História Laços com Alpha - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aceitacao, Alfa, Alpha, Amor, Ciumes, Companheiros De Alma, Desaparecimento, Lobisomem, Lobisomens, Lobo, Lobos, Macho Alpha, Rejeição, Rival
Visualizações 184
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - 04 (Não Revisado)


Alice Narrando:

_ Soube do que ocorreu - Fala ele sério - Gostaria de ouvir de sua boca.

_ Uma de minhas melhores amigas está desaparecida - Falo o encarando - Antes dela desaparece um homem foi atrás dela.

_ E quem séria essa sua amiga? - Pergunta sério.

_ Hannah Brown - Fala séria. Ele faz uma leve cara de surpreende no começo. Mas volta ao normal. Tem coisa ai...

_ E você achou que ela tinha informações sobre sua amiga - Fala ele sério e eu levanto uma sombrancelha. - Ao que está disposta por sua amiga?

_ Tudo! - Falo firme.

_ Muito bem. - Fala ele em um suspiro e estala os dedos. Logo a Mônica vem em minha direção e pega em meus braços - Acho que minha garota vai gostar de vê-la.

_ Como assim?! - Falo séria - Me larga.

_ Informe que ela vai fazer um trabalho e que sairá mais tarde - Fala ele sério me ignorando

_ Como quiser Supremo. - Fala o diretor.

_ Vamos. - Fala passando por mim.

_ Me solta sua vadia! - Falo tentando bater nela. Mas ela aperta meu braço e eu gemo de dor. Desde quando ela é tao forte assim?

_ Supremo. - Fala a secretária do diretor reverenciando.

_ Me solta sua filha da puta!! - Falo e chuto seu tornozelo, a parti do momento que cruzamos aporta dos fundos.

_ Seja uma boa cadela e fica quietinha. - Fala a Mônica com zombando de mim. 

_ Cale a boca Mônica. - Fala o Deus Grego, que esqueci o nome. Ele vêm até nós e pega em meu braço, fazendo a Mônica soltar - Sua voz me irrita.

Fala e me puxa, indo em direção a uma outra porta. Mônica ficou parada com raiva onde estava.

_ Pra onde esta me levando?! - Pergunto com raiva. Quem ele pensa que é?

_ Para ver sua amiga. - Fala sério abrindo a porta e saindo, indo em direção ao seu carro. Uma BMW Preta. - Não é o que você queria?

_ Como assim?! - Falo. Ele está com ela? - Quem é você?!

_ Sou o diabo que guarda sua amiga. - Fala com deboche, abrindo a porta do passageiro e me jogando lá, logo depois fechando a porta e indo até.

_ E como você sabe disso? - Pergunto entranhado. Ele sabe de alguma coisa e eu vou descobri o que é.

_ Assine aqui por favor - Fala ele tranquilo como se não tivesse falado nada. Olho de relance e assino o papel. - Mandarei chamar seus pais, por favor espere na sala de espera. - Fala normal - Preciso falar em particular com a senhorita Hutter.

Tenho um flash do que o diretor disse. Como assim? Será que ele está mesmo com a Hannah? A nossa Hannah?

Ele liga o carro e começa a dirigir.

Ou ele é um maníaco que vai me estuprar e matar, por que foi ele quem estuprou e matou a Hannah?

Olho para janela e vejo que estamos em uma floresta. Olho para trás e vejo a cidade se afastando cada ver mais. Olho para frente e vejo uma estrada de terra que não consigo ver o fim.

_ Para onde está me levando?! - Pergunto séria. Ele nada responde e se mantém firme na estrada. - Eu fiz uma pergunta!!

Ele nada responde. Esse cara já está me irritando. Ele tem uma calmaria e uma seriedade de irritar.

_ O brutamonte de merda! - Falo com raiva e vejo ele olhar pra mim no retrovisor - Você é surdo por acaso?!

