História Lacta Negro ou Diamante Branco? - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~EternalHunHan

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Sehun
Tags Baekhun, Sbdreams, Sebaek, Sebaekdreams
Visualizações 118
Palavras 1.706
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, pessoal! Já tem algum tempo que não apareço por aqui, certo? E agora, participando do SeBaek Dreams, minhas aparições vão ficar um pouco mais frequentes! Trouxe essa OS lindinha pra vocês, que foi o que precisei escrever durante o processo de seleção e eu gostei muito, muito dela! Obrigada ao pessoal do SBD por me dar a oportunidade de escrever algo assim e apoiem o projeto!

Capítulo 1 - Capítulo Único;


 

A corridinha de dez passos pelas calçadas vazias fez Baekhyun rir contra a nuca alheia e apertar o corpo maior que o seu entre os braços e as pernas.

— Sehuuun! Não faz isso, você vai me derrubar! — Choramingou, se ajeitando nas costas do namorado. 

Era próximo das nove e meia da noite e tudo o que queriam era um chocolate quente estilizado, como haviam chamado. Tinham tudo, leite, os biscoitinhos doces e salgados para acompanhar, chantilly, mas havia esquecido o mais importante! O chocolate! 

Sehun não aceitaria ficar sem sua barra de Lacta Branco para aquela experiência. Então, assim que ofereceu as costas para Baekhyun, dizendo que iria comprar, ele aceitou! 

Andavam relativamente rápido para o mercado que fecharia às 22h! Sehun não queria derrubar o namorado, mas também não queria dar de cara com a porta, por isso, entre um metro e outro, acabava por correr um pouco, fazendo a risada de Baekhyun, e a sua própria, ecoar pelas ruas praticamente vazias. Algumas pessoas passavam aqui e ali, mas nada de realmente surpreendente, apesar dos olhares curiosos que recebiam.

— Quer o carrinho? — Sehun indagou assim que se aproximou da entrada e sentiu Baekhyun se aninhar contra a sua nuca, só para depositar um beijo ali, arrepiando-o por completo. 

— Vamos comprar mesmo só o chocolate? Eu não trouxe muito dinheiro, acho que não precisa. Pega uma cesta. — apontou e Sehun assentiu, segurando-o pela coxa somente com uma das mãos enquanto adentravam o mercado parecendo um só e munidos de uma cestinha azul. 

Sehun sorriu um tanto sem graça para uma das últimas caixas presentes no local, não sabia se o olhar direcionado para si era por estar daquela maneira com um outro homem, ou se por estarem adentrando o local que fecharia daqui apenas 20 minutos.

— Hmm... deixa eu descer, assim vamos mais rápido. — Baekhyun comentou, parecendo ler seus pensamentos e Sehun riu baixinho, pensando em impedir, mas logo o permitindo tocar o chão. — Não vamos demorar, certo? Não quero ninguém falando gracinha pra gente, pra... você. 

— Por que alguém falaria gracinha pra mim? — indagou andando pelos corredores conhecidos, sendo seguido pelo namorado de cabelos avermelhados.

— É você que mora por aqui, Sehun, as pessoas conhecem você no bairro, não eu. — comentou segurando-o pelo braço e apoiou a cabeça contra o ombro largo que adorava morder vez ou outra. 

— Ninguém vai falar nada, bby. 

— Eu espero, não quero arrumar confusão uma hora dessas na rua. Depois é você quem vai ficar com o carão de voltar aqui, porque... eu não vou voltar. — riu alto, causando o mesmo efeito no namorado que parou na sessão de guloseimas e se sentiu tentado a pegar alguns pacotes de doce que nem estavam na lista. 

— Vamos escolher e não vamos precisar brigar com ninguém, okay? — indagou inclinando o rosto para selar os lábios do namorado, recebendo apenas um balanço positivo de cabeça como resposta.

