História Lady of trafficking - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Ação, Amor, Briga, Drama, Gangster, Justin Bieber, Romance, Ryan Butler, Sexo, Trafico
Exibições 381
Palavras 2.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, lembrando que a fic não é movida a comentarios, mas eu realmente gosto muito que tenham comentários! Então deixem sua opinião… please!
Eu vejo em todos os capítulos, pelo menos 100 visualizações, então comentem! É bem importante…
Boa leitura ;*
Leiam as notas finais;*

Capítulo 45 - What's happening?


Aneline POV 

 

Acordei no dia seguinte com um chorinho baixo, mas não era do Austin, fui até Alice e ela estava chorando enquanto dormia, peguei ela no colo tentando acalmar ela, ela foi acordando aos poucos. 
 - Que foi filha? Teve um pesadelo? - ela não me respondeu só ficou olhando pra mim com os olhos marejados - 
 - Cadê papai? - aquilo cortou meu coração, ela estava chorando de saudades -
 - Ele tá muito ocupado filha, mas ele te ama mais que qualquer coisa! Ele também está morrendo de saudades… - ela coçou o olho - Não fica triste tá? - passei a não no rosto dela - 
 - Alice tá tisti não… - disse baixo - 
 - Vem deitar um pouquinho com a mamãe, filha. - ela assentiu e deitou abraçada comigo - 

Ficamos mais uma meia hora abraçadinhas até Austin acordar, quando ele acordou Alice já estava mais calma, ela ficou me observando dar mama pro Austin. Faltavam 2 meses pro aniversário da Alice e eu não sabia o que fazer, ela estava muito ansiosa pra festinha dela. Deixei os pensamentos voando para quanto arrumava eles pra descer pra cozinha, Jeredy tinha duas empregadas, mas eu gostava de sentar as crianças na mesa e ir conversando enquanto eu preparo o café, Alice inclusive adora me ajudar nessas coisas. Como aqui está calor, eu coloquei um shorts de malha na Alice e uma batinha florida, ela estava de chinelos nos pés. Austin estava apenas de shorts, ele era muito calorento e ficava estressado com o calor, exatamente igual ao pai. Eu estava vestindo um shorts jeans e uma camiseta regata branca, meus cabelos estavam presos em um coque e eu estava sem maquiagem. Desci com Austin no colo e Alice de mãos dadas. Jeredy aparentemente não estava em casa, fomos até a cozinha e tinha uma senhora guardando a louça. 

 - Bom dia… - ela deu um pulo e me olhou assustada - Desculpe! - ri baixo -
 - Bom dia senhorita! Eu quem me desculpo. - lançou um sorriso confortante - 
 - Jeredy não deve ter falado de nós, somos grandes amigos, vim passar uma semana com ele. - ela assentiu sorrido - 
 - E quem são esses bombonzinhos? - ela veio em direção à Alice me fazendo sorrir - 
 - Fale com ela filhota. - sorri encorajando ela, que era muito tímida - 
 - Xou Alixe! - a senhora colocou as mãos no rosto encantada - 
 - Prazer Alice, sou Janet! - passou a mão no cabelo da minha pequena - E esse pitico é? - falou com voz fina - 
 - É o Autin! - Alice gritou animada - 
 - Austin? - assenti - Lindo seu irmãozinho! - sorri - 
 - Não tem nenhuma cadeira de bebê por aqui, não é? - ela negou - 
 - Mas a gente improvisa! - sorri - 

Ela colocou Alice sentada em um banco alto e ela se sentiu o máximo, como Austin não ficava parado, resolvemos não arriscar, então colocamos ele sentadinho no chão com alguns brinquedos e ele já se sentiu em casa, preparei algumas panquecas e fui conversando mais com Janet, ela elogiou Jeredy como patrão, mas não sabia se era pra puxar o saco ou ele era tudo isso mesmo. Perguntei das outras empregadas e ela disse que elas ficam em outros turnos, ele não gosta de ninguém dormindo na casa dele, então tem uma que fica de manhã, uma a tarde e uma aos finais de semana. Depois das panquecas estarem prontas, me sentei com as crianças e comemos, Alice já não estava mais tristonha, ele estava animada com a piscina nos fundos. 