Ele está me irritando, me deixando no vácuo. Que vontade de pular no pescoço dele e estrangular com corda de ferro.

_ Parece que o vira-lata é surdo... - Falo comigo mesmo, mas em um tom alto para que escute. Ele não diz nada e se mantém sério. - Sarnento!

Dou um suspiro de frustração e cruzo os braços de raiva. Ele brutamonte de merda, filho de uma puta, sabe como irritar.

Olho para o carro admirando o quão lindo ele é. Um carro lindo com um baita homem desses. Se não fosse as circunstâncias, eu estaria me gabando.

Olho para ele e o vejo concentrado na estrada. Olho para a estrada decorando o caminho. Vai que preciso voltar.

Depois de um inferno dentro desse carro, sinto ele parando perto de um lindo castelo. Ele é meio antigo, mas tem um toque moderno. A frente dele tem uma enorme porta de madeira. Da para passa um gigante por lá.

_ Vêm. - Fala e sai do carro. Exito em sai e segui-lo. Mas o que me trava e me impede de continua é o que vejo.

_ Não pode ser... - Falo a mim mesma, como um sussurro.

Ela vai até o cara que me trouxe e o abraça. E esse brutamonte de merda corresponde carinhosamente.

Não sei o que e mais surpreendente. A Hannah. Ou a Hannah solta-lo e beija-lo.

Não me contendo mais, eu abro a porta do carro, indo em passos lentos até eles. Eles param o beijo e o brutamonte de merda acaricia o rosto dela, e o vira com carinho em minha direção

Ela parece se surpreender.

_ A-Alice? - Pergunta chocada, enquanto eu estou quase chorando. Ele vêm em minha direção e me abraça. Um abraço que só ela sabe dar - Alice.

_ Hannah... - Falo a abraçando com medo disso ser um sonho. - Senti sua falta...

_ Eu também. - Fala ela e posso ouvir sons de choro.

Olho para o brutamonte de merda, e vejo ele de braços cruzados, nos olhando sério.

_ Eu sabia que era você que a sequestrou!! - Falo com raiva com ele. Ele não diz nada e permanece sério.  - Não vai dizer nada, brutamonte de merda?!!

_ Calma Alice. - Fala a Hannah.

_ Calma nada!! - Falo séria. - Ele tirou você da gente!

_ Não é bem isso... - Fala ela coçando a cabeça.

_ Então é o que?!!! - Falo quase gritando com ela.

_ Modera o tom para falar com minha Luna! - Fala o brutamonte de merda, sério.

_ O nome dela não Luna!! - Falo com raiva e ele revira os olhos.

_ Ela... Sabe? - Pergunta a Hannah o olhando.

_ Não. - Fala ele sério e calmo. Esse filho da puta, me irrita com tanta calma!

_ Sabe o que?! - Pergunto curiosa e com raiva. Ela olha para o Aidan, como se pedisse autorização com o olhar.

_ Você acreditaria se eu falasse que o Aidan é um híbrido de vampiro e lobisomem, e que sou prometida a ele? - Fala seria.

_ O que?! - Pergunto com um sorriso de deboche no rosto. - Bem que notei que ele tem cara de vira-lata sarnento.

_ É sério Alice! - Fala ela séria, me olhando.

_ Eu não estou pra piadas Hannah! - Falo séria - Ele te sequestrou e vou te levar de volta!

Falo e puxo ela em direção a floresta. Porém o brutamonte de merda aparece em minha frente, com os braços cruzados e sério. Como se ele fosse um piscar de olhos ele aparece em minha frente. Como assim?

_ Minha garota não vai sair daqui! - Fala ele firme e sério.

_ E quem vai me impedir? - Pergunto com um sorriso de deboche, e o desafiando. Porém seus olhos mudam de cor. Seus ficaram vermelhos. Parece vermelho-sangue. 

_ Eu! - Fala ele com uma voz grave de arrepiar...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...