Ambos passavam os olhos pelas prateleiras e Baekhyun tomou a cesta em mãos, acabando por olhar os outros doces ao redor. SeHun se concentrou em procurar a sua barra, levaria duas por precaução e assim que desviou o olhar da prateleira, percebeu alguém no mercado olhando para eles. Era o rapaz do açougue, provavelmente observou o carinho singelo entre os dois e falaria de Oh Sehun até a próxima geração. Suspirou, caminhando para perto do namorado quando percebeu o olhar alheio pousar sobre Baekhyun que estava entretido entre as prateleiras. 

Abraçou-o por trás, um tanto quanto enciumado e, talvez, medroso pelo que estivesse passando na cabeça do outro homem. 

— Pera ai, amor, deixa eu pegar isso aqui. — pediu tentando abaixar e Sehun o apertou pela cintura, negando num som estranho. — O que foi? Aconteceu alguma coisa? 

— O cara do açougue tava olhando a gente. Olhando... você. Não gosto disso. — murmurou baixinho, e Baekhyun precisou arquear uma das sobrancelhas para logo depois rir e inclinar o corpo para olhar para o mais novo. 

— Tá e daí? Ele só está olhando, cadê ele agora? 

— Acho que foi embora, falta pouco pro mercado fechar. — suspirou olhando para o relógio no pulso. — Temos 15 minutos.

— Tá então me solta e não se preocupa, ok? Ninguém vai fazer nada conosco e se estiverem me olhando, o problema é deles, não nosso, meu amor. — Beijou o canto dos lábios para finalmente ser solto do laço que Sehun havia feito com os braços. 

Abaixou, pegando um pacote de jujubinhas frutadas e Sehun resolveu colocar suas barras na cesta até que parou no meio do caminho. 

— Arg! Pra quem tá levando isso? — resmungou contorcendo o rosto em desgosto. Chupar um limão teria sido melhor. 

— Isso o que? Você... você gosta de jujuba, não gosta? — Baekhyun o encarou assustado, achando que estava confundindo alguma coisa. 

— Diamante Negro, Baek! Essa barra é horrível! Eu... argh, detesto, aqueles negócios no meio do chocolate, fazem aquele barulho estranho quando a gente morde e a sensação... — tremeu inteiro, fazendo Baek apoiar uma das mãos na cintura, quase incrédulo. 

— E o que você está levando? Chocolate branco? 

— Não é qualquer chocolate branco! É Lacta! Não desrespeita o meu bebê! — levou as duas barras ao peito e acariciou, como se tivesse acabado de colocá-las para dormir. 

— Você é uma comédia mesmo. Chocolate Branco nem poderia ser considerado chocolate, mas... eu não vou usar isso de argumento, por que detesto quem usa. — Balançou a cabeça suavemente. — Só sei que a minha é melhor. 

— Não é mesmo, eu não vou pagar por isso. — SeHun cruzou os braços e Baekhyun riu. 

— E quem disse que você vai pagar? Não vou te dar as jujubas de presente então, ingrato. — Falou tirando o pacote da cesta e as colocando no lugar, fazendo Sehun abrir a boca em espanto. 

Não podia ser verdade, primeiro seu chocolate era ofendido e agora aquilo? Como poderia sobreviver?

— Se o seu é melhor, então prova. Você nem deu argumentos e eu disse o porquê de não gostar e... você tem menos tempo, então vamos rápido com a sua defesa. — falou ainda parado no meio do corredor com os braços cruzados. 

A qualquer hora do dia, aquela cena poderia ser hilária para qualquer um, mas naquele momento somente Baekhyun presenciava a pequena birra do namorado que deveria ecoar até os ouvidos da caixa os esperando na frente da loja. 

— O que faz o Diamante Negro ser bom é justamente o que você não gosta. Os cristais. Pois isso diamante? — entonou como se fosse uma pergunta, mas sabia muito bem do que estava falando. 

— Não estou convencido.

— Sehun, você não pode estar falando sério! Eu vou levar a minha barra! — juntou as sobrancelhas, sem acreditar que o namorado implicaria com aquilo, ali, 10 minutos antes de serem expulsos do mercado!

— Pode levar, mas a sua não é realmente gostosa. — deu de ombros, voltando para a prateleira, para saber se não queria mais nada. 

