História Lady - Série A princesa herdeira - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Princesa
Exibições 3
Palavras 478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


***Melissa na capa ***

Capítulo 1 - O que encontrei foi a escuridão


Fanfic / Fanfiction Lady - Série A princesa herdeira - Capítulo 1 - O que encontrei foi a escuridão

Não acreditava que hoje era o dia. Estava com tanto medo e mamãe não parava de me dizer em como eu estava crescida e o quanto isso a assustava.

Eu só queria me esconder  em meu quarto e ler até o cansaço me vencer. Eu não sabia o que fazer e isso ampliava meus medos. Eu sempre fui muito focada e direta com que eu desejava, mas hoje eu estava insegura.

E se eu não gostasse dele, se fosse feio ou mal? Se eu não o amasse e se ele me tratasse de forma horrenda? E se ele fosse gentil ao extremo ou se ele não me quisesse?

Minha mãe falou-me que eu devia dar graças aos céus por um lorde me escolher e que não deveria me preocupar com mais nada, pois ele tinha dinheiro e título. Além disso, eu não podia escolher muito pois não poderia deixar que descobrissem
minhas origens.

- Vamos querida eu sei que consegue. – disse a minha ama. – Você só precisa respirar e abrir a porta para eu prepará-la

- Eu não quero o conhecer. – gritei para a porta fechada a minha frente.
Lucy bateu forte contra a porta fazendo-me encolher.

- Terei que chamar seu pai? – Perguntou impaciente.  Meu pai tinha acesso a todos os cômodos da casa através de sua chave mestre, mas eu não queria que ele visse o medo e o horror em meu rosto.

- não – Disse manhosa. – Não quero decepcioná-lo, você sabe disso. – suspirei.

- Então abra a porta.- Disse tentando soar calma.

Abrir a porta?! Pensei comigo mesmo. Eu comecei andar em direção a porta para abri-la quando ela se abriu automaticamente assustando a ama Lucy que estava escorada a ela.

Dei um grito de surpresa.

- Como você abriu?  - perguntei a Lucy. Mas ela estava assustada tanto quanto eu.

Ela negou com a cabeça e isso me assustou mais ainda e quando eu ia perguntar “quem abriu a porta então?” uma dor de cabeça  insuportável começou a surgir e fazer meus ouvidos apitarem. Comecei a gritar.

Lucy venho correndo rapidamente em minha direção enquanto eu perdia o equilíbrio e colocava minha mão na cabeça como se aquilo pudesse parar. Mas não parou.

- O que está acontecendo? – perguntou Lucy com um semblante assombrado de medo e preocupação.

Apenas tentei negar com a cabeça e comecei a gritar me ajude enquanto a dor aumentava cada vez mais.
Pessoas apareceram na porta correndo em minha direção e tirando Lucy de perto de mim como se ela estivesse me machucando. Eu não parava de gritar de dor, enquanto lagrimas começaram a escorrer dos meus olhos.

Lágrimas de dor, lagrimas de desespero e lágrimas de medo. Gritos de terror, gritos de assombro, gritos buscando a luz, o alívio da dor. Mas não encontrei.  O que encontrei foi a escuridão


Notas Finais


Comentem para um novo cap!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...