História Lady of Heart - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Adrinette, Ladrien, Ladybug, Ladynoir, Marichat, Romance
Exibições 330
Palavras 2.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Harem, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E ai seus bando de geek ? Tudo bem com vocês ? Gente desculpa pelo atraso, esse é o capítulo da semana passada o dessa semana eu posto provavelmente no domingo, ok ? Aiiii, eu sou horrível em cumprir datas eu sei! Mas desculpa mesmo... Amo vocês, muito obrigada por todo o apoio. Aproveitem o capítulo
P.S: Vocês viram o Blood, Sweat and Tears perfeito do BTS?! Gente! Chocada, jogada no chão, cheia de tiros! Cheia de teorias tb! Mas cara! Meu V não podia estar mais gato...
~Mil Blue Kisses~
~Giu Blue~

Capítulo 14 - One night with a friend


Fanfic / Fanfiction Lady of Heart - Capítulo 14 - One night with a friend

~Marinette~

 

        O dia tinha sido muito agitado hoje.Eu tinha feito uma prova difícil, conhecido um super herói novo e lutado contra uma akuma.E tudo isso na parte da manhã! Mas a última coisa que eu esperava era que alguém descobrisse minha identidade secreta e que eu descobrisse que o Nathaniel era o Volp e vice-versa.Eu estava completamente paralisada e por um segundo achei que fosse desmaiar.Como isso podia estar acontecendo?! A Tikki se escondia atrás de mim tão paralisada quanto eu, quando de repente uma voz fofinha mas masculina disse:

—O que você pensa que está fazendo garoto?!— um projeto pequenininho de raposa disse ao sair das sombras

—E-eu estava....—Nathaniel começou, claramente envergonhado

—Você estava louco!Isso sim! Você não pode sair por ai revelando sua identidade secreta! Se não não vai ser mais secreta!—o raposinho disse exasperado— Você teve sorte de que a pessoa pra quem você ia contar tudo era a Ladybug! Só que você não sabia disso antes não é ?

—N-não...—Nathaniel respondeu

        Eu olhava aquela cena confusa. Eu estava sonhando? Porque aquilo claramente não podia ser real...

—Vulpii! Quanto tempo!—Tikki disse de repente saindo das sombras

        Foi ai que eu fiquei mais chocada ainda! Não só eu, mas Nathaniel também pareceu atordoado.O que diabos estava acontecendo?!

—Tikki! Caramba! Quase me esqueci que você estava aqui!— o raposinho disse

—Hahahaha, tudo bem. Garoto novo né ? O começo é sempre assim, meio difícil... Mas depois tudo acaba bem.—Tikki disse, como se estivesse conversando com um velho amigo

—Sim, eu sei...Hahahaha— Vulpii (esse é o nome dele ?) disse

—O que esta acontecendo!?—eu falei, finalmente recuperando a voz

—Oh! Desculpe Marinette...Esse aqui é Vulpii! O kwami raposa! Ele é uma entidade assim como eu, então nos conhecemos a um longo tempo.Quando eu vim pra cá pra te tornar uma heroína ele continuou guardado na caixa do guardião. Bom...pelo menos até agora...—Tikki me explicou

—Ah....Entendi...Mas e quanto ao Nathaniel?

         Nós três olhamos para ele.Ele ficou vermelho de imediato por tanta atenção, mas logo se recuperou

—A um dia atrás eu ajudei um senhorzinho na rua que acabou indo embora e deixando esse colar para trás—ele disse apontando para uma corente que usava no pescoço—Então hoje de manhã na escola eu acabei abrindo sem querer a caixinha onde ele estava, e então a caixinha brilhou e o Vulpii apareceu e começou a dizer que eu era um super-herói agora e coisas do tipo...No final das contas eu ainda não entendi nada...