Justin POV 

 

Eu não sabia pra onde Aneline tinha ido, passei a noite matutando, onde ela estaria, resolvi me concentrar no ataque à Robert, afinal, depois dele eu conseguiria minha família de volta, depois de uma reunião longa pela manhã, todos foram embora e Charlotte ficou sentada no meu escritório. 

 - O que você quer? - perguntei grosso - 
 - Justin, você sabe que quero dormir contigo… por que enrola tanto pra me levar pra cama? - revirei os olhos - 
 - Garota, entende uma coisa! - peguei um porta-retrato que estava na cômoda atras da minha mesa - Está vendo essa mulher e essas crianças? - Eram Alice, Aneline e Austin. Ela assentiu - Então, é minha mulher e meus filhos, eu não vou transar com você, até porque acho difícil você superar o sexo que ela faz comigo! - ela levantou brava e saiu batendo o pé - 

Eu estava cansado dessa garota no meu pé, ela era gostosa? Sim, muito! Mas eu descobri que Aneline é a única que eu quero, não vou dar motivos pra ela. Talvez eu tenha dado, me afastando tanto dela e dos meus filhos… mas não ia trair ela! 


Aneline POV 


Depois que Jeredy chegou da rua, nós fomos até a piscina com as crianças, Austin estava adotando se refrescar na piscina. Alice estava sentada no ombro do Jeredy e ele corria com ele pela piscina, ela dava gargalhadas. Sorria ao ver aquilo, Jeredy colocou ela sentada na beira da piscina e ela foi buscar as bonecas que estavam no gramado. 

 - A gente podia sair essa noite! - ele se aproximou me olhando da piscina, eu estava sentada na borda - 
 - Pra onde? - perguntei curiosa - 
 - Forgetting the pub, que tal? - um sorriso se abriu nos meus lábios - Acho que isso é um sim! - sorriu debochado - 
 - Mas e as crianças? Elas não podem ir pra um bar assim! - neguei tirando aquele pensamento da minha cabeça - 
 - Christine fica de olho neles e qualquer problema ela me liga! - olhei ele confusa - É a garota dos finais de semana, antes de trabalhar pra mim ela era babá! - olhei pra ele sorrindo de lado - 
 - Eu quero conversar com ela primeiro, saber se ela é realmente boa, se for, eu topo! - ele me puxou pela cintura, fazendo eu entrar na piscina - Ahhhhhhhh! - gritei - Jeredy, eu vou matar você! - gritei enquanto ele me levantava pela cintura - 
 - Você não teria coragem! - sorriu - 

Passamos o resto da tarde na piscina e brincando, depois de ver Jeredy com Alice eu comecei a ver ele de um jeito que eu não via faz tempo, o corpo dele, o sorriso, o jeito que ele me tratava e tratava meus filhos era incrível… 
Conheci a babá e ela realmente entendia do assunto, arrumei meus filhos, dando banho, trocando a fralda, e fui me arrumar enquanto Jeredy olhava as crianças e lia uma história para eles. Coloquei um vestido preto colado, deixei meus cabelos soltos e lisos naturais, fiz uma maquiagem bem carregada nos olhos, coloquei um salto preto cheio de brilho, eu estava me sentindo linda, como a muito tempo não sentia. Assim que entrei no quarto onde eles estavam, Jeredy me olhou quase de queixo caído, ri da expressão dele. Dei um beijinho em cada um e fiquei fazendo carinho neles até eles dormirem, alertei Christine pedindo para ficar de olho, já que eles rolavam muito na cama. Dei um último beijo neles e fui para a sala com Jeredy, ele também estava lindo, com uma calça jeans, um tênis branco de cano baixo, uma camiseta preta, a barba por fazer, parecia que os olhos dele estavam mais azuis. 

 - Você está muito gato! - ele riu - 
 - Pra sair com você, tem que estar, né? - sorri de lado - 
 - Quando vai me apresentar a tal garota? - ele sorriu de lado - 
 - Combinei com ela, ela também vai estar lá hoje! 
 - Qual o nome dela? - sorri - 
 - Carly. - sorriu -

Fomos para a boate dele é assim que entramos um filme passou pela minha cabeça, tudo que eu vivi com Justin, foi coisa de louco. Fomos direto pro bar e eu não me importei de beber, já que Austin já estava comendo papinhas e algumas comodinhas mais fáceis de mastigar. Comecei bebendo tequila, eu adorava. Jeredy saiu andando em direção a uma garota muito bela, imaginei ser Carly, ela tinha cabelos negros e com cachos na ponta, ela tinha a pele parda e olhos castanhos, um corpo lindo, vestia um vestido branco e um salto preto, ela veio até mim e eu abri um grande sorriso. 

