História Laços de Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Romance, Sakura, Sasuke
Exibições 104
Palavras 1.657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Desespero


Fanfic / Fanfiction Laços de Amor - Capítulo 2 - Desespero


           Sakura p.o.v
        Acordei com o som irritante do meu despertador me avisando que já era 6:00 da manhã, bato a mão nele fazendo com que ficasse "quieto". Me levantei meia desorientada e vou em direção ao meu banheiro para fazer minha higiene matinal. Vou para a cozinha para poder comer alguma coisa. Peguei algumas torradas e passei maionese e coloque algumas fatias de mortadela e fervi o leite com nescau. Me sentei na mesa e comi o que eu tinha preparado, após estar satisfeita, coloquei a louça dentro da pia para que quando voltasse pudesse lavar.
       Subi as escadas e fui em direção ao meu quarto, coloquei uma das minhas calça brancas que normalmente uso e vesti uma batinha roxa. Fiz um coque frouxo e passei uma maquiagem de leve, calcei meu típico salto que normalmente uso para trabalhar. Desci as escadas e peguei minha bolsa, sai de casa e tranquei a porta.
        Como ainda estava um pouco cedo para ir ao hospital, fui até a casa de Naruto para fazer o exame para saber se Hinata esta realmente grávida. Após alguns minutos de caminhada, cheguei a casa da famosa família Uzumaki, apertei duas vezes seguidas a campainha. Quando fui tocar a campainha de novo, a porta foi aberta pela Hinata que parecia estar super empolgada.

- Sakura-san, por favor entre - convidou ela me dando passagem para entrar. 

- Bom dia Hinata - cumprimentei dando um pequeno sorriso entrando em sua residência - Onde esta o Naruto?

 - Saiu de madrugada para uma missão, só ira voltar de tarde - respondeu sentando no sofá fazendo um sinal para que sentasse do seu lado. 

- Bom, vamos para que interessa - Poxa, também estou curiosa! - Como anda se sentindo?

- Ando tendo muitos enjoos, tenho muito sono também.

- E a menstruação? - perguntei encarando-a.

- Faz mais de uma semana que esta atrasada - me respondeu com as maçãs do rosto vermelh.

- Bom, só basta confirmar agora não é? - dei um sorriso após fazer minha pergunta. Coloquei minha mão sobre seu ventre fazendo transparecer o chakra verde, fechei os olhos para poder me concentrar. Me concentrei o máximo que pude, até que... - Consigo sentir um pequenino ponto de chakra se formando.

Olhei para Hinata e vi lágrimas sair de seus olhos e um sorriso aparecer em seu rosto.

- É sério Sakura-san? Sério mesmo?

- Sério - respondi lhe dando um abraço - Parabéns pelo novo integrante da família. Mas se não se importa, preciso ir para o hospital preencher algumas fichas.

- Obrigada Sakura - Agradeceu me dando mais abraço.

Despedi de Hinata e segui rumo ao meu trabalho. Pelo caminho vi algumas crianças indo para a academia sendo acompanhados por seus pais, por um momento, tentei me ver do mesmo jeito, mas, eu sei que isso nunca ira acontecer.                         
           Já tenho quase 22 anos, apesar de muitos homens ficarem atrás de mim, eu nunca conseguir amar nem sequer um pouco do jeito que consegui amar Sasuke. Em falar nele, faz muito tempo que não o vejo, Kakashi-sensei sempre manda pergaminhos perguntando onde ele esta ou como está, mas de todos eles, nenhum se quer foi respondido. Equipes de ANBUS todos os meses são convocados para procura-lo, mas sempre voltam com a mesma resposta, "Não conseguimos encontra-lo". Na verdade, já perdi as esperanças, ele deve ter formado uma família para fora do país, ou como algumas pessoas da vila, ja esteja morto...
          Entrei no hospital e passei pela recepção cumprimentando as meninas. Assinei o livro de ponto e fui para a minha sala que ficava no último andar. Abri a porta, acendi a luz e abri as janelas para ventilar, vesti me jaleco que ficava pendurado na cadeira e sentei na mesma. Comecei a assinar alguns portuários e preencher algumas fichas de pacientes, quando derrepende a porta da minha sala foi praticamente arrombada por uma loira extremamente escandalosa.

- Testuda! Você não vai acreditar!  - exclamou ela sentando de frente comigo.

- Ino, quantas vezes ja falei para você bater na porta antes de entrar? - perguntei desanimada olhando para ela.

- Nossa, que animo em? - perguntou sorrindo - Mas afinal vai quere saber o que aconteceu?

- Descobriu o sexo do bebê? - perguntei animada.

- Na verdade não - respondeu ela um pouco chateada, faz mais ou menos  2 meses que ela esta tentando descobrir.

- E então o que é?

- Recebemos um informação do país da onda, que um ninja da folha esteve hospitalizado por envenenamento - me falou empolgada.

- Ino nós sabemos muito bem que sempre há ninjas indo para outros países fazer escolta - falei no meu tom normal e coltei a assinar os papéis.

- Da pra parar de fazer doce e prestar atenção no que estou falando? - reclamou tirando a caneta da minha mão.