Baekhyun continuou o encarando e sorriu de canto assim que uma idéia atravessou a sua mente. Esperaria chegar em casa e o beijaria com o gosto do chocolate, ele não ia se atrever a dizer que seu beijo era ruim, ia? 

Suspirou, abaixando o olhar e encarou a barra por alguns segundos, deu de ombros. 

— Sehun, vem aqui. — Tomou a própria barra entre os dedos e rasgou o papel que a envolvia, tirou um dos pequenos tabletes e colocou na boca, saboreando o chocolate. 

Assim que ele se aproximou, Baekhyun tomou uma de suas barras em mãos e fez o mesmo, fazendo-o arregalar os olhos. 

— O que você está fazendo?? Eles vão brigar com a gente! 

— Nós vamos pagar, cala a boca e come. — deu um pedaço do chocolate branco para Sehun que continuava com os olhos arregalados, mas obedeceu. 

Envolveu o pescoço dele com os braços, deixando a cesta pender atrás das costas do outro. 

— Me beija. 

— Aqui? Mas e se o cara que estava olhando a gente...

E Baekhyun uniu os lábios, não deixando muito espaço para Sehun recuar ou qualquer coisa do tipo. Aprofundou o contato, roubando o pedaço do chocolate dentro da boca de Sehun com a língua. Se afastou minimamente, só para rir baixinho. 

— Você comeu t... — Baekhyun o calou com os lábios outra vez, dessa vez tendo a iniciativa de Sehun para aprofundar o beijo, como se quisesse constatar se havia comido do chocolate também. 

Murmurou baixinho assim que as línguas se tocaram, provocando uma a outra. Apertou a nuca dele, tentando unir ainda mais as bocas. Sehun o abraçou pela cintura, procurando por um dos braços dele, para que ele soltasse a cesta e de forma desajeitada e sem separar os lábios, eles a colocaram no chão e juntaram um pouco mais os corpos. Não que fossem um beijo verdadeiramente quente, mas gostavam de estar realmente colados, as mãos tocando as costas, os ombros, a cintura um do outro.

Separaram os lábios minimamente e Baekhyun mordeu o inferior, sentia os sabores misturados ainda na própria língua, sabia que Sehun também.

— Não vale... — Sehun sussurrou, a voz falhando no primeiro momento. Respirou fundo e então continuou — Não vale me convencer assim, eu não vou saber resistir. 

— Não foi a intenção, mas... você sabe que eu sempre consigo. — Baekhyun riu baixinho, acariciando os fios e a nuca do namorado. — Odiou tanto assim? 

Sehun negou, a testa colada na de Baekhyun e então, tentou se aproximar mais uma vez para o beijar outra vez. A verdade era que havia adorado sentir aquele sabor combinado tanto quanto havia adorado beijá-lo ali, num lugar tão público.

— Hey! — ouviram alguém chamar e se assustaram, partindo o beijo mais uma vez. — Precisamos fechar, vocês tem 4 minutos!

— Claro, claro, estamos indo! — Sehun abaixou pra pegar a cesta e segurou numa das mãos de Baekhyun, para correr. 

— Espera, espera! — Baekhyun gritou, impulsionando o corpo para trás e voltou os pequenos passos que havia dado para buscar o pacote de jujubas outra vez, fazendo Sehun rir.

— Se é assim, então... — foi para o lado direito da sessão, buscando mais uma barra do seu Lacta Branco e depois parou um pouco mais ao lado, pegando outra barra do Diamante Negro. 

— Convencido então? 

— Talvez... — Sehun correu, puxando-o pelo pulso. — Separados eles são bons, mas juntos... Maravilhosos! — disse um pouco mais alto que o normal, rindo ao passo que Baekhyun o acompanhava até o caixa. 


Notas Finais


Obrigada a quem leu, espero que vocês estejam gostando de tudo o que o projeto tem trazido. Leiam as outras fanfics, das outras autoras, também! O tema é o mesmo viu? Tudo muito fofinho! Tive uma boa inspiração pra algumas coisinhas dessa fanfic, então... obrigada ao meu "muso". Beijinhos e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...