 - Carly? - ela assentiu me olhando com um sorriso amarelo - 
 - Sim! - disse em um tom estranho - 
 - Ouvi falar muito bem de você! - sorri - 
 - Menos mal! - ela disse meio grossa e eu encarei Jeredy - 
 - Carly? - Jeredy a repreendeu - 
 - Você disse que ela era mãe de dois filhos! - ri pelo nariz - 
 - Ele não mentiu, realmente sou mãe de duas crianças -
 - Você passou uma semana na casa dela e agora ela está na sua casa? - Jeredy assentiu com uma cara nada boa - 
 - Acho que vou na pista, dançar um pouco… - disse sentindo que eu estava no meio de uma dr - 

 

Justin POV 

 

Ainda não tinha tido notícias de Aneline ou das crianças, eu estava começando a ficar preocupado, minha mãe não estava retornando minhas ligações, eu estava precisando parar de pensar nela, já faziam quase vinte e quatro horas que eu não dormia, se eu não tiver notícias dela até amanhã, vou ligar pro Jeredy. Fui pro nosso quarto, deitei na cama e fiquei pensando se eles estão bem até pegar no sono. 


Aneline POV 


Eu estava dançando na pista e os homens estavam me cobiçando, eu rebolava e ia até o chão, meu corpo mexia exatamente conforme a batida da música, eu estava totalmente envolvida com a música, estava me sentindo uma adolescente de novo, por mais que eu ainda seja, hoje tenho responsabilidades de adulto e não só festas e bebidas como antes. Olhei pro bar e vi Jeredy sentado me olhando e bebendo, fui até ele. 

 - Cadê a namorada estressada? - caçoei e ele deu um gole na bebida - 
 - Terminamos. - disse simples e eu arregalei os olhos - 
 - Óh, meu Deus… - olhei incrédula - Por quê? - ele negou bebendo outro gole -
 - Ela é louca, primeiro disse que eu sou apaixonado por você. - ri pelo nariz - 
 - Da onde ela tirou isso? - perguntei pegando o copo da não dele bebericando - 
 - Ela disse que viu o jeito que te olho. Por fim, me mandou escolher entre você e ela e obviamente eu terminei o namoro. - sorriu de lado - 
 - Não acredito que você fez isso! - dei um tapa no braço dele - 
 - Any, ela não está totalmente errada… - ele disse olhando pro copo, que tinha pego de mim - 
 - O que está querendo dizer? - perguntei - 
 - Ela é louca… - sorri aliviada - Por me fazer escolher entre você e ela, não por dizer que eu sou apaixonado por você! - arregalei os olhos - Nem eu tinha percebido isso, mas eu sempre gostei de você, mas respeito você gostar do Justin e acabei sendo pra você o que você precisava, um irmão. - ele sorriu me olhando - 
 - Eu não sei nem o que dizer Jeredy… - eu realmente não sabia - 
 - Não quero que isso mude nossa amizade, a gente viveu muito bem até agora, quero que continuemos assim! - ele disse sorrindo e por um momento de loucura, eu me deixei levar, me aproximei dele, iniciando um beijo, no começo ele ficou surpreso, mas logo que ele entendeu o que estava acontecendo ele retribuiu me puxando pela cintura, o beijo dele era exatamente como eu me lembrava, era um beijo que me prendia, ele chupou minha língua ao mesmo tempo que apertou minha bunda, passei a língua pelo céu da boca dele e ele finalizou o beijo mordendo meu lábio inferior - O que foi isso? - ele disse assustado - 
 - Não sei… - disse baixo - Mas podemos repetir… - ele segurou meu rosto iniciando um outro beijo - 

 


Notas Finais


OMG!?! Até que enfim esses dois se pegaram hahaha
Espero que vocês gostem e só eu que estou com dó do Justin? Será que ele vai conseguir recuperar a família??? Comentem amoras, estou muito animada, talvez eu poste outro hoje!
Comentem e favoritem!!!
Beijocas na ponta do nariz 😘 #Taacabando #Sófaltam4


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...