História Ladycinder - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 89
Palavras 360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


gente vou postar dois ontem por não conseguir postar ontem.

Capítulo 3 - Um príncipe numa torre


Fanfic / Fanfiction Ladycinder - Capítulo 3 - Um príncipe numa torre

No palácio

- mais pai e apenas um festival –disse enfurecido ao meu pai o rei – um festival em minha homenagem.

- não, você tem o baile amanha em sua homenagem – o rei já estava saindo – onde e adequado um príncipe num festival de camponeses.

- se minha mãe estivesse aqui eu tenho certeza que ela... – ele me lançou um olhar reprovador

Assim que ele saiu deu ordens aos guardas para não me deixar sair, sentei no parapeito da janela do meu quarto e observei as pessoas se divertindo no festival.

- um príncipe preso numa torre – disse um voz que logo começou a rir, olhei para trás e não tinha nada – isso e hilário.

Uma pequena luz verde explodiu e se tornou um homem alto com orelhas pontudas e de olhos felinos vestindo um terno roxo e preto com detalhes verdes usando uma cartola e uma bengala preta com uma grande esmeralda no topo que parecia um olho de gato.

- quem e você – perguntei puxando minha espada – e como você chegou ate aqui.

- eu sou plagg seu bilhete de saída daqui – ele sorriu mostrando dois caninos pontudos como os de um gato – e eu cheguei aqui pelo seu anel.

Olhei para o anel que tinha ganhado de um senhor de idade assim que cheguei na cidade como agradecimento por dar um de minhas caças.

- ele e uma joia magica chamada miraculous, mais vamos pular essa parte e passar para a parte interessante ele pode transforma-lo – ele sorriu e seus olhos de gato brilharam – o importante e que você pode ir ao festival sem seu pai saber, diga plagg mostrar as garras e veja você mesmo.

- plagg mostrar as garras... – antes que pudesse falar que era impossível ele voltou a ser uma pequena luz verde e entrou no meu anel.

Minhas roupas começaram a ser substituídas por outras pretas, me olhei no espelho eu tinha uma capa e roupas mais simples pretas e uma mascara preta com detalhes verdes. Eu não me importava como isso era possível depois do festival eu me preocuparia com isso, pulei a janela e segui sem ser visto ate o festival.

 


Notas Finais


quero opiniões então deixem seus comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...