—Claro! Em vez de ir pra casa para eu te explicar você foi na casa dessa menina...—Vulpii disse apontando para mim

—B-bem, eu...—Nathaniel disse tentando se explicar

—Tá.Tudo bem, tudo bem.Águas passadas não movem moinhos não é mesmo? —Vulpii disse fazendo uma cara fofa

        Logo em seguida ele começou a explicar tudo para  Nathaniel com a ajuda da Tikki. Quando eles acabaram o Nathaniel disse:

—B-bem, estou um pouco confuso...

—Tudo bem, com o tempo você vai entender...—Tikki disse o confortando

        Depois disso ela e Vulpii começaram a conversar e colocar o papo em dia, e eu e o Nathaniel ficamos sobrando no quarto

—Oi...—eu disse me aproximando dele

—O-oi...—ele disse vermelho

—Obrigada por hoje mais cedo...Você salvou minha vida...

—Não fui eu... foi o Vulpii. Sem os poderes dele eu nunca conseguiria...

—Nath os poderes não são dele, eles são seus. O Vulpii é como se fosse um guardião dos poderes...Por exemplo: Você acha que se a Tikki pudesse ser uma super heroína sozinha eu seria a Ladybug ?

—N-não...

—Então.Você não sabia da existência desses poderes antes de eles chegarem mas pode ter certeza que eles vem de dento de você, de quem você é.Você já era um super herói antes de Vulpii, assim como eu já era uma super-heroína antes de Tikki.Só que agora somos super heróis com poderes.

—E-eu não sei...

—Se anima Nath! Sabia que você é a primeira pessoa que sabe a minha identidade secreta? Eu não contei nem para o Chat ou a Alya...

—Sério?!

—Sim.

—E-então...você não namora o Chat ?—ele perguntou meio envergonhado

—Hahahahaha, não! Ele é só meu parceiro de trabalho e um grande amigo. Essas coisas de "my lady" são só brincadeiras dele.Ele é um galanteador.

—Ah...entendi...

—Por que você é tão tímido Nath?—perguntei curiosa

—Como?

—Bem, como Volp você foi bem mais descontraído e ousado do que agora...

—E-eu não sei...Na verdade o Volp é a pessoa que eu sempre quis ser...Eu realmente não sei como não desconfiei que você era a Ladybug, vocês duas são tão parecidas! Não só na aparência, no jeito também...

—Sério? Eu sempre me achei tão diferente dela...Na verdade a Ladybug também é a pessoa que eu sempre quis ser...

        Nós dois sorrimos um para o outro e continuamos a conversar, aos poucos Nathaniel ia ficando mais a vontade.Acho que era a primeira vez que eu conversava com ele de verdade (sem ele ser akumatizado), ele sempre foi muito tímido... Ele era um cara legal e eu sabia que por baixo de toda aquela timidez ele escondia uma personalidade incrível, e se tinha uma coisa que eu estava determinada a fazer era a revela-la ao mundo.

        Depois de um tempo de conversa Nathaniel se levantou e chamou o Vulpii para ir pra casa, ele se despediu de mim meio envergonhado e foi embora.Após sua saída fui almoçar, afinal eu estava morrendo de fome.Depois disso eu subi determinada a começar a estudar para filosofia, eu tinha que dar um jeito de ir bem naquela prova já que o Adrien não ia estudar comigo daquela vez.Arrumei minhas coisas e comecei a revisar tudo, não demorou dois minutos e um certo gato entrou pela janela.

—Hello my princess, posso saber porque aquele ruivinho estava saindo da sua casa?—ele perguntou com uma cara estranha

—O Nathaniel ? Ah, ele veio só me visitar...—eu disse indiferente

—Sei...Ele é seu amigo?—o olhar de Chat continuava indecifrável

—Sim...

—Hum...

—O que foi, hein ? —eu perguntei tentando finalmente acabar com essas frases sem sentido dele

—Nada

—Ai meu Deus Chat! Por que você faz isso ?

—O que?

—Isso! Faz coisas estranhas, se faz de desentendido e depois vai embora!

—Hum....

—Argh!Deixa. Não sei nem porque perguntei...

       Voltei a me concentrar nos estudos, porém o Chat sentou do meu lado e começou a me analisar de um jeito estranho.Pra acabar com aquele clima esquisito que estava entre nós perguntei se ele queria me ajudar com os estudos e ele disse:

—Eu adoraria, my princess...

