História Lady of Trafficking - Second Season - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Ação, Aneline, Drama, Jusline, Justin Bieber, Romance, Roubo, Trafico
Exibições 84
Palavras 1.132
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei, mas voltei!
Boa leitura 😘
Leia as notas finais 😘❤️

Capítulo 3 - The true


Justin POV 

 

Depois de termos ido embora, fomos direto pra San Francisco, Aneline queria ver o tráfico e eu queria ver de perto como ela e Jeredy iriam se comportar. Descemos do avião e Jeredy já nos esperava na sala de desembarque. Ele veio correndo abraçar Aneline, pegou ela no colo e girou com ela no ar, arqueei uma sobrancelha e fiquei observando de braços cruzados. Assim que ele a colocou no chão, ela se virou pra mim com um sorriso de orelha a orelha, depois de ver minha cara desmanchou o sorriso sem graça. 
 - Cadê a Angel? - ela perguntou tentando amenizar a situação - 
 - Está em casa esperando por vocês... - sorriu - Como tem andado Justin? - Jeredy perguntou e Aneline me pressionou a responder -
 - Estou bem. - sorri falsamente -

Depois de ficar um silêncio constrangedor, fomos para o carro e Jeredy dirigiu até a casa dele, como uma mocinha, diga-se de passagem. Assim que chegamos, a gostosa da mulher dele estava lá apenas de shorts e um top branco, meus olhos focaram nos peitos dela, obviamente ela estava sem sutiã e acho que não fui nada discreto, porque Jeredy a repreendeu com o olhar e Aneline fez o mesmo comigo, apenas passei a mão nos cabelos e sai até o banheiro. 

 


Aneline POV 

 


Justin estava me estressando, já chegou comendo Angel com os olhos, Jeredy ficou bravo e eles foram lá pra cima, assim que Justin saiu do banheiro, peguei ele pelo cós da camiseta e puxei ele pra perto. 

 - Você podia ter o mínimo de respeito, né Justin? - cruzei os braços brava e ele arqueou uma das sobrancelhas - 
 - Ah, igual você? - confirmei - Okay, quando Angel descer, vou pegar ela no colo e girar. - lançou um sorriso debochado e saiu - 
 - Eu o conheço antes de te conhecer. - falei um pouco mais alto pra ele me ouvir do sofá - 
- Não me interessa! - piscou e voltou a atenção para a televisão onze passava o jogo de basquete. - 
 - Você está agindo de uma maneira infantil! 
 - Vai Carmelo, passa essa porra! - ele me ignorou comentando sobre o jogo - 

Me sentei do lado dele e não trocamos nenhuma palavra até eles descerem de novo, Jeredy com um sorriso de orelha a orelha e Angel, agora com a roupa mais comportada. 

 - Desculpa a demora! - Jeredy abraçou ela por trás e deu um cheiro no pescoço dela - 
 - O que tem de rango? - Justin perguntou, tirando uma gargalhada de Jeredy e Angel -
 - Temos macarrão. - ele arregalou os olhos, abrindo um sorriso em seguida -
 - Amo macarrão! - disse feliz -
 - Que bom! Angel faz um que é uma delicia! - Justin e Jeredy foram tomar uma cerveja lá fora - 

Depois que eles saíram Angel e eu ficamos arrumando a mesa e terminando a comida. Peguei o vinho e coloquei em duas taças. Começamos a beber e conversar, assim que o macarrão ficou pronto, fui chamar eles e eles estavam super entretidos na conversa. 

 - Meninos? - chamei a atenção pra mim - A comida está pronta! - eles se levantaram e eu entrei - 
 -

Sentamos a mesa e Justin estava até que agradável com Jeredy, acho que eles conversaram lá fora e acabaram se acertando. 
O papo estava bem tranquilo, perguntei dos negócios, Jeredy me contou como as coisas estão indo bem, que tudo está dando certo, que não houve mais ninguém declarado guerra contra nenhum de nós. 

 - Fico feliz. Até porque, Justin e eu também estamos tranquilos de "inimigos". - fiz aspas com os dedos e eles riram - 
 - Que ótimo pra você, Carly aparece dia sim, dia também no bar do Je. - revirou os olhos - 
 - Carly? Ela ainda está causando problemas? - ela suspirou e Jeredy tocou o seu braço de um jeito carinhoso. - 
 - Depois daquele dia que ela sequestrou Alice.. - Justin arregalou os olhos, me encarando perplexo - ela vem nos provocando diariamente. - Eu não havia contado a Justin -
 - Sequestrado Alice? - Justin alterou a voz - 
 - Oh! - Angel colocou a mão sob a boca - 
 - Sequestrada Aneline? - bateu na mesa com força fazendo Jeredy arregalar os olhos - 
 - Justin... não tive condições no dia. - disse baixo - 
 - Condições? - ele estava gritando - A minha filha foi sequestrada e você acha que não precisava me contar sobre isso? - se levantou - Porrra Aneline, você achou que eu não devia saber? Ela é minha filha também, caralho! - ele estava andando de um lado para o outro - 
 - Já tinha passado, ele foi encontrada, não precisa desse drama! - ele estava começando a me irritar - 
 - Drama?! - gritou descontrolado - 
 - É Justin, drama. - disse no mesmo tom -
 - O que passou pela sua cabeça, que era tão mais importante, do que me contar que Alice tinha sido sequestrada? Diversões com Jeredy? Baladas? Bebedeiras? - caiu uma lágrima do meu olho - 
 - Olha! - gritei batendo na mesa e me levantando - Cansei! Você tá agindo como um babaca Justin Drew Bieber! Você não tem o direito de me acusar de ser uma mãe ruim, que estava preocupada com balada, bebida ou diversão ao invés de me preocupar com meus filhos! Eu estava preocupada com a maldita da sua morte! Porque não sei se se lembra, mas eu quase tive um ataque, de tanto chorar e sofrer! Foi pro nosso bem? Foi! Mas isso não diminui o meu sofrimento, nunca joguei essa porra na sua cara, mas já que insiste, aí está! Alice foi sequestrada e eu parei tudo pra encontrá-la. Eu sofri, porque achei que tinha perdido minha menina, quando eu a encontrei, não matei a desgraçada, porque tinha que ir encontrar você, que estava brincando de morrer! Porra, eu sofri tanto, eu chorei tanto e como ela estava lá em meus braços, não vi motivo para preocupar a todos, já que TODOS estávamos tristes e sofrendo pela sua morte! - gritei e todos ficaram me olhando, antes que ele respondesse, me virei e subi as escadas - 

 


Justin POV 

 


Eu nunca tinha parado pra pensar no quanto as coisas foram difíceis pra ela… eu a amo e não sabia que ela tinha se sentido assim, depois que ela saiu, ficou um clima estranho na sala de jantar. 

 - Quer que eu fale com ela Justin? - Jeredy se pronunciou e eu neguei - 
 - Vou deixar ela pensar um pouco. Preciso do mesmo. - disse simples - 

Peguei minha blusa que estava cima da mesinha de canto e sai da casa. 


Notas Finais


Gente, eu estou com um bloqueio criativo mas estou me esforçando!!!
Comentem, isso ajuda, obrigada as lindas que tem comentado!
Obrigada aos favoritos!
Continuem comentando e favoritando!!!
Beijocas na ponta do nariz 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...