para me encontrar na esquina, onde eu já avisto ele. Olho novamente para trás e vejo o Alan começar a correr atrás de mim.

Porra de homem rápido!

Entro no táxi com pressa e fecho a porta.

_ Vai! - Falo ríspida e o táxi começa a dirigir. Olho para trás e vejo o Alan parar de correr.

Ufa... Pelo menos escapei dele...

Eu relaxo no banco enquanto espero o táxi chegar ao local: Um parque. O meu ponto de encontro com os meus meninos.

_ Aqui. - Falo pagando o táxi. - Obrigado.

_ Tenha um bom dia, senhorita. - Fala o taxista enquanto eu saio do carro. Assim que fecho a porta, ele sai com o carro.

Agora é só encontra meus dois amores...

Entro no parque e avistando varias pessoas fazendo piquenique, caminhando, fazendo exercício, crianças brincando e alguns cachorros com suas famílias.

_ Então é aqui seu locar de encontro com seu amante, não é?! - Ouço uma voz grave e zangada atrás de mim.

_ Como você... - Não término de pergunta, pois a surpresa de ter o Alan aqui é maior.

_ Voltei para pegar meu carro e segui seu cheiro. - Fala ele sério. - Onde estão esses filhos da...

_ Modera a boca para falar deles! - Falo rígida o cortando. - Cachorro!

Falo enquanto volto a atenção ao parque os procurando.

Cadê eles?! Pelo menos é hoje! É hoje que mato a saudades deles! Tou tão feliz!

_ Ainda defende eles? - Alan pergunta surpreso.

_ Claro. - Falo o óbvio - Eu amo eles.

_ Dois, ainda por cima. - Fala ele sério. - Você se queixa de eu amar você e a Mônica, mas você é igual, não é?!

_ Por eles? Sim. - Falo calma os procurando. - Cadê eles?

_ Já chega! - Fala ele sério. - Vou te mostrar quem é seu mach...

_ Achei!! - Falo em um pulo os olhando.

Meus dois loirinhos, tão bonitos quanto antes...

Alan olha na direção do meu olhar em um rosnado feroz, enquanto trinca os dentes.

_ Se você tocar neles. - Falo enquanto olho fixa ao Alan - Eu mato você!

Falo com confiança e o Alan rosna. Depois eu olho para meus lindos amores e assobio, fazendo eles olharem um minha direção, o que faz sorrir.

Assobio novamente e eles vêm correndo em minha direção e eu na deles, me soltando do Alan. Claro, eles são mais rápido que eu e ainda são dois. Por isso eu Caio no chão, depois que eles pulam em cima de mim.

E mordida de lado, abraço e lambida de outro. É brincadeira e amor para todos os lados.

_ Atenção! - Falo alto e eles se afastam ficando ficando um ao lado do outro, me observando.



_ Alan esse é Marley - Falo apontando para a o cachorro da esquerda. - E esse é Frank. - Falo apontando para o da direita. - Os amores da minha vida.

Falo enquanto tanto esconder o riso ao ver a cara de tacho que o Alan fez.

Que cara ciumento, hein? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...