        Começamos a estudar e estranhei o fato de as explicações dele parecerem muito com as do Adrien."Menos mal" pensei,  "Pelo menos é como se eu estivesse estudando com o Adrien, o que vai me ajudar na prova amanhã...".Ficamos estudando até as 6 da tarde, revisamos tudo mil vezes e se eu não fosse bem nessa prova tinha alguma coisa errada.Meus pais iam sair naquela noite, então eu iria jantar sozinha.Por isso perguntei ao Chat:

—Ei Chat! Você quer ficar para o jantar?

—Ahhh...Acho melhor não...Não quero atrapalhar um jantar de família...

—Eu vou jantar sozinha hoje, meus pais vão sair...

—Ah, entendi.Por isso você quer a minha companhia, não é ?—ele perguntou levantando as sobrancelhas e dando um sorriso malicioso

—Ai, para com isso Chat! Eu só estou chamando um amigo para comer uma pizza!

—Sei.Pois bem my princess, estou ao seu dispor...

—Ai Chat! Só você!—Eu disse enquanto dava risada

        Segundos depois meus pais bateram a porta do quarto pra se despedir.Eles me desejaram boa noite e me deram um abraço e um beijo.

—Eu ia até falar pra você se cuidar Mari, mas como o Chat esta aqui sei que não vai ser preciso.Hahahaha— Meu pai disse dando risada

—Verdade amor.Marinette pode nos acompanhar até a porta?—Minha mãe disse depois de dar um abraço no Chat

—O.k.—eu disse, achando meio estranho o seu pedido

        Depois que saímos do quarto minha mãe cochichou pra mim:

—Filha, o Chat Noir é seu namorado?

        Fiquei tão chocada com a pergunta que quase caí da escada.

—O-o que?! Não! De jeito nenhum!—eu gritei, me arrependendo no segundo seguinte por ter dito tão alto

—Hahahaha, nossa filha! Desculpa!—minha mãe disse caindo na gargalhada— É que ele sempre vem aqui te ver, sempre te ajuda nos estudos, etc.Então eu acabei achando que vocês namoravam —ela se explicou

—Mãe, existe uma coisa chamada amizade sabia?—eu disse impaciente

—Nossa! Desculpa!—Minha mãe disse fingindo indignação— Mas se o Chat não é seu namorado....O seu namorado é o Adrien então?

—Não mãe! Ele é só um amigo também! Meu Deus! Eu não tenho namorado! Se eu tivesse eu te contaria!—eu disse exasperada

—Ah tá.Entendi...—ela disse pensativa—Desculpa te dizer isso filha, mas ou você esta sendo boba e não esta percebendo que o Chat Noir e o Adrien gostam de você, ou tem alguma coisa muito errada com esses garotos!—minha mãe por fim disse antes de entrar no carro e ir embora

        Fiquei lá fora parada por alguns segundos atordoada, será que ela estava certa? Eu mesma já tinha achado que eles gostavam de mim...Mas não era possível!O Chat é só um galanteador e um grande amigo, enquanto o Adrien se gostasse de mim não tinha me rejeitado. Ou será que... Afastei o pensamento da minha cabeça e resolvi subir para o quarto, era perigoso ficar lá fora sozinha a noite, além de que o Chat já devia estar me esperando a muito tempo...

        Quando voltei ao quarto o encontrei mechendo em meus livros, me sentei na cama e liguei para a pizzaria, pedi uma pizza de pepperoni e outra de mussarela e um refrigerante grande.Depois disso comecei a arrumar o quarto distraidamente.

—Ei! Vamos assistir um filme ? —Chat perguntou enquanto eu arrumava as prateleiras

—Por mim tudo bem...—eu disse enquanto procurava um filme por entre os armários

—Que tal "Velozes e Furiosos" ?— ele perguntou ao mostrar o DVD

—Não...já assisti mil vezes...Que tal "10 Coisas que eu Odeio em Você" ?