- Ai, ta bom - reclamei voltando a encara-la - E o que isso tem de bom? Só porque tem um ninja nosso no país da onda?

- É ai que tá! Adivinha quem esteve por lá?

- Eu vou la saber quem é Ino? Eu não sou Hokage para saber!

- Ai ta bom, ta bom! O ninja que esteve por lá é o Sasuke, agora se você não quiser saber o resto é só...

- COMO É QUE É? - gritei me levando e batendo a mão na mesa fazendo Ino se assustar.

- Nossa, que bipolaridade em? - reclamou ela se recuperando do susto.

- Me conta logo Ino! - exigi para ela.

- Bom, os ninjas do país da onda acharam ele desmaiado e suando muito, levaram Sasuke para o hospital e descobriram que ele foi envenenado com substâncias tóxicas misturadas com algumas ervas. Mandaram um solicitação para que você ou Tsunade-sama fosse até lá para resolver o caso, mas hoje cedo chegou um pergaminho que dizia que o Sasuke havia fugido sem deixar nenhuma pista - me informou séria.

- Mas ele sumiu mesmo envenenado?

- Pelo o que parece sim - me respondeu receosa.

- Droga! Cuide de tudo por favor - avisei saindo da minha sala


       [...]

Após dar uma rápida passada em casa para trocar de roupa e pegar minhas armas, fui o mais rápido possível para o prédio Hokage. Sem avisar ninguém, entrei imediatamente a sala do Hokage.

- Kakashi-sensei por favor preciso ir para o país da onda imediatamente!

- Bom dia para você também Sakura - disse ele dando um pequeno sorriso debaixo da máscara - O que te trás aqui tão cedo.

- Por favor Kakashi-sensei, não se faça de desentendido, preciso ir até o país da onda -  repeti mais uma vez

- Ok - suspirou pesadamente -Apesar de tudo, tirando Tsunade, você é a melhor ninja médica que temos, e querendo ou não, Sasuke também é um ninja da folha.

-  Então eu posso ir? - perguntei com uma pontinha de esperanças.

- Quando me tornei Hokage, prometi nunca deixar nossos ninjas na mão. Então Sakura, você esta liberada, mas não quero que você faça Sasuke voltar  a força, se ele quiser voltar ele irá voltar.

- Certo!

Sem bombear, sai da vila indo a direção onde ficava a fronteira a folha e o país da onda. Um minuto perdido em distração, é um minuto de uma vida sendo perdida. Corri o mais rápido que pude, em questão de minutos estava próxima da fronteira. 
            Comecei a todo custo sentir o chakra se Sasuke, mas de toda forma foi em vão. Do jeito que ele esta, não deve estar muito longe, pelo os meus estudos, venenos feitos com substâncias tóxicas e ervas 'daninhas'  pode ser muito perigoso, se o indivíduo não ser socorrido a tempo, pode ser levado a óbito em menos de cinco dias.
           Parei de correr assim que cheguei na fronteira, mais uma vez tentei me concentrar e não encontrei nenhum chakra conhecido. Então propus que Sasuke deveria ter ocultado seu chakra para que ninguém o achasse, de qualquer maneira, comecei a procurar em arbustos, algumas armadilhas mal feitas e até mesmo cavernas. A cada minuto que se passava me desesperava mais e mais. 
          Até que entre algumas árvores e um amontoado de folhas secas, estava escondida uma pequena caverna coberta. Mesmo temendo que algum ladrão ou algum inimigo estivesse lá dentro, entrei sem pestanejar.                         
         Num canto que estava com pouca iluminação, pude perceber que tinha um corpo atirado no chão, meu coração não pode deixar de acelerar quando reconheci de quem era o corpo.

- SASUKE!!!


       Sasuke p.o.v 
           Droga! Como foi que não percebi que havia veneno naquela maldita kunai?! Não imaginei que eu ficaria desse jeito, estou pior do que peixe fora d'agua! Eu sei que poderia ficar naquele hospital, ser medicado e daqui uns dias me curar. Mas se não saísse de lá, com certeza o país da onda informaria a folha, e eu não quero que fiquem ou finjam ter pena de mim, apesar de que já podem ter avisado.
          Preciso procurar alguma curandeira em pelo menos em 3 dias, ou se não, do jeito em que estou, irei morrer desidratado. Depois de ter fugido daquele hospital, me escondi em uma caverna na fronteira do país ocultando o pouco de chakra que ainda me resta. Nunca na minha vida me senti tão inútil do jeito que estou me sentindo agora. 
          Justo agora que estava prestes a voltar para Konoha para me perdoar com a Sakura, me acontece isso. 
Meus olhos estão ficando novamente a ficar pesado, mas não vou me render facilmente, se eu fechar meus olhos novamente há uma grande chance de não acordar mais. 
       Não estou aguentando mais, meus olhos começaram a ardendo e estou com muita dificuldade em respirar, talvez minha hora tenha chegado.

- SASUKE!!!
        Eu conheço essa voz, tenho certeza de que essa voz é da Sakura. Tentei visualiza-la mas minha visão estava ficando turva, então não consegui enxergar mais nada.

 

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...