—Nããããão, é chato! Ei! Isso é uma indireta pra mim ?

—Não!Hahahahaha— eu disse enquanto gargalhava

—Acho bom! Que tal então..."Transformers" ?

—Não! É muito chato!—eu falei enquanto procurava outro filme— Já sei! "Simplesmente Acontece"! É o melhor filme de todos! Por favor vai ? Vamos assistir ?—eu mostrei o DVD freneticamente enquanto fazia biquinho

—Bem...Eu nunca assisti então... Ah, tudo bem ! Vai, vamos assistir!

        Fiquei tão feliz que sai dando pulinhos pelo quarto, não sem antes dar um abraço bem apertado nele e gritar um "Yes!!!!" frenético. Joguei as almofadas no chão e o cobertor e logo depois coloquei o DVD no aparelho.

—Ei, você não acha melhor esperarmos a comida e depois assistir ? Afinal, se a gente começar a assistir agora vamos ter que parar quando a comida chegar...

—Tem razão...Mas então o que vamos fazer ?—eu perguntei

—Hum...Que tal jogar um jogo de tabuleiro ?

—Jogo de tabuleiro ?—eu perguntei fazendo careta— Eu não jogo isso nem em festas de pijama...

—Bem, nós não estamos em uma festa do pijama...—Chat disse com um sorriso sabichão

—Hum...ta vai! Você me deixou assistir "Simplesmente Acontece", então vou jogar com você...

—Uhul! Mas my princess eu espero que você saiba que eu sou ótimo em jogos de tabuleiro...

—Tudo bem, quando eu era criança eu ganhava até do meu pai...—eu disse com um olhar desafiador

—Sem ofensas mas eu não sou seu pai...—ele disse retribuindo o olhar

—Não, mas eu tenho certeza que joga pior que eles...

—Isso é um desafio my princess ? —Chat perguntou com um brilho intenso no olhar

—Com certeza ! —eu respondi sorrindo maliciosamente

        Nós começamos a jogar batalha naval e foi uma disputa muito acirrada, eu ganhei a primeira rodada e ele a segunda e a terceira.No final ele realmente jogava bem, mas não me deixei abalar

—Outro dia eu quero revanche!—eu disse deixando bem claro

—Pra perder de novo ?—Chat disse provocante, enquanto dava risada

—Não.Pra te dar uma surra.

—Nossa! Desculpa!—ele disse enquanto dava risada mais alto

        Nesse momento a pizza chegou e eu desci para atender.Depois disso eu e Chat começamos a comer e a pizza estava maravilhosa, terminamos a refeição e começamos a assistir o filme. Me emocionei e chorei como sempre, e se quer saber cheguei até ver umas lágrimas que ele não chegou a derramar nos olhos de Chat. Quando o filme acabou já eram mais de 11 horas, nós nos levantamos e começamos a catar as coisas do chão.

—Bem, acho que é a minha hora de ir embora my princess...

—Sim...esta ficando tarde...

—Tchau my princess...

—Tchau Chat, boa noite...

        Ele se aproximou para me abraçar e me envolveu em seus braços, ele estava quente e confortável e me deu vontade de ficar ali a noite toda em vez de dormir.Senti meu coração acelerar por alguma razão estranha, e me convenci de que era só sono.O Chat se afastou um pouco e quando eu vi estávamos  praticamente com os narizes grudados, um clima começou a rolar e eu podia sentir a sua cálida respiração em minhas bochechas.Poderíamos nos beijar a qualquer momento e eu sabia disso, mas apesar de tudo não queria sair dos braços dele.Com muito esforço nos soltamos e fomos para direções opostas.Ele acenou para mim com o rosto vermelho e saiu pela janela, me deixando ali parada, atordoada e confusa demais para me mexer....

 

 

 


Notas Finais


E ai gente ? Espero que tenham gostado do capítulo! ~Mil Blue Kisses~
P.S: Estou morrendo de sono, já são mais de meia noite e esta chovendo. Por isso não vou escrever mais nada, boa noite...
~Giu Blue~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...